Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 13.071
Filtrar
Mais filtros

Filtros aplicados
Intervalo de ano de publicação
2.
RECIIS (Online) ; 18(1)jan.-mar. 2024.
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS (Brasil) | ID: biblio-1553232

RESUMO

Este artigo apresenta resultados preliminares de uma investigação sobre a aderência de propostas de criação de uma política de comunicação aos princípios de comunicação pública no Sistema Único de Saúde. As proposições foram discutidas no âmbito das Conferências Nacionais de Saúde realizadas entre 2003 e 2019. O estudo abrangeu a avaliação de documentos e entrevistas em profundidade com fontes-chave com atuação no controle social e que participaram das conferências. Buscaram-se também subsídios teóricos que tratam das temáticas da comunicação pública e da comunicação em saúde para embasar a discussão sobre a elaboração de uma política de comunicação voltada para o SUS. Observa-se falta de ancoragem clara das propostas das conferências com relação aos princípios da comunicação pública, bem como a não adesão do governo federal à pauta, mesmo nas gestões afinadas com ideais democráticos, princípios de participação social e atuação no interesse público.


This article presents the preliminary results of an investigation into the adherence of the proposals to create a communication policy for the Unified Health System, according to the principles of public communication. Those proposals were held between 2003 and 2019 within the National Health Conferences scope. The study covered the evaluation of documents and in-depth interviews with key sources working in social control and who had participated in conferences. It also included theoretical subsidies that deal with the themes of public communication and communication and health to support the discussion on the creation of a communication policy aimed at the SUS. The results showed a lack of clear anchorage of the conference proposals in principles of public communication, and the non-adherence of the federal government to the agenda, even during governments aligned with democratic ideals, principles of social participation, and action on the public interest.


Este artículo presenta resultados preliminares de una investigación sobre la adhesión de las propuestas de creación de una política de comunicación del Sistema Único de Salud a los principios de la comunicación pública. Las proposiciones fueron discutidas en las Conferencias Nacionales de Salud, entre 2003 y 2019. El estudio abarcó la evaluación de documentos y entrevistas en profundidad con fuentes que trabajan en el control social y con participación en las conferencias. Se buscaron subsidios teóricos que tratan de los temas de comunicación pública y comunicación y salud para apoyar la discusión sobre la elaboración de una política de comunicación dirigida al SUS. Hay una falta de anclaje de las propuestas de la conferencia en principios de comunicación pública, así como la falta de adhesión del gobierno federal, incluso en gestiones en sintonía con los ideales democráticos, principios de participación y acción social centrado en el interés público.


Assuntos
Controle Social Formal , Sistema Único de Saúde , Comunicação , Conferências de Saúde , Política Pública , Segurança Computacional , Política de Saúde
3.
Brasília; CONITEC; fev. 2024.
Não convencional em Português | BRISA, LILACS | ID: biblio-1551263

RESUMO

INTRODUÇÃO: Pacientes com fatores de risco como idade avançada, imunodepressão, obesidade e doenças cardiovasculares têm risco aumentado de internação, intubação e morte. De acordo com dados brasileiros, o risco de morte por covid-19 aumenta com o número de fatores de risco que o paciente apresenta, sendo igual a 17% em pacientes com 2 fatores de risco e 76% na presença de 8 fatores de risco. Além disso, mesmo aqueles pacientes que sobrevivem a uma internação em terapia intensiva frequentemente enfrentam sequelas e representam alto custo para o sistema público. O medicamento nirmatrelvir associado ao ritonavir têm o objetivo de prevenir internações, complicações e morte. Ele é indicado para pacientes com Covid-19 leve a moderada, não hospitalizados, até 5 dias do início dos sintomas. Apesar dos avanços da vacinação no Brasil, evidências sobre a falha vacinal em idosos e imunodeprimidos destacam a importância da disponibilidade de alternativas terapêuticas para essas populações. O presente relatório teve por objetivo avaliar evidências sobre a efetividade do tratamento em pacientes vacinados com alto risco de agravamento da doença. PERGUNTA: O medicamento nirmatrelvir/ritonavir é eficaz, seguro e custo-efetivo para pacientes com covid19 leve a moderada não hospitalizados vacinados que apresentam alto risco de agravamento da doença? EVIDÊNCIAS CLÍNICAS: Resultados obtidos a partir de estudos observacionais de mundo real confirmaram os resultados do ensaio clínico do medicamento nirmatrelvir/ritonavir, demonstrando que o tratamento de pacientes de grupos de risco é capaz de reduzir o risco de desfechos desfavoráveis como internação e óbito entre cerca de 50% e 70%, inclusive entre pacientes previamente vacinados. ANÁLISE DE IMPACTO ORÇAMENTÁRIO: A análise de impacto orçamentário do relatório de recomendação do nirmatrelvir/ritonavir foi atualizada considerando-se o cenário atual da pandemia no Brasil. De acordo com a nova análise, o uso do nirmatrelvir/ritonavir por pacientes com idade ≥ 65 anos e imunossuprimidos com idade ≥ 18 anos, resultaria em uma economia de recursos de R$ 408.957.111,38 em 5 anos. Ressalta-se, no entanto, que devido à dinâmica de difícil previsão da pandemia, este montante está sujeito à incerteza. Considerando-se a análise realizada anteriormente no relatório de recomendação, pode-se concluir que o montante economizado se reduz proporcionalmente à redução do número de casos da doença na população alvo. CONSIDERAÇÕES FINAIS: De acordo com as evidências atualmente disponíveis, o uso do nirmatrelvir/ritonavir é efetivo e seguro para pacientes com covid-19 leve a moderada não hospitalizados vacinados que apresentam alto risco de agravamento da doença. O impacto orçamentário está sujeito a incertezas já que o número de casos da doença no horizonte temporal da análise é de difícil previsão. RECOMENDAÇÃO PRELIMINAR DA CONITEC: Diante do exposto, os membros do Comitê de Medicamentos da Conitec, em sua 16ª Reunião Extraordinária, realizada no dia 1º de novembro de 2023, deliberaram que a matéria fosse disponibilizada em Consulta Pública com recomendação preliminar favorável à incorporação no SUS do nirmatrelvir/ritonavir para o tratamento de pacientes com Covid-19 não hospitalizados com idade a partir de 65 anos ou pacientes imunossuprimidos a partir de 18 anos de idade. Os membros do Comitê concordaram na manutenção da indicação de uso, não havendo ampliação do público-alvo, justificada pela restrição orçamentária, considerando que há incremento de custo da aquisição da tecnologia, ainda que haja economia de recursos ao serem evitadas internações e óbitos. CONSULTA PÚBLICA: Das nove contribuições recebidas, cinco contribuições foram de cunho técnico-científico e quatro contribuições de experiência ou opinião. Todas as contribuições concordaram com a recomendação preliminar da Conitec de incorporar o nirmatrelvir/ritonavir. Duas contribuições técnico-científicassugeriram ampliação da população elegível ao tratamento com o medicamento com a inclusão de indicação para pacientes com taxa de filtração glomerular menor que 30 ml/min/1,73m2 e de pacientes adultos com asma grave independentemente da faixa etária. Uma contribuição técnico-científica enviada pela empresa fabricante do medicamento expressou sua concordância com e solicitou a inclusão de informaçõea adicionais no relatório. As contribuições de experiência ou opinião ressaltaram a eficácia e segurança do medicamento para a população alvo. RECOMEDAÇÃO FINAL DA CONITEC: Diante do exposto, os membros do Comitê de Medicamentos, presentes na 126ª Reunião Ordinária da Conitec, realizada no dia 01 de fevereiro de 2024, deliberaram, por unanimidade, após reavaliação, manter a incorporação do nirmatrelvir/ritonavir, no SUS, para o tratamento da Covid-19 nos seguintes grupos de pacientes com sintomas leves a moderados, que não requerem oxigênio suplementar, independentemente do status vacinal: a) imunocomprometidos com idade ≥ 18 anos; b) com idade ≥ 65 anos. Foi assinado o registro de deliberação nº 874/2024. DECISÃO: manter a incorporação, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS, de nirmatrelvir/ritonavir para o tratamento da Covid-19 para pacientes com sintomas leves a moderados, que não requerem oxigênio suplementar, independentemente do status vacinal e com idade igual ou superior a 65 anos ou imunocomprometidos com idade igual ou superior a 18 anos, publicada no Diário Oficial da União nº 46, seção 1, página 54, em 07 de março de 2024.


