Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 142
Filter
1.
Vive (El Alto) ; 7(19): 207-225, abr. 2024.
Article in Spanish | LILACS | ID: biblio-1560613

ABSTRACT

La artrosis de rodilla grado 1 es un problema frecuente a escala mundial. La fisioterapia se presenta como una alternativa prometedora para el tratamiento conservador de esta patología, ya que reduce eficazmente la artralgia. Objetivo. Describir la eficacia de los ejercicios terapéuticos para aliviar el dolor en la artrosis de rodilla grado I. Metodología. Se trata de una revisión sistemática, que abarcó una búsqueda exhaustiva en varias bases de datos como Pubmed, Scielo y Elsevier. Los criterios de búsqueda incluyeron ensayos de control aleatorios, experimentales y cuasiexperimentales realizados entre los años 2017 y 2023. Resultados. De un total de 82 documentos se excluyeron 40 al ser estudios secundarios. Posteriormente, se excluyeron 21 estudios adicionales debido a la escasa relación entre las variables del estudio y a su falta de disponibilidad. Finalmente, se seleccionaron 21 artículos que cumplieron con los criterios de evaluación de calidad metodológica mediante la escala CRF-QS. Para evaluar el dolor, la rigidez, la funcionalidad y la calidad de vida, se utilizaron escalas como EVA, NPRS, WOMAC y OXFORD. Los ejercicios isocinéticos resultaron ser los más efectivos, ya que demostraron un aumento de la fuerza y el grosor del cartílago articular, lo que resultó en una disminución de las puntuaciones de EVA de 8,05 a 3,75. Conclusión. El ejercicio terapéutico supervisado centrado en el fortalecimiento de las extremidades inferiores ha demostrado ser una alternativa efectiva para el tratamiento conservador de la artrosis de rodilla grado I. Este enfoque alivia eficazmente el dolor, mejora la calidad de vida e incluso puede detener la progresión de la enfermedad.


Grade 1 knee osteoarthritis is a common problem worldwide. Physiotherapy is presented as a promising alternative for the conservative treatment of this pathology, since it effectively reduces arthralgia. Aim. To describe the effectiveness of therapeutic exercises to relieve pain in grade I knee osteoarthritis. Methodology. This is a systematic review, which included an exhaustive search in several databases such as Pubmed, Scielo and Elsevier. Search criteria included randomized, experimental and quasi-experimental control trials conducted between the years 2017 and 2023. Results. Of a total of 82 documents, 40 were excluded as they were secondary studies. Subsequently, 21 additional studies were excluded due to poor relationships between study variables and lack of availability. Finally, 21 articles were selected that met the methodological quality evaluation criteria using the CRF-QS scale. To evaluate pain, stiffness, functionality and quality of life, scales such as VAS, NPRS, WOMAC and OXFORD were used. Isokinetic exercises were found to be the most effective, demonstrating an increase in articular cartilage strength and thickness, resulting in a decrease in VAS scores from 8.05 to 3.75. Conclusion. Supervised therapeutic exercise focused on strengthening the lower extremities has been shown to be an effective alternative to the conservative treatment of grade I knee osteoarthritis. This approach effectively relieves pain, improves quality of life, and may even stop the progression of osteoarthritis. disease.


A osteoartrite do joelho grau 1 é um problema comum em todo o mundo. A fisioterapia apresenta-se como uma alternativa promissora para o tratamento conservador desta patologia, uma vez que reduz eficazmente a artralgia. Mirar. Descrever a eficácia dos exercícios terapêuticos no alívio da dor na osteoartrite de joelho grau I. Metodologia. Trata-se de uma revisão sistemática, que incluiu uma busca exaustiva em diversas bases de dados como Pubmed, Scielo e Elsevier. Os critérios de pesquisa incluíram ensaios de controle randomizados, experimentais e quase-experimentais realizados entre os anos de 2017 e 2023. Resultados. De um total de 82 documentos, 40 foram excluídos por se tratarem de estudos secundários. Posteriormente, 21 estudos adicionais foram excluídos devido às más relações entre as variáveis do estudo e à falta de disponibilidade. Por fim, foram selecionados 21 artigos que atenderam aos critérios de avaliação da qualidade metodológica pela escala CRF-QS. Para avaliar dor, rigidez, funcionalidade e qualidade de vida foram utilizadas escalas como VAS, NPRS, WOMAC e OXFORD. Os exercícios isocinéticos foram considerados os mais eficazes, demonstrando um aumento na força e espessura da cartilagem articular, resultando em uma diminuição nos escores VAS de 8,05 para 3,75. Conclusão. O exercício terapêutico supervisionado focado no fortalecimento das extremidades inferiores tem se mostrado uma alternativa eficaz ao tratamento conservador da osteoartrite do joelho grau I. Esta abordagem alivia eficazmente a dor, melhora a qualidade de vida e pode até interromper a progressão da osteoartrite.


Subject(s)
Osteoarthritis, Knee
2.
Acta ortop. bras ; 32(spe1): e268544, 2024. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1556717

ABSTRACT

ABSTRACT Cancer cases and survival have increased significantly in recent decades. Objective: In this study, we sought to evidence whether bone, joint and cartilage neoplasms are increasing with the aging of the Brazilian population, using the analysis of the DATASUS and IBGE databases, between 1979 and 2020. Methods: We compared the means and the proportion of death in Brazil, to observe the confidence interval overlaps, separated by region. Comparison between genders, age group, death and specific rate were compared via proportion tests and the trend was investigated via time series analysis. Results: Through the analyses, we can see that there is an increasing trend of cases, about 2.5 times in the period. Separated by region, the Southeast stands out, with a number of deaths about 6 times higher than other regions. Conclusion: Metastatic carcinoma is the most common neoplasm treated by orthopedic surgeons, and it is essential to adapt to this future projection, with cases of pathological bone involvement resulting from metastatic carcinomas, increasingly present in the routine of orthopedic surgeons. Level of Evidence IV, Cross-Sectional Observational Study.


RESUMO Os casos oncológicos e a sobrevida aumentaram expressivamente nas últimas décadas. Objetivo: Investigar se as neoplasias de osso, articulação e cartilagem estão aumentando com o envelhecimento da população brasileira, por meio da análise das bases de dado do Sistema Único de Saúde (DATASUS) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), entre os anos de 1979 e 2020. Métodos: Realizamos a comparação de médias e de proporção de morte entre as regiões do Brasil para observar as sobreposições de intervalo de confiança em cada região. A comparação entre sexo, faixa etária, óbito e taxa específica foi feita via testes de proporção, e a tendência foi investigada via análise de séries temporais. Resultados: Foi evidenciada uma tendência crescente dos casos de neoplasia, com um aumento de cerca de 2,5 vezes no período analisado. Entre as regiões do Brasil, destacou-se o Sudeste, com número de mortes cerca de seis vezes maior que outras regiões. Conclusão: O carcinoma metastático é a neoplasia mais comum tratada pelos cirurgiões ortopédicos, e é fundamental nos adequarmos a essa projeção futura, com casos de comprometimento ósseo patológicos decorrentes de carcinomas metastáticos cada vez mais presentes na rotina do cirurgião ortopédico. Nível de Evidência IV, Estudo Observacional Transversal.

3.
Rev. bras. cir. plást ; 38(3): 1-6, jul.set.2023. ilus
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1525377

ABSTRACT

Introdução: A síndrome de Binder também pode ser conhecida como displasia maxilonasal e é uma malformação congênita caracterizada por hipoplasia nasomaxilar devido a um subdesenvolvimento do esqueleto facial médio. A atual incidência ou prevalência ainda é desconhecida, mas afeta aproximadamente um recém-nascido vivo em cada 10.000 nascimentos. O diagnóstico pode ser clínico ou associado a ultrassonografia pré-natal, caracterizada por nariz achatado e convexidade anormal da maxila. O tratamento é cirúrgico para correção das anormalidades estéticas e funcionais. Relato de Caso: Paciente que recebeu diagnóstico de síndrome de Binder aos 14 anos, sem outras malformações associadas, com queixa estética e funcional nasal. A correção cirúrgica foi iniciada pela extração de um bloco da sexta cartilagem costal à esquerda, com abertura nasal na margem columelar, no padrão de uma rinoplastia aberta, e dissecados os tecidos no plano subSMAS. Após preparo da área receptora nasal, foram esculpidos bloco de cartilagem para reconstrução do dorso nasal, enxertos alares e enxerto de cartilagem septal. Houve melhora de projeção da ponta nasal e alongamento nasal. Conclusão: A rinoplastia pode ser uma cirurgia desafiadora nesses pacientes, sendo a reconstrução autóloga com o uso de cartilagem costal indicada pela literatura como a melhor opção. É necessário individualizar cada caso para programação de enxertos e reestruturação nasal, sendo fundamental também a melhora funcional desses casos.


Introduction: Binder's syndrome can also be known as maxillonasal dysplasia and it is a congenital malformation characterized by nasomaxillary hypoplasia resulting from an underdevelopment of the middle facial skeleton. The current incidence or prevalence is still unknown, but it affects approximately one child in every 10,000 births. The diagnosis can be clinical or associated with prenatal ultrasonography, characterized by a flattened nose and abnormal maxillary convexity. The treatment is surgical to correct aesthetic and functional abnormalities. Case Report: Patient diagnosed with Binder's syndrome at the age of 14, without other associated malformations, with aesthetic and functional nasal complaints. Surgical correction began with the extraction of a block of the sixth costal cartilage on the left, with a nasal opening on the columellar margin, in the pattern of an open rhinoplasty, and tissue dissection in the sub-SMAS plane. After preparing the nasal receptor area, a block of cartilage was sculpted for reconstruction of the nasal dorsum, alar grafts and septal cartilage grafts. There was an improvement in the projection of the nasal tip and nasal dorsum. Conclusion: Rhinoplasty can be a challenging surgery in these patients, and the literature indicates that the best option is autologous reconstruction with costal cartilage. It is necessary to individualize each case to schedule nasal grafts and restructuring, and functional improvement in these cases is also essential

4.
Rev. bras. ortop ; 58(4): 551-556, July-Aug. 2023. tab
Article in English | LILACS | ID: biblio-1521800

ABSTRACT

Abstract Articular cartilage injuries are common and lead to early joint deterioration and osteoarthritis. Articular cartilage repair techniques aim at forming a cartilaginous neo-tissue to support the articular load and prevent progressive degeneration. Several techniques are available for this purpose, such as microfracture and chondrocyte transplantation. However, the procedural outcome is often fibrocartilage, which does not have the same mechanical resistance as cartilaginous tissue. Procedures with autologous osteochondral graft have a morbidity risk, and tissue availability limits their use. As such, larger lesions undergo osteochondral transplantation using fresh or frozen grafts. New techniques using minced or particulate cartilage fragments or mesenchymal stem cells are promising. This paper aims to update the procedures for treating chondral lesions of the knee.


Resumo As lesões da cartilagem articular são comuns e levam à deterioração precoce da articulação e ao desenvolvimento da osteoartrite. As técnicas de reparo da cartilagem articular visam a formação de um neo-tecido cartilaginoso capaz de suportar carga articular e evitar a progressão da degeneração. Há várias técnicas disponíveis para esse fim, como a microfratura e o transplante de condrócitos. Entretanto muitas vezes o desfecho do procedimento é a formação de fibrocartilagem, que não possui a mesma resistência mecânica do tecido cartilaginoso. Em outros procedimentos, nos quais é realizado enxerto osteocondral autólogo, há risco de morbidade associada ao procedimento, além da disponibilidade limitada de tecido. Por esse motivo, o transplante osteocondral, utilizando enxertos a fresco ou congelados tem sido utilizado para lesões de maior volume. Por fim, novas técnicas utilizando fragmentos de cartilagem picada ou particulada, assim como o uso de células tronco mesenquimais se apresentam como promissores. O objetivo desse artigo é realizar uma atualização dos procedimentos para tratamento das lesões condrais do joelho.


Subject(s)
Humans , Cartilage, Articular/injuries , Fractures, Stress/therapy , Chondrocytes , Transplants , Knee Injuries/therapy
5.
Rev. bras. ortop ; 58(2): 191-198, Mar.-Apr. 2023. graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1449794

ABSTRACT

Abstract Historically, surgeries on the immature skeleton were reserved for open or articular fractures. In recent years, the improvement in the quality and safety of anesthesia, new imaging equipment, implants designed especially for pediatric fractures, associated with the possibility of shorter hospitalization time and rapid return to social life has demonstrated a new tendency to evaluate and treat fractures in children. The purpose of this update article is to answer the following questions: (1) Are we really turning more surgical in addressing fractures in children? (2) If this is true, is this surgical conduct based on scientific evidence? In fact, in recent decades, the medical literature demonstrates articles that support better evolution of fractures in children with surgical treatment. In the upper limbs, this is very evident in the systematization of the reduction and percutaneous fixation of supracondylar fractures of the humerus and fractures of the forearm bones. In the lower limbs, the same occurs with diaphyseal fractures of the femur and tibia. However, there are gaps in the literature. The available published studies show low scientific evidence. Thus, it can be inferred that, even though the surgical approach is more present, the treatment of pediatric fractures should always be individualized and conducted according to the knowledge and experience of the professional physician, taking into account the presence of technological resources available for the care of the small patient. All possibilities, non-surgical and/or surgical, should be included, always instituting actions based on science and in agreement with the family's wishes.


