Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Estudo clínico e imunopatológico da infecção experimental em cães com a amostra Jaboticabal de Ehrlichia canis na fase aguda e após o tratamento : expreção de citocinas no baço e sangue e de subpopulações de células imunes no baço

Faria, Joice Lara Maia.
Jaboticabal; s.n; 19/01/2010. 85 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-4639

Resumo

A infecção aguda experimental pela amostra Jaboticabal de Ehrlichia canis provoca alterações clínicas severas no hospedeiro, com graves distúrbios sanguíneos e imunológicos, que podem comprometer a vida do animal. Com este estudo buscou-se avaliar a expressão gênica de TNF-?, IFN-? e IL-10, pesquisar a presença de mórulas no baço e avaliar o imunofenótipo das células esplênicas antes, nos dias 6, 18 e 30 após a inoculação e 25 dias após o tratamento com cloridrato de doxicilina, em cinco cães sem definição racial inoculados com a amostra Jaboticabal de Ehrlichia canis. Nas condições experimentais desta pesquisa, o início do desenvolvimento dos sinais clínicos, seis dias após a inoculação (D6) foi acompanhado pela expressão de TNF-? e aumento de células MHC II+ (P<0,05) na citologia esplênica em relação ao controle. Com o desenvolvimento da infecção experimental (D18) ocorreu o agravamento dos sinais clínicos, os cães apresentaram febre, linfadenomegalia e esplenomegalia acompanhados de trombocitopenia, leucopenia e anemia, mórulas na citologia esplênica, aumento significativo da expressão de TNF-? em leucócitos e células esplênicas, detecção de IL-10, tanto em leucócitos como em células esplênicas e redução de células CD4+ (P<0,05), em relação ao momento anterior e ao grupo controle, macrófagos (P<0,05) em relação ao controle, e aumento de células B (P<0,05) em relação a D-1 e ao grupo controle. Aos 30 dias os cães já não apresentavam sinais clínicos da infecção, porém persistia a trombocitopenia. Além disso, persistência do aumento das células B+ esplênicas (P<0,05), diminuição significativa das células CD4+ e dos macrófagos em relação ao D18 e ao controle. O TNF-? atingiu sua maior taxa de expressão e ocorreu a detecção de IFN-?
The experimental acute infection by Ehrlichia canis Jaboticabal sample provokes severe clinical alterations in the host with serious blood and immunological disorders that may compromise the animal?s life. The present study aimed to evaluate the gene expression of TNF-?, IFN-? and IL-10, search morulae presence in the spleen and evaluate the splenic cells? immunophenotype before, at days 6, 18 and 30 days post inoculation and 25 days after the treatment with doxycycline cloridrate, in five cross-bred dogs inoculated with Ehrlichia canis Jaboticabal sample. At the experimental conditions of this research, the beginning of the development of the clinical signs, six days after the inoculation (D6) was accompanied by expression of TNF-? and increase of MHC II+ cells (P<0,05) at the splenic cytology when compared to the control group. As long as the experimental infection was developed (D18) the clinical signs were becoming worse, the dogs presented fever, lymphadenomegalia and spleenomegalia accompanied by thrombocytopenia, leucopenia and anemia, morulae in the splenic cytology, significant increase of the expression of TNF-? in leukocytes and splenic cells, detection of IL-10 both in leukocytes and in splenic cells and the decrease of CD4+ cells (P<0,05) in comparison to the previous moment and to the control group, macrophages (P<0,05) compared to the control group, and increase of cells B (P<0,05) in comparison to the control group and D-1. At day 30 the dogs no more presented the infection clinical signs, although the thrombocytopenia persisted. Besides, persistent splenic cells B+ increase (P<0,05), significant reduction of CD4+ cells and macrophages compared to D18 and to the control group were observed. The TNF-? reached its highest expression rate and the detection of IFN-? ocurred
Biblioteca responsável: BR68.1