Assuntos
Humanos , Ritonavir/uso terapêutico , Peptidomiméticos/antagonistas & inibidores , SARS-CoV-2/efeitos dos fármacos , COVID-19/epidemiologia , Tratamento Farmacológico da COVID-19/instrumentação , Sistema Único de Saúde , Brasil , Comorbidade , Eficácia , Análise Custo-Benefício/economia
4.
Rio de Janeiro; IEPS; 2024. 36 p.
Monografia em Português, Francês | LILACS, PIE, Inca | ID: biblio-1538001

RESUMO

O Guia de Políticas de Saúde - Implementando Sistemas de Melhoria da Qualidade na Atenção Primária em Saúde oferece orientações abrangentes para gestores que desejem criar e implementar Sistemas de Qualidade na Atenção Primária à Saúde (APS) e para sanitaristas, acadêmicos e organizações da área da saúde interessadas no tema. Neste guia, você vai encontrar: O DESAFIO: Promover o acesso e a qualidade da APS é fundamental para garantir um SUS mais igualitário, mas essa não é uma tarefa simples. Fatores como a diversidade do território brasileiro e questões de governança dos dados em Saúde são desafios que precisam ser considerados para garantir um melhor funcionamento da APS. Nesta seção, apresentamos esses e outros desafios e motivos que fazem da APS um modelo eficaz e custo-efetivo. O IEPS TESTOU: A 1ª edição do Guia de Políticas de Saúde foi elaborado a partir da experiência de construção do programa Recife Monitora, que integra o projeto Qualifica Atenção Básica, uma parceria do IEPS com a Prefeitura do Recife e que conta com o apoio da Umane. O programa foi iniciado em 2022 e apresentou resultados expressivos em seu primeiro ano de implementação. Nesta seção, apresentamos um relato de experiência com as lições aprendidas no primeiro ano do projeto e os referenciais teóricos que embasaram a construção dos sistemas avaliativos da qualidade da APS, informações que podem ser valiosas para a implementação de sistemas de qualidade em todo o país. CODIFICANDO A ESTRATÉGIA: Nesta seção, apresentamos elementos-chaves e um passo a passo detalhado para que as gestões municipais de todo o país possam implementar sistemas de melhoria da qualidade da APS. Também apresentamos alguns desafios que podem ser enfrentados, considerando as singularidades de cada território.


Assuntos
Atenção Primária à Saúde , Qualidade da Assistência à Saúde , Política de Saúde , Sistema Único de Saúde , Brasil , Melhoria de Qualidade , Implementação de Plano de Saúde
5.
Rev. Bras. Cancerol. (Online) ; 70(1)Jan-Mar. 2024.
Artigo em Inglês, Português | LILACS, SES-SP | ID: biblio-1551492

RESUMO

Introdução: O crescente número de mortalidade por neoplasias tem apontado para a necessidade de adoção de medidas sustentáveis e regionalmente situadas para prevenção e controle do câncer. Ao longo dos mais de 30 anos de existência do Sistema Único de Saúde (SUS), as políticas de Atenção Oncológica evoluíram de um modelo fragmentado rumo à noção de integralidade da assistência e qualificação da rede de atenção à pessoa com câncer. Objetivo: Analisar os Planos Estaduais de Atenção Oncológica dos Estados brasileiros, conforme previsto pelas Portarias n.º 874 de 2013 e n.º 1.399 de 2019, e descrever os dados de assistência e indicadores de saúde relacionados aos Estados que contemplam o planejamento da referida assistência. Método: Estudo de caráter misto com abordagem qualitativa baseada em revisão documental dos Planos Estaduais de Atenção Oncológica, e abordagem quantitativa realizada a partir de um estudo descritivo dos dados epidemiológicos relacionados ao câncer no Brasil. Resultados: Apenas 63% dos Estados brasileiros (n = 17) têm operacionalizado Planos Estaduais de Atenção Oncológica; destes, a maioria possui Planos em desacordo com a Portaria n.º 874.


The growing number of deaths by neoplasms has indicated the necessity to adopt sustainable, regionally-based measures to prevent and control cancer. Along more than 30 years of existence of the National Health System (SUS), cancer care policies have evolved from a fragmented model towards a concept of integrality and qualification of the cancer care network. Objective: Review brazilians State Oncology Care Plans according to Ordinance 874 of 2013 and Ordinance 1,399 of 2019, and to describe care data and health indicators of the States that comply with these two Ordinances. Method: Qualitative document-review of the States' Cancer Care Plans and quantitative approach study describing cancer epidemiological data in Brazil. Results: Only 63% of Brazilian States (n = 17) have implemented oncology care plans and of these, most does not comply with Ordinance 874.


El creciente número de muertes por neoplasias ha señalado la necesidad de adoptar medidas sostenibles y de base regional para prevenir y controlar el cáncer. A lo largo de los más de 30 años de existencia del Sistema Único de Salud (SUS), las políticas de atención oncológica evolucionaron de un modelo fragmentado hacia la noción de atención integral y cualificación de la red de atención a las personas con cáncer. Objetivo: Analizar los Planes Estaduales de Atención Oncológica de los Estados brasileños, previstos en la Ordenanza n.º 874 de 2013 y en la Ordenanza n.º 1.399 de 2019, y describir los datos asistenciales e indicadores de salud relacionados con los Estados que contemplan la planificación de esta atención. Método: Estudio de método mixto, con un enfoque cualitativo basado en una revisión documental de los Planes Estatales de Atención Oncológica y un enfoque cuantitativo basado en un estudio descriptivo de los datos epidemiológicos relacionados con el cáncer en Brasil. Resultados: Sólo el 63% de los Estados brasileños (n = 17) tienen Planes Estaduales de Atención Oncológica operacionalizados y, de ellos, la mayoría tiene Planes que no están alineados con la Ordenanza 874.


Assuntos
Planos Governamentais de Saúde , Política de Saúde , Sistema Único de Saúde , Gestão em Saúde , Neoplasias
6.
São Paulo; s.n; 2024. 224 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1553841

RESUMO

Justificativa: Desde o início da história, registra-se a presença da figura do palhaço na sociedade, designadamente nos cenários de saúde, onde buscavam levar a arte e a recreação ao processo de tratamento. Entretanto, no século XX, especificamente a partir dos anos 1970, surgiram propostas de trabalho para que essa relação no hospital fosse vinculada à promoção da saúde, de forma integrada e efetiva. Este projeto tem como objetivo avaliar como os palhaços de hospital interferem nas relações hospitalares. O estudo questiona: Como estabelecer relações hospitalares para ampliar a eficácia da intervenção do palhaço? De que forma as relações já existentes entre a organização de palhaços e os hospitais facilitam ou dificultam o acesso aos hospitais? Para responder a estes questionamentos foi utilizada a metodologia de pesquisa qualitativa para a produção de dados através de entrevistas semiestruturadas com integrantes de projetos de palhaços de hospital a nível internacional. Para análise dos dados, foi utilizada a técnica Análise de Conteúdo na modalidade temática de Bardin (2010). Como resultados desta pesquisa estão a compreensão de como são promovidas e mantidas as relações entre as organizações de palhaços e a administração hospitalar, de modo a assegurar a abertura, continuidade, eficácia e reconhecimento do trabalho dos palhaços nesse contexto. Além disso pontua-se a identificação, sistematização e disseminação de práticas, de modo a permitir a sua adoção por outras organizações de palhaços em escala mundial. Como conclusão, foi visualizado o potencial do palhaço de hospital no que diz respeito às relações de gênero e raciais e enquanto instrumento de enfrentamento à colonialidade, principalmente a nível nacional, com respaldo nas políticas do SUS. Mostra-se ainda primordial que o discurso para conhecimento da prática de cuidados dos palhaços promotores da saúde seja compartilhado com os gestores hospitalares, tendo como finalidade promover a qualidade das relações interinstitucionais.


