Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Produção e composição do leite de ovelhas da raça bergamácia suplementadas com óleo de linhaça (Linum usitatissimum L.)

Oliveira, Aline Aparecida de.
Botucatu; s.n; 06/06/2012. 81 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-1430

Resumo

Pelo presente estudo avaliou-se a inclusão de óleo de linhaça sobre a produção, constituintes do leite, dinâmica do peso corporal das ovelhas e desempenho dos cordeiros de ovelhas da raça Bergamácia. Quarenta e oito ovelhas foram distribuídas em dois grupos: Controle (C): suplementadas com concentrado sem óleo de linhaça (0,800 kg/ovelha/dia) e Linhaça (L): suplementadas com concentrado acrescido de óleo de linhaça (0,700 kg/ovelha/dia). As ovelhas permaneceram com seus cordeiros até 30 dias de idade, quando foram desmamados. Durante o dia as ovelhas ficaram na pastagem de Panicum maximum cv. Tanzânia e durante o período noturno elas eram recolhidas a um galpão e recebiam silagem de sorgo. Foram ordenhadas duas vezes ao dia e tiveram suas produções controladas. As amostras de leite para análise da composição centesimal foram colhidas a cada 14 dias a partir do primeiro dia de ordenha. Para avaliação da dinâmica do peso corporal os animais eram pesados a cada 14 dias, juntamente com a determinação do escore de condição corporal. Os cordeiros foram pesados a cada 7 dias, até desmama. Não foram encontradas diferenças entre os tratamentos (P>0,05) para pesos ao parto, à desmama, e final, e ganho de peso das ovelhas. Os tratamentos também não influenciaram o peso ao nascer, à desmama e o ganho de peso dos cordeiros. A inclusão de óleo de linhaça não alterou a produção de leite e seus constituintes: gordura, proteína, lactose, sólidos totais, extrato seco desengordurado e contagem de células somáticas
For this study, the inclusion of linseed oil on milk production, its components, dynamics of body weight and on the performance of lambs of Bergamasca ewes was evaluated. Forty-eight ewes were distributed in two groups: Control (C): supplemented with concentrate without linseed oil (0.800 kg/ewe/day) and Linseed (L): supplemented with concentrate of linseed oil (0.700 kg/ewe/day). The ewes stayed with their lambs until they were 30 days old - when they were weaned. During the day the ewes remained in Panicum maximum cv. Tanzania pasture and at night they were gathered in a pen and received sorghum silage. They were milked twice a day and had their productions controlled. The milk samples for the proximate composition analysis were taken every 14 days from the first milking day. Every 14 days, for the evaluation of body weight dynamics, the animals were weighed and their body condition score was determined. The lambs were weighed every 7 days until weaning. No differences were found between treatments (P> 0.05) for birthweight, weaning and final weight gain of the ewes. The treatments did not affect birthweight, weaning weight and weight gain of the lambs. The inclusion of linseed oil did not affect milk production or its components - fat, protein, lactose, total solids, nonfat dry extract, and somatic cell count
Biblioteca responsável: BR68.1