Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

DIFERENTES GRANULOMETRIAS DO MILHO EM RAÇÕES PELETIZADAS PARA PERUS DE CORTE

MARLON JOSE ZANOTTO.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-218697

Resumo

Os valores de granulometria do milho para frangos de corte e suínos são bastante estudados, entretanto há poucas informações sobre os efeitos do processamento físico dos grãos para perus. O presente estudo foi proposto com o objetivo de avaliar a influência de diferentes intensidades de moagem do milho no desempenho, na digestibilidade e nas variáveis séricas de peruas, correlacionando diferentes metodologias de determinação do tamanho de partícula do milho com o ganho de peso (GP). O primeiro trabalho foi dividido em dois experimentos: desempenho zootécnico e digestibilidade aparente. Para o primeiro experimento foram utilizados 5 diferentes níveis de moagem, com 16 baias (unidade experimental) com 40 aves por tratamento, totalizando 3.200 peruas (63,3 ± 1,1 g) debicadas a laser, provenientes de um incubatório comercial. O período experimental utilizado foi de 45 dias subdivididos em pré-inicial (1-21 dias) e inicial (22-45 dias). Foi utilizado um lote de milho para cada período experimental, o milho foi triturado em moinho tipo martelo equipado com peneiras de moagem de diferentes diâmetros dos futos (2; 4; 6; 8 e 10 mm) que resultaram em um diâmetro granulométrico médio (DGM) de: 453; 752; 950; 1064; 1109 m na fase pré-inicial e 459; 770; 737; 833; 972 m para a fase inicial correspondendo aos tratamentos A, B, C, D ou E, respectivamente. As rações foram produzidas em uma fábrica de ração com sistema de condicionamento térmico (Buhler HYMIX, 80-85ºC), expansão (expander KAHL OE 38.2), peletização (peletizadora Van Aarsen C900), trituração (triturador de rolos Van Aarsen), resfriamento (Geelen Counterflow) e aplicação de líquidos pós peletização (Mangra S.A). As peruas foram pesadas no inicio e final de cada fase e o consumo de ração computado para cálculo da convesão alimentar, adicionalmente foram realizadas coletas de sangue nos dias 21 e 45 dias do período experimental (10 aves de cada tratamento aleatoriamente selecionadas das 16 baias) para avaliação dos níveis séricos de glicose (GLIC), triglicerídeos (TRIG), colesterol (COL), proteína total (PT), albumina (ALB) e globulina (GLOB = PT-ALB). Para o segundo experimento (digestibilidade aparente) foram retiradas 24 peruas por tratamento, no final da fase pré-inicial, para comporem 8 repetições com 3 aves por unidade experimental, as peruas foram transferidas para gaiolas metálicas para coleta total de excretas e mantidas com a mesma ração da fase pré-inicial. Na sequência as peruas foram submetidas a cinco dias de adaptação e cinco dias para coleta das excretas. Para o trabalho 2 foram analisadas diferentes implementações na metodologia usual de determinação da granulometria do milho e seus efeitos sobre a estimativa do ganho de peso (1-21 dias). Foram avaliados: peneiramento em cascata ou em modo reverso, com secagem prévia ou natural e com ou sem uso de antiumectantes (utilizado como agente de dispersão) e as respectivas combinações que totalizaram 8 métodos de peneiramento. No Trabalho I o maior ganho de peso foi obtido com menor DGM (453 m na fase pré-inicial e 459 m na fase inicial) em peneira de maior intensidade de moagem (2 mm). A conversão alimentar (CA) piorou com o aumento do DGM e a redução da intensidade de moagem (peneiras de maior diâmetro do furo) sendo a melhor CA obtida no menor DGM do milho (453 m na fase pré-inicial e 459 m na fase inicial). Para as variáveis séricas, no 21º dia (final da fase pré-inicial) os níveis de glicose, colesterol, albumina e globulina aumentaram linearmente (P<0,05) com o aumento do DGM e no 42º dia (final da fase inicial) houve aumento linear (P<0,05) para os triglicerídeos com o aumento do DGM. Os coeficientes de metabolizabilidade da matéria seca (CDMS), orgânica (CDMO) e proteína bruta (CDPB) apresentaram efeitos quadráticos com ponto de máximo (P<0,05) com melhores valores nas peneiras intermediárias de moagem (próximos de 6 mm e DGM de 950 m). A energia metabolizável aparente (EMA) e EMA corrigida para o balanço de nitrogênio (EMAn) aumentou com os maiores DGM obtidos (P<0,05). Para o balanço de nutrientes houve maior excreção (P<0,05) para a matéria orgânica (MOEX) e proteína bruta (PBEXC) no menor DGM. O balanço de nitrogênio (BN) teve efeito quadrático (P<0,05) com maiores valores em maiores granulometrias do milho. A relação energia metabolizável e proteína bruta digestível (EM:PBD) foi influenciada pelos tratamentos (P<0,05) com a maior relação no menor tamanho de partícula (453 m na fase pré-inicial e 459 m na fase inicial) e maior intensidade de moagem (peneira 2mm). No trabalho II os modelos de regressão quadrática foram os que apresentaram os melhores ajustes (P<0,05) para todos os métodos de peneiramento avaliados. O uso de agente de dispersão e de secagem prévia melhorou os valores de R² das equações e o peneiramento reverso não promoveu melhora no R². O tamanho de partícula do milho afetou os resultados de desempenho, níveis séricos e digestibilidade das peruas. O melhor desempenho foi obtido nos menores DGM. Os melhores coeficientes de digestibilidade obtidos foram com diâmetro de furos das peneiras próximos a 6mm correspondendo a um DGM de 950 m. O aumento do tamanho de partícula do milho alterou a relação EM:PBD com uma maior relação para os menores valores de DGM. O uso de agente de dispersão para a estimativa da granulometria do milho caracterizou melhor a moagem e melhorou o valor de R². A metodologia de peneiramento reverso não apresentou melhora no R². O método sem a secagem prévia, com peneiramento em forma de cascata e com a inclusão do agente de dispersão trouxe simplicidade na análise com melhor R² para estimativa do ganho de peso das peruas quando comparado ao método referência (com secagem, peneiramento cascata e sem a inclusão de agente de dispersão). No trabalho II a adição de agente de dispersão no método usual (peneiramento em cascata e com secagem prévia) permitiu melhor ajuste (maior R2) para a estimativa do ganho de peso das peruas de acordo com a análise de regressão quadrática. O método sem a secagem prévia, com o peneiramento em cascata e com o uso do agente de dispersão, por sua facilidade e rapidez de execução e alta correlação com o método usual pode ser utilizado em situações de análise contínuas da granulometria do milho para permitir o uso imediato do ingrediente ou calibração de equipamentos de moagem.
The values of particle size of corn for broilers and pigs are well studied, however there is little information about the effects of the physical processing of grains for turkeys. The present study was proposed with the objective of evaluating the influence of different intensities of corn milling on performance, digestibility and serum variables of turkeys, correlating different methodologies for determining the particle size of corn with weight gain (WG). The first work was divided into two experiments: zootechnical performance and apparent digestibility. For the first experiment, five different levels of grinding were used, with 16 pens (experimental unit) with 40 birds per treatment, totaling 3.200 turkeys (63.3 ± 1.1 g) bitten by laser, from a commercial hatchery. The experimental period used was 45 days divided into pre-initial (1-21 days) and initial (22-45 days). A batch of corn was used for each experimental period, the corn was crushed in a hammer-type mill equipped with grinding sieves of different diameter of the holes (2; 4; 6; 8 and 10 mm) which resulted in an corn particle size (CPS) of: 453; 752; 950; 1064; 1109 m in the pre-initial phase and 459; 770; 737; 833; 972 m for the initial phase corresponding to treatments A, B, C, D or E, respectively. The diets were produced in a feed factory with a thermal conditioning system (Buhler HYMIX, 80-85ºC), expansion (expander KAHL OE 38.2), pelletizing (pelletizing machine Van Aarsen C900), crumble (roller mill Van Aarsen), cooling (Geelen Counterflow) and application of post-pelleting liquids system (Mangra SA). The turkeys were weighed at the beginning and end of each phase and the feed intake (FI) computed to calculate the food conversion (FC), additionally blood samples were taken on the 21st and 45th days of the experimental period (10 birds from each treatment randomly selected from the 16 bays) for the assessment of serum glucose levels (GLUC), triglycerides (TRIG), cholesterol (CHOL), total protein (TP), albumin (ALB) and globulin (GLOB = TP-ALB). For