Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS España

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

A detecçäo de substâncias cancerígenas em estudos experimentais / The detection of carcinogens substances in experimental study

Camargo, Joäo Lauro Viana de; Oliveira, Maria Luiza Cotrim Sartor de; Rocha, Noeme Souza; Ito, Nobuyuki.
Rev. bras. cancerol; 40(1): 21-30, jan.-mar. 1994. ilus, tab
Artículo en Portugués | LILACS | ID: lil-163700
Atualmente, o método mais importante para a identificaçao de agentes químicos cancerígenos é o teste de longa duraçao in vivo, com roedores. No Brasil nao há condiçoes para a sua execuçao, devido à inexistência de especialistas e de infra-estrutura adequada. Em conseqüência, o país é dependente dos conhecimentos gerados no exterior sobre o risco que determinados compostos químicos impoem às populaçoes e ao meio ambiente. Por outro lado, as desvantagens inerentes ao protocolo deste teste, como a complexidade na execuçao, o tempo prolongado para obtençao das conclusoes e custo elevado, entre outras, levam à procura de alternativas mais convenientes. No presente trabalho sao apresentados dois testes in vivo para detecçao de cancerígenos químicos em ratos, que têm como vantagens o tempo de execuçao e o custo, menores que os do teste convencional. Os sistemas propostos têm só-o-fígado ou vários-órgaos-simultâneos como órgaos-alvo do eventual cancerígeno. Ambos os testes foram avaliados respectivamente com centenas e dezenas de substâncias químicas e reproduziram os resultados já obtidos em testes de longa duraçao, mostrando forte consistência biológica. Os autores destacam as vantagens de sua adoçao em países como o Brasil e propoem sua inclusao na seqüência de testes necessários para caracterizar um agente químico como cancerígeno.
Biblioteca responsable: BR1.1