Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 365
Filtrar
Mais filtros

Intervalo de ano de publicação
1.
Espaç. saúde (Online) ; 22(1): [ 774], 2021.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1284274

RESUMO

A consolidação do SUS demanda a democratização das relações. Contudo, nos seus 30 anos, tem sido marcante a separação entre gestão e atenção à saúde. Assim, objetivou-se conhecer como os artigos científicos abordam a gestão em saúde no SUS. Realizou-se revisão integrativa de literatura nas bases de dados Scielo e PePSIC com os descritores "gestão em saúde", "cogestão", e "gestão participativa", resultando em 16 artigos. Seguiu-se com análise de conteúdo temática, possibilitando as seguintes categorias: "concepções sobre gestão em saúde no SUS", "dificuldades para gestão em saúde", "potencialidades da gestão em saúde" e "propostas para gestão em saúde". Conclui-se que é preciso aproximar os atores sociais dos processos de gestão e considerar aspectos como afetividade e subjetividade neste contexto, possibilitando que trabalhadores, gestores e usuários ­ todos operadores do SUS ­ se reconheçam na produção de saúde.


Assuntos
Organização e Administração , Gestão em Saúde , Categorias de Trabalhadores , Pessoal de Operação , Conhecimento , Literatura
2.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 29: e3398, 2021. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF | ID: biblio-1150005

RESUMO

Objective: to analyze how the social isolation measures and closed borders affected the health and economy in an international border region. Method: descriptive cross-sectional study conducted in the western region of Paraná, Brazil, using an electronic form created using Google® forms. A sample of 2,510 people was addressed. Descriptive analysis and the Chi-square test were performed, with a level of significance established at 5%. This public opinion survey, addressing unidentified participants, is in accordance with Resolutions 466/2012 and 510/2016. Results: the participants were 41.5 years old on average, most were women and worked in the education sector; 41.9% reported that the closing of borders/commercial businesses negatively influenced income; 17.7% reported the possibility of losing their jobs; 89.0% consider that a larger number of people would be sick if the borders/commercial had not been closed; 63.7% believe the health services are not prepared to deal with the pandemic; 74.9% realize that the Brazilian Unified Health System may not have sufficient service capacity; 63.4% reported anxiety; and 75.6% of commercial workers will experience changes in their income level. Conclusion: the closing of international borders and commercial businesses was related to a perception of physical and mental changes, job loss, and decreased income.


Objetivo: analisar como o isolamento social e o fechamento das fronteiras repercutem na saúde e na economia em região de fronteira internacional. Método: estudo descritivo-transversal realizado no Oeste do Paraná, Brasil, por meio do questionário eletrônico Formulários Google®. Foi estudada uma amostra de 2.510 pessoas. Utilizou-se a análise estatística descritiva e o teste qui-quadrado, com nível de significância de 5%. Pesquisa de opinião pública, com participantes não identificados, que atende às Resoluções 466/2012 e 510/2016. Resultados: a média de idade foi de 41,5 anos, a maioria é do sexo feminino e composta por trabalhadores do setor de educação; 41,9% indicam que o fechamento das fronteiras/comércio influenciou negativamente a renda e, para 17,7%, existe a possibilidade de desemprego. Para 89,0%, o número de pessoas adoecidas seria maior caso as fronteiras/comércio não tivessem sido fechadas; 63,7% indicam que os serviços de saúde não estão preparados para enfrentar a pandemia; 74,9% percebem que o Sistema Único de Saúde pode não ter capacidade de atendimento; 63,4% sinalizam ansiedade e 75,6% dos trabalhadores do comércio terão alterações na renda. Conclusão: o fechamento das fronteiras internacionais e do comércio relacionou-se à percepção de alterações físicas e mentais, perda de emprego e de renda.


Objetivo: analizar cómo el aislamiento social y el cierre de las fronteras afectan la salud y la economía en una región fronteriza internacional. Método: estudio descriptivo transversal desarrollado en el occidente de Paraná, Brasil, utilizando el cuestionario electrónico Formularios Google®. Se estudió una muestra de 2.510 personas. Se utilizó análisis estadístico descriptivo, prueba de chi-cuadrado con nivel de significancia del 5%. Encuesta de opinión pública, con participantes no identificados, que cumple con las Resoluciones 466/2012 y 510/2016. Resultados: el promedio de edad fue de 41,5 años, mayoritariamente mujeres y trabajadores del sector educativo; el 41,9% indicó que el cierre de las fronteras/comercio afectó negativamente los ingresos y que, para el 17,7%, existe la posibilidad de desempleo. Para 89,0%, el número de personas enfermas habría sido mayor si las fronteras/comercio no se hubieran cerrado; 63,7% indica que los servicios de salud no están preparados para enfrentar la pandemia; 74,9% percibe que el Sistema Único de Salud puede no ser capaz de brindar atención; 63,4% informó ansiedad; y 75,6% de los trabajadores del comercio tendrán cambios en los ingresos. Conclusión: el cierre de las fronteras internacionales y el comercio se relacionó con la percepción de cambios físicos y mentales, pérdida de empleo e ingresos.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Idoso , Ansiedade , Isolamento Social , Áreas de Fronteira , Adaptação Psicológica , Saúde Pública , Estudos Transversais , Análise Estatística , Inquéritos e Questionários , Infecções por Coronavirus , Afeto , Saúde na Fronteira , Economia , Pandemias , Serviços de Saúde , Categorias de Trabalhadores
3.
Artigo em Português | ColecionaSUS, ECOS | ID: biblio-1152614

RESUMO

Esta Nota Técnica está dividida em oito seções, afora esta introdução. A segunda seção apresenta um retrato do trabalho remoto no país durante os meses de maio até novembro. A terceira seção apresenta a massa de rendimentos normalmente recebida e a efetivamente recebida no país por pessoas em home office. A quarta seção atualiza as estatísticas das pessoas em trabalho remoto conforme a atividade econômica e a formalidade e o setor privado versus o público. A seção 5 expõe o retrato do trabalhador em home office, enquanto a sexta seção destaca características geográficas do trabalho remoto. Já a seção 7 aponta as desigualdades de renda entre as pessoas em trabalho remoto. Por seu turno, a seção 8 destaca o hiato entre o potencial de trabalho remoto e o efetivamente observado no país. Por fim, a última seção traz feitos breves comentários à guisa de conclusão.


