Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Evolução clínica e sobrevida de pacientes neurocríticos / Evolución clínica y supervivencia de pacientes neurocríticos / Clinical evolution and survival of neurocritical patients

Arruda, Palloma Lopes de; Xavier, Rafaela de Oliveira; Lira, Gerlene Grudka; Arruda, Rodrigo Gomes de; Melo, Rosana Alves de; Fernandes, Flávia Emília Cavalcante Valença.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03505, Jan.-Dez. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF | ID: biblio-1020375
RESUMO Objetivo Avaliar a evolução clínica e sobrevida de pacientes neurocríticos em Unidades Hospitalares. Método Coorte com pacientes acompanhados no período de setembro de 2012 a junho de 2016, internados em hospitais públicos e privados. Os dados foram analisados inicialmente a partir da estatística descritiva e inferencial. Como forma de análise da sobrevida, foi aplicado o indicador de Kaplan-Meier. O modelo de regressão para riscos proporcionais de Cox foi empregado para a análise dos fatores prognósticos, calculando-se a razão de risco. Resultados Participaram do estudo 1.289 pacientes. Os que possuíam Escala de Coma de Glasgow com maior valor apresentaram maior sobrevida, e o incremento de um ponto no escore dessa Escala correspondeu a uma melhora de 42% em sua sobrevida. Na análise de sobrevida, o sexo e o uso de drogas vasoativas mostraram diferença significativa. Conclusão Pacientes do sexo feminino, que possuem melhor escore da Escala de Coma de Glasgow e em uso de drogas vasoativas apresentaram maior sobrevida.
Biblioteca responsável: BR41.1