Your browser doesn't support javascript.

Portal de Búsqueda de la BVS Enfermería

Información y Conocimiento para la Salud

Home > Búsqueda > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportación:

Exportar

Email
Adicionar mas contactos
| |

Vivência e necessidade de pais de neonatos prematuros internados em unidade de terapia intensiva neonatal / Experience and needs of parents from premature neonates hospitalized in a neonatal intensive care unit

Silva, Patrick Leonardo Nogueira da; Barbosa, Shirley Lusmar; Rocha, Rogério Gonçalves da; Ferreira, Tadeu Nunes.
Rev. enferm. UFPI ; 7(1): 15-19, Jan.-Mar. 2018.
Artículo en Portugués | BDENF, BDENF | ID: biblio-1033967

Objetivos:

identificar a vivência e necessidade dos pais de neonatos prematuros internados em uma unidade de terapia intensiva neonatal.

Metodologia:

trata-se de um estudo descritivo, exploratório, qualitativo, realizado com 11 pais de neonatos prematuros internados em um hospital universitário do Estado de Minas Gerais. Utilizou-se uma entrevista semi estruturada na qual os depoimentos foram gravados e transcritos na íntegra para posterior categorização. O tratamento dos dados se deu por meio de Análise de Conteúdo. Aprovado pelo Comitê de Ética,parecer nº 1079635 e CAAE nº 44654615.1.0000.5146.

Resultados:

a aproximação visual e física auxilia na redução da ansiedade e agonia dos pais por notícias de seus filhos internados de modo a contribuir gradativamente em sua recuperação. A linguagem do profissional ao pai quanto ao quadro clínico e aos procedimentos realizados é tida como acessível na maior parte das vezes. O contato físico é restrito, porém é enfatizada pelos pais a necessidade de pegar e senti-los no colo. Os deslocamentos advindos de barreiras geográficas são descritas pelos pais como um fator dificultador para estar com seus filhos dentro do ambiente hospitalar.

Conclusão:

evidenciou-se dificuldade dos pais diante da hospitalização dos recém-nascidos prematuros relacionados às restrições físicas, clínicas,materiais e geográficas.
Biblioteca responsable: BR5.1