Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Canine distemper virus infection in a lesser grison (Galictis cuja): first report and virus phylogeny / Infecção pelo vírus da cinomose canina em um furão (Galictis cuja): primeiro relato e filogenia viral

Megid, Jane; Teixeira, Carlos R; Cortez, Adriana; Heinemann, Marcos B; Antunes, João M. A. P; Fornazari, Felipe; Rassy, Fabricio B; Richtzenhain, Leonardo J.
Pesqui. vet. bras; 33(2): 247-250, Feb. 2013. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-8268

Resumo

Infectious diseases in wild animals have been increasing as a result of their habitat alterations and closer contact with domestic animals. Canine distemper virus (CDV) has been reported in several species of wild carnivores, presenting a threat to wildlife conservation. We described the first case of canine distemper virus infection in lesser grison (Galictis cuja). A free-ranging individual, with no visible clinical sigs, presented sudden death after one day in captivity. Molecular diagnosis for CDV infection was performed using whole blood collected by postmortem intracardiac puncture, which resulted positive. The virus phylogeny indicated that domestic dogs were the probable source of infection.(AU)
Doenças infecciosas em animais selvagens têm aumentado devido às alterações em seu habitat e ao maior contato com animais domésticos. A cinomose já foi descrita em diversas espécies de carnívoros selvagens, representando uma ameaça à conservação da vida selvagem. Nesse estudo é descrito o primeiro caso de infecção pelo vírus da cinomose em um furão (Galictis cuja). Um indivíduo de vida livre, sem sinais clínicos aparentes, apresentou morte súbita após um dia em cativeiro. Foi realizado o diagnóstico molecular para detecção do vírus da cinomose canina, sendo o resultado positivo. A filogenia do vírus indicou que cães domésticos foram a provável fonte de infecção.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1