Justification: Since the beginning of history, the presence of clowns in society has been recorded, particularly in healthcare settings, where they sought to bring art and recreation to the treatment process. However, in the 20th century, specifically from the 1970s onwards, proposals emerged to link this relationship in hospital to health promotion, in an integrated and effective way. This project aims to assess how hospital clowns interfere in hospital relationships. The study asks: How can hospital relationships be established to increase the effectiveness of the clown's intervention? How do existing relationships between clown organisations and hospitals facilitate or hinder access to hospitals? To answer these questions, a qualitative research methodology was used to produce data through semi-structured interviews with members of international hospital clown projects. Bardin's (2010) thematic content analysis technique was used to analyse the data. The results of this research include an understanding of how relationships between clown organisations and hospital administration are promoted and maintained in order to ensure the openness, continuity, effectiveness and recognition of clowns' work in this context. In addition, the identification, systematisation and dissemination of practices is highlighted, so that they can be adopted by other clown organisations worldwide. In conclusion, the potential of hospital clowns was visualised with regard to gender and race relations and as an instrument for confronting coloniality, especially at a national level, backed up by SUS policies. It is also essential that the discourse on the care practices of health-promoting clowns is shared with hospital managers, with the aim of promoting the quality of inter-institutional relations.


Justificación: Desde el comienzo de la historia, se ha registrado la presencia de payasos en la sociedad, en particular en el ámbito sanitario, donde buscaban aportar arte y recreación al proceso de tratamiento. Sin embargo, en el siglo XX, concretamente a partir de los años 70, surgieron propuestas para vincular esta relación en el hospital a la promoción de la salud, de forma integrada y eficaz. Este proyecto pretende evaluar cómo los payasos de hospital interfieren en las relaciones hospitalarias. El estudio se pregunta: ¿Cómo se pueden establecer relaciones hospitalarias para aumentar la eficacia de la intervención del payaso? ¿Cómo facilitan o dificultan el acceso a los hospitales las relaciones existentes entre las organizaciones de payasos y los hospitales? Para responder a estas preguntas, se utilizó una metodología de investigación cualitativa para producir datos a través de entrevistas semiestructuradas con miembros de proyectos internacionales de payasos de hospital. Para analizar los datos se utilizó la técnica de análisis de contenido temático de Bardin (2010). Los resultados de esta investigación incluyen la comprensión de cómo se promueven y mantienen las relaciones entre las organizaciones de payasos y la administración hospitalaria con el fin de garantizar la apertura, la continuidad, la eficacia y el reconocimiento del trabajo de los payasos en este contexto. Además, se destaca la identificación, sistematización y difusión de prácticas, para que puedan ser adoptadas por otras organizaciones de payasos en todo el mundo. En conclusión, se visualizó el potencial de los payasos de hospital en lo que se refiere a las relaciones de género y raza y como instrumento de enfrentamiento a la colonialidad, especialmente a nivel nacional, respaldado por las políticas del SUS. También es fundamental que el discurso sobre las prácticas asistenciales de los payasos promotores de salud sea compartido con los gestores hospitalarios, con el objetivo de promover la calidad de las relaciones interinstitucionales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Relações Médico-Paciente , Atenção Terciária à Saúde , Terapia do Riso , Promoção da Saúde , Administração Hospitalar , Hospitais , Sistema Único de Saúde , Brasil
7.
São Paulo; s.n; 2024. 150 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1554168

RESUMO

A escassez e a má distribuição geográfica de médicos no país (Stralen et al., 2017; Póvoa; Andrade, 2006; Scheffer et al., 2023), sua tradição de autonomia com múltiplos vínculos como profissionais liberais (Greer, 2008; Luiz; Bahia, 2009; Ney; Rodrigues; 2012) e os baixos salários praticados no setor público (Brasil, 1961, 2008b) estabeleceram uma realidade de disseminada inobservância ao cumprimento da jornada de trabalho definida pela nova legislação do Sistema Único de Saúde (Brasil, 1988, 1991, 2000, 2008a), gerando insegurança jurídica a gestores e médicos, com potenciais prejuízos na qualidade assistencial e na saúde ocupacional desses profissionais. A presente tese, na forma de três artigos, busca descrever e analisar esse cenário nacional, trazendo o estudo de caso de uma experiência municipal de nova legislação trabalhista (Praia Grande, 2015a) criada para o enfrentamento do problema. Em um primeiro artigo, investiga-se 20 anos de decisões exaradas nas bases informatizadas públicas dos Tribunais de Contas Estaduais das diversas regiões brasileiras, verificando-se que a adoção de medidas coercitivas ao descumprimento de jornada de trabalho médica no SUS está associada à formas de contratação irregular sem concurso público (p < 0,001), menor relação per capita de médicos (p = 0,003), menor porte populacional (p = 0,02) e distância dos centros urbanos da região sudeste do país (p < 0,0001). No segundo artigo, descreve-se os resultados de uma pesquisa etnográfica a usuários, gestores e trabalhadores do município objeto de estudo (Praia Grande, 2015b) colhendo-se, em 1012 min de entrevistas, a percepção dos atores sociais presentes na comunidade a respeito da nova legislação municipal (Praia Grande, 2015a). Finalmente, no terceiro artigo, analisa-se o cenário de contradição em âmbito nacional à luz da Teoria Histórico Cultural da Atividade (Leontiev, 1978) e apresenta o ciclo expansivo de reconceptualização da jornada de trabalho do ambulatório de especialidades médicas do município de Praia Grande/SP, sob a perspectiva da Teoria da Aprendizagem Expansiva (Engeström, 1987) e do modelo teórico-metodológico de Zona de Desenvolvimento Proximal (Engeström, 1987; Vygotsky, 1978)


The scarcity and uneven geographic distribution of physicians in the country (Stralen et al., 2017; Póvoa; Andrade, 2006; Scheffer et al., 2023), their tradition of autonomy with multiple professional affiliations as independent practitioners (Greer, 2008; Luiz; Bahia, 2009; Ney; Rodrigues; 2012), and the low salaries practiced in the public sector (Brazil, 1961, 2008b) have created a reality of widespread non-compliance with the work schedule defined by the new legislation of the Brazilian Unified Health System (Brazil, 1988, 1991, 2000, 2008a), leading to legal uncertainty for both managers and physicians, with potential implications for the quality of care and occupational health of these professionals. This thesis, in the form of three articles, aims to describe and analyze this national scenario, presenting a case study of a municipal experience with new labor legislation (Praia Grande, 2015a) designed to address the issue. In the first article, a 20-year investigation of decisions recorded in the public computerized databases of State Audit Courts across Brazilian regions is conducted. It is observed that the adoption of coercive measures against the non-compliance with medical work day in SUS is associated with forms of irregular hiring without public tender (p < 0.001), lower per capita physician ratios (p = 0.003), smaller population size (p = 0.02), and distance from urban centers in the Southeast region of the country (p < 0.0001). The second article presents the advantages and disadvantages identified in an ethnographic study of a municipal experience (Praia Grande, 2015b), which led to the retention of professionals and diversification of the offering of specialized medical services, receiving favorable feedback from the involved community. Finally, in the third article, the national contradictory scenario is analyzed in the light of the Cultural-Historical Activity Theory (Leontiev, 1978), and the expansive cycle of reconceptualization of the work schedule for the medical specialties outpatient clinic in the city of Praia Grande/SP is examined from the perspective of the Expansive Learning Theory (Engeström, 1987) and the theoretical-methodological model of the Zone of Proximal Development (Engeström, 1987; Vygotsky, 1978).


Assuntos
Jornada de Trabalho , Sistemas Nacionais de Saúde , Distribuição de Médicos , Jurisprudência , Legislação Médica , Sistema Único de Saúde , Brasil , Saúde Ocupacional
8.
Braz. j. oral sci ; 23: e242937, 2024. ilus
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - odontologia (Brasil) | ID: biblio-1537092

RESUMO

Aim: This present study aims to compare the data from the Brazilian Unified Health System on the number of clinical consultations of Oral Medicine from the first 6 months (March-August 2020) of the COVID-19 pandemic in Brazil with the last 6 months (September-February 2020/2021) to update the data, verify the measures' effectiveness to return clinical activities in the following months. Methods: perform a literature review of recent articles that report the impact of the COVID-19 pandemic on Oral Medicine. Results: There was an increase in the number of Oral Medicine clinical consultations in the second half of the pandemic throughout Brazil (+64.2%), representing over 9,235 appointments in this period. Conclusion: measures for the return of health assistance and the practice of Telemedicine proved to be effective after the second period of the pandemic. Even so, strengthening security measures against the coronavirus is essential to ward off a new wave since the Omicron variant emerged in the country and, consequently, possible new lockdowns that might affect healthcare in Brazil


Assuntos
Medidas de Segurança , Sistema Único de Saúde , Assistência Odontológica , Medicina Bucal , COVID-19
10.
Artigo em Inglês | LILACS, BBO - odontologia (Brasil) | ID: biblio-1535002

RESUMO

ABSTRACT Objective: To measure the costs of preventive and therapeutic protocols of Photobiomodulation (PBM) for oral mucositis (OM) and their budgetary impact on Brazil's Ministry of Health (BMH). Material and Methods: A partial economic analysis was performed to estimate the costs using a bottom-up approach from a social perspective. Monetary values were assigned in Brazilian reais (BRL). The costs of the preventive protocol were calculated for five, 30, and 33 consecutive PBM sessions, depending on the antineoplastic treatment instituted. The costs of the therapeutic protocol were calculated for 5 or 10 sessions. The annual financial and budgetary impact was calculated considering the groups of oncologic patients with a higher risk of development of OM, such as those with head and neck and hematological cancer and pediatric patients. Results: The cost of a PBM session was estimated at BRL 23.75. The financial impact of providing one preventive protocol per year for all oncologic patients would be BRL 14,282,680.00, 0.030% of the estimated budget for hospital and outpatient care of the BMH in 2022. The financial and budgetary impacts of providing one treatment for OM for all patients in one year would be BRL 2,225,630.31 (0.005%, most optimistic scenario) and BRL 4,451,355.63 (0.009%, most pessimistic scenario). Conclusion: The budgetary impact of implementing PBM protocols in the Brazilian Healthcare System is small, even in a pessimistic scenario.


Assuntos
Estomatite/etiologia , Serviço Hospitalar de Oncologia , Modelos Econômicos , Terapia com Luz de Baixa Intensidade/instrumentação , Sistema Único de Saúde , Brasil/epidemiologia , Saúde Bucal
11.
São Paulo; s.n; 2024. 135 p.
Tese em Português | LILACS | ID: biblio-1531549

RESUMO

Introdução - A pandemia de Covid-19 trouxe impactos significativos para a rede de serviços de saúde e afetou, sobremaneira, os cuidados em saúde para pessoas com deficiência (PCD). Objetivo - Analisar o impacto da pandemia no funcionamento dos Centros Especializados em Reabilitação (CER) no SUS e os fluxos assistenciais percorridos por usuários com Síndrome Pós-Covid19. Método - O estudo foi composto por duas partes complementares. A primeira, focada nos efeitos da pandemia para cuidados às PCD, utilizou método misto composto pela análise da variação da produção ambulatorial dos CER, entre março/2019 a dezembro/2021, cotejando tais resultados com as percepções de gestores e profissionais de reabilitação de CER aferidas por websurvey. Foram calculadas as médias mensais de 247 procedimentos, para o ano anterior à pandemia, primeiro e segundo anos de pandemia. No websurvey foram investigados: funcionamento e organização dos serviços; reabilitação Pós-Covid-19; ações de apoio aos usuários e profissionais; estratégias e desafios vivenciados. A segunda parte analisou itinerários terapêuticos de residentes no município de São Paulo, com necessidade de reabilitação pós-Covid-19, atendidos por um CER, até a saturação de conteúdo nas narrativas. Os relatos foram transcritos e analisados segundo as dimensões: do adoecimento ao diagnóstico; internação hospitalar; cuidados após alta e reabilitação, com identificação de barreiras, facilitadores e estratégias para a garantia do acesso e da continuidade do cuidado. Resultados - Verificou-se impacto significativo sobre a produção ambulatorial dos CER brasileiros, com redução de 33,3% do total de procedimentos registrados entre o primeiro ano de pandemia e o ano anterior, com maior prejuízo para atividades em grupo, terapias visuais e visitas domiciliares, e com aumento de 104,1% de procedimentos de Fisioterapia Cardiorrespiratória. No websurvey, foram relatadas a descontinuidade da assistência e a necessidade de modificações estruturais e organizacionais como: reorganização de atendimentos; criação de critérios de priorização; introdução de telerreabilitação; e disponibilização de capacitações. Embora metade dos CER já atendessem pessoas com sequelas de Covid-19, nem todos haviam sido instrumentalizados para esta demanda. O estudo dos itinerários pós-covid19 demonstrou que a implantação do protocolo pós-covid19 ocorreu heterogeneamente nos serviços de São Paulo. Observaram-se barreiras para o diagnóstico, estrutura insuficiente para desospitalização e limitações ao acompanhamento após alta na atenção primária e especializada. A existência de diretriz assistencial e o vínculo com UBS figuraram como facilitadores para a obtenção de cuidados no início do quadro clínico de COVID e para reabilitação. O tempo de espera para reabilitação não foi determinado pela gravidade dos casos e se constatou cuidado fragmentado com priorização de terapias físicas em detrimento das demais, além de insuficiente suporte social. Como estratégias individuais se destacaram os contatos pessoais e fluxos informais de acesso. Conclusão - Impuseram-se importantes desafios para a manutenção da assistência para PCD durante a pandemia, assim como para o atendimento de novas demandas dela advindas. Essas questões se somam a limitações prévias da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência, assim como a negligência de demandas de reabilitação nos planos de contingência, bem como a insuficiência de desenvolvimento de estratégias de enfrentamento específicas e inclusivas.


Introduction - The Covid-19 pandemic has had a significant impact on the health services network and has greatly affected health care for people with disabilities (PWD). Objective - To analyze the impact of the pandemic on the operation of Specialized Rehabilitation Centers (CER) in the SUS and the care flows carried out by users with Post-Covid-19 Syndrome. Method - The study consisted of two complementary parts. The first, focused on the effects of the pandemic on PCD care, used a mixed method consisting of an analysis of the variation in the outpatient production of CERs, between March/2019 and December/2021, comparing these results with CER managers and rehabilitation professionals' perceptions measured by websurvey. The monthly averages of 247 procedures were calculated for the year before the pandemic, the first and second years of the pandemic. The web survey investigated: operation and organization of the services; post-Covid-19 rehabilitation; actions to support users and professionals; strategies and challenges experienced. The second part analyzed the therapeutic itineraries of residents of the city of São Paulo who needed rehabilitation after COVID-19 and were assisted by a CER, until the content saturation of the narratives. The accounts were transcribed and analyzed according to the following dimensions: illness to diagnosis; hospitalization; post-discharge care and rehabilitation, identifying barriers, facilitators and strategies to ensure access and continuity of care. Results - There was a significant impact on the outpatient production of brazilian CER, with a 33.3% reduction in the total number of procedures recorded between the first year of the pandemic and the previous year, with greater damage to group activities, visual therapies and home visits, and a 104.1% increase in cardiorespiratory physiotherapy procedures. In the web survey, the discontinuity of care and the need for structural and organizational changes were reported, such as: reorganizing care, creating prioritization criteria, introducing telerehabilitation, and providing training. Although half of the CERs already cared for people with Covid-19 sequelae, not all had been structured for this demand. The study of post-Covid-19 itineraries showed that implementation of the post-Covid-19 protocol occurred heterogeneously in the São Paulo services. There were barriers to diagnosis insufficient structure for de-hospitalization and limitations to follow-up after discharge in primary and specialized care. Care guidelines and the UBS binding facilitated access to initial Covid-19 care and rehabilitation. Waiting time for rehabilitation was not determined by the severity of the cases and fragmented care was found, with physical therapies being prioritized over others, as well as insufficient social support. Personal contacts and informal access flows stood out as individual strategies. Conclusion - This study demonstrates major challenges in maintaining care for PCD during the pandemic, also meeting the new demands arising from it. Additionally, there are previous limitations on the Care Network for People with Disabilities, besides the neglect of rehabilitation demands in contingency plans and the lack of inclusive coping strategies.


