Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Óxido nítrico, GSTP-1 e P53 : qual o papel desses biomarcadores e suas correlações com as afecções prostática no cão?

Croce, Giuliana Brasil.
Botucatu; s.n; 06/14/2010. 86 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-4648

Resumo

Lesões pré-neoplásicas da próstata humana foram descritas como neoplasia intraepitelial prostática (PIN) e atrofia inflamatória proliferativa (PIA) e são importantes no diagnóstico precoce do câncer. Nos caninos a PIN foi descrita pela primeira vez por Waters & Bostwick (1997) e nosso grupo de estudo de próstata canina reconheceu a alta freqüência de PIA. A relação funcional entre inflamação e câncer não é nova. O estresse oxidativo crônico resulta em peroxidação de lipídeos e geração de outros produtos com potencial de dano ao DNA. Este trabalho teve por objetivo avaliar a expressão de óxido nítrico (iNOS-2) agente envolvido no desenvolvimento de atipias no epitélio prostático, correlacionando-o com a imunomarcação dos genes ?protetores? como p53 e GSTP-1, para tal, foram coletadas próstatas de cães encaminhados ao Serviço de Patologia Veterinária da FMVZ ? UNESP, Botucatu e da Escola de Veterinária, UFG, Goiânia, GO, tendo sido estas pesadas, medidas, clivadas, processadas, coradas pelo método de Hematoxilina e eosina, submetidas à técnica de imunoistoquímica, para os anticorpos iNOS-2, GSTP-1 e p53. Os cinco grupos de diagnósticos foram estabelecidos sendo: Grupo I: Animais com próstatas normais; Grupo II: Animais com hiperplasia prostática; Grupo III: Animais com PIN; Grupo IV: Animais com PIA, Grupo V: Animais com prostatite; Grupo VI: Animais com adenocarcinoma prostático. Os resultados foram tabulados por grupo diagnóstico e submetidos ao teste estatístico de Tuckey. Os objetivos do presente trabalho consistem em avaliar o papel de óxido nítrico como causador de lesão genotóxica no epitélio prostático atípico, neoplásico, normal e hiperplásico e sua correlação com genes protetores como o p53 e GSTP-1, avaliar e quantificar a imunomarcação do óxido nítrico nas hiperplasias prostáticas, neoplasia intra-epitelial...
Preneoplastic lesions of human prostate were described as prostatic intraepithelial neoplasia (PIN) and proliferative inflammatory atrophy (PIA) and are very important in early diagnosis of cancer. PIN in dogs was first described by Waters & Bostwick (1997) and our study group of canine prostate recognized the high incidence of PIA. A relação funcional entre inflamação e câncer não é nova. The functional relationship between inflammation and cancer is not new. The chronic oxidative stress results in lipid peroxidation and generation of products with potential for DNA damage. This study aimed to evaluate the expression of nitric oxide (iNOS-2) agent involved in the development of atypical epithelium in the prostate, correlating it with the immunostaining of "protectors" genes as p53 and GSTP-1, for this purpose were collected prostates from dogs sent to the Department of Veterinary Pathology of FMVZ - UNESP, Botucatu and the School of Veterinary Medicine, UFG, Goiânia, GO, they were weighed, measured, cleaved, processed and stained with hematoxylin and eosin, subjected to immunohistochemistry for the iNOS antibody-2, GSTP-1 and p53. Five groups of diagnoses were established: Group I: animals with normal prostates, Group II: Animals prostatic hyperplasia, Group III: Animals with PIN, Group IV: Animals with PIA, Group V: Animals with prostatitis, Group VI: Animals with prostatic adenocarcinoma. The results were tabulated by diagnostic group and subjected to statistical analysis (Tuckey Test). The purpose of this study are to assess role of nitric oxide to cause genotoxic damage in prostatic epithelial atypical neoplastic, normal and hyperplastic and its correlation with protective genes such as p53, and GSTP-1, evaluate and quantify the immunostaining of nitric oxide in prostatic hyperplasia, prostatic intraepithelial neoplasia (PIN), proliferative inflammatory atrophy (PIA)...
Biblioteca responsável: BR68.1