Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Morfometria do aparelho genital e resposta superovulatória de coelhas suplementadas com geleia real / Morphometry of the genital tract and superovulatory response in rabbits supplemented with royal jelly

Dutra, P. A; Barbosa, L. P; Santana, A. L. A; Aguiar, C. S; Souza, R. S; Cardoso Neto, B. M; Araújo, M. L; Araújo, R. C. S. A.
Arq. bras. med. vet. zootec; 65(3): 699-704, jun. 2013. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-9688

Resumo

Avaliou-se o efeito da suplementação com geleia real sobre a morfometria do aparelho genital, resposta superovulatória e qualidade embrionária de coelhas. Trinta e seis fêmeas foram distribuídas em quatro grupos (G), sendo: G1 (n=9) formado por animais não suplementados com geleia real, e G2, G3 e G4 (n=9 em cada grupo) por animais suplementados com 10, 20 e 40mg/dia de geleia real. A superovulação consistiu na aplicação de 40UI de gonadotrofina coriônica equina, seguida por 40UI de gonadotrofina coriônica humana, via intramuscular, 48 horas após, e submetidas à cobrição natural. Os animais foram sacrificados, e os embriões coletados 72 horas após a cópula. Não houve diferença estatística entre tratamentos para as variáveis analisadas. O peso médio do aparelho genital foi de 10,88±0,38g; dos ovários - direito e esquerdo -, 0,28±0,02g; e o índice gonadossomático, 0,02±0,0g. O número médio de estruturas totais recuperadas foi de 9,2±1,4; de embriões viáveis, 8,7±1,4; e de degenerados, 0,5±0,2. Dos embriões viáveis, 5,6±0,8 foram classificados como grau I; 2,3±0,5, como grau II; e 0,8±0,2, como grau III. A suplementação com geleia real na dose de até 40mg/dia não apresentou efeito estimulador sobre o aparelho genital e a qualidade embrionária de coelhas.(AU)
The purpose of this paper was to assess the effect of supplementation of royal jelly on the morphometry of the genital tract, superovulatory response and embryonic quality in adult rabbits. 36 rabbits were distributed in four groups (G), as follows: G1 (n=9): no supplementation with royal jelly, G2, 3 and 4 (n=9): supplementation with 10, 20 and 40mg/day of royal jelly. The superovulatory protocol consisted in the application of a dose of 40UI of Equine Chorionic Gonadotrophin, followed by a dose of UI of Human Chorionic Gonadotrophin, intramuscularly, 48 hours later, and submitted to natural cover. The animals were euthanasiated and the embryos collected 72 hours after copulation. There was no statistical difference for the analyzed variables (P>0.05). The average weight for the female genital tract was 10.89±0.38g; the average weight of right and left ovaries was 0.28±0.02g and the average gonadosomatic index rate was 0.02±0.0g. The number of total recovered structures was 9.2±1.4. The average number of viable embryos was 8.7±1.4 and of degenerated embryos was 0.5±0.2. Viable embryos were morphologically classified as degree I: 5.6±0.8; degree II: 2.3±0.5; degree III: 0.8±0.2. Royal jelly did not present stimulatory effect on organs related to the reproduction of rabbits, nor was it effective to improve their embryonic quality at dosages of up to 40mg of in natura royal jelly.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1