Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Enfermagem

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

ANÁLISE DOS REGISTROS DE PRODUÇÃO DE CURATIVOS REALIZADOS NO BRASIL, 2017 ­ 2019 / ANALYSIS OF THE DRESSING PRODUCTION RECORDS CARRIED OUT IN BRAZIL, 2017 ­ 2019

Mai, Scheila; Micheletti, Vânia Celina Dezoti; Herrmann, Fábio; Machado, Diani de Oliveira; Prazeres, Silvana.
Estima (Online) ; 19(1): e0821, jan.-dez. 2021.
Artigo em Português | BDENF | ID: biblio-1280949

Objetivo:

analisar o registro de curativos nos diferentes Sistemas de Informação à Saúde (SIS).

Método:

trata-se de um estudo descritivo, baseado em dados secundários, no período entre 2017 e 2019. Os dados foram extraídos de sistemas de livre acesso e abrangência nacional, dentre eles 1) Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais Especiais (SIGTAP); 2) Sistema de Informação da Atenção Básica (SISAB); 3) Sistema de Informação Ambulatorial (SIA/SUS).

Resultados:

foram registrados 74.032.134 curativos simples, desses 46,1% no ano de 2017, 27,1% em 2018 e 26,7% em 2019. Em relação ao procedimento curativo grau II com ou sem desbridamento foram 11.559.664, com valor aprovado de R$ 380.142.162,10. Dos quais 31,6% em 2017, 32,6% no ano de 2018 e 35,8% em 2019. A denominação do procedimento de curativos se difere da Atenção Básica para os demais níveis de atenção, apesar de no SISAB os curativos serem denominados curativo simples e curativo especial, ambos estão relacionados ao código SIGTAP 0401010023 ­ Curativo Grau I. Enquanto no SIA/SUS os procedimentos relacionados ao curativo são 0401010023 ­ Curativo Grau I; e 0401010015 − Curativo Grau II, dificultando a comparação entre os procedimentos. No SIGTAP, o profissional enfermeiro estomaterapeuta é habilitado somente para registro de curativo 0401010023 − Curativo Grau I, com ou sem desbridamento.

Conclusão:

o estudo revela a necessidade de revisão dos SIS, devido às inconsistências de informações, além dos SIS não se comunicarem. Assim, a completude dos dados precisa ser considerada, caso contrário o conhecimento gerado pode não representar a realidade.
Biblioteca responsável: BR1980