Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Uso de ácidos orgânicos e produto de exclusão competitiva como alternativa aos aditivos antimicrobianos na criação de perus de corte

Milbradt, Elisane Lenita.
Botucatu,; s.n; 12/07/2013. 70 p.
Tese em Português | VETTESES | ID: vtt-9736

Resumo

Com objetivo de avaliar o uso de ácidos orgânicos (AOs) e produto de exclusão competitiva (EC) como alternativa ao antimicrobiano como promotor de crescimento, foram realizados dois experimentos. O primeiro objetivou avaliar a influência dos produtos no desempenho zootécnico, pH do conteúdo do inglúvio e ceco, altura dos vilos intestinais e produção de ácidos graxos voláteis (AGVs) no ceco. Na primeira semana de vida, os AOs influenciaram negativamente os parâmetros de desempenho. Na fase de engorda, o consumo de ração e conversão alimentar do grupo que recebeu AO foi inferior ao dos demais grupos. As aves que receberam AOs e produto de EC apresentaram concentrações mais elevadas de ácido propiônico, aos 14 dias, e ácido butírico aos 28, 56 e 70 dias de vida. Os valores de pH e altura dos vilos intestinais não foram influenciados pelos tratamentos. O segundo experimento objetivou avaliar a influência dos AOs e produto de EC, administrados continuamente na ração e temporariamente na água, sobre a produção de AGVs no ceco, população de bactérias do gênero Lactobacillus e da família Enterobacteriaceae e desafio de Salmonella Enteritidis (SE). A administração contínua dos ácidos orgânicos e produto de EC influenciou positivamente a quantidade de Lactobacillus no inglúvio e ceco, elevou a concentração de ácido butírico e reduziu a quantidade de bactérias da família Enterobacteriaceae e a contaminação por SE no ceco. Não houve efeito da administração dos tratamentos via água de bebida sobre a concentração de AGVs, contaminação de SE no inglúvio e ceco. A suplementação contínua de AOs e produto de EC resultou em excelente desempenho zootécnico e reduziu a colonização SE no ceco, demonstrando serem alternativas viáveis ao uso dos antimicrobianos
To evaluate the use of organic acids (OAs) and product of competitive exclusion (CE) as an alternative to antimicrobial growth promoter, two experiments were conducted. The first aimed to evaluate the influence on the performance of the products, the pH content of the crop and cecum, intestinal villous height and production of volatile fatty acids (VFAs) in the cecum. In the first week of life, the OAs negatively influenced the performance parameters. In the fattening phase, feed intake and feed conversion in the group receiving OAs was lower than the other groups. Birds that received OAs and product EC showed higher concentrations of propionic acid, at 14 days, and butyric acid at 28, 56 and 70 days of life. The pH and intestinal villous height were not affected by treatments. The second experiment evaluated the influence of the OAs and CE product, administered continuously in the diet and temporarily in the water, on the production of VFAs in the cecum, the population of bacteria of the genus Lactobacillus and Enterobacteriaceae and challenge of Salmonella Enteritidis (SE). Continuous administration of OAs and CE product increased the concentration of butyric acid and reduced contamination by SE in the cecum. There was no effect of management treatments in drinking water on the concentration of VFAs, SE contamination in crop and cecum. The continuous supplementation of OAs and CE product resulted in excellent growth performance and reduced SE colonization in the cecum, showing that they are viable alternatives to the use of antimicrobials
Biblioteca responsável: BR68.1