Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Quantificação e identificação de Staphylococcus Coagulase positiva e negativa em leites cru e pasteurizado comercializos na cidade de São Luís - MA

Nascimento, Adenilde Ribeiro; Castro, Aleff Cruz de; Pereira, Alvaro ltaúna Schalcher; Mendes Filho, Nestor Everton; Teles, Amanda Mara; Martins, André Gustavo Lima de Almeida.
Hig. aliment; 30(258/259): 123-128, jul-ago. 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-8299

Resumo

A qualidade microbiológica de leites cru e pasteurizado produzidos e comercializados em São Luís - MA foi avaliada por meio da quantificação e identificação de cepas de micro-organismos do gênero Staphylococcus. Verificou-se um alto nível de contaminação por Staphylococcus sp. em 60% das amostras de leite cru analisadas, com as contagens variando entre 1,7xlose 1,lx107 UFC/mL, sendo comprovada a presença de Staphylococcus coagulase positiva nessas amostras. No leite pasteurizado foram obtidas baixas contagens desse micro-organismo, com valores variando entre 2,7x102 e 4,2x102 UFC/rnL, não sendo detectados Staphylococcus coagulas e positiva, apenas coagulase negativa em 23% (n=3) das amostras analisadas. As colônias características de Staphylococcus isoladas foram identificadas por meio de testes bioquímicos convencionais. Das 50 cepas isoladas, 38% foram positivas para o teste de coagulase, sendo identificadas as espécies S. aureus, S. hyicus, S. intermedius e S. delphini. Entre as cepas de Staphylococcus coagulase negativa, verificou-se a predominância das espécies S. gallinarum, S. cloosii, e S. xylosus. A presença de tais micro-organismos no leite é preocupante do ponto de vista da segurança dos alimentos, tendo em vista que espécies como S. aureus, S. hyicus e S. intermedius são potenciais produtoras de enterotoxinas termoestáveis.(AU)
The microbiological quality of raw and pasteurized milk produced and sold in São Luís - MA was evaluated through quantification and identification of Staphylococcus cepes. A high level contamination by Staphylococcus sp. was verified in 60% of samples of raw milk, counting varying between 1.7 x IOS e 1.1 x 107 CFU/mL, which proves the presence of positive coagulasis Staphylococcus in these samples. ln the pasteurized milk low counting of this microorganism was obtained, values varying between 2.7 x 1()2 e 4.2 x 1()2 CFU/mL, in where it was not found positive coagulase Staphylococcus, but only negative ones in 23% (n=3) of the analyzed samples. The typical colonies of isolated Staphylococcus were identified through conventional biochemical tests. From 50 isolated cepes, 38% were positive for coagulase test, in which s. aureus, S. hyicus, S. intermedius e S. delphini species were identified. Among the cepes of negative coagulase Staphylococcus6, S. gallinarum, S. cloosii, e S. xylosus were predominant. The presence of these microorganisms in milk is a motive to be worried about concerning food safety, for species like S. aureus, S. hyicus e S. intermedius are potential producers of thermostable enterotoxins.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1