Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Phytochemical characterization, antioxidant potential and antibacterial activity of the Croton argyrophylloides Muell. Arg. (Euphorbiaceae) / Caracterização fitoquímica, potencial antioxidante e atividade antibacteriana do Croton argyrophylloides Muell. Arg. (Euphorbiaceae)

Neri, T. S; Silva, K. W. L; Maior, L. P. S; Oliveira-Silva, S. K; Azevedo, P. V. M; Gomes, D. C. S; Souza, M. A; Pavão, J. M. S. J; Costa, J. G; Cunha, A. L; Ferreira-Júnior, G. C; Matos-Rocha, T. J; Santos, A. F; Fonseca, S. A.
Braz. J. Biol.; 83: 1-9, 2023. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-765555

Resumo

Croton argyrophylloides Muell. Arg., from the Euphorbiaceae family, popularly known as marmeleiro prateado or sacatinga, is a plant from the Caatinga biome commonly found in Brazil's northeastern region. The present study aimed to evaluate the antioxidant activity of the species. The phytochemical study was performed through qualitative analysis of chemical constituents and quantitative determination of the total phenol content through the Folin-Ciocalteu test. The qualitative and quantitative antioxidant tests were performed using the DPPH method (2.2 diphenyl-1-picryl hydrazil) and ferric reducing antioxidant power (FRAP). The minimum inhibitory concentration (MIC) was determined by microdilution in 96-well plates. The ethanolic extract of the leaves of C. argyrophylloides manifested antioxidant action in the quantitative DPPH test with a significant bioactivity of 84.70 AAO% in 500 µg/mL, with an EC50 of 236.79. The content of total phenolic compounds was 946.06 mg of gallic acid equivalents/g of sample, and total flavonoids was 58.11 mg of quercetin equivalents/g of sample, the result obtained for FRAP was 15294.44 µM Trolox/g of sample and ABTS was 718 µM Trolox of sample. The prospecting of the chemical constituents of the leaves of C. argyrophylloides revealed the presence of the main compounds that manifests the antioxidant activity and it was proven by the DPPH method that there is antioxidant activity in the analyzed sample, in addition to demonstrating a significant content of phenolic compounds and total flavonoid content in the species, which corroborates the antioxidant activity of the plant sample. The leaf extracts presented growth inhibition halos of 10 and 12 mm upon Staphylococcus aureus ATCC 25923.(AU)
Croton argyrophylloides Muell. Arg., pertencente à família Euphorbiaceae, conhecida popularmente como marmeleiro prateado e sacatinga, é um vegetal do bioma caatinga comumente encontrado no Nordeste do Brasil. O presente trabalho teve como objetivo avaliar a atividade antioxidante da espécie. O estudo fitoquímico foi realizado por meio de análise qualitativa dos constituintes químicos e determinação quantitativa do teor de fenóis totais pelo teste de Folin-Ciocalteu. Os testes antioxidantes qualitativos e quantitativos foram realizados pelo método do DPPH (2,2 difenil-1- picril-hidrazila) e redução do ferro (FRAP). A concentração inibitória mínima (CIM) foi determinada por microdiluição em placas de 96 poços. O extrato etanólico das folhas de C. argyrophylloides apresentou ação antioxidante no teste DPPH quantitativo com uma significativa bioatividade de 84.70 AAO% em 500 µg/mL, apresentando um CE50 de 236.79. O teor de compostos fenólicos totais, foi de 946,06 mg equivalentes de ácido gálico/g de amostra, e de flavonoides totais de 58,11 mg equivalentes de quercetina/g da amostra, o valor encontrado para FRAP foi de 15294,44 µM Trolox/g da amostra e de ABTS foi 718 µM Trolox da amostra. A prospecção dos constituintes químicos das folhas de C. argyrophylloides revelou a presença dos principais compostos que caracterizam a atividade antioxidante e foi possível comprovar pelo método de DPPH que há atividade antioxidante na amostra analisada, além de demonstrar um resultado significativo de teor de compostos fenólicos e teor de flavonoides totais na espécie e o que corrobora com a atividade antioxidante da amostra vegetal. Os extratos das folhas apresentaram halos de inibição de crescimento de 10 e 12mm frente a Staphylococcus aureus ATCC 25923.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1