Assuntos
Categorias de Trabalhadores , Coronavirus , Infecções por Coronavirus , Pandemias , Renda , Trabalho
4.
Barbarói ; (57): 88-102, jul.-dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1150419

RESUMO

Busca-se realizar uma discussão acerca da Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora (PNSTT), no contexto brasileiro, a partir de uma reflexão sobre o processo de saúde e doença da classe-que-vive-do-trabalho. Para tanto, parte-se do pressuposto teórico que uma política, quando delineada e implementada, pode resultar num processo duplo, produzindo por um lado, personagens sociais e por outro, estabelecendo um domínio de intervenção do Estado. A partir da análise realizada, verificou-se que no âmbito do Sistema Único de Saúde, a atuação é voltada apenas para o tratamento das doenças, invisibilizando os trabalhadores, deixando, assim, de relacionar o processo de trabalho com o adoecimento. Ademais, identificou-se que embora seja uma política com atenção ampla aos trabalhadores, no imaginário social, tem como personagem o trabalhador inserido no mercado formal, que desempenha atividades de risco relacionadas ao "trabalho pesado". Com relação aos limites de atuação do Estado, pode-se observar que agindo apenas com medidas de tratamento, não se assegura a promoção e prevenção da ST. Esse desempenho, por sua vez, leva-nos a concluir que o foco da atenção estatal parece estar direcionado, prioritariamente, para os interesses econômicos do capital.(AU)


It seeks to carry out a discussion about the National Policy for Workers' Health (PNSTT), in the Brazilian context, based on a reflection on the health and illness process of the working-class. Therefore, it is based on the theoretical assumption that a policy, when outlined and implemented, can result in a double process, producing, on the one hand, social characters and, on the other, establishing a domain of State intervention. From the analysis carried out, it was found that, within the scope of the Unified Health System, the work is focused only on the treatment of illnesses, making workers invisible, thus failing to relate the work process with illness. Furthermore, it was identified that although it is a policy with broad attention to workers, in the social imaginary, it has as a character the worker inserted in the formal market, who performs risky activities related to "heavy work". Regarding the limits of the State's performance, it can be observed that, acting only with treatment measures, the promotion and prevention of ST is not ensured. This performance, in turn, leads us to conclude that the focus of state attention seems to be directed, primarily, to the economic interests of capital.(AU)


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Sistema Único de Saúde , Saúde do Trabalhador , Política de Saúde , Mulheres Trabalhadoras , Prevenção de Doenças , Categorias de Trabalhadores
5.
Texto & contexto enferm ; 29: e20190094, Jan.-Dec. 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF | ID: biblio-1145146

RESUMO

ABSTRACT Objective: to identify factors related to harmful alcohol consumption, considering both sociodemographic characteristics and mood states. Method: a quantitative cross-sectional study, carried out with 395 non-teaching workers on a campus of a public university in the interior of the state of São Paulo, from July 2017 to June 2018. Information on the sociodemographic profile, mood state and alcohol use pattern were used. Pearson's Chi Square, Fischer Exact and Logistic Regression Tests were performed for data analysis, using the SPSS statistical program. Results: it was identified that 66% of workers had consumed alcoholic beverages in the last 12 months. Of these, 19% were classified in the range of harmful alcohol consumption. It is noteworthy that 35.2% (n=139) of workers mentioned the use in binge and 26.5% (n=105) consume alcohol two to four times a month. These variables were statistically associated with gender, religion and educational level. In addition, a negative correlation was identified between the AUDIT score and the "fatigue" factor of the mood scale. In the end, it was observed that male individuals and those with less education were more likely to consume alcohol in the harmful pattern. Conclusion: it is suggested the development of health promotion and disease prevention initiatives through health education actions and other psychosocial strategies for welcoming these workers.


RESUMEN Objetivo: identificar factores relacionados con el consumo nocivo de alcohol, considerando tanto características sociodemográficas como estados de ánimo. Método: estudio cuantitativo transversal, realizado con 395 trabajadores no docentes en un campus de una universidad pública del interior del estado de São Paulo, de julio de 2017 a junio de 2018. Se utilizó información sobre el perfil sociodemográfico, el estado de ánimo y el patrón de consumo de alcohol. Se realizaron Pruebas de Chi-cuadrado de Pearson, Regresión Logística y Exacta de Fischer para el análisis de datos, utilizando el programa estadístico SPSS. Resultados: se identificó que el 66% de los trabajadores había consumido bebidas alcohólicas en los últimos 12 meses. De estos, el 19% se clasificó en el rango de consumo nocivo de alcohol. Es de destacar que el 35,2% (n=139) de los trabajadores mencionó el uso binge y el 26,5% (n=105) consumen alcohol de dos a cuatro veces al mes. Además, se identificó una correlación negativa entre la puntuación AUDIT y el factor de "fatiga" de la escala del estado de ánimo. Al final, se observó que los hombres y los que tenían menos educación tenían más probabilidades de consumir alcohol en el patrón nocivo. Conclusión: se sugiere el desarrollo de iniciativas de promoción de la salud y prevención de agravios a través de acciones de educación en salud y otras estrategias psicosociales para la acogida de estos trabajadores.


RESUMO Objetivo: identificar os fatores relacionados ao consumo nocivo de álcool, considerando tanto as características sociodemográficas quanto os estados de humor. Método: estudo quantitativo transversal, realizado com 395 trabalhadores não docentes em um campus de uma universidade pública do interior do estado de São Paulo, no período de julho de 2017 a junho de 2018. Foram utilizadas informações sobre o perfil sociodemográfico, o estado de humor e o padrão de uso de álcool. Foram empreendidos os Testes de Qui Quadrado de Pearson, Exato de Fischer e Regressão Logística para análise dos dados, utilizando o programa estatístico SPSS. Resultados: identificou-se que 66% dos trabalhadores consumiram bebidas alcoólicas nos últimos 12 meses. Desses, 19% foram classificados na faixa de consumo nocivo de álcool. Destaca-se que 35,2% (n=139) dos trabalhadores mencionaram o uso em binge e 26,5% (n=105) consomem álcool de duas a quatro vezes ao mês. Essas variáveis foram associadas estatisticamente com o sexo, religião e nível de escolaridade. Além disso, identificou-se correlação negativa entre o escore AUDIT e o fator "fadiga" da escala de humor. Ao final, observou-se que os indivíduos do sexo masculino e aqueles com menor escolaridade tinham mais chances de consumir álcool no padrão nocivo. Conclusão: sugere-se o desenvolvimento de iniciativas de promoção de saúde e prevenção de agravos por meio de ações de educação em saúde e outras estratégias psicossociais para o acolhimento destes trabalhadores.