Assuntos
Centros de Reabilitação , Sistema Único de Saúde , Saúde da Pessoa com Deficiência , COVID-19 , Acessibilidade aos Serviços de Saúde
12.
Audiol., Commun. res ; 29: e2728, 2024. tab
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1533840

RESUMO

RESUMO Objetivo Descrever o impacto da judicialização na realização da cirurgia de implante coclear no Sistema Único de Saúde do Brasil, incluindo o serviço público e a saúde suplementar. Métodos Foi realizado um levantamento documental de acórdãos de todos os tribunais nacionais e a jurisprudência dominante, voltados à cirurgia do implante coclear no Sistema Único de Saúde, no período de 2007 a 2019, por meio da Plataforma Jusbrasil, utilizando o termo "implante coclear" para realização da busca. Também foi realizado um levantamento na plataforma DATASUS (Departamento de Informação do Sistema Único de Saúde) sobre quantos procedimentos de implante coclear unilateral e bilateral foram realizados no mesmo período. Resultados De acordo com o DATASUS, no período de 2008 a 2019 foram realizados 8.857 procedimentos de cirurgia de implante coclear pelos entes públicos ou pelas operadoras dos planos de saúde no país. Com relação à judicialização para solicitação da cirurgia do implante coclear, unilateral ou bilateral, foram encontrados 216 processos, representando 2,43% dos casos. Conclusão A judicialização da saúde, quando se considera a cirurgia do implante coclear, tem representado uma parcela mínima dos casos, o que demonstra baixo impacto no orçamento público e não tem expressiva ação na organização do Sistema Único de Saúde.


ABSTRACT Purpose To describe the impact of Judicialization on the performance of Cochlear Implant (CI) surgery in the Brazilian Unified Health System (SUS), including the public service and supplementary health. Methods A documentary survey of judgments of all National Courts and the Dominant Jurisprudence focused on CI surgery in the SUS from 2007 to 2019 was carried out through the Jusbrasil Platform using the term "cochlear implant" to carry out the search. A survey was also carried out on the DATASUS platform on how many uni and bilateral CI procedures were performed in the same period. Results According to DATASUS, from 2008 to 2019, 8,857 CI surgery procedures were performed by Public Entities or Health Plan Operators in the country. With regard to Judicialization, for requesting unilateral or bilateral CI surgery, a total of 216 processes were found, representing a total of 2.43% of Judicialization of Cochlear Implant (CI) surgery. Conclusion In view of the data, it is possible to perceive that the Judicialization of Health when we consider the CI surgery has represented a small portion of the cases, which does not demonstrate a large impact on the public budget and does not have an impact on the organization of the SUS.


Assuntos
Humanos , Sistema Único de Saúde , Implante Coclear/legislação & jurisprudência , Implante Coclear/estatística & dados numéricos , Saúde Suplementar , Judicialização da Saúde/estatística & dados numéricos , Brasil
13.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 740-794, Maio-Ago. 2023.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1424949

RESUMO

A imaturidade do sistema imunológico, associado a Determinantes Sociais de Saúde (DSS), promove doenças na infância. Especificamente, na cavidade oral, os DSS, representados pelo consumo elevado de açúcar, limitado acesso aos serviços de saúde e deficiência na higiene bucal, favorecem transtornos locais e sistêmicos. Assim, o estudo objetivou associar os DSS, no contexto das condições socioeconômicas, do acompanhamento pelo serviço de saúde e dos aspectos relacionados à saúde bucal de crianças atendidas em Unidades Básicas de Saúde (UBS) de um município cearense. Trata-se de estudo observacional, analítico, transversal e de abordagem quantitativa, conduzido com crianças e suas mães em Acarape - CE. Após consentimento, essas preencheram um questionário. Os dados foram analisados. Das 70 mães, 87,14% e 90,00% tinham idade inferior ou igual a 30 anos e renda de até um salário mínimo, respectivamente. Das 70 crianças, 87,14% tinham seus dentes/gengiva higienizados por seus pais ou responsável. Do total, 94,29% nunca se submeteram a atendimento odontológico. Observou-se associação significativa entre a mãe ter escolaridade superior ao ensino fundamental incompleto e higienizar os dentes/gengiva do filho com escova dental e dentifrício. Constatou-se associação significativa entre a criança ingerir bolacha doce/recheada, não consumir refrigerante e usar escova dental e dentifrício na higienização oral. Conclui-se que as crianças eram acompanhadas nas UBS regularmente; no entanto, esse serviço não esteve relacionado ao atendimento odontológico. Apesar da ausência desse tipo de acompanhamento e do consumo de alimentos cariogênicos, as mães se preocupavam com a saúde bucal das crianças, higienizando a cavidade oral diariamente, com meios adequados.


The immaturity of the immune system, associated with Social Determi- nants of Health (SDH), promotes diseases in childhood. Specifically, in the oral cavity, SDH, represented by high sugar consumption, limited access to health services, and poor oral hygiene, favors local and systemic disorders. Thus, the study aimed to associate the SDH, in the context of socioeconomic conditions, monitoring by the health service and aspects related to children's oral health assisted in Basic Health Units (BHU) of a muni- cipality in Ceará. This is an observational, analytical, cross-sectional study with a quan- titative approach conducted with children and their mothers in Acarape - CE. After con- sent, they filled out a questionnaire. Data were analyzed. Of the 70 mothers, 87.14% and 90.00% were aged less than or equal to 30 years and had income up to one minimum wage, respectively. Of the 70 children, 87.14% had their teeth/gums cleaned by their pa- rents or guardian. Of the total, 94.29% never underwent dental care. There was a signifi- cant association between the mother having higher education than incomplete elementary school and cleaning the child's teeth/gums with a toothbrush and toothpaste. A significant association was found between the child eating sweet/stuffed biscuits, not consuming soft drink, and using a toothbrush and dentifrice for oral hygiene. It is concluded that the chil- dren were regularly monitored at the BHU; however, this service was not related to dental care. Despite the absence of this type of follow-up and the consumption of cariogenic foods, the mothers were concerned about their children's oral health, cleaning the oral cavity daily with adequate means.


La inmadurez del sistema inmunológico, asociada a los Determinantes So- ciales de la Salud (DSS), promueve enfermedades en la infancia. Específicamente, en la cavidad bucal, los DSS, representados por el alto consumo de azúcar, el acceso limitado a los servicios de salud y la mala higiene bucal, favorecen los trastornos locales y sisté- micos. Así, el estudio tuvo como objetivo asociar el DSS, en el contexto de las condicio- nes socioeconómicas, el seguimiento por el servicio de salud y los aspectos relacionados con la salud bucal de los niños atendidos en las Unidades Básicas de Salud (UBS) de un municipio de Ceará. Se trata de un estudio observacional, analítico, transversal con enfo- que cuantitativo, realizado con niños y sus madres en Acarape ­ CE. Después del consen- timiento, completaron un cuestionario. Los datos fueron analizados. De las 70 madres, 87,14% y 90,00% tenían edad menor o igual a 30 años e ingresos hasta un salario mínimo, respectivamente. De los 70 niños, al 87,14% se les limpió los dientes/encías por sus pa- dres o tutores. Del total, el 94,29% nunca realizó atención odontológica. Hubo una aso- ciación significativa entre la madre con educación superior a la primaria incompleta y la limpieza de los dientes/encías del niño con cepillo y pasta dental. Se encontró una asoci- ación significativa entre el niño que come galletas dulces/rellenas, no consume gaseosas y usa cepillo de dientes y dentífrico para la higiene bucal. Se concluyó que los niños eran monitoreados periódicamente en la UBS; sin embargo, este servicio no estaba relacionado con el cuidado dental. A pesar de la ausencia de este tipo de seguimiento y del consumo de alimentos cariogénicos, las madres se preocupan por la salud bucal de sus hijos, reali- zando la limpieza de la cavidad bucal diariamente, con medios adecuados.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Higiene Bucal/instrumentação , Cariogênicos/análise , Cuidado da Criança/provisão & distribuição , Sistema Único de Saúde , Doces , Estudos Transversais/métodos , Assistência Odontológica/instrumentação , Acessibilidade aos Serviços de Saúde , Mães
14.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 829-842, Maio-Ago. 2023.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1424975

RESUMO

A Atenção Primária à Saúde (APS), definida a partir da Declaração de Alma- Ata, e, identificada mundialmente como uma estratégia de organização dos serviços de saúde, caracteriza-se como o primeiro nível de contato dos indivíduos, da família e da comunidade com o sistema nacional de saúde. Este trabalho constitui um relato de experiência desenvolvido a partir de uma atividade teórico-prática, que se propôs a analisar os atributos e os processos de trabalho da Atenção Primária à Saúde no contexto de uma Unidade de Saúde da Família (USF), no município de Foz do Iguaçu-PR, com o objetivo de relacionar a teoria com a prática, por meio de questionários, elaborados com base na literatura e, aplicado aos profissionais e usuários do sistema de saúde. Ademais, contou com a observação da rotina do processo de trabalho na unidade. A vivência oportunizou a identificação dos desafios e fragilidades referentes aos atributos da APS e dos elementos constituintes do processo de trabalho em saúde. Por fim, conclui-se que, no cotidiano dos serviços, a APS enfrenta muitas dificuldades em se estabelecer como previsto na literatura e, por isso, faz-se premente a participação social para sua efetivação e consagração como primeiro nível de contato com o sistema de saúde.


Primary Health Care (PHC), defined from the Declaration of Alma-Ata, and identified worldwide as a strategy for organizing health services, is characterized as the first level of contact of individuals, family and community with the national health system. This paper is an experience report developed from a theoretical-practical activity, which proposed to analyze the attributes and work processes of Primary Health Care in the context of a Family Health Unit (USF) in the municipality of Foz do Iguaçu-PR, with the objective of relating theory to practice, through questionnaires, prepared based on the literature and applied to professionals and users of the health system. In addition, there was observation of the routine of the work process in the unit. The experience made it possible to identify the challenges and weaknesses related to the attributes of PHC and the constituent elements of the health work process. Finally, it is concluded that, in the daily life of services, PHC faces many difficulties in establishing itself as predicted in the literature and, therefore, social participation is necessary for its effectiveness and consecration as the first level of contact with the health system.


La Atención Primaria de Salud (APS), definida a partir de la Declaración de Alma-Ata, e identificada mundialmente como una estrategia de organización de los servicios de salud, se caracteriza por ser el primer nivel de contacto de los individuos, la familia y la comunidad con el sistema nacional de salud. Este trabajo es un relato de experiencia desarrollado a partir de una actividad teórico-práctica, que se propuso analizar los atributos y procesos de trabajo de la Atención Primaria de Salud en el contexto de una Unidad de Salud de la Familia (USF) en el municipio de Foz do Iguaçu- PR, con el objetivo de relacionar la teoría con la práctica, a través de cuestionarios, elaborados con base en la literatura y aplicados a profesionales y usuarios del sistema de salud. Además, hubo observación de la rutina del proceso de trabajo en la unidad. La experiencia permitió identificar los desafíos y debilidades relacionados con los atributos de la APS y los elementos constitutivos del proceso de trabajo en salud. Finalmente, se concluye que, en el día a día de los servicios, la APS enfrenta muchas dificultades para establecerse como predice la literatura y, por lo tanto, es necesaria la participación social para su eficacia y consagración como primer nivel de contacto con el sistema de salud. PALABRAS CLAVE: Atención Primaria de Salud; Sistema Único de Salud; Políticas de Salud.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Estudantes de Medicina , Saúde da Família/educação , Sistema Único de Saúde , Estratégias de Saúde , Acolhimento , Sistemas Nacionais de Saúde , Relatos de Casos como Assunto , Visita Domiciliar
15.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 901-916, Maio-Ago. 2023.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1425136

RESUMO

O objetivo desse estudo foi descrever a produção dos atendimentos oferecidos aos pacientes com necessidades especiais nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) da Paraíba (Brasil) e sua relação com o cumprimento das metas de produtividade, entre o período de 2019 e 2022. Trata-se de um estudo descritivo e ecológico em que foram coletados dados secundários do Sistema de Informações Ambulatoriais do SUS (SIA/SUS), através da captação da produção ambulatorial individualizada (BPA-I), por meio da ferramenta TabWin, dos 98 CEO operantes na Paraíba. Realizou-se análise descritiva e analítica, por meio dos testes Qui-Quadrado de Pearson e Exato de Fisher entre a variável dependente "alcance da meta" e a variável independente "adesão à Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência (RCPD)". Em todos os anos, a porcentagem de CEO cumpridores da meta (15,3% em 2019; 1% em 2020; 12,2% em 2021; e 11,2% em 2022) foi substancialmente menor que os números expressados por aqueles que não alcançaram a produção mínima. Os resultados também apontaram maior realização de procedimentos restauradores (29,6% em 2019; 28,6% em 2020; 32,7% em 2021; e 37,8% em 2022) em detrimento aos periodontais, cirúrgicos e preventivos. No que concerne a estar aderido à RCPD, no ano de 2022, 90,9% dos CEO que alcançaram a meta estavam aderidos à Rede (p<0,05). Concluiu-se que uma baixa frequência de CEO alcançou o cumprimento da meta de produtividade da especialidade de Odontologia para Pacientes com Necessidades Especiais nos CEO. No entanto, a adesão à RCPD manifestou-se como elemento influenciador para aqueles que cumpriram suas metas mensais e anuais.


The objective of this study was to describe the production of care provided to special needs patients in the Dental Specialties Centers (CEO) of Paraíba (Brazil) and its relationship with the achievement of productivity goals, between the period 2019 and 2022. This is a descriptive and ecological study in which secondary data were collected from the SUS Outpatient Information System (SIA/SUS), by capturing the individualized outpatient production (BPA-I), through the TabWin tool, of the 98 operating CEOs in Paraíba. We carried out descriptive and analytical analysis, using Pearson's Chi-square and Fisher's Exact tests between the dependent variable "goal attainment" and the independent variable "adherence to the Care Network for People with Disabilities (RCPD)". In all years, the percentage of CEOs meeting the goal (15.3% in 2019; 1% in 2020; 12.2% in 2021; and 11.2% in 2022) was substantially lower than the numbers expressed by those who did not meet the minimum output. The results also indicated greater performance of restorative procedures (29.6% in 2019; 28.6% in 2020; 32.7% in 2021; and 37.8% in 2022) to the detriment of periodontal, surgical, and preventive procedures. Regarding being adhered to the RCPD, in the year 2022, 90.9% of the CEOs who reached the goal were adhered to the Network (p<0.05). It was concluded that a low frequency of CEOs achieved compliance with the productivity target of the specialty of Dentistry for Special Needs Patients in CEOs. However, adherence to the RCPD manifested itself as an influential element for those who met their monthly and annual goals.


El objetivo de este estudio fue describir la producción de la atención prestada a pacientes con necesidades especiales en los Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) de Paraíba (Brasil) y su relación con el alcance de las metas de productividad, entre el período de 2019 y 2022. Se trata de un estudio descriptivo y ecológico en el que se recogieron datos secundarios del Sistema de Información Ambulatoria del SUS (SIA/SUS), mediante la captura de la producción ambulatoria individualizada (BPA-I), a través de la herramienta TabWin, de los 98 CEOs en funcionamiento en Paraíba. Se realizaron análisis descriptivos y analíticos, utilizando las pruebas Chi-cuadrado de Pearson y Exacta de Fisher entre la variable dependiente "cumplimiento de metas" y la variable independiente "adhesión a la Red de Atención a Personas con Discapacidad (RCPD)". En todos los años, el porcentaje de directores generales que cumplieron el objetivo (15,3% en 2019; 1% en 2020; 12,2% en 2021; y 11,2% en 2022) fue sustancialmente inferior a las cifras expresadas por los que no alcanzaron el rendimiento mínimo. Los resultados también indicaron una mayor realización de procedimientos restauradores (29,6% en 2019; 28,6% en 2020; 32,7% en 2021; y 37,8% en 2022) en detrimento de los procedimientos periodontales, quirúrgicos y preventivos. Respecto a estar adherido a la RCPD, en el año 2022, el 90,9% de los CEOs que alcanzaron el objetivo estaban adheridos a la Red (p<0,05). Se concluyó que una baja frecuencia de CEOs alcanzó el cumplimiento de la meta de productividad de la especialidad de Odontología para Pacientes con Necesidades Especiales en CEOs. Sin embargo, la adhesión al RCPD se manifestó como un elemento influyente para aquellos que cumplieron sus objetivos mensuales y anuales.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Assistência Odontológica/organização & administração , Pessoas com Deficiência/educação , Serviços de Saúde Bucal/organização & administração , Sistema Único de Saúde , Atenção Secundária à Saúde/organização & administração , Odontologia/organização & administração , Assistência Ambulatorial/organização & administração
16.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 979-995, Maio-Ago. 2023.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1425164

RESUMO

Objetivo: Essa pesquisa teve como objetivo determinar o perfil clínico, epidemiológico e espacial daLeishmaniose Visceral, bem como, sua associação com o desmatamento nos municípios pertencentesao 12º centro regional de saúde no Sudeste do Estado do Pará, Brasil de 2016 a 2020. Método: Trata-se de um estudo analítico ecológico, realizado com dados provenientes de 15 municípios do 12º Centro Regional de Saúde, obtidos por meio do banco de dados do Data-SUS-TABNET, através do SINAN. Resultados: Para o período do estudo foram notificados 415 casos de LV nos municípios analisados, o que correspondeu a uma média anual de 83 casos. O ano com maior número de notifi- cações foi 2017, apresentando 34,7%, sendo o município de Redenção com o maior número de casos.Conclusões: Portanto, há necessidade de ampliação das medidas de controle e vigilância da LV, comfoco na notificação de casos, a fim de realizar a obtenção do panorama fidedigno da LV e elaborar estratégias mais assertivas para seu controle e mitigação.


Objective: This research aimed to determine the clinical, epidemiological and spatial profile of Vis- ceral Leishmaniasis, as well as its association with deforestation in the municipalities belonging to the 12th regional health center in the Southeast of Pará State, Brazil from 2016 to 2020. Method: Thisis an ecological analytical study, conducted with data from 15 municipalities of the 12th Regional Health Center, obtained through the Data-SUS-TABNET database, through SINAN. Results: For thestudy period, 415 cases of VL were reported in the analyzed municipalities, corresponding to an an-nual average of 83 cases. The year with the highest number of notifications was 2017, present- ing 34.7%, being the municipality of Redenção with the highest number of cases. Conclu- sion: Therefore,there is a need to expand VL control and surveillance measures, focusing on the notification of casesin order to obtain a reliable picture of VL and develop more assertive strategies for its control and mitigation.


Objetivo: Esta investigación tuvo como objetivo determinar el perfil clínico, epidemiológico y espacial de la Leishmaniasis Visceral, así como su asociación con la deforestación en municipios pertenecientes al 12º Centro Regional de Salud del Sudeste del Estado de Pará, Brasil, de 2016 a 2020. Método: Trata-se de um estudo analítico ecológico, realizado com dados provenientes de 15 municípios do 12º Centro Regional de Saúde, obtidos por meio do banco de dados do Data-SUS-TABNET, através do SINAN. Resultados: Durante el período de estudio, fueron notificados 415 casos de LV en los municipios analizados, correspondiendo a una media anual de 83 casos. El año con mayor número de notificaciones fue 2017, 34,7%, y el municipio de Redenção presentó el mayor número de casos. Conclusiones: Por lo tanto, es necesario ampliar las medidas de control y vigilancia de la LV, centrándose en la notificación de casos con el fin de obtener una imagen fiable de la LV y desarrollar estrategias más asertivas para su control y mitigación.


Assuntos
Masculino , Feminino , Pré-Escolar , Criança , Adolescente , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Vigilância Sanitária/estatística & dados numéricos , Estudos Clínicos como Assunto/métodos , Leishmaniose Visceral/epidemiologia , Sistema Único de Saúde , Estratégias de Saúde , Notificação/estatística & dados numéricos , Análise Espacial , Saúde Única/estatística & dados numéricos
17.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 967-978, Maio-Ago. 2023.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1425162

RESUMO

Objetivos: compreender as dificuldades enfrentadas pelos profissionais de saúde para o atendimento de casos de urgências/emergências em unidades básica de saúde e identificar as proposições de resolubilidade. Métodos: Pesquisa qualitativa, realizada com dez profissionais de saúde, em uma unidade básica de saúde do interior paulista. As entrevistas foram transcritas e analisadas utilizando-se a estratégia metodológica do Discurso do Sujeito Coletivo. Resultados: As dificuldades foram atreladas a fatores como despreparo da equipe, falta de infraestrutura, insumos e equipamentos, carência de profissional médico, pouca aproximação das unidades básicas de saúde com o setor de emergência hospitalar e escasso investimento do município para realização desses atendimentos. As proposições de melhorias destacaram a necessidade de capacitação dos profissionais de saúde, investimentos em recursos materiais e equipamentos, permanência de médico em período integral no serviço, implantação de protocolos de atendimento e empenho dos gestores. Conclusão: Os discursos evidenciaram que o serviço não tem condições de atender casos de urgência/emergência, em virtude do despreparo da equipe e da falta de recursos humanos e materiais. Além disso, não é prioridade do município oferecer condições mínimas para a realização deste atendimento nas unidades básicas de saúde, para que sejam integrantes da rede de atenção de Atenção às Urgências no Sistema Único de Saúde.


Objective: understand the difficulties health professionals face in urgency/emergency care at primary health care units and identify the propositions of problem-solving ability. Methods: Qualitative research, conducted with ten health professionals at a primary health care unit in the interior of São Paulo. The interviews were transcribed and analyzed using the methodological strategy of the collective subject discourse. Results: The difficulties were linked to factors such as unpreparedness of the team, lack of infrastructure, supplies and equipment, lack of medical professional, little cooperation between the primary health care units and the hospital emergency sector and scarce investment of the municipality to carry out these services. The proposals for improvements highlighted the need for training of health professionals, investments in material resources and equipment, full-time presence of physician at the service, implementation of care protocols and commitment of managers. Conclusion: The discourse showed that the service is not able to attend urgency/emergency cases, due to the unpreparedness of the team and the lack of human and material resources. In addition, the municipality does not prioritize the supply of minimum conditions for this care in primary health care units to make them part of the emergency care network in the Unified Health System.


Objetivo: comprender las dificultades enfrentadas por los profesionales de salud para la atención de casos de Urgencias/Emergencias en unidades básicas de salud e identificar las proposiciones de resolubilidad. Métodos: Investigación cualitativa, desarrollada con diez profesionales de salud, en una unidad básica de salud del interior paulista. Las entrevistas fueron transcritas y analizadas utilizando la estrategia metodológica del Discurso del Sujeto Colectivo. Resultados: Las dificultades fueron ligadas a factores como la falta de preparación del equipo, falta de infraestructura, insumos y equipamientos, carencia de profesional médico, poca aproximación de las unidades básicas de salud con el sector de emergencia hospitalaria y escasa inversión del municipio para realizar esas atenciones. Las propuestas de mejorías destacaron la necesidad de capacitación de los profesionales de salud, inversiones en recursos materiales y equipamientos, permanencia de médico a tiempo completo en el servicio, implantación de protocolos de atención y empeño de los gestores. Conclusión: Los discursos evidenciaron que el servicio no tiene condiciones de atender casos de urgencia/emergencia, en virtud de la falta de preparación del equipo y de la falta de recursos humanos y materiales. Además, no es prioridad del municipio ofrecer condiciones mínimas para la realización de esta atención en las unidades básicas de salud, para que sean integrantes de la red de atención de atención a las urgencias en el Sistema Único de Salud.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Centros de Saúde , Serviços Médicos de Emergência/organização & administração , Recursos em Saúde/provisão & distribuição , Médicos/provisão & distribuição , Atenção Primária à Saúde/organização & administração , Sistema Único de Saúde , Recursos Humanos/organização & administração , Capacitação Profissional , Assistência Ambulatorial/organização & administração
18.
Psicol. rev ; 32(2): 435-458, 31/12/2023.
Artigo em Português | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1552385

RESUMO

Trata-se de um relato de experiência sobre a prática de estágio curricular em psicologia realizado em um ambulatório de especialidades em um hospital geral, vinculado ao Sistema Único de Saúde. O objetivo deste artigo é apresentar reflexões sobre a prática de estágio curricular na ênfase de promoção e prevenção à saúde, a partir de um relato de experiência. Num primeiro momento, apresenta-se um delineamento histórico sobre a formação do que se conhece hoje como ambulatório em saúde mental e, posteriormente, são apresentados alguns dispositivos que podem embasar a prática do psicólogo neste contexto, fundamentados na interação entre saberes trabalhados na formação em psicologia. Os resultados apontam para a necessidade das reflexões sobre as práticas que têm sido realizadas no campo ambulatorial ­ tendo em vista a necessidade de se atualizarem as definições técnicas sobre a atuação do psicólogo nessa área ­, assim como a necessidade da criação de critérios que avaliem os métodos utilizados pelos psicólogos. Dessa forma, se constata a necessidade de atualização do ensino em psicologia e da prática profissional no atendimento em saúde mental. (AU)


