Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Empoderamento de cuidadores de crianças com asma em contexto escolar: implementação e avaliação do projeto ECCA / Empowerment of caregivers of children with asthma in school settings: implementation and evaluation of the ECCA project

Barros, Lucinda Manuela.
Viana do Castelo; s.n; 20210000.
Tese em Português | BDENF | ID: biblio-1254618
O presente estudo de investigação decorre da implementação inicial do projeto "ECCA ­ Empoderamento de Cuidadores de Crianças com Asma" e visa avaliar os ganhos em conhecimentos, no âmbito da Asma Brônquica, inerentes a um programa de educação terapêutica estruturada. Pretende-se ainda identificar aspetos lacunares nos conhecimentos, avaliar a satisfação e adequação do programa na perspetiva dos utilizadores. Trata-se de um estudo de tipo "quasi-experimental", em que um grupo de intervenção (GI) constituído por 23 Professores (Prof.) e 8 Assistentes Operacionais (AO), do ensino pré-escolar e 1º ciclo de ensino básico, dos Agrupamentos de Escolas (AE) de Fragoso, Alcaides Faria e Vila Cova, foi alvo do referido programa. O grupo de comparação (GC), sem qualquer intervenção neste âmbito, é constituído por 19 Prof. e 7 AO do AE Gonçalo Nunes. Procedeu-se à avaliação inicial e final, em ambos os grupos, com recurso a 4 Instrumentos Questionário sociodemográfico, Questionário de conhecimentos sobre Asma (Asthma Knowledge Questionnaire - AKQ); Questionário de avaliação da adequação do programa e Questionário de satisfação. A amostra, constituída por 57 Prof. e AO, dos quais 31 são do GI e 26 do GC, é maioritariamente feminina (85,9%), com idade média ± desvio padrão 48,18 ± 9,97 anos, variando entre os 27 e os 62 anos, são casados (54,4%), têm o 12º ano (80% dos AO) e Licenciatura (92,9% dos Prof.). Em termos de conhecimentos sobre asma, verificou-se que as maiores lacunas correspondem a aspetos clínicos da doença, etiopatogenia e terapêutica e que o nível de conhecimentos dos AO é superior ao dos Prof., quer antes, quer depois da intervenção (GI M1 AO 58%; Prof. 57.9%; M2 AO 94%; Prof. 91,7%). Quando comparados os conhecimentos entre grupos, verificou-se que no GC não existiram diferenças estatísticas significativas (Prof Wilcoxon= -0.435, p-value =0.664), (AO Wilcoxon= -1,633, p-value = 0.102). No GI verificou-se um aumento de conhecimentos com diferenças estatísticas significativas após o programa de intervenção, quer entre Professores, (Wilcoxon= -4.203, p-value <0.001), quer com os AO (Wilcoxon= -2.527, p-value = 0.012), indicando a eficácia da intervenção a que foram sujeitos. Relativamente à satisfação percecionada com a intervenção, verifica-se, de uma forma geral, ainda que mais evidente nos AO, satisfação com a intervenção/projeto ECCA e adequação do programa. As conclusões permitem evidenciar, no imediato, a efetividade do projeto ECCA, contribuindo assim para a melhoria das respostas numa área prioritária das Necessidades de Saúde Especiais (NSE).
Biblioteca responsável: PT47.1
Localização: PT47.1