Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Alterações cardiorrespiratórias de pacientes submetidos à oxigenoterapia hiperbárica / Alteraciones cardiorrespiratorias de pacientes sometidos a la oxigenoterapia hiperbárica / Cardiorespiratory alterations in patients undergoing hyperbaric oxygen therapy

Martinelli, Bruno; Noronha, Judi Meloni; Sette, Maria Fernanda Misquiatti; Santos, Ieda Papille dos; Barrile, Silvia Regina; Simão, José Cláudio.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 53: e03469, Jan.-Dez. 2019. tab, graf
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF | ID: biblio-1020388
RESUMO Objetivo Avaliar modificações cardiorrespiratórias em decorrência de sessão única de oxigenoterapia hiperbárica. Método Estudo aleatorizado com pacientes: grupos-controle e oxigenoterapia hiperbárica. As avaliações ocorreram no início, durante e após a exposição ao oxigênio puro acima de uma atmosfera, durante 2 horas. A pressão arterial sistêmica, saturação periférica de oxigênio, frequência de pulso, volume e capacidade pulmonar, pressões inspiratória e expiratória máximas foram avaliadas. A saturação periférica de oxigênio, frequência de pulso e pressão arterial sistêmica foram avaliadas durante a pressurização na primeira hora. Os dados foram avaliados pelo teste de ANOVA, Mann-Whitney e teste t independente (p<0,05). Resultados Foram avaliados 14 pacientes adultos. No grupo sob terapia (sete sujeitos), idade: 49,57±14,59 anos houve redução da frequência de pulso de 16 batimentos por minuto após 35 minutos de terapia (análise intragrupo), e a saturação periférica de oxigênio foi maior neste mesmo período se comparado ao grupo-controle. Conclusão A oxigenoterapia hiperbárica promove alterações cardiorrespiratórias com o aumento da saturação periférica de oxigênio e redução da frequência de pulso, sem alterar os níveis pressóricos arteriais e a força, volumes e capacidades respiratórios.
Biblioteca responsável: BR41.1