Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Características anatômicas e de tecidos em cabras alimentadas por longos períodos por resíduo do biodiesel / Anatomic and tissue characteristicsin goatsf ed for extended periods withresidue of castor biodiesel productioon

Goes, Karla Leylanne Sousa.
Fortaleza; s.n; 01/12/2012. 73 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-133

Resumo

O presente trabalho teve como objetivo avaliar a administração de farelo de mamona por longos períodos em cabras mestiças,divididas em dois grupos e alimentadas por 16 meses com dietas a base de feno de tifton e concentrado sem e com farelo de mamona destoxificado em substituição do farelo de soja. Após este período os animais foram sacrificados e em seguida realizada a pesagem dos componentes anatômicos, da carcaça e dos cortes comerciais: paleta, pernil, lombo, costelas e pescoço. Anteriormente ao sacrifício amostras de sangue foram coletadas para dosagem de lactato desidrogenase, aspartato aminotransferase, alanina aminotransferase, uréia, albumina e creatinina. No longissimus dorsii foram separados os tecidos muscular, adiposo e ósseo, e analisada a composição bromatológica, o perfil de ácidos graxos e a expressão dos genes SEW-1, IGF-II e IGF-IR. Na dissecção do lombo verificou-se uma incidência superior (P < 0,05) do tecido ósseo e inferior (P < 0,05) de gordura na composição bromatológica do grupo Farelo de Mamona Detoxificada em relação ao grupo Sem Farelo de Mamona Detoxificada. A expressão do gene IGF-II resultou superior (P < 0,001) no tecido muscular e adiposo dos animais FMD, assim como para o gene SEW-1 (P < 0,001) no músculo. Desta forma pode-se concluir que a utilização do farelo de mamona por longos períodos não produz alterações significativas em relação aos componentes anatômico ou na composição dos tecidos, entretanto as diferenças na expressão dos genes sugerem novas investigações e ainda um pouco de cautela no uso deste produto para alimentação animal.(AU)
This study aimed to evaluate the administration of castor meal for long periods in crossbred goats. They animals were divided into two groups and fed for 16 months with diets based lon Tifton and concentrated with and without detoxified castor meal instead soybean meal. After this period, the animals were sacrificed and then held the weigh anatomical components, carcass and commercial cuts: shoulder, ham, loin, ribs and neck. Before the sacrifice blood samples were collected for dosage dosage of lactate dehydrogenase, aspartate , alanine aminotransferase, urea, creatinine and albumin.From the in longissimus dorsii were separated Muscle, fat and bone, and analyzed the chemical composition, the fatty acid profile and expression of genes SEW-1, IGF-II and IGF-IR. On dissection of the loin there was a higher incidence (P <0.05) of bone tissue and lower (P <0.05) fat on the chemical composition of the group No Meal Castor detoxified.The expression of the IGF-II gene resulted in higher (P <0.001) in muscle and adipose tissues of animals FMD as well as for gene SEW-1 (P <0.001) in muscle. With this work we can conclude that the use of bran castor for long periods produces no significant changes in relation to the components or composition of anatomical tissues, however the differences in gene expression,suggests that new investigations and a little caution in using this product feed.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1