Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Floristic-structural relationships between Canga ferruginous tree communities and adjacent vegetation types / Relações florístico-estruturais entre comunidades arbóreas de canga ferruginosa e tipos vegetacionais adjacentes

Souza, Cléber Rodrigo de; Coelho, Polyanne Aparecida; Oliveira, Henrique Faria de; Morel, Jean Daniel; Araújo, Felipe de Carvalho; Costa, Maria Teresa Rodrigues; Santos, Alisson Borges Miranda; Castro, Gislene de Carvalho; Santos, Rubens Manoel dos.
Acta Sci. Biol. Sci.; 40: e39466, 2018. ilus, mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-817

Resumo

Our objective was to evaluate the floristic and structural relationships between Canga tree communities and other vegetation types inserted in the physiognomic units set, in order to test the hypothesis that these communities have unique characteristics due to their specific environmental conditions. For this, we compared the structural and floristic attributes of Canga vegetation with adjacent semideciduous seasonal forest, Savanna and ecotone areas, evaluating the similarity in its behavior. Our results demonstrate the existence of distinct relationships among vegetation types in relation to different perspectives, related to macro-scale environmental attributes and to the phytogeographic context. In general, Canga tree vegetation has its structure associated with open vegetation types, such as the Cerrado (Savanna) and its composition associated with forest vegetation types, constituted by a community with specific ecological characteristics. Our results suggest the presence of ferruginous soils as a factor that contributes to environmental and ecological heterogeneity in vegetation matrices.(AU)
Nosso objetivo foi avaliar as relações florísticas e estruturais entre comunidades arbóreas de Canga e outros tipos vegetacionais inseridos no conjunto de unidades fisionômicas para testar a hipótese de que estas comunidades apresentam características singulares devido às suas condições ambientais especificas. Para isso, comparamos atributos estruturais e florísticos deste tipo vegetacional com outras adjacentes tais como floresta estacional semidecídua, Cerrado e áreas ecotonais, avaliando a similaridade em seu comportamento. Nossos resultados demonstram a existência de relações distintas entres os tipos vegetacionais com relação às diferentes perspectivas, relacionadas à atributos ambientais de macro escala e ao contexto fitogeográfico. No geral, vegetação de canga tem sua estrutura associada a tipos vegetacionais de menor porte como Cerrado e sua composição associada a tipos vegetacionais florestais, consistindo em uma comunidade com características ecológicas específicas. Nossos resultados sugerem a presença de solos ferruginosos como um fator que contribui para a heterogeneidade ambiental e ecológica em matrizes vegetacionais.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1