Assuntos
Humanos , Classe Social , Consumo de Bebidas Alcoólicas , Senso de Humor e Humor , Promoção da Saúde , Categorias de Trabalhadores
6.
Rev. bras. orientac. prof ; 21(2): 123-136, jul.-dez. 2020. tab
Artigo em Português | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1156174

RESUMO

A avaliação do processo das intervenções de carreira é uma lacuna da investigação vocacional. Este estudo apresenta a avaliação qualitativa do processo de um programa de gestão pessoal da carreira para universitários, com seis sessões semanais de 120 minutos cada, realizadas com oito grupos distintos. Participaram 42 estudantes, três psicólogas e uma supervisora. Analisou-se o conteúdo das respostas a questões abertas, no início, durante e final do processo de intervenção. As expectativas dos estudantes foram satisfeitas, sobretudo, quanto ao fomento do apoio e à adaptabilidade de carreira. As primeiras sessões satisfizeram expectativas de maior conhecimento de si, do meio e de certeza vocacional e, as últimas, de projeção futura e planejamento. A avaliação do processo demonstra o impacto do programa.


The evaluation of the career intervention process is a research gap. This study presents the qualitative evaluation of the process of a career self-management program for university students, with six weekly sessions of 120 minutes each, held with eight distinct groups. Forty-two students, three psychologists and one supervisor participated. The content of the answers to open questions at the beginning, during and at the end of the intervention process was analyzed. The students’ expectations were met, above all, in terms of fostering support and career adaptability. The first sessions satisfied expectations of greater knowledge of oneself, of the environment and of career certainty, and the last ones of future projection and planning. The evaluation of the process demonstrates the impact of the program.


La evaluación del proceso de intervenciones en la carrera es una laguna en la investigación vocacional. Este estudio presenta la evaluación cualitativa del proceso de un programa de gestión personal de la carrera para estudiantes universitarios, con seis sesiones semanales de 120 minutos cada una, celebradas con ocho grupos distintos. Participaron 42 estudiantes, tres psicólogos y un supervisor. Se analizó el contenido de las respuestas a las preguntas abiertas al principio, durante y al final del proceso de intervención. Las expectativas de los estudiantes se cumplieron, sobre todo, en lo que respecta a la promoción del apoyo y la adaptabilidad de la carrera. Las primeras sesiones satisficieron las expectativas de un mayor conocimiento de sí mismo, del entorno y de la certeza vocacional, y las últimas de proyección y planificación futuras. La evaluación del proceso demuestra el impacto del programa.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Organização e Administração , Pesquisa , Estudantes , Universidades , Orientação Vocacional , Complacência (Medida de Distensibilidade) , Estudos de Avaliação como Assunto , Planejamento , Motivação , Categorias de Trabalhadores
7.
Textos contextos (Porto Alegre) ; 19(2): 37322, 23 dez. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1151746

RESUMO

A formação do pensamento de Karl Marx passou por momentos distintos e teve influências diversas. Dentre elas, destacam-se as chamadas "três fontes": a filosofia alemã, a economia política inglesa e a perspectiva revolucionária. No caso da economia política, é possível visualizar três períodos centrais que demarcam diferenças importantes da relação de Marx com essa ciência: até 1844, entre 1845 e 1849, e a partir de 1857. Se, no trânsito desses períodos se destacam algumas categorias importantes, as formas de tratamento dados às categorias força de trabalho e trabalho abstrato anunciam importantes mediações teóricas e políticas.


The formation of Karl Marx ́s thought went through different moments and had different influences. Among these, the so-called "three sources" stand out: German philosophy, English political economy and the revolutionary pers-pective. In the case of political economy, it is possible to visualize three central periods that demarcate important differences in Marx ́s relationship with this science: up to 1844, between 1845 and 1849, and after 1857. If, during the transit of these periods, some important categories stand out, the forms of treatment given to the categories of labour power and abstract labour announce important theoretical and political mediations


Assuntos
Trabalho , Comunismo , Categorias de Trabalhadores , Política , Economia
8.
Textos contextos (Porto Alegre) ; 19(1): 34207, 30 out. 2020.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1146830

RESUMO

Este trabalho examina, a partir dos dados fornecidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social, a aposentadoria do trabalhador com deficiência no contexto contemporâneo de contrarreformas governamentais no âmbito da seguridade social brasileira. A deficiência é analisada, aqui, como resultado de uma produção da sociabilidade regida sob a lógica do capital em um país de capitalismo periférico e dependente: o Brasil. Este é marcado, ainda, pela superexploração do trabalho, o que resulta na intensificação dos mecanismos de extração da mais-valia e de políticas sociais cada vez mais agudizadas pela focalização e seletividade no mítico estado de direito burguês. As taxas negativas são superiores às de concessão do benefício, tão afinadas ao esperado pela burguesia rentista que busca ampliar a mercantilização dos serviços sociais


This work examines, based on data provided by the Brazilian National Institute of Social Security, the retirement of workers with disabilities in the contemporary context of government counter-reforms in the context of Brazilian social security. Disability is analyzed here as a result of a production of sociability governed by the logic of capital in a country of peripheral and dependent capitalism: Brazil. This is also marked by the overexploitation of labor, which results in the intensification of the mechanisms of surplus value extraction and of social policies increasingly exacerbated by the focus and selectivity in the mythical bourgeois state of law. The negative rates are higher than those for granting the benefit, so in tune with the expectations of the rentier bourgeoisie that it seeks to expand the commodification of social services


Assuntos
Aposentadoria , Previdência Social , Pessoas com Deficiência , Categorias de Trabalhadores
10.
Lima; Perú. Presidencia del Consejo de Ministros; 1 ed; 20200700. 38 p. ilus.
Monografia em Espanhol | LILACS, MINSAPERU | ID: biblio-1118028

RESUMO

La guía brinda recomendaciones para los gobiernos regionales y locales sobre medidas pertinentes para la gestión personal, el desarrollo de sus actividades y atención de la ciudadanía, salvaguardando las restricciones sanitarias y el distanciamiento social, durante la declaratoria de emergencia sanitaria producida por la COVID-19 en el Perú


Assuntos
Organização e Administração , Atenção , Impactos na Saúde , Participação da Comunidade , Prevenção de Doenças , COVID-19 , Categorias de Trabalhadores
11.
Palmas; [Secretaria de Estado da Saúde]; 2 abr. 2020. 2 p.
Não convencional em Português | LILACS, ColecionaSUS, CONASS, SES-TO | ID: biblio-1120804

RESUMO

Orienta quanto a higiene das mãos e disponibilização a funcionários e entregadores o acesso fácil a pias providas com água corrente, sabonete líquido, toalhas de papel descartáveis, lixeiras com tampa de acionamento por pedal, além de frascos com álcool gel 70%.


