Your browser doesn't support javascript.

Biblioteca Virtual em Saúde

BVS - Literatura Científico-Técnica

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Programa mais médicos e diretrizes curriculares nacionais: avanços e fortalecimento do sistema de saúde / More doctors program and national syllabus guidelines: improvements and stengthening of the health system / Programa máis médicos y directrices curriculares nacionales: avances y fortalecimiento del sistema de salud

Oliveira, Felipe Proenço de; Santos, Leonor Maria Pacheco; Shimizu, Helena Eri.
Trab. educ. saúde; 17(1): e0018415, 2019. tab, graf
Português | LILACS | ID: biblio-986155
Resumo Há iniciativas, em diversos países, de adequar a formação médica às necessidades dos sistemas de saúde. No Brasil, o Programa Mais Médicos introduziu as modificações mais recentes estabelecendo um novo marco regulatório na formação médica exposto nas novas Diretrizes Curriculares Nacionais, enfatizando o desenvolvimento de capacidades profissionais na atenção básica. Neste estudo, buscou-se analisar as representações sociais de estudantes de medicina sobre o trabalho na atenção básica no contexto de implantação das referidas diretrizes. Para tanto, 149 estudantes de medicina de cursos públicos 'tradicionais' e 'novos' da Região Nordeste responderam a um questionário sociodemográfico e a um roteiro de evocação livre no segundo semestre de 2017. Os resultados demonstram um perfil de estudantes correspondente à 'primeira geração universitária' nas escolas 'novas'. Nestas escolas, as representações sociais dos estudantes de medicina são mais condizentes com as novas diretrizes, com destaque para a evocação de termos como 'vínculo', 'responsabilidade' e 'comunidade'. Nas escolas 'tradicionais', os termos mais destacados foram 'desvalorizado' e 'precariedade', sugerindo uma vivência insuficiente destes estudantes na atenção básica. Espera-se que as experiências inovadoras analisadas possam ser multiplicadas e aprofundadas na radicalidade necessária para o fortalecimento do Sistema Único de Saúde em uma formação de acordo com as necessidades sociais.
Biblioteca responsável: BR15.3
Localização: BR15.3