Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Caracterização do haplótipo mitocondrial de uma amostra de touros da raça nelore, representativa das principais linhagens comercializadas no Brasil / Mitochondrial haplotype characterization of one sample of Nellore bulls representing the main lines marketed in Brazil

Tiziote, Polyana Cristine; Niciura, Simone Cristina Méo; Ibelli, Adriana Mércia guaratini; Veneroni, Gisele Batista; Siqueira, Fabiane; Rosa, Antonio do nascimento; Silva, Luiz Otavio Campos da; Torres Junior, Roberto Augusto de Almeida; Alencar, Maurício Mello de; Regitano, Luciana Correia de Almeida.
Ci. Anim.; 21(1): 25-29, 2011. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-7918

Resumo

Os bovinos podem ser classificados em dois grandes grupos de acordo com sua origem e distribuição geográfica: o grupo Bos taurus, representado pelos bovinos europeus, e o Bos indicus ou zebuíno, que vive nas regiões tropicais. O rebanho brasileiro é constituído principalmente por raças zebuínas, das quais predomina a raça Nelore. Os mamíferos possuem, além do genoma nuclear, um genoma citoplasmático encontrado nas mitocôndrias, o DNA mitocondrial (mtDNA), que apresenta herança exclusivamente materna. Há relatos que os polimorfismos no mtDNA podem afetar a adaptação das raças bovinas a condições ambientais distintas bem como a produção animal. Provavelmente a maioria da população brasileira de animais da raça Nelore foi obtida por retrocruzamentos de vacas nativas com touros zebuínos e, portanto, abrigam mtDNA de origem Bos taurus. O objetivo deste estudo foi caracterizar o haplótipo do mtDNA de uma amostra de touros cujas genealogias são representativas das principais linhagens da raça Nelore. A investigação do haplótipo do mtDNA (Bos taurus ou Bos indicus) foi realizada por meio de PCR alelo-específica para amplificação de uma região 366 pb do gene rRNA 16S de mtDNA, no qual um polimorfismo diferencia mtDNA Bos taurus e Bos indicus. Observou-se, nesta amostragem, 76,66% dos animais com mtDNA de origem Bos taurus. Estes resultados reforçam a hipótese de que a formação da raça Nelore no Brasil provavelmente resultou do cruzamento absorvente de touros Bos indicus com matrizes Bos taurus.(AU)
The cattle can be classified into two groups according to their origin and geographic distribution: Bos taurus, represented by the European cattle, and Bos indicus, originated in Asia. The Brazilian herd consists mainly of Zebu catlle, mainly consisted of Nellore breed animals. Mammals have in addition to the nuclear genome, a cytoplasmic genome found in mitochondria, the mitochondrial DNA (mtDNA), which shows exclusively maternal inheritance. There are reports that polymorphisms in mtDNA can affect the adaptation of breeds to different environmental conditions and the animal production. Probably the majority of the Brazilian population of Nellore cattle was obtained by backcrossing of native cows with Zebu bulls and therefore harbors mtDNA of Bos taurus origin. The aim of this study was to characterize the mtDNA haplotype in a sample of bulls whose pedigrees are representative of the main lines of Nellore. The investigation of mtDNA haplotype (Bos taurus and Bos indicus) was performed by allele-specific PCR to amplify a 366 bp region of 16S rRNA gene of mtDNA, in which a mtDNA polymorphism differentiates Bos taurus from Bos indicus. In this sample, 76.66% of all animals presented mtDNA of Bos taurus origin. These results support the hypothesis that the stablishment of Nellore breed in Brazil probably resulted from backcrossing of Bos indicus bulls to Bos taurus females.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1