Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Recursos pesqueiros e a diversidade da ictiofauna no Alto rio Uruguai: efeito dos peixes predadores topo de cadeia

JAQUELINE CRISTINA DE BEM.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-208785

Resumo

Para a manutenção da biodiversidade e exploração sustentável dos recursos pesqueiros, é necessário estabelecer um bom nível de conhecimento sobre os recursos aquáticos. A região do Alto rio Uruguai apresenta um grande potencial hidrelétrico, vinculado à presença de vales profundos e acentuada declividade longitudinal. Esta região, que se destaca por ser uma área particularmente significante de endemismo dentro da Bacia do Prata, ainda carece de conhecimento científico que auxilie a conservação e a manutenção de suas espécies de peixes, principalmente no que se refere aquelas que desempenham importante papel ecológico para o equilíbrio das comunidades. Desta forma, este estudo procurou avaliar a composição e a estrutura da assembleia de peixes, e a distribuição de grupos funcionais, de acordo com as características ambientais, considerando a cascata de reservatórios existente na região do Alto rio Uruguai entre os anos de 2006 e 2010. Além disso, este estudo tem como objetivo avaliar um grupo de espécies de peixes de grande valor econômico, social e ecológico, os predadores topo de cadeia. A abundância e a distribuição espacial destes predadores de topo foram relacionadas aos descritores ecológicos das assembleias de peixes. Os resultados revelam que a assembleia de peixes do Alto rio Uruguai está fortemente estruturada pelo gradiente longitudinal, de forma que reservatórios localizados em série, mesmo que situados no mesmo rio, apresentam distintas estruturações de assembleias. O conhecimento da distribuição dos grupos funcionais mostrou maior diversidade de grupos funcionais no trecho médio-inferior do rio. E por fim, foi observada forte relação positiva entre peixes predadores de topo e a estrutura e diversidade de espécies de peixes, tendências estas ainda mais evidentes nos ambientes mais instáveis da região. Estes resultados evidenciam a diversidade biótica do trecho médio-inferior do Alto rio Uruguai, e exibem a importância das espécies de topo como indicadoras e controladoras da biodiversidade em rios subtropicais
A good level of knowledge on aquatic resources must be established to support the maintenance of biodiversity and the sustainable exploitation of fisheries resources. The Upper Uruguay River has a great hydroelectric potential guaranteed by the presence of deep valleys and marked longitudinal slope. This region stands out as a particularly significant endemism area within the La Plata Basin, but still lacks scientific knowledge to assist the conservation and the maintenance of its fish species, especially related to species that play an important ecological role for the balance of communities. In this way, this study aimed to evaluate the composition and structure of the fish assemblage and the distribution of functional groups according to environmental characteristics, considering a reservoir cascade in the Upper Uruguay River region, evaluating between the years of 2006 and 2010. In addition, this study focuses on a group of fish species that present a great economic, social and ecological value, the top predators. The abundance and spatial distribution of these top predators were related to the ecological descriptors of fish assemblages. The results showed the Upper Uruguay River fish assemblage is strongly structured by the longitudinal gradient, so even reservoirs located in series at the same river, present different assemblage structures. The evaluation of functional groups distribution showed a greater diversity of functional groups in the middle-lower reaches of the river. Finally, a strong positive relationship was observed between top predator fish abundance and the structure and diversity of fish assemblage, which are even more evident in the most unstable environments in the study area. These results revealed the greater biotic diversity of the middle-lower reaches of the Upper Uruguay River, and showed evidence of the top predator importance as indicators and controllers of biodiversity in subtropical rivers
Biblioteca responsável: BR68.1