Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo das ações reparadoras e a relevância da atuação da Medicina Veterinária no desastre ambiental em Brumadinho - MG, de 2019 a 2020

JULIANA BORGES CAMPOS DO AMARAL.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-221718

Resumo

O Brasil é um país com relevante casuística de desastres ambientais, sejam eles naturais ou antropogênicos. Em 25 de janeiro de 2019, ocorreu o rompimento da barragem B1, da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho MG, culminando com a liberação de 13 milhões de metros cúbicos de lama que ocasionaram a morte de centenas de pessoas e animais. Após o incidente, ações foram implementadas pela empresa que gerenciava a barragem, conforme determinações do Ministério Público de Minas Gerais e dos órgãos ambientais. Este trabalho objetivou analisar os danos causados à fauna impactada, as ações reparadoras destinadas à mitigação destes danos e analisar a o papel do médico veterinário dentro do contexto do desastre ambiental causado pelo rompimento da Barragem BI do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), no período de 25 de janeiro de 2019 a 25 de janeiro de 2020. No período do estudo, foram analisados o desenvolvimento da estrutura organizacional, a criação das instalações para atendimento à fauna, os serviços de atenção à fauna, o estabelecimento das relações de nexo causal entre o animal e o desastre, os programas de atendimento à fauna e o efetivo de profissionais médicos veterinários envolvidos nas ações relacionadas à fauna. Observou-se, dentro do total de programas de atendimento à fauna desenvolvidos em campo, que o programa prospecção de fauna terrestre representou 51,55%, sobrevoo 39,55%, atendimento veterinário 7,47%, supressão vegetal 1,16% e fauna atropelada 0,27%. O Hospital Veterinário Vale registrou 1.607 atendimentos veterinários aos animais da comunidade e 648 atendimentos veterinários aos cães do Corpo de Bombeiros Militar. A Fazenda Abrigo de Fauna registrou 1.281 atendimentos. A análise do nexo causal revelou que quase a metade dos casos (48,98%) envolveu as propriedades diretamente afetadas pelo rejeito (12,49%) ou aquelas próximas ao rejeito (8,38%) ou ao rio Paraopeba (28,11%). Observou-se a presença efetiva de médicos veterinários nas áreas operacionais voltadas à mitigação dos danos causados pelo desastre, no entanto, observaram-se poucos médicos veterinários presentes nos ambientes de tomada de decisão, sobretudo no setor de planejamento, onde este profissional estava ausente. Espera-se, com a análise dos resultados, considerar o maior envolvimento e atuação do médico veterinário em desastres ambientais configurando uma importante medida para garantir a saúde e bem-estar animal, a segurança alimentar da população humana local, o controle da disseminação de zoonoses e doenças emergentes, além da ação em conjunto com uma equipe multidisciplinar para garantir a redução dos impactos à comunidade no momento imediato a um desastre ambiental e, sobretudo, a médio e longo prazos
Brazil is a country with relevant casuistry of environmental disasters, be there natural or anthropogenic. On January 25, 2019, the B1 dam, of the Córrego do Feijão mine, broke out in Brumadinho - MG, culminating in the release of 13 million cubic meters of mud that caused the death of hundreds of people and animals. After the incident, actions were implemented by the company that managed the dam, as determined by the Prosecutor Office of Minas Gerais and environmental agencies. The objective was to analyze the damage caused to the impacted fauna, the remedial actions aimed at mitigating this damage and to analyze the role of the veterinarian within the context of the environmental disaster caused by the rupture of the B1 Dam of the Córrego do Feijão, in Brumadinho (MG), in the period from January 25, 2019 to January 25, 2020. During the study period, the development of the organizational structure, the creation of facilities for fauna care, fauna care services, the establishment of causal relationships were analyzed between the animal and the disaster, the fauna attendance programs and the number of veterinary medical professionals involved in the actions related to the fauna. It was observed, within the total of fauna assistance programs developed in the field, that the terrestrial fauna prospecting program represented 51.55%, overflight 39.55%, veterinary care 7.47%, vegetation suppression 1.16% and fauna run over 0.27%. The Vale Veterinary Hospital registered 1.607 veterinary visits to animals in the community and 648 veterinary visits to dogs of the Military Fire Brigade. The Farm Shelter of Fauna registered 1.281 calls. The analysis of the causal link revealed that almost half of the cases (48.98%) involved the properties directly affected by the tailings (12.49%) or those close to the tailings (8.38%) or the Paraopeba river (28.11 %). It was observed the effective presence of veterinarians in operational areas aimed at mitigating the damage caused by the disaster, however, there were few veterinarians present in decision-making environments, especially in the planning sector, where this professional was absent. It is expected, with the analysis of the results, to consider the greater involvement and performance of the veterinarian in environmental disasters, constituting an important measure to guarantee the health and animal welfare, the food security of the local human population, the control of the spread of zoonoses and emerging diseases, in addition to joint action with a multidisciplinary team to ensure the reduction of impacts to the community in the immediate moment of an environmental disaster and, above all, in the medium and long term.
Biblioteca responsável: BR68.1