Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Impacto das infecções relacionadas à assistência à saúde nos custos da hospitalização de crianças / Impacto de las infecciones relacionadas con la asistencia sanitaria en los costos de la hospitalización de niños / Impact of healthcare-associated infections on the hospitalization costs of children

Leoncio, Jackeline Martins; Almeida, Vanessa Fraga de; Ferrari, Rosângela Aparecida Pimenta; Capobiango, Jaqueline Dario; Kerbauy, Gilselena; Tacla, Mauren Teresa Grubisich Mendes.
Rev. Esc. Enferm. USP; 53: e03486, Jan.-Dez. 2019. tab
Artigo em Inglês, Português | LILACS, BDENF - enfermagem (Brasil) | ID: biblio-1020393
RESUMO Objetivo Avaliar o impacto das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde no custo da hospitalização de crianças. Método Estudo de coorte, prospectivo, quantitativo, envolvendo crianças admitidas nas Unidades de Internação e de Terapia Intensiva Pediátrica de um hospital universitário público. Os dados foram analisados por meio do software SPSS por distribuição de frequências, medidas de tendência central e dispersão. Para todas as análises foi considerado o nível de significância estatística de p<0,05. Resultados A amostra foi composta de 173 crianças, destas, 18,5% desenvolveram infecção relacionada à assistência à saúde, que aumentou em 4,2 vezes (p<0,001) o custo da hospitalização. Maior impacto de custo foi observado entre pacientes com dois ou mais sítios infecciosos (R$ 81.037,57, p=0,010) e sepse (R$ 46.315,63 p<0,001). Crianças colonizadas por microrganismos multirresistentes, com prevalência de E. coli e A. baumannii ESBL, geraram custos maiores, R$ 35.206,15 e R$ 30.692,52, respectivamente. Conclusão As infecções relacionadas à assistência à saúde aumentaram significativamente os custos da hospitalização de crianças, em especial entre aquelas com mais de dois sítios infecciosos, que desenvolveram sepse e colonizadas por microrganismos multirresistentes.
Biblioteca responsável: BR41.1