Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seletividade do herbicida oxyfluorfen para as plantas ornamentais Dianthus chinensis L. e Tagetes erecta L

Queiroz, Juliana Roberta Gobi.
Ilha Solteira; s.n; 22/08/2011. 52 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-4039

Resumo

Este trabalho avaliou a seletividade do herbicida oxyfluorfen às plantas ornamentais tagetes (Tagetes erecta L.) e cravina (Dianthus chinensis L.). O experimento foi instalado no Viveiro Experimental (Horto) pertencente à Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias, campus de Jaboticabal-SP e conduzido no período de outubro a dezembro de 2010. Foram utilizadas mudas comerciais de tagetes e cravina em início de florescimento. A aplicação do herbicida foi realizada com pulverizador costal pressurizado sobre as plantas ornamentais. No momento da aplicação, a temperatura era de 32,2oC, umidade relativa (UR) do ar de 55%, ausência de ventos e nebulosidade em torno de 80%. O delineamento experimental utilizado foi inteiramente casualizado com quatro repetições, seis plantas por repetição, com amostras destrutivas de uma planta por repetição por semana. Os tratamentos foram constituídos pelo oxyfluorfen nas doses 120, 240, 360, 480 g.ha-1 e uma testemunha. Foram feitas avaliações visuais dos sintomas de fitotoxicidade utilizando-se a escala adaptada desenvolvida pela EWRC (1964), bem como avaliações sobre o número de botões florais, flores abertas, comprimento da parte aérea e sistema radicular, em quatro amostras por tratamento por semana. As amostras foram colocadas em estufa (70oC) até atingir massa constante. Todas essas avaliações foram realizadas aos 7, 14, 21 e 28 dias após aplicação (DAA). Os resultados obtidos foram submetidos à aplicação do teste F na análise de variância para efeito de tratamentos, utilizando o teste de Tukey para comparação de médias a 5% de probabilidade. Nas condições em que o experimento foi desenvolvido, as doses utilizadas do herbicida oxyfluorfen se mostraram pouco fitotóxicos à cravina. Apesar de sofrer algumas alterações na coloração das folhas...
This work evaluated the selectivity of the herbicide oxyfluorfen ornamental plants tagetes (Tagetes erecta L.) and cravina (Dianthus chinensis L.). The experiment was installed in the Experimental Nursery (Garden) at the College of Agriculture and Veterinary Sciences, Jaboticabal-SP and carried out from October to December 2010. Seedlings were used for commercial tagetes and cravina at the beginning of flowering. The application of the herbicide was carried out by spraying pressurized, on ornamental plants. The application was done at the temperature of 32,2oC, relative humidity of 55%, no wind and cloud cover around 80%. The experimental design was completely randomized design with four replications, six plants per replicate, having a destructive plant samples by repeating a week. The treatments consisted of oxyfluorfen at doses of 120; 240; 360; 480 g.ha-1 and a control. Visual symptoms of phytotoxicity were assessed using the modified scale developed by EWRC (1964). Evaluations of the number of flower buds, open flowers, length of shoot and root in four samples per treatment per week were also performed. The samples were placed in an oven (70°C) until constant weight. All these evaluations were performed at 7, 14, 21 and 28 days after application (DAA). The results were submitted to the application of the F test in analysis of variance for statically treatment using the Tukey test to compare means at 5% probability. Under the experimental conditions, the doses of the herbicide oxyfluorfen, were not phytotoxic to cravina. Despite undergoing some changes in color of the leaves, they did not compromise significantly the aesthetic effects of plants, in which case, considered selective for these plants. For the tagetes, the herbicide caused high phytotoxicity compromising plants development and especially its aesthetic effect which would not allow the use of this product as being selective to these
Biblioteca responsável: BR68.1