Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Bartonellosis in cats and its role in public health / Bartonelose em gatos e sua importância na saúde pública

Almeida, Camila Lopes Roberio de; Babo-Terra, Veronica J.
Acta Vet. bras.; 7(1): 5-13, 2013.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-7829

Resumo

The genus Bartonella is composed of various zoonotic species that cause important diseases, usually in immunosuppressed individuals. The main reservoirs are domestic felines and these do not often present any clinical signs, but are usually in a state of intermittent bacteremia. So that, there is a potential risk of disease dissemination as well as transmission of the agent to other cats, mainly by the feces of fleas, and to human beings through the bite or scratch of the animal. The aim of this study was to review the occurrence of Bartonellosis in humans and cats, as well as the major zoonotic, clinical, laboratorial and treatment aspects. Further studies are necessary in order to gather more knowledge about the disease and its prevention. However, we have to point out that, since the definitive diagnosis and treatment in cats are still uncertain and controversial issues, the best way to control the disease is so far through the animal vector control, by the adoption of a correct and effective protocol of flea control, and by preventing bites and scratches in immunosuppressed people and professionals who directly deal with cat.(AU)
O gênero Bartonella é composto por várias espécies que possuem caráter zoonótico e que causam doenças importantes, geralmente em pessoas imunossuprimidas. Os principais reservatórios são os gatos domésticos sendo que estes geralmente não apresentam sintomatologia, mas encontram-se, muitas vezes, em situação de bacteremia intermitente, de forma que existe o risco potencial de disseminação da doença e transmissão do agente para outros gatos, principalmente por meio das fezes das pulgas, e para o próprio homem, através da mordida ou da arranhadura do animal. O objetivo do estudo foi revisar a ocorrência de Bartonelose em humanos e em felinos, bem como principais aspectos zoonóticos, clínicos, laboratoriais e terapêuticos. Mais estudos precisam ser realizados com o intuito de aprofundar os conhecimentos referentes à doença bem como sua prevenção, porém, o que se deve ter em mente é que como o diagnóstico definitivo da enfermidade e o tratamento em gatos ainda são assuntos polêmicos e muito duvidosos, a melhor maneira de controlar a doença, até o momento, é por meio do controle dos vetores no animal, a partir da adoção de um protocolo de controle de pulgas correto e eficaz, bem como a prevenção de mordidas e arranhões em pessoas imunossuprimidas e profissionais que lidam diretamente com felinos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1