Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Adubação nitrogenada no feijoeiro irrigado em sucessão à milho e braquiária em plantio direto

Cunha, Tatiana Pagan Loeiro da.
Jaboticabal,; s.n; 22/02/2013. 51 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-9716

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho agronômico e tecnológico do feijoeiro semeado em sucessão a três sistemas de cultivo (milho exclusivo, milho consorciado com Urochloa ruziziensis e U. ruziziensis exclusiva) e da adubação nitrogenada (0; 40; 80; 120 e 160 kg ha-1 de N) em cobertura no terceiro ano após a implantação do sistema plantio direto (SPD). A cultivar de feijoeiro utilizada foi a IAC Formoso. A área experimental é do tipo Latossolo Vermelho eutroférrico, textura argilosa. O delineamento experimental foi blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, com três repetições. O consórcio entre milho e Urochloa ruziziensis não reduziu a produtividade de grãos do milho, mostrando a viabilidade deste sistema de produção. O uso de U. ruziziensis exclusiva ou em consórcio com milho possibilitou a obtenção de maior quantidade de palhada e porcentagem de cobertura morta. A adubação nitrogenada em cobertura influenciou positivamente a produtividade de grãos do feijoeiro em sucessão a U. ruziziensis exclusiva, consórcio milho + U. ruziziensis e milho exclusivo. A máxima produtividade (3.454 kg ha-1) foi obtida na dose de 115 kg ha-1 de N para o sistema antecedido por U. ruziziensis. Os demais sistemas apresentaram desempenho linear crescente. O cultivo de U. ruziziensis exclusiva ou consorciada com milho permitiu ao feijoeiro em sucessão obter teores elevados de proteína bruta nos grãos. O feijoeiro em sucessão a U. ruziziensis exclusiva obteve o máximo rendimento de peneira, maior ou igual a 12 na dose de 97,6 kg ha-1 de N. O cultivo do feijoeiro semeado em agosto no município de Jaboticabal (SP), foi viável, desde que seja cultivado em sistema plantio direto na palha, em sucessão a gramíneas, especialmente a U. ruziziensis e utilize irrigação
The aim of this study was to assess the agronomic and technological performance of common bean in succession with three cultivation system (sole maize, maize intercropped with Urochloa ruziziensis and sole U. ruziziensis) and top-dressed nitrogen fertilizer (0; 40; 80; 120 and 160 kg ha-1 of N) in the third year after deploying a no-tillage system (NTS). The bean cultivar used was the IAC Formoso. The soil in the experimental is a eutroferric Red Oxisol with a clayey texture. The experimental design consisted of randomized blocks in a split plot arrangement, with three replications. The intercrop between maize and Urochloa ruziziensis not reduced the grain yield of maize, showing the viability of this production system. The use of sole U. ruziziensis or intercropped with maize allowed obtaining higher quantity of forage and percentage of straw mulch. The nitrogen fertilizer positively influenced the grain yield of bean in succession to sole U. ruziziensis, maize intercropping U. ruziziensis and sole maize. The highest yield (3,454 kg ha-1) was obtained at a dose of 115 kg ha-1 N for the system preceded by U. ruziziensis. The other systems showed linear increasing performance. The crop sole U. ruziziensis or intercropped with maize allowed the bean in succession to obtain high levels of crude protein in the grain. The bean in succession to sole U. ruziziensis obtained the maximum yield sieve, greater than or equal to 12 at a dose of 97.6 kg ha-1 N. The bean crop sown in August in Jaboticabal (SP), was viable, provided it is cultivated in direct planting system, in succession to grasses, especially the U. ruziziensis use and irrigation
Biblioteca responsável: BR68.1