the second experiment (apparent digestibility) 24 turkeys were removed per treatment, at the end of the pre-initial phase, to compose eight replicates with three birds per experimental unit, the turkeys were transferred to metal cages for total collection of excreta and kept with the same diet as the pre-initial phase. Afterwards, the turkeys were subjected to five days of adaptation and five days to collect excreta. For work two, different implementations were analyzed in the usual methodology for determining corn particle size and its effects on the estimation of WG (1-21 days). The following were evaluated: sieving in cascade or in reverse mode, with prior or natural drying and with or without the use of a dispersing agent and the respective combinations that totaled eight screening methods. In work I, the greatest WG was obtained with lower particle size (453 m in the pre-initial phase and 459 m in the initial phase) in a sieve with greater grinding intensity (2 mm). The feed conversion (FC) worsened with the increase of the particle size and the reduction of the grinding intensity (sieves with larger diameter of the hole), being the best FC obtained in the lowest particle size of corn (453 m in the pre-initial phase and 459 m in the initial). For serum variables, on the 21st day (end of the pre-initial phase) the levels of glucose, cholesterol, albumin and globulin increased linearly (P<0.05) with the increase in particle size and on the 45th day (end of the initial phase) there was a linear increase (P<0.05) for triglycerides with the increase in particle size. The metabolism coefficients of dry matter (DMCD), organic (OMCD) and crude protein (CPCD) showed quadratic effects with maximum point (P <0.05) with better values in the intermediate grinding sieves (close to 6 mm and particle size 950 m). Apparent metabolizable energy (AME) and nitrogen balance corrected AME (AMEn) increased with the highest particle size obtained (P<0.05). For the balance of nutrients, there was greater excretion (P<0.05) for organic matter (OMEX) and crude protein (CPEXC) in the lowest corn particle size. The nitrogen balance (BN) had a quadratic effect (P<0.05) with higher values in higher corn particle sizes. The metabolizable energy and digestible crude protein (AME:DCP) ratio was influenced by the treatments (P <0.05) with the highest ratio in the smallest particle size (453 m in the pre-initial phase and 459 m in the initial phase) and highest grinding intensity (2mm sieve). In work II, the quadratic regression models showed the best adjustments (P<0.05) for all the screening methods evaluated. The use of dispersion and pre-drying agent improved the R² values of the equations and the reverse sieving did not improve the R². The particle size of the corn affected the performance results, serum levels and digestibility of the turkeys. The best performance was obtained in the smallest corn particle size. The best digestibility coefficients obtained were with the diameter of sieve holes close to 6mm, corresponding to a corn particle size of 950 m. The increase in the particle size of corn altered the AME:DCP ratio with a higher ratio for the lower corn particle size values. The use of dispersing agent for the estimation of corn granulometry characterized the grinding better and improved the R² value. The reverse sieving methodology showed no improvement in R². The method without prior drying, with cascading sieving and with the inclusion of the dispersing agent, brought simplicity in the analysis with better R² to estimate the WG of the turkeys when compared to the reference method (with drying, cascading sieving and without the inclusion of dispersing agent). In work II, the addition of a dispersion agent in the usual method (cascading sieving and pre-drying) allowed a better adjustment (greater R²) for the estimation of the WG of the turkeys according to the quadratic regression analysis. The method without prior drying, with cascading sieving and with the use of the dispersing agent, due to its ease and speed of execution and high correlation with the usual method, can be used in situations of continuous analysis of the corn granulometry to allow the immediate use of the ingredient or calibration of grinding equipment.
Biblioteca responsável: BR68.1