Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação dos efeitos tóxicos da Senna occidentalis em ratos. Parâmetros: bioquímicos, hematológicos, anatomopatológicos e inflamatórios / Evaluation of toxic effects of Senna occidentalis in rats. Biochemical, hematological, anatomopatological and inflammatory parameters

Mariano-Souza, Domenica Palomaris.
São Paulo; s.n; 11/03/2005.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-5406

Resumo

Tanto no Brasil como em vários outros países, a Senna occidentalis é uma planta de interesse agropecuário, pois é encontrada em pastos ou como contaminante de cereais, podendo, causar intoxicação na criação animal. Além disto, vem sendo utilizada, empiricamente, na Medicina Humana, para o tratamento de várias afecções. Em estudo recente, verificou-se que frangos tratados com sementes de S. occidentalis apresentavam, além das lesões musculares, alterações em órgãos linfóides. Assim, o presente trabalho procurou verificar se as sementes de S. occidentalis poderiam produzir efeitos tóxicos nos órgãos linfóides de mamíferos, utilizando, para tal, ratos como modelo experimental. As sementes de S. occidentalis foram administradas, durante 14 dias, a ratos Wistar (150-200g), em diferentes concentrações de sementes desta planta na ração: 1% (So1), 2% (So2) e 4%(So4). Os animais do grupo peer-feeding (PF) receberam a mesma quantidade de ração consumida pelos animais tratados com So4, porém isentas da planta. Foram avaliados os seguintes parâmetros: consumo de água e ração e ganho de peso, avaliação hematológica e bioquímica, além da histopatologia, morfometria e de ensaios preconizados para o estudo da resposta imunológica não específica. Todos os ratos pertencentes aos diferentes grupos experimentais apresentaram diminuição no consumo de ração e água e no ganho de peso. A avaliação hematológica revelou anemia microcítica e hipocrômica nos animais que receberam 4% da planta. Além disso, todos os animais dos grupos So2 e So4 apresentaram depleção de células linfóides e redução da polpa branca do baço. Os ratos pertencentes ao grupo So4 apresentaram redução significante no peso relativo do timo e diminuição significante na região cortical e também no diâmetro dos folículos medulares deste órgão. Estes mesmos animais apresentaram diminuição da produção de água oxigenada e óxido nítrico. Em relação à resposta inflamatória, todos os animais dos grupos experimentais, apresentaram redução na evolução do edema inflamatório agudo e crônico. Assim, a presente pesquisa mostrou que, também em mamíferos, a S. occidentalis pode comprometer o sistema imunológico, haja vista as alterações encontradas no timo e baço dos ratos expostos à planta. Além disso, verificou-se que as sementes desta planta também promovem efeitos tóxicos sobre eritrócitos e alterações na resposta inflamatória. A inclusão do grupo PF permitiu verificar que os efeitos aqui encontrados não são devidos a possíveis alterações nutricionais promovidas pela queda do consumo de alimento e sim relacionados ao efeito tóxico direto da S. occidentalis
Senna occidentalis is a weed which grows in pasture along fences and fields cultivated with cereals as corn and soybean and many reports have been showing intoxication with this plant in different animal species. The effects of daily administration of S. occidentalis seeds in different concentrations 1% (So1), 2 % (So2) and 4% (So4) in ration was investigated in rats. It was also evaluated the effects of rats that received the same amount of ration to those of So4-group, however free of S. occidentalis seeds, (PF-rats). The experimental period lasted 14 days and the effects were evaluated on the basis of food consumption, weight gain, hematological and biochemical parameters, inflammatory and immunological responses, as well as histopathology, relative organ weight and morphometric analysis. All experimental animals, showed significant decrease in ration and water consumption and body weight gain. The hematological parameters revealed microcytic and hypochromic anemia in those animals treated with the higher concentration S. occidentalis seeds. Morphometric analysis of the spleen from So2 and So4-animals displayed a significant decrease in the cortical thickness. The thymus from So4-rats showed reduction in the organ size, and the morphometry revealed thickness and reduction of the diameter of the follicles at the cortical area. The same animals presented reduction in hydrogen peroxide and nitric oxide production. In inflammatory response all experimental animals, showed significant decrease in the evolution of acute and chronic edema. These results showed that the alterations found in this present study are related to the poisonous effects of the S. occidentalis and not to the malnutrition
Biblioteca responsável: BR68.1