Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeito da lactulose sobre os parâmetros Clínicos e bioquímicos séricos de cães azotêmicos e não azotêmicos

Pereira, Juliana De Abreu.
Seropédica; s.n; 01/05/2012. 87 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-561

Resumo

A Insuficiência Renal Crônica (IRC) é caracterizada por uma crescente incapacidade dos rins em manter a homeostasia interna. Os animais acometidos apresentam como principais alterações o aumento dos níveis séricos de uréia, creatinina e fósforo. Atualmente, não existe um tratamento específico para nefropatas. A lactulose, um dissacarídeo formado pela reação entre frutose e galactose é assimilado por bactérias sacarolíticas do trato intestinal e estas diminuem por competição a população de bactérias produtoras de urease, limitando a produção e absorção de uréia e amônia com consequente redução no sangue portal. Com os objetivos de avaliar os efeitos da lactulose como coadjuvante do tratamento de cães com IRC foram avaliados os parâmetros indicativos da função hepática (enzimas alaninoaminotransferase (ALT), aspartatoaminotransferase (AST) e fosfatase alcalina (FA) e renal (uréia e creatinina), além da glicemia e níveis séricos de Ca e P em cães não azotêmicos sob manejo e alimentação normais, tratados ou não com lactulose por via oral, por um período de 30 dias e os níveis séricos de uréia e creatinina de cães com IRC sob diferentes protocolos terapêuticos. As fezes apresentaram cor e odor normais, porém diarréicas nos animais tratados com lactulose. Os animais normais quanto à função renal, tratados ou não com lactulose não apresentaram alterações significativas na glicemia, atividades séricas das enzimas ALT, AST e FA; e nos valores de uréia e creatinina. Para os animais tratados com lactulose a fosfatemia sofreu redução progressiva com diferença significativa nos dias 21 e 30. Análises bioquímicas para uréia e creatinina dos animais nefropatas sob diferentes protocolos de tratamento indicou redução desses metabólitos em animais de todos os grupos, destacando-se a redução da uremia e o efeito benéfico dos cetoanálogos e do uso do pré-biótico lactulose em cães nefropatas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1