Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeitos da associação do riluzol ao dantrolene em ratos submetidos ao trauma medular agudo

Martins, Bernardo de Caro.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-727

Resumo

Objetivou-se avaliar os efeitos da associação do riluzol ao dantrolene em ratos submetidos ao trauma medular agudo experimental. Foram utilizados 29 ratos machos adultos da variedade Wistar com peso médio de 350g divididos em cinco grupos: CN (Controle negativo), CP (Controle positivo), R (riluzol 4 mg/kg), D (dantrolene 10 mg/kg) e R+D (riluzol 4 mg/kg + dantrolene 10 mg/kg). À exceção do grupo CN, que foi submetido apenas à laminectomia de T12, todos os outros grupos foram submetidos à laminectomia de T12 e posteriormente ao trauma medular agudo compressivo, utilizando-se aparelho estereotáxico, com peso de 40,5g, durante cinco minutos. Quinze minutos após a laminectomia os grupos CN, CP e D receberam placebo,i.p, e R e R+D riluzol,i.p. Após 1 hora a laminectomia, os grupos CN, CP e R receberam placebo,i.p, e os grupos D e R+D dantrolene,i.p. Os animais foram submetidos à avaliação clínica-neurológica, diariamente durante os sete dias subseqüentes ao trauma, para observação da função motora em campo aberto e classificação conforme escala proposta por Basso, Beatie e Bresnahan. Após oito dias os animais foram eutanasiados e amostras de sangue, para análises hematológicas e bioquímicas, e da medula espinhal, para avaliação histológica, imunoistoquímica (anti-NeuN) e TUNEL, foram coletadas. Os animais submetidos ao trauma apresentaram paraparesia não ambulatória e apenas o grupo R+D demonstrou recuperação motora após os sete dias de avaliação pelo teste BBB (P<0,05). Não houve diferença estatística entre os valores dos perfils hematológico e bioquímico, com exceção dos valores de uréia que se apresentaram mais elevados nos grupos traumatizados. A contagem de células marcadas com anti-NeuN demonstrou maior número de neurônios íntegros nos animais que receberam os tratamentos, principalmente nos animais que receberam a associação de riluzol e dantrolene (P<0,05). Na técnica TUNEL observou-se menor número de células apoptóticas nos animais dos grupos R, D e R+D quando comparados ao grupo CP, sem que, contudo, fosse observada diferença entre a associação e a monoterapia. De acordo com esses resultados conclui-se que a associação do riluzol ao dantrolene sódico nas doses de 4mg/kg e 10 mg/kg, respectivamente, promoveu efeito neuroprotetor em ratos submetidos ao trauma medular agudo, associado à melhora da função motora e diminuição da apoptose neural
The objective of this study was to evaluate the association effect of riluzole and dantrolene in the spinal cord injured rats. Twenty nine male Wistar rats, 350 g, were randomly distributed into five groups: CN (Sham), CP (Placebo), R (Riluzole, 4mg/kg), D (Dantrolene,10mg/kg) and R+D (Riluzole 4mg/kg + Dantrolene 10mg/kg). All animals underwent laminectomy of T12 and, except CN, to an acute spinal cord compressive trauma, using a stereotaxic device with a 40,5g rod for five minutes. Fifteen minutes after the laminectomy, CN, CP and D received placebo, i.p, and R, R+D, riluzole, i.p. One our after the laminectomy, CN, CP and R received placebo,i.p, and D and R+D, dantrolene,i.p. Neurologic examination, performed daily for seven days, of the animals consisted of Basso, Beatie, Bresnahan (BBB) test for the evaluation of motor function. After eight days the animals were euthanized and blood samples for hematological and biochemical analysis, and spinal cord, for histological, immunohistochemical (anti-NeuN) and TUNEL evaluation, were collected. Traumatized animals showed no ambulatory paraparesis and only the R+D group showed motor recovery after seven days of evaluation by BBB test (P<0,05). There was no statistical difference between the values of hematologic and biochemical perfils, with the exception of urea values that were higher in traumatized animals. The counting of cells stained with anti-NeuN showed a higher number of intact neurons in treated animals, mainly on those that received R+D (P<0,05). In the TUNEL technique a lower number of apoptotic cells were observed in R, D and R+D groups compared with CP. Meanwhile no diferrence in the number of apoptotic cells were observed between R+D and R, D. Acording to this results we concluded that the association of riluzole and dantrolene, 4mg/kg and 10mg/kg respectively, promoted synergistic neuroprotective effects in spinal cord injured rats, associated with improvement of motor function and decreased of the neural apoptosis
Biblioteca responsável: BR68.1