Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 8 de 8
Filtrar
4.
Rev. méd. Minas Gerais ; 20(4 supl.3): 44-51, out.-dez.2010. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-795502

RESUMO

A Bronquiolite obliterante pós-infecciosa (BOPI) é caracterizada por obstrução crônica do fluxo aéreo associada à lesão inflamatória das pequenas vias aéreas, que se manifesta clinicamente pela persistência de sintomas como taquipnéia, sibilância, tosse e hipoxemia por mais de 2 meses após um episodio de bronquiolite viral aguda (BVA) e/ou pneumonia viral. A BOPI não é tão rara, já que 10% dos lactentes podem ter BVA e1% deles podem evoluir para BOPI. Descrevemos o caso de um paciente com história típica, mas com diagnóstico tardio e elevada morbidade. Os resultados dos exames laboratoriais e de imagem são aqui apresentados. A evolução desse caso ratifica a importância de investigação apropriada da criança com doença obstrutiva crônica. Para se reduzir a potencial morbidade e melhorar a qualidade de vida dos pacientes com BOPI, são necessários a suspeita e o diagnóstico mais precoce por parte do pediatra e o acompanhamento multidisciplinar...


Post-infectious Bronquiolitis Obliterans (PIBO) is characterized by chronic airflowobstruction associate to inflammatory injury of small airways, clinically suspected by the persistence of symptoms such as tachypnea, wheezing, cough and hypoxaemia for morethan 2 months after an episode of acute viral bronquiolitis (AVB) and/or viral pneumonia.PIBO is not so rare, since 10% of infants may have AVB and 1% of them may developBOPI. We describe the case of a patient with a typical history of PIBO, but with delayed diagnosis and high morbidity. Results of the laboratorial exams and image are presented in this study. The evolution of this case emphasizes the importance of appropriate investigation of chronic obstructive illness in children. It is necessary to stimulate early suspicionand diagnosis by pediatricians and follow-up by a multidisciplinary team, in order to decrease potential morbidity and improve quality of life of these patients...


Assuntos
Humanos , Masculino , Criança , Bronquiolite Obliterante/diagnóstico , Bronquiolite Obliterante/terapia , Bronquiolite Obliterante/cirurgia , Bronquiolite Obliterante/tratamento farmacológico , Diagnóstico Precoce , Radiografia Torácica , Tomografia Computadorizada por Raios X
5.
Rev. méd. Minas Gerais ; 16(1,supl.2): 83-89, set. 2006.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-754732

RESUMO

Introdução: A importância social e econômica da Doença Renal Crônica (DRC) e a complexidade do aparato institucional e tecnológico necessário à atenção aos pacientes nos remetem ao desafio que envolve a definição de uma política de atenção especialmente voltada aos portadores de DRC no Brasil. O objetivo deste trabalho foi realizar um levantamento da evolução histórica das técnicas e dos equipamentos utilizados nas modalidades de Terapias Renais Substitutivas (TRS), e seu processo de incorporação, processo esse que foi relacionado à formulação e implementação de políticas de saúde voltadas ao portador de DRC no país. Método: Foram realizadas buscas de artigos sobre a difusão das TRS, publicados em periódicos da área médica, no Brasil e no exterior, em sítios na Internet e em livros. Resultado e Discussão: Desde a introdução das primeiras técnicas e equipamentos utilizados em diálise e transplante renal no mundo, o Brasil tem sido classificado como país seguidor no processo de inovações tecnológicas em TRS. Assim, a primeira hemodiálise foi realizada em 1949, e o primeiro transplante renal, em 1965. Um fato relevante desse processo é a discrepância existente entre as velocidades de difusão da diálise e do transplante renal, que, provavelmente, deve-se mais a fatores políticos e institucionais do que a econômicos e tecnológicos. Conclusão: Em que pese, no Brasil, seja curto o lag temporal de incorporação de novas técnicas e equipamentos relacionados às diálises e aos transplantes, uma vez incorporadas, tais tecnologias passam a concentrar-se nas regiões Sul e Sudeste. Nesse sentido, é necessário que a política ao portador de DRC garanta tanto a integralidade do cuidado quanto a eqüidade no acesso ao transplante renal.


Introduction: The social and economic importance of Chronic Renal Failure - CRF, and the institutional and technological apparatus complexity necessary to users care, remit us to the challenge that involves the defini- tions of a Health Policy especially directed to CRF patients, The aim of this study was to describe the historical evolution of techniques and equipments used in Renal Replacernenr Therapies (RRT) modalities and their incorporation process in Brazil. This historical process was related to the development of CRF patients Health Policies Methods: It was realize a research about TRS dif- fusion, studies published in medicals periodics, internet sites and books, in Brazil and other countries. Results and discussion: Since the introduction of the first tech- niques and equipments used in dialysis and renal trans- plant, Brazil has been classified as a follower country in the TRS technological innovation world context, However, the temporal lag of this techniques and equipments incorporation hasn't been longo 50, the national first dialysis was realized in 1949, and the first renal transplant in 1965. A relevant fact of this process is the gap that exists between the dialysis and renal transplant diffusion speed, rhar probably is due to institutional and poli- tics factors more than economic and technological ones. Condusion: The CRF patients Health Policy needs to assure both, the integrality of care, and the equity for transplant renal access.


Assuntos
Humanos , Insuficiência Renal Crônica/cirurgia , Insuficiência Renal Crônica/economia , Política de Saúde , Brasil , Diálise Renal , Transplante de Rim/economia
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA