Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

AVALIAÇÃO DA CONTAMINAÇÃO MERCURIAL DE SIRIS (Callinectes sp. e Achelous sp.) DA BAÍA DE GUANABARA

PALOMA DE ALMEIDA RODRIGUES.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-217178

Resumo

A Baía de Guanabara é uma baía oceânica localizada no estado do Rio de Janeiro, no sudeste do Brasil e, ao longo dos anos, tem sido afetada pela poluição devido à descarga de esgoto doméstico e industrial, além do derramamento de petróleo e da crescente presença de elementos traço em suas águas. Apesar da degradação ambiental, a região é considerada muito importante para a produtividade da pesca na costa sudeste do Brasil, contribuindo para a economia do Estado. Nesse contexto, foi realizada uma revisão de literatura sistemática, abordando os principais aspectos relacionados ao ciclo do mercúrio, a influencia de fatores bióticos e abióticos, o tropismo tecidual e os impactos na saúde humana e animal. Foram desenvolvidos também dois artigos experimentais. O primeiro teve o objetivo de verificar a influencia do período climático nos fatores abióticos e na concentração de mercúrio em siris, distribuído em três pontos da Baía de Guanabara (além das ilhas, ilhas e praia da Urca). O segundo artigo teve como objetivo verificar a influencia do processo de dragagem da baía de Guanabara, nos fatores abióticos e na concentração de mercúrio em siris, coletados em cinco pontos da baía (Urca, Flamengo, Porto, Engenho e Paquetá). Os resultados obtidos permitiram predizer sobre as condições de contaminação ambiental da baía e o risco para a saúde pública de consumir o pescado oriundo da Baía de Guanabara, contaminados por mercúrio para os seres humanos.
Mercury is an important pollutant, released into the aquatic ecosystem as naturally as by anthropogenic action. This element is transferred to the organisms that reside there by different ways, causing potential health risk. In addition, the element reaches the human, among other forms, through the consumption of contaminated animals. This systematic review has the aim to present the mercury pathways, as this element reach the aquatic environment, its transformations until come to the animals, the bioaccumulation and biomagnification phenomena, focusing on the biotic and abiotic factors capable of affecting such processes, the impact in animal and human health and finally portrays the issue of seafood consumption as a source of chronic mercury contamination.
Biblioteca responsável: BR68.1