As for hand hygiene and providing employees and delivery personnel with easy access to sinks provided with running water, liquid soap, disposable paper towels, trash cans with a pedal-operated lid, in addition to bottles with 70% alcohol gel.


En cuanto a la higiene de manos y al personal y repartidor de fácil acceso a lavabos provistos de agua corriente, jabón líquido, toallas de papel desechables, basureros con tapa a pedal, además de botellas con gel de alcohol al 70%.


Assuntos
Humanos , Higiene dos Alimentos/instrumentação , Controle e Fiscalização de Alimentos e Bebidas , População Urbana/classificação , Controle de Infecções/métodos , Serviços Terceirizados/normas , Risco à Saúde Humana , Liberação de Produtos , Empresa de Pequeno Porte , Comércio Eletrônico , Categorias de Trabalhadores/classificação
12.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 28: e3336, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF | ID: biblio-1126982

RESUMO

Objective: to identify biopsychosocial factors at work associated with the Burnout Syndrome in mental health professionals. Method: a cross-sectional study with a quantitative approach conducted with a sample of 293 mental health service workers from the public network of a municipality in the inland of the state of São Paulo, Brazil. An instrument composed of three self-administered questionnaires was applied, namely: biosocial data form, the Job Stress Scale (JSS) and the Maslach Burnout Inventory (MBI- HSS). The data were analyzed through the application of the Chi-squared and logistic regression tests, with the adoption of a 5% significance level. Results: Burnout Syndrome prevalence was 7% with a predominance of nursing professionals and was associated with the work sector, the use of psychotropic drugs, low satisfaction with the manager and with the low control over the work activity. Among the professionals with Burnout Syndrome, twelve performed functions considered of high wear, six performed passive work and two were in low wear activity. Conclusion: low control was the main psychosocial factor at work associated with Burnout Syndrome, making it necessary to develop actions that promote worker autonomy and improve the management of stress-triggering psychosocial factors.


Objetivo: identificar os fatores biopsicossociais no trabalho associados à Síndrome de Burnout em profissionais da saúde mental. Método: estudo transversal de abordagem quantitativa de uma amostra de 293 trabalhadores dos serviços de saúde de mental da rede pública de um município, no interior do estado de São Paulo, Brasil. Foi aplicado um instrumento composto por três questionários de autopreenchimento: formulário com dados biossociais, a escala Job Stress Scale (JSS) e o Maslach Burnout Inventory (MBI- HSS). Os dados foram analisados por meio da aplicação dos testes Qui-Quadrado e regressão logística, adotando-se um nível de significância de 5%. Resultados: a prevalência da Síndrome de Burnout foi de 7% com predomínio de profissionais da enfermagem, estando associada ao setor de trabalho, ao uso de psicofármacos, à baixa satisfação com a chefia e ao baixo controle sobre a atividade de trabalho. Entre os profissionais com Síndrome de Burnout, doze desempenhavam funções consideradas de alto desgaste, seis exerciam trabalho passivo e dois estavam em atividade de baixo desgaste. Conclusão: o baixo controle foi o principal fator psicossocial no trabalho associado à Síndrome de Burnout, tornando-se necessário o desenvolvimento de ações que promovam a autonomia do trabalhador e a melhoria da gestão dos fatores psicossociais desencadeantes de estresse.


Objetivo: identificar los factores biopsicosociales en el trabajo asociados con el Síndrome de Burnout (SB) en profesionales de la salud mental. Método: estudio transversal con enfoque cuantitativo de una muestra de 293 trabajadores de servicios de salud mental en la red pública de un municipio del interior del estado de São Paulo, Brasil. Se aplicó un instrumento compuesto por tres cuestionarios autoadministrados: un formulario con datos biosociales, el Cuestionario de Estrés Laboral (JSS) y el Inventario de Maslach (MBI-HSS). Los datos se analizaron mediante la aplicación de las pruebas de Chi-cuadrado y la regresión logística, adoptando un nivel de significación del 5%. Resultados: la prevalencia de Síndrome de Burnout fue del 7% con un predominio de profesionales de enfermería, hallándose asociado a factores como el entorno laboral, uso de drogas psicotrópicas, baja satisfacción con el jefe y bajo control sobre la actividad laboral. Entre los profesionales con Síndrome de Burnout, doce desempeñaron funciones consideradas de alto desgaste, seis cumplían tareas pasivas y dos realizaban una actividad de bajo desgaste. Conclusión: el bajo control fue el principal factor psicosocial asociado con el Síndrome de Burnout en el trabajo de los profesionales, por lo que es necesario desarrollar acciones que promuevan la autonomía del trabajador y el mejoramiento en la gestión de los factores psicosociales que desencadenan el estrés.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Apoio Social , Esgotamento Profissional , Saúde Mental , Estudos Transversais , Inquéritos e Questionários , Autonomia Profissional , Pessoal de Saúde , Estresse Ocupacional , Serviços de Saúde Mental , Categorias de Trabalhadores
13.
Rev. latinoam. enferm. (Online) ; 28: e3326, 2020. tab
Artigo em Inglês | LILACS, BDENF | ID: biblio-1126954

RESUMO

Objective: to identify the prevalence and factors associated with workaholism among stricto sensu graduate nursing professors. Method: a cross-sectional study with 333 professors of master's/doctorate degrees from 47 Brazilian public universities. Participants answered a characterization questionnaire and the Dutch Work Addiction Scale, which were analyzed descriptively and by multiple logistic regression. Results: the prevalence of workaholism was 10.5%. The factors associated with the dimensions of workaholism were: having a marital relationship, being dissatisfied with work and sleep, indicating low ability to concentrate and few leisure opportunities, belonging to Graduate Programs with grades 3, 4 and 5, receiving a research productivity grant, considering the influence of work on life as negative, showing difficulty in combining work with personal life, to present work-related anxiety, feel pressure for scientific publishing, elaborate more than 11 articles simultaneously, give more than 21 opinions in the last year, work an extra 11 hours a week in addition to the work schedule and dedicate less than 10 hours a week to graduate school. Conclusion: there is an indication of workaholism in the investigated professors, and the associated factors were related to working conditions and requirements. Universities must adhere to management models that include occupational health promotion.


Objetivo: identificar a prevalência e os fatores associados ao workaholism entre docentes de pós-graduação stricto sensu em enfermagem. Método: estudo transversal com 333 docentes enfermeiros de mestrado/doutorado de 47 universidades públicas brasileiras. Os participantes responderam a um questionário de caracterização e a Dutch Work Addiction Scale, que foram analisados descritivamente e por regressão logística múltipla. Resultados: a prevalência de workaholism foi de 10,5%. Os fatores associados às dimensões do workaholism foram: possuir relacionamento conjugal, estar insatisfeito com trabalho e sono, indicar baixa capacidade de concentração e poucas oportunidades de lazer, pertencer aos Programas de Pós-graduação com conceitos 3, 4 e 5, receber bolsa produtividade em pesquisa, considerar a influência negativa do labor sobre a vida, mostrar dificuldade de compatibilizar trabalho com vida pessoal, apresentar ansiedade laboral, sentir pressão para realizar publicação científica, elaborar mais de 11 artigos concomitantemente, emitir mais de 21 pareceres no último ano, desenvolver mais de 11 horas semanais além do regime de trabalho e dedicar menos de 10 horas semanais à pós-graduação. Conclusão: há indicativo de workaholism nos docentes investigados e os fatores associados estiveram relacionados às condições e exigências laborais. As universidades devem aderir aos modelos gerenciais que englobem a promoção de saúde ocupacional.


Objetivo: identificar la prevalencia y los factores asociados con el workaholism entre los docentes de posgrado stricto sensu en enfermería. Método: estudio transversal con 333 docentes de maestría/doctorado de 47 universidades públicas brasileñas. Los participantes respondieron un cuestionario de caracterización y la Dutch Work Addiction Scale que se analizaron descriptivamente y mediante regresión logística múltiple. Resultados: la prevalencia de adicción al trabajo fue del 10,5%. Los factores asociados con las dimensiones de la adicción al trabajo fueron: tener una relación matrimonial, estar insatisfecho con el trabajo y el sueño, lo que indica una baja capacidad de concentración y pocas oportunidades de ocio, pertenecer a los programas de posgrado con los conceptos 3, 4 y 5, recibir una subvención de productividad, considerar la influencia negativa del trabajo en la vida, mostrar dificultades para combinar el trabajo con la vida personal, experimentar ansiedad laboral, sentir presión para realizar publicaciones científicas, elaborar más de 11 artículos simultáneamente, emitir más de 21 opiniones en el último año, desarrollar más de 11 horas a la semana además del régimen de trabajo y dedicar menos de 10 horas a la semana al posgrado. Conclusión: hay una indicación de adicción al trabajo en los docentes investigados y los factores asociados estaban relacionados con las condiciones y requisitos de trabajo. Las universidades deben adherirse a los modelos de gestión que abarcan la promoción de la salud ocupacional.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Ansiedade , Aptidão , Universidades , Condições de Trabalho , Estudos Transversais , Inquéritos e Questionários , Saúde do Trabalhador , Enfermagem , Educação de Pós-Graduação em Enfermagem , Docentes de Enfermagem , Organização do Financiamento , Desempenho Profissional , Satisfação no Emprego , Categorias de Trabalhadores , Enfermeiros
14.
Artigo em Português | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1223711

RESUMO

O trabalhar segue sendo atividade central na vida das pessoas na contemporaneidade e o Estado cumpre importante papel na regulação e estruturação do mundo do trabalho como promotor de segurança e proteção social. O governo brasileiro aprovou uma reforma trabalhista buscando flexibilizar para aumentar produtividade, competitividade e formalização do trabalho. Críticos à reforma apontam que a flexibilização irá aumentar a precarização do trabalho. Através do método de análise documental do texto da Reforma Trabalhista, o presente artigo visou discutir possibilidades, problemas e contradições desta reforma a partir de uma análise psicossocial. As principais conclusões indicaram que a Reforma Trabalhista, ao ser pautada na individualização, flexibilização e livre negociação no trabalho, traz uma dupla consequência. De um lado, irá beneficiar empresários/as e trabalhadores/as de alta renda e qualificação, sendo a flexibilização benéfica para as relações de trabalho. E, por outro lado, irá dificultar o suporte social demandado pela maioria de trabalhadores/as ao enfraquecer os sindicatos e relativizar os suportes e proteções sociais via Estado com a possível consequência de maior vulnerabilidade de grande parte dos/as trabalhadores/as, sendo uma flexibilização do trabalho geradora de precarização


Working continues to be a core activity in people's lives in contemporary and the State fulfills an important role in regulating and structuring working world as the promoter of security and social protection. Brazilian government has approved a labor reform which aims to make existing systems more flexible to enhance productivity, competitiveness and formalization of employment relationships. Reform critics indicate that flexibilization will increase precariousness of work. Through a documentary analysis, this paper aimed to discuss the possibilities, problems and contradictions of the reform from a psychosocial analysis. The main contribution this paper offers is the twofold consequence of a Labor Reform based on individualization, flexibilization and free negotiation of employment relationships. On the one hand, it will chiefly benefit entrepreneurs and highly skilled and high-income workers, what turns working flexibilization into a beneficial outcome. And, on the other hand, it will hamper the social supports required by most of the workers when weakening trade unions and relativizing social protections provided by State actions. One possible consequence is more vulnerability of most of workers, what turns working flexibilization into working precariousness.


Assuntos
Segurança , Controle Social Formal , Apoio Social , Emprego , Mercado de Trabalho , Governo , Categorias de Trabalhadores
15.
Psicol. Estud. (Online) ; 25: e42129, 2020.
Artigo em Português | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1135767

RESUMO

RESUMO. O Grupo Comunitário de Saúde Mental (GCSM) configura um programa de cuidado e de promoção de saúde mental, aberto à comunidade e alinhado aos princípios da Reforma Psiquiátrica, desenvolvido ao longo de mais de 23 anos, mediante a prática, a observação sistemática e a investigação científica. O objetivo deste estudo foi compreender o papel do coordenador nesta modalidade. O corpus da pesquisa foi constituído a partir de seis sessões grupais áudio gravadas e transcritas na íntegra. Foi delineado um percurso original de análise, em que todas as intervenções do coordenador foram descritas, analisadas e contextualizadas em relação ao momento e desenvolvimento da sessão grupal. Foram identificados eixos comuns às intervenções, que as caracterizam: 'O enquadre no Grupo Comunitário de Saúde Mental'; 'O olhar para o gesto humano nas contribuições'; e 'A participação pessoal do coordenador'. A partir destes, observou-se que a forma de coordenar o GCSM guarda relação com a proposta da atividade e sua fundamentação teórica, filosófica e empírica, inspirada pela fenomenologia clássica. O enquadre, as intervenções e o posicionamento do coordenador favoreceram a constituição de um espaço de cuidado intersubjetivo, em perspectiva de horizontalidade, a partir da tarefa de reconhecer experiências cotidianas significativas ao percurso de amadurecimento da pessoa humana. Nesse sentido, este esta pesquisa aponta para a relevância do estudo aprofundado de aspectos das práticas grupais, como a coordenação, como forma de melhor descrevê-las e compreendê-las.


RESUMEN. El Grupo Comunitario de Salud Mental (GCSM) es un programa de promoción de salud mental, vuelto a la comunidad y alineado a principios de la Reforma Psiquiátrica, desarrollado a lo largo de más de 23 años, por intermedio de la práctica, la observación sistemática y la investigación científica. El objetivo de este estudio fue comprender el papel del coordinador de grupo en esta modalidad. El corpus de la investigación fue conformado a partir de seis sesiones grupales audio grabadas y transcritas. Se ha delineado una ruta original de análisis, en el que todas las intervenciones del coordinador fueron descritas, analizadas y contextualizadas en relación al momento y desarrollo de la sesión grupal. Se identificaron ejes comunes a las intervenciones, que las caracterizan: 'El encuadre en el Grupo Comunitario de Salud Mental'; 'La mirada hacia el gesto humano en las contribuciones'; 'La participación personal del coordinador'. Se observó que la forma de coordinar el GCSM se relaciona con la propuesta de la actividad y su fundamentación teórica, filosófica y empírica, inspirada en la fenomenología clásica. El encuadre, las intervenciones y el posicionamiento del coordinador estimularon la constitución de un espacio de cuidado intersubjetivo, en perspectiva de horizontalidad, a partir de la tarea de reconocer experiencias cotidianas significativas al recorrido de maduración de la persona humana. En este sentido, esta investigación apunta a la relevancia del estudio de aspectos de las prácticas grupales, como la coordinación, como forma de describirlas y comprenderlas.


ABSTRACT. The Community Mental Health Group (CMHG) is a mental health care promotion program, open to the community and inspired by the goals of Psychiatric Reform. The group has been developed over more than 23 years, through its practice, systematic observation and research. This study aimed to understand the role of the group coordinator within this group modality. The corpus of the research was constituted from six audio-recorded group sessions and transcribed in full. An original analysis was outlined in which all the coordinator's interventions were described, analysed and contextualized concerning the moment and development of the group session. Common axes have been identified, which characterize the interventions: 'The framework in the Community Mental Health Group', 'The look at the human gesture in the contributions', and 'Coordinator's personal participation'. It was observed that the CMGH's coordination is related to the proposal of the activity and its theoretical, philosophical and empirical foundation, inspired by Classical Phenomenology. The framework, interventions and coordinator's participation appeared to foster the creation of an intersubjective care space, from a horizontal perspective, based on the task of recognizing significant daily experiences in the human being's maturing path. In this sense, this research highlights the relevance of the in-depth study of group practices' aspects, such as group coordination, as a way of better describing and understanding them.


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Grupos de Autoajuda , Papel Profissional/psicologia , Desempenho Profissional , Atividades Cotidianas/psicologia , Saúde Mental , Atenção à Saúde , Terapeutas Ocupacionais/psicologia , Promoção da Saúde , Categorias de Trabalhadores
16.
Psicol. Estud. (Online) ; 25: e48468, 2020.
Artigo em Português | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1143502

RESUMO

RESUMO. A psicossociologia oferece um arcabouço teórico-metodológico profícuo à compreensão e exploração das relações entre os conflitos vividos no cenário laboral atual, o sofrimento dos trabalhadores e as contradições organizacionais. Nessa esteira, o objetivo desse estudo é compreender como se dá a construção do trabalho de escuta em intervenções psicossociológicas nas organizações e elucidar qual o papel da implicação do interventor e dos próprios trabalhadores nesse contexto. Como os autores desse trabalho conduzem intervenções psicossociológicas em organizações públicas e privadas, os dados explorados provêm de suas práticas cotidianas, a partir do método das 'reminiscências dos pesquisadores' e mediante abordagem qualitativa e descritiva. Para além do tempo cronológico e para possibilitar a superação da intervenção pela via estrita da objetificação dos comportamentos, nas organizações esse trabalho compreende a construção de uma escuta que se operacionaliza em dois momentos distintos: 'do acolhimento e retorno à historicidade, e das elaborações mais direcionadas à atividade produtiva de cada trabalhador'. A implicação, por sua vez, não representa um obstáculo metodológico a ser neutralizado, senão que se desvela um componente fundamental à consolidação do vínculo com os trabalhadores, contando que ela seja reconhecida e devidamente trabalhada. A empatia, a sensibilidade, o reconhecimento do outro e de suas diferenças, a superação de modelos ideais e cristalizados, bem como a implicação na realização de um trabalho efetivo que abra espaço para interrogações críticas, constituem ingredientes fundamentais dessas intervenções.


RESUMEN. La Psicosociología ofrece una base teórico-metodológica para la comprensión y explotación de las relaciones entre los conflictos vividos en el escenario laboral actual, el sufrimiento de los trabajadores y las contradicciones organizacionales. En ese sentido, el objetivo de este estudio es comprender cómo se realiza la construcción del trabajo de escucha en intervenciones psicosociológicas en las organizaciones y elucidar cuál es el papel de la implicación del interventor y de los propios trabajadores en ese contexto. Como los autores de este trabajo conducen intervenciones psicosociológicas, en organizaciones públicas y privadas, los datos explorados provienen de sus prácticas cotidianas, a partir del método de 'las reminiscencias de los investigadores' y por medio de un abordaje cualitativo y descriptivo. Además del tiempo cronológico y posibilitando la superación de la intervención por la vía estricta de la objetividad de los comportamientos, en las organizaciones ese trabajo comprende la construcción de una escucha que se opera en dos momentos distintos: 'de la acogida y retorno a la historicidad, y de las elaboraciones más orientadas a la actividad productiva de cada trabajador'. La implicación, a su vez, no representa un obstáculo metodológico a ser neutralizado, sino que se desvela un componente fundamental a la consolidación del vínculo con los trabajadores, contando que sea reconocida y debidamente trabajada. La empatía, la sensibilidad, el reconocimiento del otro y de sus diferencias, la superación de modelos ideales y cristalizados, así como la implicación en la realización de un trabajo efectivo que abra espacio para interrogantes críticos, constituyen ingredientes fundamentales de esas intervenciones.


ABSTRACT. Psychosociology offers a theoretical-methodological framework that is useful to the understanding and exploration of the relationships between the conflicts experienced in the current labor scenario, the suffering of the workers and the organizational contradictions. The purpose of this study is to understand how the work of listening in psychosociological interventions in organizations occurs and to elucidate the role of the implication of the intervener and the workers themselves in this context. As the authors of this work conduct psychosociological interventions, in public and private organizations, the data explored comes from their daily practices, from the 'reminiscence method of the researchers'. In addition to the chronological time and making it possible to overcome the intervention by the strict way of objectifying the behaviors, in the organizations this work includes the construction of a listening that is fulfilled in two distinct moments: 'of the reception and return to the historicity, and of the more directed elaborations to the productive activity of each worker'. Implication, on the other hand, does not represent a methodological obstacle to be neutralized, but a fundamental component to the consolidation of the bond with the workers is revealed, provided that it is recognized and duly worked out. Empathy, sensitivity, recognition of the other and their differences, overcoming ideal and crystallized models, as well as the implication in performing an effective work that opens space for critical questions, are fundamental ingredients of these interventions.


Assuntos
Psicologia Social , Sociologia , Categorias de Trabalhadores , Inovação Organizacional , Comportamento , Ambiente de Trabalho , Organização Social
17.
Rev. Ocup. Hum. (En línea) ; 20(2): 3-9, 2020.
Artigo em Espanhol | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1179111

RESUMO

Aproximarnos a comprender la salud mental en la complejidad de una pandemia reafirma la necesidad de reconocerla como un conjunto de relaciones humanas y dinámicas sociales vinculadas a la garantía de los derechos fundamentales, al trabajo digno, a la justicia social, al acceso a servicios ciudadanos, al cuidado y el co-cuidado de la vida como práctica y visión personal y colectiva y, por supuesto, a las necesidades y sufrimientos subjetivos. Hay que estimular el debate de la salud y la salud mental a partir de distintas perspectivas y actores para recrear y buscar alternativas que realmente apunten a la complejidad de las necesidades percibidas por las personas y las sociedades.


Assuntos
Saúde Mental , Terapia Ocupacional , Pandemias , Justiça Social , Categorias de Trabalhadores
18.
Salud trab. (Maracay) ; 27(2): 133-146, Dic. 2019. tab
Artigo em Espanhol | LILACS, LIVECS | ID: biblio-1103183

RESUMO

Este artículo cuestiona los mecanismos de protección de la salud en el trabajo desarrollados internacionalmente hasta ahora por el campo de la seguridad y la salud en el trabajo. Su objetivo fue hacer un análisis de los enfoques de la salud ocupacional y el aseguramiento que han estructurado la praxis hegemónica de la protección de la salud en el trabajo y contrastarlos con el enfoque de la salud de los trabajadores proveniente del campo de la medicina social­ salud colectiva. La metodología usada para el desarrollo del artículo fue la de una investigación documental, conjugada con la experiencia en formación, investigación y organización en el campo de la salud de los trabajadores del autor del artículo. Las reflexiones epistémicas, ontológicas, metodológicas, políticas y prácticas, sobre la base de lo revisado documentalmente, permitieron sostener que a pesar de algunos beneficios de los mecanismos tradicionales de protección de la salud en el trabajo, los enfoques de la salud ocupacional y el aseguramiento no transforman las condiciones de trabajo que históricamente han generado efectos negativos sobre la salud y la vida de los trabajadores, mientras que el enfoque de salud del trabajador proporciona elementos que aportan a configurar una protección integral del cuidado de la salud en trabajo, con un sentido de autonomía y emancipación de los trabajadores y una apuesta real por la transformación tanto de las condiciones de trabajo, como de las del modo de producción(AU)


This paper questions the mechanisms of protection of health at the workplace currently applied globally in occupational safety and health. The author performed an analysis of occupational health and insurance approaches that have driven the hegemonic practice of occupational health protection, and contrasted them with an approach centered on workers' health coming from the field of social medicine/collective health. The methodology used for the development of the paper was that of a documentary investigation, combined with the author's experience in training, research and organization in occupational health. The epistemic, ontological, methodological, political and practical reflections, on the basis of the documentary review, allows the author to postulate that, despite some benefits of the traditional mechanisms of occupational health protection, these approaches do not transform the working conditions that have historically generated negative effects on the health and life of workers. In contrast, the workers' health-centered approach provides elements that contribute to configuring an integral protection of health care in the workplace, with a sense of autonomy and emancipation of workers and true commitment to the transformation of both working conditions and those of the means of production(AU)


Assuntos
Salários e Benefícios , Medicina Social/organização & administração , Condições de Trabalho , Acesso Universal aos Serviços de Saúde , Cobertura Universal de Saúde , Categorias de Trabalhadores
19.
Rev. cub. inf. cienc. salud ; 30(4): e1458, oct.-dic. 2019. tab
Artigo em Português | LILACS, CUMED | ID: biblio-1093088

RESUMO

O presente trabalho tem como objetivo realizar uma reflexão do impacto da informação e seus possíveis problemas que afetam a saúde dos sujeitos no contexto das organizações. Ao observarmos o atual cenário das organizações, analisamos que a informação é capaz de modificar o comportamento dos sujeitos de diferentes maneiras. Dessa forma, ao mesmo tempo que devemos considerar a informação como um recurso para as organizações, devemos compreender também os seus impactos na saúde dos trabalhadores. O uso da informação provoca inúmeros desencadeamentos nas organizações, todavia, destacamos um comportamento desenvolvido pelos trabalhadores que necessita ser analisado: a ansiedade informacional. Diante desse cenário, é fundamental que as organizações utilizem de processos estruturados para minimizar esse tipo de comportamento, e com isso possibilitar o uso pleno das informações enquanto recurso. Com isso, passa ser importante o uso estratégico do processo de gestão de pessoas, uma vez que este processo já atua de maneira direta com os colaboradores. Dessa maneira, foi utilizado como método de pesquisa o levantamento bibliográfico sobre os temas, informação enquanto recurso disparador de ansiedade e, a gestão de pessoas enquanto processo. Após levantamento bibliográfico foi realizada uma análise preliminar da informação enquanto recurso organizacional, bem como a Gestão de Pessoas como processo capaz de minimizar o impacto da informação no adoecimento nos trabalhadores. Como resultado, a pesquisa apresenta diretrizes iniciais voltadas para as atividades do processo de gestão de pessoas que podem minimizar o impacto da ansiedade informacional no contexto das organizações(AU)


Este documento tiene como objetivo reflexionar sobre el impacto de la información y sus posibles problemas que afectan la salud de los sujetos en el contexto de las organizaciones. Al observar el escenario actual de las organizaciones, analizamos que la información puede modificar el comportamiento de los sujetos de diferentes maneras. Si bien debemos considerar la información como un recurso para las organizaciones, también debemos entender sus impactos en la salud de los trabajadores. El uso de la información causa numerosos factores desencadenantes en las organizaciones; sin embargo, destacamos un comportamiento desarrollado por los trabajadores que debe analizarse: la ansiedad informativa. Dado este escenario, es esencial que las organizaciones usen procesos estructurados para minimizar este tipo de comportamiento y permitan el uso completo de la información como recurso. Por lo tanto, el uso estratégico del proceso de gestión de personas se vuelve importante, ya que este proceso ya trabaja directamente con los empleados. Se utilizó como método de investigación la encuesta bibliográfica sobre los temas, la información como un recurso desencadenante de ansiedad y la gestión de las personas como un proceso. Después de una encuesta bibliográfica, se realizó un análisis preliminar de la información como recurso organizacional, así como la gestión de personas como un proceso capaz de minimizar el impacto de la información sobre la enfermedad en los trabajadores. Como resultado, la investigación presenta pautas iniciales para las actividades del proceso de gestión de personas que pueden minimizar el impacto de la ansiedad informativa en el contexto de las organizaciones(AU)


This paper aims to reflect on the impact of information and its possible problems that affect the health of subjects in the context of organizations. Looking at the current scenario of organizations, we analyze that information may modify the behavior of subjects in different ways. Thus, while we should consider information as a resource for organizations, we should also understand its impact on workers' health. The use of information creates numerous triggers in organizations; however, we highlight a behavior developed by workers that needs to be analyzed: information anxiety. Given this scenario, it is essential that organizations use structured processes to minimize this type of behavior, thus enabling the full use of information as a resource. Therefore, the strategic use of the people management process becomes important, since this process already works directly with employees. This is the reason why the research method used was bibliographic survey on the topics information as an anxiety triggering resource and people management as a process. Upon completion of the bibliographic survey, a preliminary analysis was conducted of information as an organizational resource and people management as a process capable of minimizing the negative impact of information on workers' health. As a result, initial guidelines are presented for activities related to the people management process which may minimize the impact of information anxiety in the context of organizations(AU)


Assuntos
Humanos , Sistema Único de Saúde , Informação , Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde , Métodos , Categorias de Trabalhadores
20.
Textos contextos (Porto Alegre) ; 18(1): 135-145, 2019.
Artigo em Português | LILACS | ID: biblio-1026610

RESUMO

O artigo, inicialmente, problematiza a ampla utilização nos estudos sobre pobreza desde uma perspectiva marxista da "Lei Geral da Acumulação Capitalista", apresentada por Marx no capítulo XXIII do Livro Primeiro de O Capital. Tais estudos parecem considerar que, nesse capítulo, o objetivo específico de Marx é discutir a questão da pobreza. Em seguida, o artigo sustenta que a rigor a Lei não consiste, como costuma ser lida, em uma "teoria da pauperização" desenvolvida por Marx. Com isso, revela, na sequência, que o seu objetivo é examinar a influência que o aumento do capital tem sobre a sorte da classe trabalhadora a partir da apresentação da lei tendencial característica da dinâmica do capitalismo. Destaca-se que na exposição realizada por Marx são colocadas em questão as condições vitais e de trabalho de forma ampla, não limitando a análise à preocupação com possíveis aumentos salariais ou melhoria da qualidade de vida como resultado de um maior acesso ao consumo no interior dessa forma de organização social.


The article initially discusses the wide use of the "General Law of Capitalist Accumulation" in studies on poverty from a Marxist perspective, presented by Marx in Chapter XXIII of Capital, vol. I. Such studies seem to consider that in this chapter the specific goal of Marx is to discuss the issue of poverty. Then, the article argues that the Law actually does not consist in a "theory of impoverishment" developed by Marx. In opposition to this rather usual interpretation, it sustains that, after the presentation of the tendency of the law characteristic of the dynamics of capitalism, Marx's goal in that chapter is to examine the influence that the increase of capital has on the fate of the working class. It should be emphasized that in the explanation put forward by Marx questions relative to life and working conditions are examines in broad terms, so that the analysis is not limited to the concern with possible wage increases or improvements in the quality of life as a result of greater access to consumption within this form of social organization.


Assuntos
Trabalho , Categorias de Trabalhadores , Pobreza , Capitalismo
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA