Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Autonomy for obstetric nurse on low-risk childbirth care / Autonomia do enfermeiro obstetra na assistência ao parto de risco habitual

Santos, Flávia Andréia Pereira Soares dos; Enders, Bertha Cruz; Brito, Rosineide Santana de; Farias, Pedro Henrique Silva de; Teixeira, Gracimary Alves; Dantas, Dândara Nayara Azevêdo; Medeiros, Sonaira Larissa Varela de; Rocha, Adriana Souza da Silva.
Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online); 19(2): 471-479, Apr.-June 2019.
Inglês | LILACS | ID: biblio-1013142

RESUMO OBJETIVOS:

compreender o contexto cultural da instituição hospitalar e sua relação com a prática autônoma do enfermeiro obstetra na assistência ao parto de risco habitual.

MÉTODOS:

pesquisa etnográfica desenvolvida em três maternidades públicas do Estado do Rio Grande do Norte, Brasil, com três gestores e 23 enfermeiros obstetras.

RESULTADOS:

diferentes aspectos de ordem cultural, organizacional e estrutural da instituição hospitalar interferem diretamente na prática autônoma do enfermeiro obstetra. Dentre estes aspectos, a valorização profissional na assistência ao parto de risco habitual contribui para a autonomia do profissional em questão.

CONCLUSÕES:

constatou-se que o enfermeiro obstetra vivencia distintos contextos de atuação, os quais interferem diretamente na sua autonomia na assistência ao parto de risco habitual e no seu poder de decisão. Faz-se necessário, então, desvencilhar-se das relações de domínio e submissão, ainda impostas pela hegemonia médica.
Biblioteca responsável: BR663.1