This paper describes a Psychology curricular internship experience at a specialty clinic managed by the Brazilian Public Health System. The goal of this paper is to discuss the practice of curricular internship required by the curricular emphasis on health promotion and prevention, based on expe-rience report. Initially, the paper explores the historical constitution of what is currently known as mental health clinic. Then, we present some tools that may support the psychologist's practice in this context, based on the interac-tion between the distinct knowledges which students must acquire to obtain a Psychology degree. The results show a need to reflect on the practices that are currently being carried out in mental health clinics ­ given the necessity to update the technical definitions that guide psychologists' work in this field ­ as well as a need to specify criteria for the evaluation of the methods employed by psychologists. Thus, we see that there is a need to update teaching in Psychology and professional practices in the field of mental health. (AU)


Este artículo presenta un relato de experiencia sobre la pasantía curricular realizada en un ambulatorio de especialidades vinculado al Sistema Único de Salud. Tiene el fin de presentar reflexiones sobre la pasantía con énfasis en la promoción a la salud y prevención basado en un informe de experiencia. En un primer momento, el artículo presenta un diseño histórico sobre la formación de lo que hoy se conoce como ambulatorio de salud mental y, posteriormente, se presentan algunos dispositivos que pueden apoyar la práctica del psicólogo en este contexto, a partir de la interacción entre conocimientos trabajados en la formación en psicología. Los resultados apuntan la necesidad de reflexionar sobre las prácticas que se han realizado en el ámbito ambulatorio - ante la necesidad de actualizar las definiciones técnicas sobre el desempeño del psicó-logo en esta área - así como la necesidad de generar criterios que evalúen las metodologías utilizadas por los psicólogos. Por lo tanto, queda evidente la necesidad de actualizar la docencia en psicología y la práctica profesional en el cuidado de la salud mental. (AU)


Assuntos
Humanos , Psicologia/educação , Estudantes de Ciências da Saúde , Serviços de Saúde Mental , Ambulatório Hospitalar , Sistema Único de Saúde , Promoção da Saúde
19.
Vive (El Alto) ; 6(18): 934-947, dic. 2023.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: biblio-1530581

RESUMO

En la actualidad, aunque las tasas de malnutrición que afectan a los pueblos indígenas y a las zonas de bajos ingresos han disminuido en un 33,8%, América Latina sigue registrando niveles alarmantes de malnutrición, especialmente a nivel infantil. En el caso de Perú en particular, urge estudiar el impacto del presupuesto sanitario en la dinámica de la desnutrición infantil. Objetivo. Analizar la incidencia del presupuesto de salud pública en la reducción de la desnutrición infantil en Perú durante las dos últimas décadas. Metodología. Revisión narrativa acerca del impacto de los presupuestos de salud pública en la desnutrición. Dentro de busqueda se consideraron bases de datos como Scopus, Web of Science, Scielo, Redalyc, Latindex y Google Scholar desde el 2019 a 2023. Considerando con ecuación health budget" OR "chronic child malnutrition", "government spending" con la función booleana AND como parámetros de búsqueda para el campo "topic" para encontrar documentos que también trataran sobre "malnutrition" OR "chronic child malnutrition" OR "child malnutrition". Resultados. Se identificaron 57 fuente, se excluyeron 4 artículos por duplicidad y 37 por falta de información, dando como resultando un total de 16 artículos a considerar en este análisis. Conclusión. Se puede concluir que existe una relación significativa entre el aumento del presupuesto público en salud y la disminución de la desnutrición infantil a nivel nacional. La literatura existente destaca que a medida que se incrementa la asignación presupuestaria en el ámbito de la salud, se observa una reducción correspondiente en las tasas de desnutrición.


Currently, although malnutrition rates affecting indigenous peoples and low-income areas have decreased by 33.8%, Latin America continues to register alarming levels of malnutrition, especially at the child level. In the case of Peru in particular, there is an urgent need to study the impact of the health budget on the dynamics of child malnutrition. Objective. To analyze the impact of the public health budget on the reduction of child malnutrition in Peru during the last two decades. Methodology. Narrative review of the impact of public health budgets on malnutrition. Within the search, databases such as Scopus, Web of Science, Scielo, Redalyc, Latindex and Google Scholar from 2019 to 2023 were considered. Considering with equation health budget" OR "chronic child malnutrition", "government spending" with the Boolean function AND as search parameters for the field "topic" to find documents that also dealt with "malnutrition" OR "chronic child malnutrition" OR "child malnutrition". Results. Fifty-seven sources were identified, 4 articles were excluded due to duplicity and 37 due to lack of information, resulting in a total of 16 articles to be considered in this analysis. Conclusion. It can be concluded that there is a significant relationship between the increase in the public health budget and the decrease in child malnutrition at the national level. The existing literature highlights that as the health budget allocation increases, a corresponding reduction in malnutrition rates is observed.


Atualmente, embora as taxas de desnutrição que afetam os povos indígenas e as áreas de baixa renda tenham diminuído em 33,8%, a América Latina continua a registrar níveis alarmantes de desnutrição, especialmente no nível infantil. No caso do Peru, em particular, há uma necessidade urgente de estudar o impacto do orçamento da saúde na dinâmica da desnutrição infantil. Objetivo. Analisar o impacto do orçamento da saúde pública na redução da desnutrição infantil no Peru nas últimas duas décadas. Metodologia. Revisão narrativa do impacto dos orçamentos públicos de saúde sobre a desnutrição. Bases de dados como Scopus, Web of Science, Scielo, Redalyc, Latindex e Google Scholar de 2019 a 2023 foram consideradas na pesquisa. Considerando com equação "health budget" OR "chronic child malnutrition", "government spending" com a função booleana AND como parâmetros de pesquisa para o campo "topic" para encontrar documentos que também tratassem de "malnutrition" OR "chronic child malnutrition" OR "child malnutrition". Resultados. Foram identificadas 57 fontes, 4 artigos foram excluídos devido à duplicação e 37 devido à falta de informações, resultando em um total de 16 artigos a serem considerados nesta análise. Conclusão. Pode-se concluir que existe uma relação significativa entre o aumento do orçamento da saúde pública e a redução da desnutrição infantil em nível nacional. A literatura existente destaca que, à medida que a alocação do orçamento de saúde aumenta, observa-se uma redução correspondente nas taxas de desnutrição.


Assuntos
Sistema Único de Saúde
20.
RECIIS (Online) ; 17(4): 751-756, out.-dez. 2023.
Artigo em Português | LILACS, Coleciona SUS (Brasil) | ID: biblio-1531176

RESUMO

A pandemia de covid-19 demonstrou a relevância da comunicação pública da saúde e da ciência, mas também evidenciou suas fragilidades. No Brasil, como em outras partes do mundo, a desinformação foi institucionalizada, com grave impacto na saúde dos cidadãos. Após a pandemia, coloca-se o desafio de estruturar políticas públicas de comunicação para combater a desinformação e de fortalecer a carreira de comunicador público como suporte a essas políticas. A mobilização de organizações da sociedade civil ligadas ao tema produziu um projeto de Lei Geral da Comunicação Pública que tramita na Câmara dos Deputados. Também permitiu incluir o estabelecimento de uma política de comunicação para o Sistema Único de Saúde entre as diretrizes aprovadas pela 17ª Conferência Nacional de Saúde


The covid-19 pandemic demonstrated the relevance of public health and science communication, but also highlighted its weaknesses. In Brazil, as in other parts of the world, disinformation has been institutionalized, with a serious impact on the health of citizens. After the pandemic, there is a challenge of structuring public communication policies to combat disinformation and to strengthen the career of public communicator to support these policies. The mobilization of civil society organizations linked to these issues produced a public communication bill which is currently discussed in the Chamber of Deputies. It also made it possible to include the establishment of a communication policy for the Unified Health System among the guidelines approved by the 17th National Health Conference


La pandemia de covid-19 demostró la relevancia de la comunicación pública de la salud y de la ciencia, pero también puso de relieve sus debilidades. En Brasil, como en otras partes del mundo, la desinformación ha sido institucionalizada, con un grave impacto en la salud de los ciudadanos. Después de la pandemia, queda el desafío de estructurar políticas públicas de comunicación para combatir la desinformación y también de estructurar la carrera de comunicador público para apoyar estas políticas. La movilización de organizaciones de la sociedad civil vinculadas al tema ha producido un proyecto de Ley General de Comunicación Pública que se encuentra en trámite en la Cámara de Diputados. También permitió incluir el establecimiento de una política de comunicación para el Sistema Único de Salud entre las directrices aprobadas por la XVII Conferencia Nacional de Salud


Assuntos
Humanos , Sistema Único de Saúde , Comunicação , COVID-19 , Desinformação , Política Pública , Acesso à Informação
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA