Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Imunolocalização e quantificação da proteína CYR61 no trato reprodutor de fêmeas caninas nas diferentes fases do ciclo estral, fêmeas pré-púberes e acometidas por piometra

Voorwald, Fabiana Azevedo.
Jaboticabal; s.n; 25/02/2010. 139 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-3685

Resumo

Os órgãos reprodutores das fêmeas caninas sofrem transformações morfológicas e funcionais durante o ciclo estral, sob influência do estrógeno e da progesterona. A proteína CYR61 (proteína rica em cisteína, 61kilodaltons), mediada por citocinas inflamatórias, interleucinas, integrinas e outros, regula processos como proliferação e diferenciação celular, quimiotaxia, angiogênese e tumorgênese. É identificada em endometriose em mulheres, ratas e fêmeas de babuíno, acometidas por endometriose ou hiperplasia endometrial. Objetivou-se com este estudo imunolocalizar e quantificar a expressão da CYR61 em órgãos reprodutores das fêmeas caninas saudáveis, sob diferentes níveis séricos de progesterona e estradiol, e acometidas por piometra. Os tecidos coletados das 100 fêmeas caninas foram submetidos à técnica de imunoistoquímica com anticorpo anti-CYR61, e apresentaram marcação citoplasmática positiva nos componentes epiteliais em maior intensidade quando comparada aos componentes estromais. Foi identificada correlação linear positiva de área com marcação citoplasmática no ovário, corno uterino e corpo do útero, na fase lútea do ciclo estral. As tubas uterinas demonstraram maior expressão e correlação linear positiva com a fase proliferativa do ciclo estral. É possível concluir que a expressão do CYR61 está diretamente relacionada com as alterações morfológicas e funcionais dos órgãos reprodutores femininos, provocadas pelos hormônios ovarianos nas diferentes fases do ciclo estral, de forma particular sobre cada tecido, de acordo com suas funções fisiológicas
The reproductive organs of female dogs suffer morphological and functional changes during the estrous cycle, under the influence of estrogen and progesterone. CYR61 protein (cystein-rich protein, 61kilodaltons) mediated by inflammatory cytokines, interleukins, integrins and others, regulates the processes such as cell proliferation and differentiation, chemotaxis, angiogenesis and tumorgenesis. It was identified in endometriosis in women, rats and female baboon, who suffers from endometriosis or endometrial hyperplasia. The objective of this study was the immunolocalization and quantification of CYR61 expression in reproductive organs of healthy canine females under different levels of progesterone and estradiol, and females affected by pyometra. The tissues collected from 100 females dogs were subjected to immunohistochemistry analyses with anti-CYR61, and showed cytoplasmatic positive reaction in higher intensity on epithelial components, when compared with stromal components. This study identified positive linear correlation of cytoplasmatic area with positive reaction on the ovary and uterus in luteal phase of the estrous cycle. The fallopian tubes showed higher expression and positive linear correlation with estradiol, in proliferative phase of the estrous cycle. It was concluded that the CYR61 expression is directly related to the morphological and functional changes of the female reproductive organs, caused by the ovarian hormones at different stages of the estrous cycle in a particular way on each tissue, according to their physiological functions
Biblioteca responsável: BR68.1