Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Epidemiological survey of the taeniasis/cysticercosis complex in cattle farms in Viçosa County, Minas Gerais, Brazil / Inquérito epidemiológico sobre o complexo teníase-cisticercose bovina no município de Viçosa, Minas Gerais

Santos, Tatiane O; Pinto, Paulo S. A; Iasbik, Adriana F; Silva, Letícia F; Nieto, Emílio C. A; Guimarães-Peixoto, Rafaella P. M.
Pesqui. vet. bras; 33(4): 449-452, Apr. 2013. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-8736

Resumo

Despite the importance of human taeniasis/bovine cysticercosis for public and animal health and the economy, its actual epidemiological status in Brazil is not well-studied. We sought to assess the epidemiological profile of this zoonosis in the rural area of Viçosa County, Minas Gerais, Brazil. The prevalence of bovine cysticercosis was 0.42%, whereas no case of human taeniasis was diagnosed. Factors favoring the persistence of zoonosis were identified. These included the supply of untreated water to animals, animals raised for slaughter without sanitary supervision, poor mechanization of raising techniques, and the use of untreated water for human consumption. Bovine meat for human consumption acquired in the city or from the farm itself was characterized as a risk factor for bovine cysticercosis (Odds Ratio (OR) =16.77; p<0.05). Nevertheless, the families on the investigated farms did apply several appropriate measures to control this disease, such as the virtual lack of open sewers and the consumption of well-cooked meat. The presence of bovine cysticercosis cases, and the factors favoring its persistence, point to the need for constant epidemiological and sanitary surveillance in this county.(AU)
Apesar da importância do complexo teníase-cisticercose bovina para a saúde pública, animal e para a economia, a realidade epidemiológica da ocorrência dessas zoonoses no Brasil é pouco conhecida. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar o perfil epidemiológico desta zoonose na zona rural do município de Viçosa, MG. A prevalência encontrada de cisticercose bovina foi de 0,42%, e nenhum caso de teníase humana foi diagnosticado. Foi verificada presença de fatores favoráveis a manutenção dessa zoonose, como fornecimento de água sem tratar aos animais, criação de animais destinados ao abate sem inspeção sanitária, criação de bovinos com baixa adoção de tecnologia, e utilização de água sem tratamento. O consumo de carne bovina oriunda da propriedade e da cidade foi caracterizado como variável de risco (OR=16,77; p<0,05) para a cisticercose bovina. Apesar disso, as famílias das propriedades pesquisadas possuíam hábitos favoráveis como medida de controle para o desenvolvimento desta parasitose, como a quase ausência de esgoto a céu aberto e a ingestão de carne bovina bem passada. A presença de caso de cisticercose bovina e de fatores considerados favoráveis a manutenção dessa parasitose, mostra a necessidade da contínua vigilância epidemiológica e sanitária neste município.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1