Resumo Historicamente, as cirurgias no esqueleto imaturo eram reservadas às fraturas expostas ou articulares. Nos últimos anos, a melhora na qualidade e segurança das anestesias, novos equipamentos de imagem, implantes desenhados especialmente para fraturas pediátricas, associados à possibilidade de menor tempo de hospitalização e rápido retorno ao convívio social vêm demonstrando uma nova tendência de avaliar e tratar fraturas na criança. O objetivo deste artigo de atualização é responder às seguintes questões: (1) estamos realmente ficando mais cirúrgicos na abordagem das fraturas em crianças? (2) Caso isto seja verdadeiro, esta conduta cirúrgica está baseada em evidências científicas? De fato, nas últimas décadas, a literatura médica demonstra artigos que suportam melhor evolução das fraturas na criança com o tratamento cirúrgico. Nos membros superiores, isto fica muito evidente na sistematização da redução e fixação percutânea das fraturas supracondilianas do úmero e das fraturas de ossos do antebraço. Nos membros inferiores, o mesmo ocorre com fraturas diafisárias do fêmur e tíbia. No entanto, há lacunas na literatura. Os estudos publicados são geralmente com baixa evidência científica. Assim, pode-se deduzir que, mesmo sendo a abordagem cirúrgica mais presente, o tratamento de fraturas pediátricas deve ser sempre individualizado e conduzido de acordo com o conhecimento e experiência do médico profissional, levando em conta a presença de recursos tecnológicos disponíveis para o atendimento do pequeno paciente. Deve-se incluir todas as possibilidades, não cirúrgicas e/ou cirúrgicas, sempre instituindo ações baseadas na ciência e em concordância com os anseios da família.


Subject(s)
Humans , Child, Preschool , Child , Fractures, Bone , Salter-Harris Fractures , Fracture Fixation, Internal , Growth Plate/surgery
6.
Article in Spanish | LILACS, UY-BNMED, BNUY | ID: biblio-1420056

ABSTRACT

Las fracturas acetabulares con compromiso del cartílago trirradiado (CTR) en pacientes pediátricos son muy poco frecuentes, difíciles de diagnosticar y complejas de tratar; pudiendo dejar graves secuelas. Generalmente son producto de accidentes de tránsito de alta energía cinética. Debido a su baja prevalencia no hay grandes series en la bibliografía y por ende tampoco existe un consenso terapéutico. Realizamos una puesta a punto del tema a propósito de un atípico caso de una niña de 9 años con una fractura del acetábulo con compromiso del CTR, producido por un traumatismo de baja energía cinética. Registramos su diagnóstico y tratamiento quirúrgico, evaluamos su resultado clínico - radiológico y funcional mediante el Hip Harris Score (HHS) al final de su seguimiento de 5 años.


Acetabular fractures with compromise of the triradiate cartilage (TRC) in pediatric patients are very rare, difficult to diagnose and complex to treat, also can leave serious consequences. They are generally product of high energy kinematics. Due to its low prevalence, there are no large series in the literature and therefore there is no therapeutic consensus. We carried out a recapitulation of the subject regarding an atypical case of a 9-year-old girl with an acetabulum fracture with compromise of the TRC, produced by a low kinetic energy trauma. We recorded the diagnosis and surgical treatment, and also, we evaluated the clinical-radiological and functional results through the Hip Harris Score (HHS) at the end of their 5-year follow-up.


As fraturas acetabulares com compromisso da cartilagem trirradiada (TRC) em pacientes pediátricos são muito poco frecuentes, de difícil diagnóstico e complexas de tratar; e podem deixar sérias consequências. Geralmente são o produto de acidentes de trânsito de alta energia cinética. Devido à sua baixa prevalência, não há grandes séries na literatura e, portanto, não há consenso terapêutico. Realizamos uma atualização do tema referente a um caso atípico de uma menina de 9 anos com fratura de acetábulo com comprometimento do CTR, produzida por um trauma de baixa energia cinética. Registramos seu diagnóstico e tratamento cirúrgico, avaliamos seus resultados clínico-radiológicos e funcionais por meio do Hip Harris Score (HHS) ao final de seu seguimento de 5 anos.


Subject(s)
Humans , Female , Child , Acetabulum/surgery , Acetabulum/injuries , Treatment Outcome , Fractures, Bone/surgery , Fractures, Bone/diagnostic imaging , Fracture Fixation
7.
Rev. bras. ortop ; 57(6): 1022-1029, Nov.-Dec. 2022. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1423636

ABSTRACT

Abstract Objective To evaluate in vitro the viability of mesenchymal stem cells derived from adipose tissue (AD-MSCs) in different commercial solutions of hyaluronic acid (HA) before and after being sowed in collagen I/III membrane. Methods In the first stage, the interaction between AD-MSCs was analyzed with seven different commercial products of HA, phosphate buffered saline (PBS), and bovine fetal serum (BFS), performed by counting living and dead cells after 24, 48 and 72 hours. Five products with a higher number of living cells were selected and the interaction between HA with AD-MSCs and type I/III collagen membrane was evaluated by counting living and dead cells in the same time interval (24, 48 and 72 hours). Results In both situations analyzed (HA + AD-MSCs and HA + AD-MSCs + membrane), BFS presented the highest percentage of living cells after 24, 48 and 72 hours, a result higher than that of HA. Conclusion The association of HA with AD-MSCs, with or without membrane, showed no superiority in cell viability when compared with BFS.


Resumo Objetivo Avaliar in vitro a viabilidade das células-tronco mesenquimais derivadas do tecido adiposo (AD-CTMs) em diferentes soluções comerciais de ácido hialurônico (AH) antes e após serem semeadas em membrana de colágeno I/III. Métodos Na primeira etapa, analisou-se a interação entre AD-CTMs com sete diferentes produtos comerciais de AH, salina tamponada com fosfato (PBS, na sigla em inglês) e soro fetal bovino (SFB), realizada pela contagem das células vivas e mortas após 24, 48 e 72 horas. Foram selecionados cinco produtos com maior número de células vivas e avaliou-se a interação entre o AH com AD-CTMs e a membrana de colágeno tipo I/III pela contagem de células vivas e mortas no mesmo intervalo de tempo (24, 48 e 72 horas). Resultados Em ambas as situações analisadas (AH + AD-CTM e AH + AD-CTM + membrana), o SFB apresentou a maior porcentagem de células vivas após 24, 48 e 72 horas, resultado superior ao do AH. Conclusão A associação do AH com as AD-CTMs, com ou sem a membrana, não demonstrou superioridade na viabilidade celular quando comparado com SFB.


Subject(s)
In Vitro Techniques , Cartilage, Articular , Collagen Type I , Mesenchymal Stem Cell Transplantation , Hyaluronic Acid
8.
Rev. bras. cir. plást ; 37(1): 111-114, jan.mar.2022. ilus
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1368269

ABSTRACT

Introdução: As anomalias craniofaciais são identificadas usualmente pela sua aparência. Ao longo do tempo, diversas escalas e classificações foram propostas a partir de aspectos clínicos e anatômicos. Em 1976, Tessier fez uma associação entre os tecidos moles e o ósseo subjacente. Com esse conceito, criou um sistema numeral a partir da órbita em sentido horário de 0 - que chamou de linha zero, uma linha vertical da face - a 14. Rara e com múltiplas apresentações, sua condução segue um desafio mesmo para profissionais mais experientes. Relato de Caso: Paciente feminina, submetida a rinoplastia aberta estruturada aos 15 anos de idade para correção de nariz bífido, utilizando cartilagem costal e técnica de tongue-in-groove. Discussão: O nariz bífido é uma das principais apresentações da fissura 0. A rinoplastia aberta estruturada já foi aplicada em outros trabalhos com grande sucesso, sendo a técnica tongue-in-groove especialmente útil para projeção e rotação da ponta nasal. Conclusão: As anomalias craniofaciais variam em suas apresentações e cabe ao cirurgião plástico identificar os problemas e propor soluções terapêuticas que amenizem essas alterações. Seu tratamento irá necessitar de uma avaliação pré-operatória completa, planejamento cirúrgico cuidadoso e técnica cirúrgica meticulosa.


Introduction: Craniofacial anomalies are usually identified by their appearance. Over time, several scales and classifications have been proposed based on clinical and anatomical aspects. In 1976, Tessier made an association between the soft tissues and the underlying bone. With this concept, he created a numeral system from the 0 clockwise orbit - which he called the zero line, a vertical line of the face - to 14. Rare and with multiple presentations, its handling remains a challenge even for more experienced professionals. Case Report: Female patient, submitted to open structured rhinoplasty at 15 years of age for correction of bifid nose, using costal cartilage and tongue-in-groove technique. Discussion: The bifid nose is one of the main presentations of cleft 0. Structured open rhinoplasty has already been applied in other works with great success, being the tonguein- groove technique especially useful for projection and rotation of the nasal tip. Conclusion: Craniofacial anomalies vary in their presentations and it is up to the plastic surgeon to identify the problems and propose therapeutic solutions to alleviate these changes. Treatment will require a thorough preoperative evaluation, careful surgical planning and meticulous surgical technique.

9.
Acta ortop. bras ; 30(5): e250612, 2022. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1403047

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To evaluate the sagittal tomographic reformatting of the sternum using unpublished radiographic parameters (indexes and angles), comparing them between the different types of pectus, and controls. Methods: 44 patients with pectus deformities and controls underwent chest CT for analysis. The types of pectus were classified into: inferior pectus carinatum (IPC), superior (SPC) and lateral (LPC), and broad (BPE) and localized pectus excavatum (LPE). The following tomographic parameters were created and measured: (1) spine-manubrium-sternum index (SMS); (2) column-sternum index (CSI); (3) manubrium-sternal angle (MSA); (4) inferior manubrium angle (IMA); and (5) inferior sternum angle (ISA). Statistical analysis was performed between the pectus and control groups, and between the different types of pectus. Results: There was a significant difference between: a) pectus excavatum and pectus carinatum when analyzing the SMS, CSI, MSA and ISA indexes. b) LPE and control group for SMS and ISA. c) LPC and LPE, and LPC and BPE for SMS; d) BPE and LPC for CSI; e) IPC and LPE, and IPC and BPE for ISA; f) SPC and LPE, and SPC and BPE for IMA. Conclusion: The radiographic indexes and angles created provided differentiation parameters between patients with different types of pectus, and between these and controls. Level of Evidence II, Prognostic Studies.


RESUMO Objetivos: Avaliar a reformatação tomográfica sagital do esterno por meio de parâmetros radiográficos inéditos (índices e ângulos), comparando-os entre os diferentes tipos de pectus e controles. Métodos: 44 pacientes com deformidades pectus e controles foram submetidos à TC do tórax para análise. Os tipos de pectus foram classificados em: pectus carinatum inferior (PCI), superior (PCS) e lateral (PCL), e pectus excavatum amplo (PEA) e localizado (PEL). Foram criados e mensurados os seguintes parâmetros tomográficos: (1) índice coluna-manúbrio-esterno (CME); (2) índice coluna-esterno (CE); (3) ângulo manúbrio-esternal (AME); (4) ângulo inferior do manúbrio (AIM); e (5) ângulo inferior do esterno (AIE). Foi realizada análise estatística entre os grupos pectus e controle, e entre os diferentes tipos de pectus. Resultados: Houve diferença significativa entre: a) pectus excavatum e pectus carinatum quando analisados os índices CME, CE, AIM e AIE; b) PEL e grupo controle para CME e AIE; c) PCL e PEL, e PCL e PEA para o CME; d) PEA e PCL para CE; e) PCI e PEL, e PCI e PEA para AIE; f) PCS e PEL, e PCS e PEA para AIM. Conclusões: Os índices e ângulos radiográficos criados forneceram parâmetros de diferenciação entre pacientes com diferentes tipos de pectus, e entre estes e controles. Nível de Evidência II, Estudos Prognósticos.

10.
Rev. bras. ortop ; 56(6): 689-696, Nov.-Dec. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1357130

ABSTRACT

Abstract Osteoarthritis (OA) is characterized by a chronic, progressive and irreversible degradation of the joint surface associated with joint inflammation. The main etiology of ankle OA is post-traumatic and its prevalence is higher among young and obese people. Despite advances in the treatment of fractures around the ankle, the overall risk of developing posttraumatic ankle OA after 20 years is almost 40%, especially in Weber type B and C bimalleolar fractures and in fractures involving the posterior tibial border. In talus fractures, this prevalence approaches 100%, depending on the severity of the lesion and the time of follow-up. In this context, the current understanding of the molecular signaling pathways involved in senescence and chondrocyte apoptosis is fundamental. The treatment of ankle OA is staged and guided by the classification systems and local and patient conditions. The main problems are the limited ability to regenerate articular cartilage, low blood supply, and a shortage of progenitor stem cells. The present update summarizes recent scientific evidence of post-traumatic ankle OA with a major focus on changes of the synovia, cartilage and synovial fluid; as well as the epidemiology, pathophysiology, clinical implications, treatment options and potential targets for therapeutic agents.


Resumo A osteoartrite (OA) é caracterizada por uma degradação crônica, progressiva e irreversível da superfície articular, associada a inflamação articular. A principal etiologia da OA do tornozelo é pós-traumática e sua prevalência é maior entre os jovens e obesos. Apesar dos avanços no tratamento das fraturas ao redor do tornozelo, o risco geral de desenvolver OA pós-traumática do tornozelo após 20 anos do trauma é de quase 40%; especialmente nas fraturas bimaleolares de Weber tipo B e C e fraturas envolvendo a borda tibial posterior. Nas fraturas do tálus, essa prevalência se aproxima de 100%, dependendo da gravidade da lesão e do tempo de seguimento. Nesse cenário, é fundamental a compreensão atual das vias de sinalização moleculares envolvidas na senescência e apoptose dos condrócitos. O tratamento da OA do tornozelo é estagiado e guiado pelos sistemas de classificação, condições locais e do paciente. Os principais problemas são a limitada capacidade de regeneração da cartilagem articular, o baixo suprimento de sangue e a escassez de células-tronco progenitoras. A presente atualização resume evidências científicas básicas recentes da OA póstraumática do tornozelo, com foco principal nas alterações metabólicas da sinóvia, da cartilagem e do líquido sinovial. Epidemiologia, fisiopatologia, implicações clínicas, e opções de tratamento são também discutidas.


Subject(s)
Humans , Osteoarthritis/diagnosis , Osteoarthritis/therapy , Synovial Fluid , Cartilage , Cartilage, Articular , Prevalence , Fractures, Bone , Ankle Fractures , Ankle/physiopathology
11.
Rev. colomb. cienc. pecu ; 34(3): 212-223, July-Sept. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1408022

ABSTRACT

Abstract Background: Osteoarthritis is a complex degenerative disease with several factors contributing to joint damage. Objective: To compare the potential effect of hyaluronic acid (HA) and triamcinolone acetonide (TA), alone or combined, on the in vitro chondrogenic differentiation process of mesenchymal stem cells (MSCs). Methods: MSCs were divided into four groups: Control, HA, TA, and HA/TA combined. Each treatment group was cultured for 14 days in chondrogenic differentiation medium. The chondrogenic differentiation potential was assessed by histology and immunohistochemistry. Results: The HA and HA/TA-treated MSCs presented histological characteristics similar to native chondrocytes. The extracellular matrix (ECM) of TA-treated MSCs was compact and organized. Glycosaminoglycan staining was intense in Control, moderate in TA, slight in HA/TA, and undetectable in HA. Type II collagen immunoreactivity was high in the TA-treated ECM and MSCs. Conclusions: Histological analysis shows that HA influences morphological development similar to chondrocytes of the MSCs, but with low expression of specific cartilage molecules. The TA promotes formation of a compact and organized ECM.


Resumen Antecedentes: La osteoartritis es una enfermedad degenerativa compleja en la cual varios factores contribuyen al daño articular. Objetivo: Comparar el efecto del ácido hialurónico (HA) y acetónido de triamcinolona (TA), solos o en combinación, en el proceso de diferenciación condrogénica in vitro de células madre mesenquimales (MSCs). Métodos: Las MSCs fueron divididas en cuatro grupos: Control, HA, TA y HA/TA, y cultivadas por 14 días en medio de diferenciación condrogénica para cada tratamiento. El potencial de diferenciación condrogénica fue analizado por medio de histología e inmunohistoquímica. Resultados: Las MSCs tratadas con HA y HA/TA, presentaron características histológicas similares a los condrocitos nativos, y la matriz extracelular (ECM) de MSCs tratadas con TA fue más compacta y organizada. La tinción de glicosaminoglicanos fue intensa en el Control, moderada en TA, ligera en HA/TA, y sin tinción en HA. La inmunoreactividad para colágeno tipo II fue más alta en las MSCs y ECM tratadas con TA. Conclusión: El análisis histológico muestra que el HA influencia un desarrollo morfológico similar a los condrocitos de las MSCs, pero con baja expresión de moléculas específicas de cartílago. La TA promueve la formación de una ECM compacta y organizada.


Resumo Antecedentes: A osteoartrite é uma doença degenerativa complexa, na qual vários fatores contribuem ao dano articular. Objetivo: Comparar o efeito do ácido hialurônico (HA) e Triancinolona acetonida (TA), só ou combinado no processo de diferenciação condrogênica in vitro de células tronco mesenquimais (MSCs). Métodos: MSCs foram divididas em 4 grupos: Controle, HA, TA y HA/TA e cultivadas por 14 dias com meio de diferenciação condrogênica e seus respectivos tratamentos. O potencial de diferenciação condrogênica foi acessado por meio de histologia e imunohistoquímica. Resultados: Histologicamente, MSCs tratadas com HA e HA/TA apresentaram características semelhantes de condrócitos nativos, e a matriz extracelular de MSCs tratadas com TA foi mais compacta e organizada. A coloração para glicosaminoglicanos foi intensa no Controle, moderada no TA, leve no HA/TA e sem coloração com HA. Para os grupos tratamento, a imunoreatividade para colágeno tipo II foi maior nas células e matriz extracelular tratadas com TA. Conclusão: Mediante análise histológica, o HA influenciou o desenvolvimento morfológico semelhante a condrócitos das MSCs, mas com baixa expressão de moléculas específicas de cartilagem. A TA promoveu a formação de uma matriz extracelular compacta e organizada.

12.
Rev. bras. ortop ; 56(4): 470-477, July-Aug. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1341162

ABSTRACT

Abstract Objective The aim of our study is to analyze the clinical and functional results obtained using autologous chondrocytes embedded in a fibrin scaffold in knee joint injuries. Methods We included 56 patients, 36 men and 20 women, with a mean age 36 years. Six of the patients were professional athletes, with single knee injuries that were either chondral or osteochondral (43 chondral, 9 osteochondral, 2 cases of osteochondritis dissecans and 2 osteochondral fractures), 2 to 10 cm2 in size and ≤ 10 mm deep, with no signs of osteoarthritis. The location of the injury was in the patella (8), the medial femoral condyle (40) and lateral femoral condyle (7) and one in the trochlea. The mean follow-up was 3 (range: 1-6) years. The clinical course was assessed using the Cincinnati and Knee Injury and Osteoarthritis Outcome (KOOS) scores, 6 and 12 months after surgery. The paired Student t-test was used to compare pre-and postoperative results. Results Six months after the implant, patients resumed their everyday activities. On the assessment scores, their condition was improving in comparison with their presurgical state (p < 0.05). They were also able to carry out their sporting activities more easily than prior to surgery (p < 0.05). Conclusion The seeding of chondrocytes in fibrin may provide a favorable microenvironment for the synthesis of extracellular matrix and improved the clinical condition and activity of the patients 1 year after surgery.


Resumo Objetivo O objetivo do nosso estudo é analisar os resultados clínicos e funcionais do tratamento de lesões nas articulações do joelho com condrócitos autólogos embebidos em arcabouço de fibrina. Métodos O estudo foi realizado com 56 pacientes (36 homens e 20 mulheres) com idade média de 36 anos; 6 indivíduos eram atletas profissionais. Os pacientes apresentavam lesões únicas, condrais ou osteocondrais (43 condrais, nove osteocondrais, 2 casos de osteocondrite dissecante e duas fraturas osteocondrais) no joelho, com 2 a 10 cm2 de tamanho e ≤ 10 mm de profundidade, sem sinais de osteoartrite. As lesões estavam localizadas na patela (8), no côndilo femoral medial (40), no côndilo femoral lateral (7) e na tróclea (1). O período médio de acompanhamento foi de 3 anos (faixa de 1-6 anos). A evolução clínica foi avaliada pelos escores de Cincinnati e Knee Injury and Osteoarthritis Outcome (KOOS), 6 e 12 meses após a cirurgia. O teste t de Student pareado foi utilizado para comparação dos achados pré e pós-operatórios. Resultados Os pacientes retomaram suas atividades diárias 6 meses após o implante. Os escores avaliados demonstraram a melhora em comparação ao estado pré-cirúrgico (p < 0,05). Além disso, os pacientes conseguiram realizar suas atividades esportivas com mais facilidade do que antes da cirurgia (p < 0,05). Conclusão A cultura de condrócitos em fibrina pode proporcionar um microambiente favorável para a síntese de matriz extracelular e melhorar a condição clínica e a atividade dos pacientes 1 ano após a cirurgia


Subject(s)
Humans , Male , Female , Fibrin , Cartilage , Chondrocytes , Scaphoid Bone , Knee
13.
Acta ortop. bras ; 29(3): 167-170, Aug. 2021. graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1278215

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: This study aimed to identify the most used scales in the assessment of the clinical outcomes for the treatment of osteochondral lesions of the talus. Methods: We performed a systematic review of the PubMed/MEDLINE databases from September 1999 to September 2019, based on the guidelines established by the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). The research strategy was: osteochondral [All Fields], AND ("talus" [MeSH Terms] OR "talus" [All Fields]) AND lesion [All Fields]. Of the 364 articles found in the literature, 166 (45%) were included in the study and 198 (55%) excluded. In total, 23 clinical assessment tools were used in the studies. Results: We found 49.4% of the studies to use the American Orthopaedic Foot and Ankle Society Ankle-Hindfoot Scale (AOFAS Ankle-Hindfoot Scale) and 29.5% the Visual Analogue Scale (VAS). Conclusion: The use of AOFAS increased in relation to VAS in the last 6 years (p = 0.046), and these two scales, either alone or combined, were the most used for studying osteochondral lesions of the talus. Level of Evidence III, Systematic Review of Level II studies.


RESUMO Objetivo: Este estudo propõe revisar sistematicamente a literatura para identificar as escalas mais utilizadas da avaliação clínica de resultados do tratamento das LOTs. Métodos: Foi realizada revisão sistemática das bases de dados do PubMed/MEDLINE, desde setembro de 1999 a setembro 2019 baseado nas diretrizes PRISMA (Preferred Reporting Items for Systematic reviews and Meta-Analyses). A estratégia de pesquisa foi: osteochondral [All Fields], AND ("talus" [MeSH Terms] OR "talus" [All Fields]) AND lesion [All Fields]. De 364 artigos, foram incluídos no estudo 166 (45%) e excluídos 198 (55%). Foram observadas 23 escalas de avaliação clínica utilizadas. Resultados: A escala AOFAS e EVA de dor foram as mais utilizadas, ocorrendo em 49,4% e 29,5% dos artigos, respectivamente. Foi observado aumento de uso de AOFAS e diminuição EVA nos últimos 6 anos (p = 0,046). Conclusão: As ferramentas Escala AOFAS e EVA para dor demonstraram ser as mais usadas na literatura para avaliação de resultados do tratamento da lesão osteocondral de tálus, tanto isoladamente, quanto combinadas. Nível de Evidência III, Revisão Sistemática de Estudos de Nível II.

14.
Rev. bras. med. esporte ; 27(7): 682-685, July 2021. tab, graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1351816

ABSTRACT

ABSTRACT Introduction: Articular cartilage is an essential structure for joint weight-bearing and movement. If it is always under a specific mechanical stimulation, it will cause osteoarthritis (OA) and even involve the articular cartilage. Sports can affect articular cartilage thickness, cartilage surface morphology, and cartilage cell metabolism. Objective: This thesis studies the cell metabolism of knee cartilage tissue with exercises of different intensities. Methods: We divided 40 rats into four groups according to exercise intensity. The control group exercised freely, while the experimental group exercised with different intensities. After eight weeks of exercise, we extracted the knee joint cartilage to observe its cell metabolism. Results: We found that the cartilage surface of the rats was complete after exercise, and the thickness of the cartilage layer was significantly greater than that of rats without exercise. Conclusion: Exercises of different intensities have different effects on the metabolism of cartilage cells in the knee joint of rats. Level of evidence II; Therapeutic studies - investigation of treatment results.


RESUMO Introdução: A cartilagem articular é uma estrutura essencial para o suporte de peso e movimento de juntas. Quando a articulação está constantemente sob estímulos mecânicos específicos, a osteoartrite (OA) pode resultar, envolvendo inclusive a cartilagem articular. O esporte pode afetar a espessura da cartilagem articular, a morfologia da superfície da cartilagem e o metabolismo celular da cartilagem. Objetivo: Este estudo analisa o metabolismo celular do tecido cartilaginoso do joelho com exercícios de diferentes intensidades. Métodos: Dividimos 40 ratos em quatro grupos de acordo com a intensidade do exercício. O grupo de controle praticou exercícios livremente, enquanto o grupo experimental exercitou com diferentes intensidades. Após oito semanas de exercícios, extraímos a cartilagem da junta do joelho para observar seu metabolismo celular. Resultados: Descobrimos que a superfície cartilaginosa dos ratos se desenvolveu após o exercício, e que a espessura da camada de cartilagem aumentou muito mais do que aquela dos ratos sem exercício. Conclusão: Exercícios de diferentes intensidades tem diferentes efeitos no metabolismo de células cartilaginosas nas juntas de joelhos de ratos. Nível de evidência II; Estudos terapêuticos - investigação de resultados de tratamento.


Resumen Introducción: El cartílago articular es una estructura esencial para el soporte de peso y movimientos de articulaciones. Cuando la articulación está constantemente bajo estímulos mecánicos específicos, puede causar la osteoartritis (OA) e incluso involucrar el cartílago articular. El deporte puede afectar el espesor del cartílago articular, la morfología de la superficie del cartílago y el metabolismo celular del cartílago. Objetivo: Este estudio analiza el metabolismo celular del tejido cartilaginoso de la rodilla con ejercicios de diferentes intensidades. Métodos: Dividimos 40 ratones en cuatro grupos de acuerdo a la intensidad del ejercicio. El grupo de control practicó ejercicios libremente, mientras el grupo experimental ejercitó con diferentes intensidades. Tras ocho semanas de ejercicios, extraemos el cartílago de la articulación de la rodilla para observar su metabolismo celular. Resultados: Descubrimos que la superficie cartilaginosa de los ratones se desarrolló tras el ejercicio, y que el espesor de la camada de cartílago aumentó mucho más que aquella de los ratones sin ejercicio. Conclusiones: Ejercicios de distintas intensidades tienen diferentes efectos en el metabolismo de células cartilaginosas en las articulaciones de rodillas de ratones. Nivel de evidencia II; Estudios terapéuticos - investigación de resultados de tratamiento.

15.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 87(3): 305-309, May-Jun. 2021. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1285679

ABSTRACT

Abstract Introduction Various graft materials have been used in the tympanoplasty technique. Cartilage grafts are being used increasingly in recent years. Objective The aim of this study was to present the comparative outcomes of the perichondrium-preserved palisade island graft technique previously defined by ourselves. Methods We retrospectively compared the hearing and graft success rates in 108 patients with chronic otitis media, who had undergone cartilage tympanoplasty, where both island and perichondrium-preserved palisade graft techniques were used. Results The success rates among the study and the control groups with regard to graft take were 97% and 93%, respectively. No significant difference was observed between the groups with regard to the postoperative mean pure tone values, improvement in air-bone gaps and reduction in air-bone gaps to under 20 dB. However, better results were observed in the study group. Conclusion The perichondrium-preserved palisade island graft technique is an easy method with high graft success rates and hearing outcomes.


Resumo Introdução Vários materiais de enxerto têm sido usados na realização de timpanoplastias. Nos últimos anos, os enxertos de cartilagem têm sido cada vez mais usados. Objetivo Apresentar os resultados comparativos da técnica de enxerto de cartilagem em ilha associada e paliçada preservado em pericôndrio previamente descrita pelos autores. Método Foram comparadas retrospectivamente as taxas de sucesso auditivo e na "pega" do enxerto em 108 pacientes com otite média crônica, submetidos a timpanoplastia com cartilagem, na qual foram usadas ambas as técnicas, de enxerto em ilha e paliçada preservado em pericôndrio. Resultados As taxas de sucesso entre os grupos de estudo e controle em relação à "pega" do enxerto foram de 97% e 93%, respectivamente. Não foi observada diferença significante entre os grupos em relação aos valores médios dos tons puros, melhoria do gap ou redução do aéreo-ósseo para menos de 20 dB no pós-operatório. No entanto, melhores resultados foram observados no grupo de estudo. Conclusão A técnica de enxerto em ilha associada e paliçada preservado em pericôndrio é um métodofácil, com altas taxas de sucesso tanto do enxerto quanto dos resultados auditivos.


Subject(s)
Humans , Tympanoplasty , Tympanic Membrane Perforation/surgery , Cartilage/transplantation , Retrospective Studies , Treatment Outcome , Hearing , Hearing Tests
16.
Rev. bras. ortop ; 56(3): 333-339, May-June 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1288682

ABSTRACT

Abstract Objective To evaluate clinically and radiologically the results of the treatment of chondral lesions using collagen membrane - autologous matrix-induced chondrogenesis (AMIC). Methods This is a series of observational cases, in which 15 patients undergoing AMIC were analyzed. The clinical evaluation was made by comparing the Lysholm and International Knee Document Commitee (IKDC) scores in the pre- and postoperative period of 12 months, and radiological evaluation using the Magnetic Resonance Observation of Cartilage Repair Tissue (MOCART) score in the same postoperative period. Results The mean age of the patients was 39.2 years old, and the mean size of the chondral lesions was 1.55cm2. There was a significant improvement in clinical scores, with a mean increase of 24.6 points on Lysholm and of 24.3 on IKDC after 12 months. In the radiological evaluation, MOCART had a mean of 65 points. It was observed that the larger the size of the lesion, the greater the improvement in scores. Conclusion Evaluating subjective clinical scores, the treatment of chondral lesions with the collagen membrane showed good results, as well as the evaluation of MOCART, with greater benefit in larger lesions.


Resumo Objetivo Avaliar clínica e radiologicamente os resultados do tratamento das lesões condrais com a membrana de colágeno - condrogênese autóloga induzida por matriz. Métodos Trata-se de uma série de casos observacional, na qual foram analisados 15 pacientes submetidos a condrogênese autóloga induzida por matriz. A avaliação clínica foi feita comparando os escores de Lysholm e International Knee Document Commitee (IKDC, na sigla em inglês) no pré- e pós-operatório de 12 meses, e avaliação radiológica através do escore de Magnetic Resonance Observation of Cartilage Repair Tissue (MOCART, na sigla em inglês) no mesmo período de pós-operatório. Resultados A média de idade dos pacientes foi 39,2 anos, e a média do tamanho das lesões condrais foi de 1,55cm2. Houve uma melhora significativa nos escores clínicos, com média de aumento de 24,6 pontos no Lysholm e de 24,3 no IKDC, após 12 meses. Na avaliação radiológica, o MOCART teve média de 65 pontos. Observou-se que quanto maior o tamanho da lesão, maior foi a melhora nos escores. Conclusão Avaliando escores clínicos subjetivos, o tratamento das lesões condrais com a membrana de colágeno mostrou bons resultados, assim como a avaliação de MOCART, com maior benefício em lesões maiores.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adolescent , Adult , Middle Aged , Postoperative Period , Magnetic Resonance Spectroscopy , Cartilage, Articular , Collagen , Chondrogenesis , Knee Injuries
17.
Braz. j. otorhinolaryngol. (Impr.) ; 87(2): 157-163, mar.-abr. 2021. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1249349

ABSTRACT

Resumo Introdução: A timpanoplastia endoscópica é uma cirurgia minimamente invasiva que pode ser feita através de uma abordagem exclusivamente transcanal. O uso de endoscópios em procedimentos otológicos tem aumentado no mundo todo. A abordagem endoscópica facilita a timpanoplastia transcanal mesmo em pacientes com canal auditivo externo estreito e com uma protrusão da parede anterior. Objetivos: O presente estudo teve como objetivo comparar os resultados cirúrgicos e audiológicos das abordagens endoscópica transcanal e microscópica convencional na timpanoplastia tipo 1. Método: As taxas de sucesso do enxerto, os resultados auditivos, as complicações e a duração da cirurgia em pacientes submetidos a timpanoplastia endoscópica e microscópica entre outubro de 2015 e abril de 2018 foram analisados retrospectivamente. Resultados: As taxas de sucesso do enxerto foram de 94,8% e 92,9% para o grupo endoscópico e microscópico, respectivamente (p > 0,05). Os valores de gap aéreo-ósseo no pós-operatório melhoraram significantemente em ambos os grupos (p < 0,001). A duração média da cirurgia foi significantemente menor no grupo endoscópico (média de 34,9 minutos) em relação ao grupo microscópico (média de 52,7 minutos) (p < 0,05). O tempo médio de internação foi de 5,2 horas (variação de 3-6 horas) no grupo operado por endoscopia e de 26,1 horas (variação de 18-36 horas) no operado por microscopia (p < 0,05). Conclusão: A timpanoplastia transcanal via endoscópica é uma opção razoável à timpanoplastia microscópica convencional no tratamento da otite média crônica, com taxas de sucesso de enxertos e resultados auditivos comparáveis à microscópica.


Subject(s)
Tympanoplasty , Tympanic Membrane Perforation/surgery , Retrospective Studies , Treatment Outcome , Endoscopy , Myringoplasty
18.
Pesqui. vet. bras ; 41: e06775, 2021. tab, graf, ilus
Article in English | LILACS, VETINDEX | ID: biblio-1250484

ABSTRACT

Skin and cartilage have been the main source for the recovery of somatic cells to be used in conservation strategies in wild mammals. In this sense, an important step for the cryopreservation of these samples is to recognize the properties of the skin and cartilage. Thus, knowing that the skin may differ among species and aiming to contribute to the establishment of cryobanks, the study examined the differences in the ear skin and cartilage of wild rodents from South America, agouti (Dasyprocta leporina) and spix's yellow-toothed cavy (Galea spixii). Ultrastructural and quantitative methods were used to measure skin and cartilage thickness, density of collagen and elastic fibers, cell type number and distribution, and proliferative activity. Although ultrastructural analysis revealed a similar pattern between species, morphometric analysis of the skin and cartilage showed differences between agoutis and cavies regarding thickness of epidermis layers (corneum: 5.3±2.5μm vs. 3.9±0.6μm; intermediate: 16.4±6.2μm vs. 23.4±8.1μm; basal: 9.9±2.1μm vs. 4.8±0.5μm), dermis (183.1±44.0μm vs. 258.2±22.9μm), total skin (211.8±46.0μm vs. 290.3±23.7μm) and perichondrium (27.6±6.1μm vs. 10.5±1.8μm). A greater number of epidermal cells (61.7±15.2 vs. 24.8±7.6) and chondrocytes (32.7±9.0 vs. 27.5±4.7) were observed in agouti, while the cavy presented a greater number of melanocytes (12.6±4.7 vs. 29.9±6.2), keratinocytes (14.7±4.2 vs. 29.8±7.6), and fibroblasts (103.6±24.7 vs. 112.2±11.3). Moreover, a higher percentage of collagen fibers and proliferative activity was observed in the skin of cavies, when compared to the skin of agoutis. Therefore, there are differences between agouti and cavy for ear skin and cartilage, requiring the establishment of species-specific cryopreservation protocols.(AU)


A pele e cartilagem têm sido uma importante fonte de recuperação de células somáticas a serem utilizadas em estratégias de conservação em mamíferos silvestres. Nesse contexto, uma importante etapa para criopreservação é conhecer, inicialmente, as propriedades que compõem a pele e cartilagem. Sabendo, então, que a pele pode diferir-se entre espécies e com o objetivo de contribuir para o estabelecimento de criobancos, o estudo evidenciou as diferenças da pele e da cartilagem do pavilhão auricular apical de cutias (Dasyprocta leporina) e preás (Galea spixii) que são roedores silvestres presentes na América do Sul. Para tanto, métodos ultraestruturais e quantitativos foram utilizados para mensurar a espessura da pele e da cartilagem, densidade de fibras colágenas e elásticas, número e distribuição dos tipos celulares e atividade proliferativa. Embora as propriedades ultraestruturais em cutias e preás tenham se mostrado semelhantes, avaliações acerca da morfometria da pele e da cartilagem demonstrou diferenças, especialmente nas camadas epidérmicas (córnea: 5,3±2,5μm vs. 3,9±0,6μm; espinhosa: 16,4±6,2μm vs. 23,4±8,1μm; basal: 9,9±2,1μm vs. 4,8±0,5μm), derme (183,1±44,0μm vs. 258,2±22,9μm), pele total (211,8±46,0μm vs. 290,3±23,7μm) e pericôndrio (27,6±6,1μm vs. 10,5±1,8μm). Além disso, um número maior de células epidérmicas (61,7±15,2 vs. 24,8±7,6) e condrócitos (32,7±9,0 vs. 27,5±4,7) foram observados em cutias, enquanto em preás um maior número de melanócitos (12,6±4,7 vs. 29,9±6,2), queratinócitos (14,7±4,2 vs. 29,8±7,6) e fibroblastos (103,6±24,7 vs. 112,2±11,3) foram evidenciados. Ainda, em preás, uma maior porcentagem de fibras colágenas e da atividade proliferativa foram observadas quando comparadas a pele de cutias. Portanto, existem diferenças entre cutias e preás para pele e cartilagem do pavilhão auricular, exigindo desta forma um estabelecimento de protocolos de criopreservação específica para cada uma destas espécies.(AU)


Subject(s)
Animals , Rodentia/anatomy & histology , Ear Cartilage , Epidermal Cells , Animals, Wild/anatomy & histology , Cryopreservation , Elastic Tissue , Dasyproctidae
19.
RGO (Porto Alegre) ; 69: e20210056, 2021. graf
Article in English | LILACS-Express | LILACS, BBO | ID: biblio-1346861

ABSTRACT

ABSTRACT Jacob's disease or osteochondroma is a rare disease that presents as a pseudo-joint between the coronoid process of the mandible and the posterior surface of the zygomatic bone. The present case report is of an 11-year-old female patient with a maximum mouth opening of 2mm. When evaluating computed tomography with three-dimensional reconstruction, a mushroom-shaped increase in the coronoid process of the mandible on the left side was observed, intimately connected to the zygomatic bone (inferoposterior region of the body of the zygoma), which suggests a pseudoarticulation. Surgical removal of the tumor mass was performed under general anesthesia via intraoral access and is called coronoidectomy. Histopathological, the presence of hyaline cartilage was observed, a condition that is pathognomonic for Jacob's Disease. Jacob's disease case reports are still rare in the literature, with mushroom shape and histopathological confirmation due to the presence of hyaline cartilage.


RESUMO A Doença de Jacob ou osteocondroma é uma doença rara que se apresenta como uma pseudoarticulação entre o processo coronóide da mandíbula e a superfície posterior do osso zigomático. O presente relato de caso é de um paciente, do sexo feminino, com 11 anos de idade e com 2mm de abertura máxima de boca. Ao se avaliar exame de tomografia computadorizada com reconstrução tridimensional foi observado um aumento volumétrico no processo coronóide da mandíbula do lado esquerdo em formato de cogumelo, intimamente ligado ao osso zigomático (região inferoposterior do corpo do zigoma), o que sugere uma pseudoarticulação. A remoção cirúrgica da massa tumoral foi realizada sob anestesia geral por acesso intraoral e é denominada coronoidectomia. Histopatologicamente, observou-se presença de cartilagem hialina, condição é que patognomônica da Doença de Jacob. Ainda são raros os relatos de casos de Doença de Jacob na literatura, com formato de cogumelo e confirmação histopatológica devido à presença de cartilagem hialina.

20.
Rev. bras. cir. plást ; 35(4): 479-482, out.dez.2020. ilus
Article in English, Portuguese | LILACS-Express | LILACS | ID: biblio-1367943

ABSTRACT

Introdução: A prevalência de malformações da orelha chega a 5% quando considerada toda a população mundial. Primariamente descrita em 1975 a orelha constricta representa um grupo de deformidades envolvendo o terço superior da cartilagem auricular com características em comum. O impacto estético e o estigma social dessas deformidades podem levar a danos psicológicos ao paciente quando não corrigidos. Métodos: Descrevemos a seguir a técnica utilizada no serviço de cirurgia plástica do Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Resultados: O resultado pode ser evidenciado com 30 dias de pós-operatório. Conclusão: O método descrito, de reacomodação da cartilagem, é uma opção para o tratamento dessa deformidade com adequado resultado estético.


Introduction: The prevalence of ear malformations reaches 5% when considering the entire world population. Primarily presented in 1975, the constricted ear represents a group of deformities of the upper third of the auricular cartilage with common features. The aesthetic impact and social stigma of these deformities can cause psychological harm to the patient when not corrected. Methods: We describe below the technique used in the plastic surgery department of the Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Results: Result can be evidenced with 30 days postoperatively. Conclusion: The described method, cartilage resettlement, is an option for treatment of this deformity with adequate aesthetic result.

SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL