Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

RIQUEZA, ABUNDÂNCIA, E DIVERSIDADE DA HERPETOFAUNA E BIOLOGIA REPRODUTIVA DE ANFÍBIOS ANUROS EM TRÊS BREJOS DE ALTITUDE DO NORDESTE DO BRASIL

MARCO ANTONIO DE FREITAS.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-222103

Resumo

No nordeste brasileiro, pouco conhecimento tem sido produzido sobre a diversidade da herpetofauna, particularmente em áreas de altitude elevada onde as temperaturas podem ser mais amenas. Ademais, acessar a biologia reprodutiva de representantes de anura nesses ecossistemas e testar se fatores históricos teriam influência sobre a dinâmica reprodutiva dessas populações pode ser estratégico para confrontar diversas hipóteses sobre ecologia de populações em ambientes neotropicais mais frios. Os brejos de altitude, áreas de estudo da presente tese, estão localizados em Caruaru-PE, (Brejo dos Cavalos), Bezerros-PE (Brejo de Serra Negra), e Taquaritinga do Norte-PE (Brejo de Taquaritinga). Expedições a campo foram conduzidas sistematicamente durante dois anos (2017-2019) para identificar a diversidade da herpetofauna nesses três brejos de altitude. Ademais, exploramos a biologia reprodutiva de algumas populações de anuros que ocorrem nas áreas de estudo. Esta tese é, portanto, composta de quatro capítulos. Capítulo 1: Diversidade taxonômica da herpetofauna em três brejos de altitude no nordeste brasileiro. Avaliei, por meio de intensivas expedições a campo, a diversidade da herpetofauna em três brejos de altitude no nordeste brasileiro. Os resultados deste capítulo evidenciaram uma riqueza elevada em todos os brejos de altitude amostrados. O Brejo dos Cavalos apresentou a maior riqueza, com 88 espécies (54 de répteis, 34 de anfíbios) de um total de 90 encontradas nos três brejos. Comparando essa diversidade com outros três brejos de altitude investigados em Pernambuco, identificamos elevada similaridade de espécies entre os seis brejos pernambucanos. No entanto, a composição faunística não é a mesma, havendo maior predominância de espécies de Caatinga nos brejos localizados mais a oeste do que dos brejos localizados a leste. É notória a importância de florestas relictuais para a manutenção de espécies típicas da Mata Atlântica nos brejos de altitude estudados, algumas delas, ameaçadas de extinção. Capítulo 2: Weight snout-vent length relationships in anurans from brejos de altitude ecoregions located in northeastern Brazil, onde foi estudada a relação entre peso e comprimento rostro-cloacal em seis espécies de anuros em três brejos de altitude do nordeste brasileiro durante 18 meses. Identificamos correlação positiva entre massa e tamanho na mesma proporção em todas as espécies estudadas e constatamos que as seis espécies possuem o mesmo ganho. Capítulo 3: Boana albomarginata (spix, 1824) (anura, hylidae) spermatogenesis in an altitude swamp in Pernambuco, Brazil. Boana albomarginata (Spix, 1824) apresentou maior produtividade de espermatozóides imediatamente antes do período chuvoso, tendo características de modo reprodutivo do tipo contínuo. Capítulo 4: Biologia reprodutiva de Boana crepitans (wied-neuwied, 1824) e Rhinella crucifer (Wiedi-Neuwied, 1821), em brejos de altitude no nordeste do Brasil. Analisamos a espermatogênese das espécies de anuros Boana crepitans (Wied-Neuwied, 1824) e Rhinella crucifer (Wied-Neuwied, 1821), nos três brejos de altitude investigados e identificamos que a maior produção de espermatozoides ocorre antes do período chuvoso, com algumas distinções interespecíficas. Boana crepitans apresentou modo reprodutivo do tipo contínuo enquanto Rhinella crucifer é do tipo explosivo.
Scarce scientific knowledge has been produced concerning the richness, abundance and diversity of amphibians and reptiles in the Northeast Brazil, particularly in high altitude areas, called Brejos de Altitude where temperatures can be colder. Furthermore, accessing the reproductive biology of anuran representatives in these ecosystems and testing whether historical factors influence the reproductive dynamics of these populations can be strategic in confronting various hypotheses regarding population ecology in colder Neotropical environments. Brejos de altitude (altitude swamps), the study areas of this thesis, were located in Caruaru-PE, (Brejo dos Cavalos), in Bezerros-PE (Brejo de Serra Negra), and in Taquaritinga do Norte - PE (Brejo de Taquaritinga). Field expeditions were systematically conducted during two years (2017-2019) aiming at identifying the richness, abundance and diversity of herpetofauna in these three areas. In addition, I also explored the reproductive biology of some anuran populations that occur in the study areas. This present thesis is, therefore, composed of four chapters. Chapter 1: Taxonomic herpetofauna diversity at three brejos de altitude in northeastern Brazil. Intensive field expeditions assessed herpetofauna diversity at three brejos de altitude in northeastern Brazil. The results indicate high richness in all sampled brejos de altitude. Brejo dos Cavalos presented the highest richness, comprising 88 species (54 reptiles and 34 amphibians) out of 90 found in these three brejos de altitude. Concerning total numbers of species, the studied localities were similar to other six brejos de altitude in Pernambuco. However, the species composition is not the same, with a greater predominance of Caatinga species in the brejos de altitude located further west than those located more to the east. The importance of relictual forests regarding the maintenance of species typically from the Atlantic Rainforest in the studied brejos de altitude is noteworthy, some of which are threateneds with extinction. Chapter 2: Weight and snout-vent length relationships in anurans from brejos de altitude ecoregions located in northeastern Brazil. The relationship between weight and snout-vent length in six anuran species from three brejos de altitude in northeastern Brazil were investigated for 18 months. I found positive correlation between mass and body size varying in the same proportion in all studied species. Chapter 3: Boana albomarginata (Spix, 1824) (Anura, Hylidae) spermatogenesis in a brejo de altitude in Pernambuco, Brazil. The spermatogenesis of Boana albomarginata (Spix, 1824) at Brejo dos Cavalos presented higher spermatozoa productivity immediately before the rainy season, displaying continuous type reproductive characteristics. Chapter 4: Reproductive biology of Boana crepitans (Wied-Neuwied, 1824) and Rhinella crucifer (Wied-Neuwied, 1821), in highland swamps in northeastern Brazil. The spermatogeneses of the anurans Boana crepitans (Wied-Neuwied, 1824) and Rhinella crucifer (Wied-Neuwied, 1821) were investigated in the three areas and both species presented greater sperm production before the rainy season, with some interspecific distinctions. Boana crepitans presented continuous reproduction period, while Rhinella crucifer presented explosive reproduction.
Biblioteca responsável: BR68.1