Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

ANÁLISES BACTERIOLÓGICAS DE VIBRIOS E EXAME PRESUNTIVO NO CAMARÃO (Litopenaeus vannamei) CULTIVADO EM SISTEMA SEMI-INTENSIVO DE BAIXA SALINIDADE

BEATRIZ CRISTINA LOPES.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-217866

Resumo

A intensificação dos sistemas de cultivo do camarão marinho Litopenaeus vannamei associada a fatores estressantes gerados por perturbações ambientais podem deixar os animais suscetíveis a doenças. Uma delas é a Vibriose, causada por bactérias do gênero vibrio que podem ser diagnosticadas através de análise presuntiva e análises bacteriológica. Assim esse trabalho tem por objetivo relacionar as análises bacteriológicas de Vibrio com a análise presuntiva indicativa de vibriose no camarão marinho Litopenaeus vannamei. O estudo foi desenvolvido em campo, utilizando três viveiros denominados V11, V12 e V13 em dois ciclos de produção em sistema semi-intensivo com baixa salinidade. Com coletas semanais, o experimento teve início em abril de 2019 estendendo-se até outubro. Foram avaliados a correlação entre a contagem de Vibrios Sacarose positiva e Sacarose negativa com as variáveis da análise presuntiva (Preenchimento dos Túbulos do Hepatopâncreas-P1, Necrose no hepatopâncreas -P2, Deposição de cálcio -P3, Cor do urópodes-P4 e Black spot -P5) e com salinidade, temperatura, pH e Oxigênio Dissolvido (O2) da água. No ciclo I, as bactérias Sacarose negativa apresentaram correlação positiva com a temperatura da água, com P2 e com P5. E também uma correlação negativa entre Sacarose negativa e P3. Já no segundo ciclo apresentou correlação positiva entre as Sacarose negativa com o pH da água, P2 e P5 e um correlação negativa entre Sacarose negativa com O2 e P4. Foram identificadas em todos os viveiros e ciclos as bactérias Sacarose positiva V. Cholera e V. alginolyticus, e as bactérias Sacarose positiva V. parahaemolyticus e V. Vulnificus. A análise de vibrios juntamente com as presuntivas se mostraram eficazes para possível detecção de vibriose em campo.
The intensification of the cultivation systems of the marine shrimp Litopenaeus vannamei associated with stressors generated by environmental disturbances can leave animals susceptible to diseases. One of them is Vibriose, caused by bacteria of the genus vibrio that can be diagnosed through presumptive analysis and bacteriological analysis. Thus, this work aims to relate the bacteriological analyzes of Vibrio with the presumptive analysis indicative of vibriosis in the marine shrimp Litopenaeus vannamei. The study was developed in the field, using three nurseries called V11, V12 and V13 in two production cycles in a semiintensive system with low salinity. With weekly collections, the experiment started in April 2019 and continued until October. The correlation between the count of Vibrios Sucrose positive and Sucrose negative was evaluated with the variables of the presumptive analysis (Filling of the Hepatopancreas Tubules-P1, Necrosis in the hepatopancreas -P2, Calcium deposition -P3, Color of the uropods-P4 and Black spot - P5) and with salinity, temperature, pH and Dissolved Oxygen (O2) of the water. In cycle I, the negative sucrose bacteria showed a positive correlation with water temperature, with P2 and with P5. And also a negative correlation between negative sucrose and P3. In the second cycle, there was a positive correlation between negative sucrose with water pH, P2 and P5 and a negative correlation between negative sucrose with O2 and P4. The bacteria Sucrose positive V. Cholera and V. alginolyticus, and the bacteria Positive sucrose V. parahaemolyticus and V. Vulnificus were identified in all nurseries and cycles. The analysis of vibrios together with the presumptive ones proved to be effective for possible detection of vibriosis in the field.
Biblioteca responsável: BR68.1