Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

ESPECTROSCOPIA RAMAN COMO FERRAMENTA PARA MONITORAMENTO RÁPIDO DE CITRATO DE SÓDIO EM LEITE UHT INTEGRAL

THAMARA DIAS FERNANDES.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-213917

Resumo

No processamento de leite UHT é permitida a adição de diferentes tipos de sais estabilizantes da principal proteína do leite, a caseína. Um dos sais mais utilizados para esta finalidade é o citrato de sódio (Na3C6H5O7). No entanto, existem concentrações máximas que poderão ser adicionadas e, devido à composição intrínseca do leite, sua determinação é realizada por métodos trabalhosos e de alto custo. Portanto, o presente estudo avaliou a eficiência da Espectroscopia Raman (ER) na classificação de amostras de leite UHT integral com relação a presença de citrato de sódio na sua composição. Foram adicionadas em amostras de leite UHT isento de sais estabilizantes concentrações intencionais de deste sal (Na3C6H5O7) sendo obtidos cinco grupos experimentais: 0% (controle), 0,07%; 0,1%; 0,3% e 0,5%. Também foram avaliadas amostras de leite UHT integral de duas marcas comerciais contendo este sal em sua composição (desafio 1 e 2). A reprodutibilidade da análise foi avaliada por PCA (Análises dos Componentes Principais) e LDA (Análise de Discriminante Linear) para validação. No presente estudo foi possivel verificar que a ER associada as análises quimiométricas foi capaz de classificar amostras com presença de citrato de sódio no leite UHT integral mesmo em concentrações inferiores ao que a legislação prescreve (0,1%). Além disso, para aplicação desta técnica foi necessário um volume pequeno da amostra, com mínimo preparo, sendo possível realizar a análise de cada uma delas em até três minutos, sendo constatada a rapidez da utilização deste procedimento analítico. Portanto pode-se sugerir a utilização desta técnica no monitoramento deste aditivo tecnológico, facilitando o seu controle e a sua verificação em leite UHT.
In the processing of UHT milk, the addition of different types of stabilizing salts of the main milk protein, casein, is allowed. One of the most commonly used salts for this purpose is sodium citrate (Na3C6H5O7). However, there are maximum concentrations that can be added and, due to the intrinsic composition of milk, their determination is performed by laborious and costly methods. Therefore, the present study evaluated the efficiency of Raman Spectroscopy (ER) in the classification of whole UHT milk samples in relation to the presence of sodium citrate in its composition. Intentional concentrations of this salt (Na3C6H5O7) were added to stabilizing salt-free UHT milk samples and five experimental groups were obtained: 0% (control), 0.07%; 0.1%; 0.3% and 0.5%. Samples of whole UHT milk from two trademarks containing this salt in its composition (challenge 1 and 2) were also evaluated. Reproducibility of the analysis was evaluated by PCA (Principal Component Analysis) and LDA (Linear Discriminant Analysis) for validation. In the present study it was possible to verify that the RE associated with chemometric analyzes was able to classify samples with presence of sodium citrate in whole UHT milk even in concentrations lower than the prescribed legislation (0.1%). In addition, for the application of this technique, a small volume of the sample was required, with minimal preparation, being possible to analyze each one of them up to three minutes. Therefore it can be suggested to use this technique in the monitoring of this technological additive, facilitating its control and verification in UHT milk.
Biblioteca responsável: BR68.1