Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Influência de variáveis fisiológicas e comportamentais sobre o desempenho de matrizes suínas híbridas e suas leiteigadas na zona da mata de Pernambuco

Martins, Terezinha Domiciano Dantas.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-6347

Resumo

O objetivo deste estudo foi avaliar o desempenho de fêmeas suínas híbridas, em lactação, mantidas em condições ambientais de verão da Zona da Mata de Pernambuco, no município de Paudalho - PE. No experimento 1, utilizou-se 73 fêmeas, de várias ordens de parto (18, 28, 38, 48 e 2: 58), avaliadas em quatros momentos em relação ao parto (-4°, 3°, 10°, e 17° dias) nos horários de 8, 12, 16 e 20 horas do dia. A ordem do parto não afetou (p<0,05) o desempenho da leitegada ao nascer e o intervalo desmame-estro das fêmeas. Constatou-se efeito (p<0,05) dos fatores isolados ou da interação para temperatura retal e freqüência respiratória, esta, permanecendo elevada para manter a temperatura nos limites fisiológicos. No experimento 2, foram utilizadas 36 fêmeas de 18, 28, 38, e 2: 48 parições, avaliadas em quatro estágios da lactação (48 horas após o parto, no 7° e 14° dias de lactação e ao desmame) ou entre os períodos da lactação. Houve efeito (p<0,05) da ordem do parto para consumo alimentar, peso corporal, espessura de toucinho, escore corporal visual, estimativa dos tecidos corporais, tamanho da leitegada e peso e ganho em peso dos leitões, produção de leite e energia do leite, sem afetar os teores de matéria seca, proteína, gordura, lactose e cinzas do leite, o intervalo desmame-estro e a duração do estro. Houve efeito (p
Biblioteca responsável: BR68.1