Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Resposta da segunda soqueira da cana-de-açúcar à aplicação de nitrogênio na presença e ausência de silício

Borges, Bernardo Melo Montes Nogueira.
Jaboticabal; s.n; 24/02/2012. 43 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-1472

Resumo

O sistema de colheita da cana-de-açúcar sem despalha a fogo acumula palha na superfície do solo e pode alterar o manejo do nitrogênio na cultura, especialmente com uso do silício. Objetivou-se avaliar os efeitos da aplicação de nitrogênio em cobertura associado ao silicato e calcário nas propriedades químicas do solo, no estado nutricional e na produção da soqueira de cana-de-açúcar. O experimento foi desenvolvido na segunda soqueira de cana-de-açúcar com colheita sem despalha a fogo, cultivada em Latossolo Vermelho distrófico. Os tratamentos foram constituídos de doses de nitrogênio 0; 40; 80; 120 e 160 kg ha-1 na forma de ureia, e duas fontes de materiais corretivos, silicato de cálcio e magnésio (presença de Si) e calcário (ausência de Si). Foram avaliados os efeitos dos tratamentos nos atributos químicos do solo, no desenvolvimento, produção de massa seca, nutrição, produtividade e na qualidade tecnológica da segunda soqueira. O uso do nitrogênio associado aos corretivos não afetou a fertilidade do solo, entretanto, o uso do silicato aumentou o teor de Si do solo aos 12 meses após a brotação da cana-de-açúcar. As variáveis de desenvolvimento não foram afetadas pela aplicação dos tratamentos, exceto número de colmos na época da colheita, apresentando aumento na presença do silício. As doses de N e os corretivos não afetaram o estado nutricional da cultura, porém influenciaram o acúmulo de N e Si na planta. As doses de N, independentemente do uso do silicato, aumentaram a produtividade da soqueira da cana-de-açúcar, todavia, não afetaram a qualidade tecnológica
The sugarcane harvest system without burning accumulates trash at the soil surface and can modify the culture nitrogen management especially with silicon application. The objective was to evaluate the effects of the nitrogen application associated to the silicate and to lime at the nutritional status, yield and the soil chemical properties at the second sugarcane ratoon. The experiment was carried out at the second sugarcane ratoon harvested without burning the trash, cultivated in an Oxisol. The treatments were constitute of nitrogen rates 0; 40; 80; 120 and 160 kg ha-1, urea, and two sources of corrective materials, calcium and magnesium silicate (presence of Si) and lime (absence of Si). Were evaluated the treatment effects at the soil chemistry attributes, sugarcane development, dry matter plant nutrition, productivity and yield, and the technological quality of the second sugarcane ratoon. The use of nitrogen associated to the use of silicate and lime did not affect the soil fertility, however, the use of silicate increased the soil silicon content 12 months after sugarcane sprouting. The development variables were not affect by the application of the treatments, except for number of culms at the harvesting period, showing increase at silicon presence. The N rates and the correctives did not affect the culture nutritional status, yet they affected the N and Si accumulation in the plant. The N rates independently of the use of silicate increased the sugarcane ratoon yield, though, did not affect the technological quality
Biblioteca responsável: BR68.1