Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estratégias reprodutivas de lagartos Mabuyinae do Brasil

SERENA NAJARA MIGLIORE.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-221990

Resumo

Dentro da família Scincidae está inserida a subfamília Mabuyinae que atualmente compreende 197 espécies distribuídas em todo o mundo. A subfamília Mabuynae está representada pelas espécies que apresentam a forma mais avançada de viviparidade dentro de Squamata. Aspectos relacionados à ecologia e principalmente à reprodução dos machos, tais como: ciclo reprodutivo e estratégias reprodutivas, permanecem desconhecidos. A biologia reprodutiva de sete espécies de Mabuya do Brasil e o lagarto endêmico de Fernando de Noronha, Trachylepis atlantica, foi estudada por meio de exemplares depositados em coleções científicas e coletados in situ. Fêmeas de Mabuya atingiram a maturidade sexual com tamanhos relativamente pequenos. O tamanho da ninhada foi positivamente correlacionado com o comprimento-rostro-cloacal e comprimento do abdômen nas fêmeas. Fêmeas de Mabuya apresentaram tamanhos corporais maiores que machos, ao passo que machos de Trachylepis atlantica foram maiores que as fêmeas. Machos e fêmeas de Mabuya apresentaram os ciclos reprodutivos sazonais, com a espermiogênse estendida na maioria das espécies. O período de inatividade reprodutiva testicular foi curto e concentrado principalmente na estação seca. O aumento embrionário nas fêmeas de Mabuya foi observado principalmente durante a estação chuvosa, com os maiores embriões encontrados no final da estação seca e durante a estação chuvosa. Em Trachylepis atlantica as fêmeas apresentaram uma baixa fecundidade, ciclo provavelmente bianual e a estação reprodutiva concentrada principalmente durante a estação seca. O pico da espermiogênese foi concentrado principalmente durante a estação seca e o período de involução testicular durante a estação chuvosa. Trachylepis atlantica exibe adaptações reprodutivas ao ambiente insular.
Within the Scincidae family, the subfamily Mabuyinae is included, comprising 197 species distributed throughout the world. The Mabuynae subfamily is represented by the species that present the most advanced form of viviparity within Squamata. Aspects related to ecology and mainly to the reproduction of males, such as: reproductive and reproductive cycle, remain unknown. The reproductive biology of seven species of Mabuya from Brazil and the endemic lizard of Fernando de Noronha, Trachylepis atlantica, was studied by specimens deposited in scientific collections and collected in situ. Mabuya females reached sexual maturity with small sizes. The size of the litter was positively correlated with the snouth-vent-length and length of the abdomen in females. Females of Mabuya were larger than males, while males of Trachylepis atlantica were larger than females. Males and females of Mabuya showed seasonal reproductive cycles, with extended spermiogenesis in most species. The period of testicular reproductive inactivity was short and concentrated mainly in the dry season. The embryonic increase in Mabuya was observed mainly during the rainy season, with the largest embryos found at the end of the dry season and during the rainy season. In Trachylepis atlantica, females showed low fertility, probably a biennial cycle and the reproductive season concentrated mainly during the dry season. The peak of spermiogenesis was concentrated mainly during the dry season and the period of testicular involution during the rainy season. Trachylepis atlantica exhibits reproductive adaptations to the island environment.
Biblioteca responsável: BR68.1