Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 58
Filter
1.
Nursing (Ed. bras., Impr.) ; 27(310): 10157-10164, abr.2024. tab.
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1560659

ABSTRACT

Investigar a presença da educação interprofissional nos cursos da área de saúde de um campus da Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG). Metodologia: estudo a abordagem quantitativa, descritiva e exploratória que analisou os projetos pedagógicos e aplicação de questionários. Resultados: a maioria dos participantes reconheceu a importância da interprofissionalidade, mas identificou desafios na comunicação e hierarquia entre profissões, além disso o estudo destaca a necessidade de melhor implementação da educação interprofissional na formação de saúde no Brasil. Considerações finais: A interprofissionalidade é crucial na formação de profissionais de saúde, mas ainda não está amplamente integrada nos currículos acadêmicos, requerendo mais estudos para sua inclusão efetiva.(AU)


To investigate the presence of interprofessional education in health courses at a campus of the State University of Minas Gerais (UEMG). Methodology: a quantitative, descriptive and exploratory study that analyzed pedagogical projects and questionnaires. Results: The majority of participants recognized the importance of interprofessionality, but recoganize the challenges in communication and hierarchy between professions. In addition, the study highlights the need for better implementation of interprofessional education in health training in Brazil. Final considerations: Interprofessionality is crucial in the training of health professionals, but it is not yet widely integrated into academic curricula, requiring further studies for its effective inclusion.(AU)


Investigar la presencia de la educación interprofesional en los cursos de salud en un campus de la Universidad Estatal de Minas Gerais (UEMG). Metodología: estudio cuantitativo, descriptivo y exploratorio que analizó proyectos pedagógicos y cuestionarios. Resultados: la mayoría de los participantes reconoció la importancia de la interprofesionalidad, pero identificó desafíos en la comunicación y la jerarquía entre las profesiones. Además, el estudio destaca la necesidad de una mejor implementación de la educación interprofesional en la formación sanitaria en Brasil. Consideraciones finales: La interprofesionalidad es crucial en la formación de los profesionales de la salud, pero aún no está ampliamente integrada en los currículos académicos, por lo que se requieren más estudios para su inclusión efectiva.(AU)


Subject(s)
Teaching , Health Personnel , Interprofessional Education
2.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(2): 653-665, Maio-Ago. 2023.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1424872

ABSTRACT

Objetivo: Avaliar interações medicamentosas (IM), em que os riscos se so- brepõem aos benefícios (nível I) ou os benefícios se sobrepõem aos riscos (nível II); a partir da análise retrospectiva de prescrições médicas em um Hospital Universitário no estado de São Paulo, Brasil. Métodos: Foram analisadas 19762 prescrições médicas des- tinadas à farmácia do hospital, de janeiro a setembro de 2009; com o auxílio de programas sobre IM, para categorizar IM de nível I e II. Resultados: Na análise 26,53% apresentaram IM, em que 23,64% foram classificadas em nível I e 76,35% em nível II. Dentre as IM com maior frequência no nível I, estavam: ácido acetilsalicílico (AAS) e clopidogrel, AAS e heparina, captopril e espironolactona, digoxina e hidroclorotiazida. Houve uma redução em percentual de IM de nível I, comparando janeiro representado por 26,5% e setembro representado por 18,4%. Já nas IM de nível II, tem-se as seguintes associações com maior frequência: AAS e propranolol, AAS e insulina regular humana, AAS e ate- nolol, AAS e enalapril, AAS e carvedilol. Conclusão: A atuação dos farmacêuticos cola- borou à redução de IM de nível I, devido à intervenção por meio de comunicação estabe- lecida com os prescritores; sinalizando a importância da equipe interprofissional em saúde.


Objective: To evaluate drug interactions (MI), in which risks outweigh the benefits (level I) or benefits outweigh the risks (level II); from the retrospective analysis of medical prescriptions in a University Hospital in the state of São Paulo, Brazil. Methods: 19,762 prescriptions destined to the hospital pharmacy were analyzed, from January to September 2009; with the help of programs on MI, to categorize level I and II MI. Results: In the analysis 26.53% presented MI, in which 23.64% were classified in level I and 76.35% in level II. Among the most frequent level I MI were: acetylsalicylic acid (ASA) and clopidogrel, ASA and heparin, captopril and spironolactone, digoxin and hydrochlorothiazide. There was a reduction in the percentage of level I MI, comparing January, which accounted for 26.5%, and September, which accounted for 18.4%. As for level II MI, the following associations were more frequent: ASA and propranolol, ASA and regular human insulin, ASA and atenolol, ASA and enalapril, ASA and carvedilol. Conclusion: The role of pharmacists collaborated to the reduction of level I MI, due to the intervention by means of communication established with the prescribers; signaling the importance of the interprofessional health team.


Objetivo: Evaluar las interacciones medicamentosas (IM), en las que los riesgos superan a los beneficios (nivel I) o los beneficios superan a los riesgos (nivel II); a partir del análisis retrospectivo de las prescripciones médicas en un Hospital Universitario del estado de São Paulo, Brasil. Métodos: Se analizaron 19.762 prescripciones destinadas a la farmacia del hospital, de enero a septiembre de 2009; con la ayuda de programas sobre IM, para categorizar los IM de nivel I y II. Resultados: En el análisis el 26,53% presentaron IM, en el que el 23,64% se clasificaron en nivel I y el 76,35% en nivel II. Entre los IM de nivel I más frecuentes estaban: ácido acetilsalicílico (AAS) y clopidogrel, AAS y heparina, captopril y espironolactona, digoxina e hidroclorotiazida. Hubo una reducción del porcentaje de IM de nivel I, comparando enero, que supuso el 26,5%, y septiembre, que supuso el 18,4%. En cuanto a los IM de nivel II, fueron más frecuentes las siguientes asociaciones: AAS y propranolol, AAS e insulina humana regular, AAS y atenolol, AAS y enalapril, AAS y carvedilol. Conclusiones: El papel de los farmacéuticos colaboró a la reducción de las IM de nivel I, debido a la intervención mediante la comunicación establecida con los prescriptores; señalando la importancia del equipo sanitario interprofesional.


Subject(s)
Drug Prescriptions , Drug Interactions , Pharmacy , Drug Evaluation , Interprofessional Education , Inpatients
3.
Porto Alegre; Editora Rede Unida; 20230406. 272 p.
Monography in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1427210

ABSTRACT

Quando pensamos no Estudo Multicêntrico, pensamos no científico e no popular (de povo, de tradição, de memória e experiência), em diálogo nos territórios da Atenção Básica em Saúde do país. Como prevenir e promover saúde em meio a uma doença que ocupou quase todos os espaços da vida social? A covid-19 estava nas conversas sérias da ciência, no jornal das televisões, nas mensagens de Whatsapp™, nas orientações dos profissionais da saúde, nas trocas de receitas caseiras, no debate político. Assim, iniciamos com a pergunta: como a população está "traduzindo" as orientações médico-científicas, como estão se prevenindo e, ao mesmo tempo, estão se informando sobre a pandemia? Foram convidados a fazer parte do estudo os alunos, docentes e coordenadores do Mestrado Profissional em Saúde da Família ­ PROFSAÚDE, sendo um projeto estruturante do Programa, que deu origem ao grupo de pesquisa do CNPq "Territórios, Modelagens e Práticas em Saúde da Família". O estudo envolveu 21 instituições da Rede, de todas as regiões do país, com a aplicação em 128 Unidades Básicas de Saúde, nos 88 municípios de atuação dos mestrandos no país. Assim, participaram mais de 200 alunos e, pelo menos, 100 docentes e orientadores, tendo sido entrevistadas 7.085 famílias. Foi um verdadeiro mutirão nacional, enriquecido com as nuances locais e regionais. Os resultados da pesquisa mostram que a dinâmica territorial que aproxima as ações de saúde à vida das pessoas foi fundamental no enfrentamento e na mitigação de impactos de emergências sanitárias como a pandemia da covid-19. O estudo multicêntrico desenvolvido pelo Programa reitera a grande capilaridade da Rede PROFSÁUDE no território nacional, na produção de conhecimento técnico e científico para o aprimoramento da Estratégia de Saúde da Família e confirma seu compromisso com a formação de profissionais de saúde e com o fortalecimento do Sistema Único de Saúde.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Education, Continuing , Learning Health System , National Health Strategies , Public Health , Education, Public Health Professional , Access to Essential Medicines and Health Technologies , Interprofessional Education
5.
Curitiba; s.n; 20230323. 165 p. ilus, graf, tab.
Thesis in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1438148

ABSTRACT

Resumo: Trata-se de um estudo metodológico para construção e validação de um cenário simulado com abordagem interprofissional, que permitirá a utilização no ensino e na educação permanente de profissionais da saúde por meio da metodologia ativa de simulação clínica. Este estudo foi realizado em uma universidade pública da região Sul do Brasil, objetivando construir e validar um cenário simulado para a pronação de pacientes críticos com Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA). Para isto, o estudo ocorreu em duas etapas: revisão de conteúdo, construção do cenário e de validação de conteúdo e de aparência por juízes. A revisão da literatura permitiu conhecer melhor sobre o manejo do paciente com SDRA, bem como subsidiar o desenvolvimento do caso clínico para o cenário. Um protocolo de pronação segura de um hospital universitário foi adotado. A partir desta revisão, a construção do cenário foi realizada considerando um roteiro validado. Como parte desta construção, surgiram como resultados: a descrição do cenário; a relação de materiais e equipamentos necessários para o desenvolvimento do cenário; o roteiro para o ator simulado; o guia de apoio ao facilitador; o guia de apoio ao participante; o quadro de apoio para tomada de decisão e o checklist de observação do desenvolvimento de competências e habilidades para cada profissão envolvida no cenário. Onze juízes participaram do estudo. Em relação ao perfil sociodemográfico dos juízes, a amostra foi predominantemente de enfermeiros (63,6%), seguido por fisioterapeutas (18,1%), médico (9%) e docente de enfermagem (9%). Para medir o percentual de concordância entre os juízes, adotou-se o Índice de Validade de Conteúdo (IVC) para os itens, que foram agrupados de acordo com unidades de significância. Após a leitura do cenário, os juízes responderam a um questionário do tipo Likert com 37 itens, que abordaram sobre a "Experiência Prévia do Participante/Briefing", "Conteúdo/Objetivos"; "Recursos Humanos"; "Preparo do Cenário", "Desenvolvimento do Cenário" e "Avaliação". Todos os itens obtiveram IVC superior ao desejável (0,80) e, portanto, foram considerados válidos. Além disso, os juízes realizaram sugestões de melhorias no cenário, aos quais foram acatadas ou rejeitas e discutidas com a literatura disponível. Este estudo permitiu criar e validar um cenário que reflete a prática real, ao mesmo tempo que oportuniza um ambiente seguro para os participantes e responde aos objetivos da aprendizagem.


Abstract: This is a methodological study for the construction and validation of a simulated scenario with an interprofessional approach, which will allow the use in the teaching and continuing education of health professionals through the active methodology of clinical simulation. This study was carried out in a public university in the South region of Brazil, aiming to build and validate a simulated scenario for the pronation of critically ill patients with Acute Respiratory Distress Syndrome (ARDS). To this end, the study occurred in two stages: content review, scenario construction, and content and appearance validation by judges. The literature review provided a better understanding of the management of the ARDS patient, as well as a basis for developing the clinical case for the scenario. A safe pronation protocol from a university hospital was adopted. Based on this review, the scenario was built using a validated script. As part of this process, the following results emerged: the description of the scenario; the list of materials and equipment needed for the development of the scenario; the script for the simulated actor; the facilitator support guide; the participant support guide; the decision support framework; and the checklist for observing the development of competencies and skills for each profession involved in the scenario. Eleven judges participated in the study. Regarding the sociodemographic profile of the judges, the sample was predominantly nurses (63.6%), followed by physical therapists (18.1%), physicians (9%), and nursing professors (9%). To measure the percentage of agreement between the judges, the Content Validity Index (CVI) was adopted for the items, which were grouped according to significance units. After reading the scenario, the judges answered a Likert-type questionnaire with 37 items, which addressed "Prior Participant Experience/Briefing", "Content/Objectives"; "Human Resources"; "Scenario Preparation", "Scenario Development", and "Evaluation". All items scored higher than desirable CVI (0.80) and were therefore considered valid. In addition, the judges made suggestions for improvements in the scenario, which were accepted or rejected and discussed with the available literature. This study made it possible to create and validate a scenario that reflects actual practice, while providing a safe environment for participants and meeting the learning objectives.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Respiratory Distress Syndrome, Newborn , Patient Simulation , Interprofessional Education , COVID-19 , Learning
6.
Porto Alegre; Editora Rede Unida; 20230113. 289 p.
Monography in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1428163

ABSTRACT

O tema da formação de profissionais da saúde tem nos acompanhado nas últimas décadas, com atualizações, quer no sentido de tornar o percurso mais preciso, quer no sentido de retomar questões que vão sendo secundarizadas pelo contexto. A segunda edição do livro "Reflexões sobre Formação em Saúde: trajetórias e aprendizados no percurso de mudanças" incluiu novos capítulos, revisão de alguns capítulos da primeira edição e a preservação de outros, cuja contribuição tinha caráter mais histórico. O resultado superou as expectativas. O conjunto de artigos traz contribuição significativa para as necessárias reflexões sobre as mudanças na formação dos profissionais da saúde nesse percurso de 20 anos das Diretrizes Curriculares Nacionais (DCN). O ensino, seus paradigmas teóricos e metodológicos e as instituições de ensino, em si, são sempre produtos de um contexto, com o qual interagem. Sendo assim, pensar sobre os temas que interferem na formação é uma tarefa permanente das pessoas que têm inserções produtivas no "mundo da educação". Entre uma edição e outra, tivemos o advento da pandemia de Covid-19, que tornou ainda mais necessária a reflexão densa sobre o que temos feito no ensino e nos serviços para a formação dos profissionais da saúde. Na edição atual, mantivemos o prefácio escrito à primeira edição pelo Prof. Dr. Luiz Roberto Liza Curi e os 16 capítulos adicionais, todos escritos por especialistas em diferentes temáticas que atravessam os debates sobre a temática da formação em saúde, estão agrupados em duas seções: uma primeira com as bases epistêmicas e pontos de partida; e uma segunda, que denominamos pragmaticamente de percursos e aprendizagens. Estamos satisfeitos com o resultado, que traduz em parte uma rede de pensamento sobre políticas e iniciativas e no desenvolvimento de tecnologias para o ensino da saúde, principalmente para a formação das profissões da saúde. No percurso profissional e acadêmico, a avaliação dos cursos, a formulação e implementação de políticas, o ensino no cotidiano das instituições e nos serviços de saúde, há contribuições inovadoras ao longo da obra.


Subject(s)
Humans , Education, Nursing, Continuing , Health Human Resource Training , Interprofessional Education , Health Policy , Specialization , Technological Development , Health Personnel , Education , Health Services
7.
Arq. ciências saúde UNIPAR ; 27(1)Jan-Abr. 2023.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1416548

ABSTRACT

Este trabalho tem o objetivo de relatar a experiência de imersão na especialização com caráter de residência integrada com ênfase em Saúde Coletiva. Trata- se de um estudo descritivo, qualitativo, utilizando-se como referencial teórico para descrição a observação participante, memória afetiva, diário de bordo e da textualização. Foi desenvolvido na Residência Integrada em Saúde, da Escola de Saúde Pública do Estado do Ceará, ênfase em Saúde Coletiva, no período de dois anos, em Fortaleza, Ceará. Os cenários de prática foram setores relacionados à Atenção Primária à Saúde, Vigilância Epidemiológica, Sanitária e Ambiental, Controle de Endemias e Zoonoses, Imunização, além dos espaços de gestão, assistência e controle social. A imersão na especialização em caráter de residência viabilizou ferramentas para a vivência, por meio da interprofissionalidade e integração contínuas, e da realização das atividades, circulação de informações, compreensão das experiências, entendimento de macroprocessos, políticas e indicadores. Rodas de Campo e de Equipe viabilizaram o aprofundamento das temáticas administrativa, formativa, teórica e terapêutica. Percebeu-se resistência e desejo de remodelações, mediante inovação e diálogo intersetorial. A relação entre as categorias profissionais e ser sanitarista foi desafiadora. Oportunizou-se, também, habilidades de gestão, autonomia e governança, com pluralidade formativa e riqueza de atuação. A vivência favoreceu a percepção do programa de residência como processo formativo plural e significativo. O elemento político se destacou como base para a formação dos residentes e fortalecimento do sistema de saúde, e a residência integrada em saúde, como modalidade diferenciada de formação, com desafios e potencialidades.


The object of this study was to report the experience of immersion in the specialization as an integrated residency with emphasis on Public Health. A descriptive, qualitative study, of the experience report type, using participant observation, affective memory, logbook and textualization as theoretical references for description. It was developed in the Integrated Residency in Health, of the School of Public Health. emphasis on Public Health, during two years, in Fortaleza, Ceará, Brazil. The practice scenarios were sectors related to Primary Health Care, Epidemiological, Sanitary and Environmental Surveillance, Endemic and Zoonosis Control, Immunization, in addition to management, assistance and social control spaces. The immersion in the specialization in a residency character has enabled tools for the experience, through continuous interprofessionalism and integration, and the realization of activities, circulation of information, understanding of experiences, understanding of macro processes, policies and indicators. Field and team meetings made it possible to deepen the administrative, formative, theoretical, and therapeutic themes. Resistance and a desire for remodeling was perceived, through innovation and intersectoral dialogue. The relationship between the professional categories and being a sanitarian was challenging. It also provided opportunities for management skills, autonomy, and governance, with formative plurality and richness of action. The experience favored the perception of the residency program as a plural and significant formative process. The political element stood out as the basis for training residents and strengthening the health system, and the integrated health residency as a differentiated training modality, with challenges and potentialities.


El objeto de este estudio fue relatar la experiencia de inmersión en la especialización como residencia integrada con énfasis en Salud Pública. Estudio descriptivo, cualitativo, del tipo relato de experiencias, utilizando la observación participante, la memoria afectiva, la bitácora y la textualización como referentes teóricos para la descripción. Se desarrolló en la Residencia Integrada en Salud, de la Escuela de Salud Pública. énfasis en Salud Pública, durante dos años, en Fortaleza, Ceará, Brasil. Los escenarios de la práctica fueron sectores relacionados con la Atención Primaria de Salud, Vigilancia Epidemiológica, Sanitaria y Ambiental, Control de Endemias y Zoonosis, Inmunización, además de espacios de gestión, asistencia y control social. La inmersión en la especialización en carácter de residencia ha posibilitado herramientas para la experiencia, a través de la continua interprofesionalidad e integración, y la realización de actividades, circulación de información, comprensión de experiencias, entendimiento de macro procesos, políticas e indicadores. Reuniones de campo y de equipo posibilitaron la profundización de los temas administrativos, formativos, teóricos y terapéuticos. Se percibieron resistencias y deseos de remodelación, a través de la innovación y el diálogo intersectorial. La relación entre las categorías profesionales y el ser sanitario fue desafiante. También proporcionó oportunidades para la capacidad de gestión, autonomía y gobernanza, con pluralidad formativa y riqueza de acción. La experiencia favoreció la percepción del programa de residencia como un proceso formativo plural y significativo. Se destacó el elemento político como base para la formación de residentes y fortalecimiento del sistema de salud, y la residencia integrada en salud como modalidad formativa diferenciada, con desafíos y potencialidades.


Subject(s)
Public Health , Interprofessional Education , Internship and Residency , Primary Health Care , Public Policy , Specialization , Zoonoses , Immunization , Learning
10.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 57: e20230118, 2023. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1521565

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To map the experiences of Interprofessional Education (IPE) in Health at the São Paulo campus of the University of São Paulo. Method: This is a descriptive, exploratory study with a quantitative approach and data collection through an online questionnaire addressed to teachers from eight teaching units and 14 health courses. The data was analyzed using absolute and percentage frequencies. Results: The majority of teachers do not take part in IPE experiences (70.4%). Most of the experiences are between six and ten years old, involving up to four teachers and small groups of students, mostly extracurricular or extension activities. The teaching and assessment strategies are diverse and open to students of all years. Conclusion: IPE experiences involve a small number of students and teachers and, although consolidated in terms of the time they have been offered, are limited to extracurricular spaces. Factors such as improvements in institutional support and teacher development are pointed out as important for making progress in strengthening IPE in the analyzed context.


RESUMEN Objetivo: Mapear las experiencias de Educación Interprofesional (EIP) en Salud en el campus de São Paulo de la Universidad de São Paulo. Método: Se trata de un estudio descriptivo, exploratorio, con abordaje cuantitativo y recolección de datos por medio de cuestionario online dirigido a profesores de ocho unidades de enseñanza y 14 cursos de salud. Los datos se analizaron mediante frecuencias absolutas y porcentuales. Resultados: La mayoría de los profesores no participa en experiencias de EIP (70,4%). La mayoría de las experiencias tienen entre seis y diez años de antigüedad, involucran hasta cuatro profesores y pequeños grupos de estudiantes, en su mayoría actividades extracurriculares o de extensión. Las estrategias de enseñanza y evaluación son diversas y están abiertas a estudiantes de todos los cursos. Conclusión: Las experiencias de EIP involucran a un número reducido de estudiantes y profesores y, aunque consolidadas en términos de oferta de tiempo, se limitan a espacios extracurriculares. Factores como la mejora del apoyo institucional y el desarrollo de las docentes se señalan como importantes para avanzar en el fortalecimiento de la EIP en el contexto analizado.


RESUMO Objetivo: Mapear as experiências de Educação Interprofissional (EIP) em Saúde no campus São Paulo da Universidade de São Paulo. Método: Pesquisa descritiva, exploratória, com abordagem quantitativa e coleta de dados por meio de um questionário online, direcionado aos docentes de oito unidades de ensino e 14 cursos da área de saúde. Os dados foram analisados por meio de frequências absolutas e percentuais. Resultados: A maior parte dos docentes não participa de experiências de EIP (70,4%). Em sua maioria, as experiências têm de seis a dez anos de existência, com envolvimento de até quatro docentes e em pequenos grupos de estudantes, majoritariamente extracurriculares ou atividades de extensão. As estratégias de ensino e avaliação são diversificadas e abertas aos estudantes de todos os anos. Conclusão: As experiências de EIP envolvem um número pequeno de estudantes e professores e, embora consolidadas em relação ao tempo de oferta, são limitadas aos espaços extracurriculares. Fatores como melhorias no apoio institucional e desenvolvimento docente são apontados como importantes para avançar no fortalecimento da EIP no contexto analisado.


Subject(s)
Humans , Teaching , Interprofessional Education , Health Education , Surveys and Questionnaires
11.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e262428, 2023. tab
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1529203

ABSTRACT

O objetivo deste estudo foi conhecer a experiência de alguns professores ao lecionar projeto de vida durante a implementação do componente curricular Projeto de Vida no estado de São Paulo. Realizou-se uma pesquisa qualitativa, de caráter exploratório. Participaram do estudo sete professoras que lecionavam o componente curricular Projeto de Vida em duas escolas públicas, de uma cidade do interior do estado de São Paulo, escolhidas por conveniência. Foram utilizados o Questionário de Dados Sociodemográficos e o Protocolo de Entrevista Semiestruturada para Projeto de Vida de Professores, elaborados para este estudo. As professoras foram entrevistadas individualmente, on-line, e as entrevistas foram gravadas em áudio e vídeo. Os dados foram analisados por meio de análise temática. Os resultados indicaram possibilidades e desafios em relação à implementação do componente curricular Projeto de Vida. Constatou- se que a maioria das docentes afirmou que escolheu esse componente curricular devido à necessidade de atingir a carga horária exigida na rede estadual. As professoras criticaram a proposta, os conteúdos e os materiais desse componente curricular. As críticas apresentadas pelas professoras estão em consonância com aquelas presentes na literatura em relação à reforma do Ensino Médio e ao Inova Educação. Esses resultados sugerem a necessidade de formação tanto nos cursos de licenciatura quanto em ações de formação continuada, para que os professores se sintam mais seguros e preparados para lecionar o componente curricular Projeto de Vida na Educação Básica. Propõe-se uma perspectiva de formação pautada na reflexão e na troca entre os pares para a construção de um projeto coletivo da escola para o componente Projeto de Vida.(AU)


This study aimed to know the experience of some teachers when teaching life purpose during the implementation of the curricular component "Life Purpose" (Projeto de Vida) in the state of São Paulo. A qualitative, exploratory research was carried out. Seven teachers who taught the curricular component "Life Purpose" (Projeto de Vida) in two public schools in a city in the inland state of São Paulo, chosen for convenience, participated in the study. The Sociodemographic Data Questionnaire and the Semi-structured Interview Protocol for Teachers' Life Purposes, developed for this study, were used. The teachers were interviewed individually, online, and the interviews were recorded in audio and video. Data were analyzed using thematic analysis. The results indicated possibilities and challenges regarding the implementation of the Life Purpose curricular component. It was found that most teachers chose this curricular component due to the need to reach the required workload in the state network. The teachers criticized the proposal, the contents and the materials of this curricular component. Teacher's critics are in line with the criticisms present in the literature regarding the reform of High School and Inova Educação. Therefore, training is essential, both in undergraduate courses and in continuing education actions, so that teachers can teach the curricular component Life Purpose in Basic Education. A training perspective based on reflection and exchange between peers is proposed for the construction of a collective school project for the Life Purpose component.(AU)


El objetivo de este estudio fue conocer la experiencia de algunos profesores al enseñar proyecto de vida durante la implementación del componente curricular Proyecto de Vida en el estado de São Paulo. Se realizó una investigación cualitativa, exploratoria. Participaron en el estudio siete profesores que impartían el componente curricular Proyecto de Vida en dos escuelas públicas en un municipio del estado de São Paulo, elegidos por conveniencia. Los instrumentos utilizados fueron el cuestionario de datos sociodemográficos y el protocolo de entrevista semiestructurada para proyectos de vida de profesores, desarrollados para este estudio. Las entrevistas a los profesores fueron en línea, de manera individual, y fueron grabadas en audio y video. Los datos se sometieron a un análisis temático. Los resultados indicaron posibilidades y desafíos en relación a la implementación del componente curricular Proyecto de Vida. La mayoría de los profesores declararon elegir este componente curricular por la necesidad de alcanzar la carga horaria requerida en la red estatal. Los profesionales criticaron la propuesta, los contenidos y los materiales de este componente curricular. Las críticas presentadas están en línea con las críticas presentes en la literatura respecto a la reforma de la educación básica e Inova Educação. Por lo tanto, la formación es fundamental, tanto en los cursos de grado como en las acciones de educación permanente, para que los profesores puedan impartir el componente curricular Proyecto de Vida en la educación básica. Se propone una formación basada en la reflexión y el intercambio entre pares para la construcción de un proyecto escolar colectivo en el componente Proyecto de Vida.(AU)


Subject(s)
Humans , Female , Adult , Middle Aged , Work , Life , Education, Primary and Secondary , Projects , Faculty , Organization and Administration , Organizational Innovation , Orientation , Perception , Politics , Problem Solving , Professional Competence , Psychology , Psychology, Social , Public Policy , Aspirations, Psychological , Salaries and Fringe Benefits , Self Concept , Self-Evaluation Programs , Social Change , Social Conditions , Social Responsibility , Social Values , Socioeconomic Factors , Sociology , Technology , Thinking , Behavior , Behavior and Behavior Mechanisms , Population Characteristics , Mentors , Adaptation, Psychological , Organizational Culture , Family , Schools, Public Health , Adolescent , Employment, Supported , Workplace , Interview , Time Management , Cognition , Concept Formation , Congresses as Topic , Creativity , Disaster Vulnerability , Cultural Characteristics , Culture , Moral Obligations , Decision Making , Education , Education, Professional , Educational Measurement , Employee Incentive Plans , Methodology as a Subject , Ethics, Professional , Professional Training , Planning , Process Optimization , Pandemics , Remuneration , Hope , Mindfulness , Social Skills , Social Capital , Optimism , Teacher Training , Academic Performance , Freedom , Mentalization , Respect , Teleworking , Interprofessional Education , Social Interaction , COVID-19 , Sociodemographic Factors , Citizenship , Human Development , Interpersonal Relations , Learning , Methods
12.
Rio de Janeiro; s.n; 2023. 172 f p. ilus..
Thesis in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1513111

ABSTRACT

Este trabalho analisa as Residências Multiprofissionais em Saúde, com o objetivo de identificar de que maneira os programas financiados pelo Ministério da Saúde, a partir da Portaria Interministerial 1.077 de 2009, encontram-se distribuídos pelo país. Realizou-se uma pesquisa documental exploratória utilizando editais e portarias publicados pelo Ministério da Saúde, através da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde em conjunto com o Ministério da Educação, através da Secretaria de Educação Superior. A análise foi dividida em três momentos: distribuição dos programas de Residência Multiprofissional em Saúde de acordo com as regiões brasileiras, com as áreas de concentração consideradas pelo Ministério da Saúde como prioritárias para o Sistema Único de Saúde e com as instituições proponentes. Ao longo da escrita, os aspectos históricos das Residências Multiprofissionais em Saúde são revisitados desde a década de 70, até sua configuração como parte integrante da Política Nacional de Gestão da Educação na Saúde. São discutidos os elementos que permeiam a implementação das Residências Multiprofissionais em Saúde, como a concepção de atenção integral à saúde, o trabalho em equipe multiprofissional e a formação em serviço, além de questões relativas ao seu financiamento, à sua institucionalização e à sua inserção na Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. As Residências Multiprofissionais em Saúde são consideradas como potenciais indutoras de transformação dos processos de educação e de trabalho vigentes na saúde, trazendo à discussão a importância de sua legitimação e consolidação como peça fundamental de uma política de formação voltada para o Sistema Único de Saúde. (AU)


The complex health demands of contemporary society require the construction of a professional profile and a more integrated health workforce. Interprofessional Education (IPE) for patient-centered collaborative practice has been globally recognized as a strategy capable of fostering changes in training and improving health outcomes. Guided by the teaching-service-community integration and training for teamwork, seeking to overcome the trend of isolated and fragmented professional performance, the Multiprofessional Residency in Health (RMS) constitutes a modality of in-service education that favors the development of interprofessionals collaborative skills. This thesis aimed to analyze the educational context of RMS programs from the perspective of EIP and collaborative practices in health. For this, a multi-method, exploratory and descriptive study of multiple cases was carried out between March and November 2020, with 86 actors from three RMS programs in the city of Rio de Janeiro. Data were collected through bibliographic research on the theme of EIP in the RMS; documentary analysis of the political-pedagogical projects (PPP) of the programs; online survey and application of the Jefferson Scale of Attitudes Related to Interprofessional Collaboration (EJARCI) to residents and tutors; and semi-structured online interviews with course coordinators. The analysis and combination of data were guided by the theoretical-methodological framework of the EIP. The publications found in the bibliographic research are mostly experience reports that evaluated the impacts of adopting EIP strategies, studies on the perception of residents about interprofessional performance, and PPP analyses. From the documental analysis, it was verified that the PPP of the three RMS programs are close to the EIP precepts, but they do not present a standardized structure oriented to the development of interprofessional competences. The EJARCI analysis showed a favorable attitude towards the interprofessional collaboration of all actors, with no statistical differences between the studied variables. The survey and interviews indicated that the RMS are configured as powerful educational scenarios for the acquisition of collaborative skills, as they promote communication and knowledge exchange between different professionals from integrative activities and contextual teaching methodologies that aim care integrality. The barriers that limit the success of EIP in the RMS could be mitigated through the qualification of teachers and tutors, reorganization of the workload of residents, deepening the use of interactive methodologies, greater interaction with medical residency, and diversification of scenarios and activities that promote interprofessional integration. (AU)


Subject(s)
Patient Care Team , Health Personnel , Education , Health Human Resource Training , Interprofessional Education , Hospitals, University , Primary Health Care , Unified Health System , Brazil
13.
Article in Spanish | LILACS, BDENF | ID: biblio-1521896

ABSTRACT

Introducción: El impacto que ha tenido la implementación y avance de la educación interprofesional en las ciencias de la salud, ha demostrado que, articulado a diferentes estrategias didácticas, como la simulación clínica estandarizada, optimiza el aprendizaje colaborativo y el trabajo en equipo. Objetivo: Comprender los significados que estudiantes de enfermería y medicina le otorgaron a la educación interprofesional, desarrollada a través de simulación clínica estandarizada. Métodos: Estudio cualitativo interpretativo, donde a través de una determinación a priori basadas en criterios, se seleccionaron 40 estudiantes de enfermería y medicina que participaron de cuatro casos dentro de simulación clínica estandarizada, durante el segundo semestre del año 2019. Estas interacciones fueron videograbadas y luego se realizaron grupos focales para indagar la experiencia que los estudiantes habían tenido en la actividad simulada. Se realizó análisis de contenido de los videos y los grupos focales hasta que no se encontraron nuevos códigos. Resultado: Emergieron tres categorías principales: 1) Identificar las habilidades relacionales necesarias para la atención, 2) Aprender a colaborar a través de la educación interprofesional y 3) Sensaciones implícitas dentro de la simulación interprofesional. Conclusiones: La experiencia y significado que los estudiantes de enfermería y medicina le otorgaron a esta didáctica interprofesional les ayudó a reconocer la reflexión como punto de partida para el aprendizaje significativo y a descubrir en el compañero saberes que podían nutrir su proceso de formación, así como impactarlos en el desarrollo de habilidades interpersonales importantes en la práctica y que aplicarán en su futuro profesional(AU)


Introduction: The impact of the implementation and advancement of interprofessional education in health sciences has shown that, in articulation with different didactic strategies (such as standardized clinical simulation), collaborative learning and teamwork are optimized. Objective: To understand the meanings that nursing and medical students gave to interprofessional education, developed through standardized clinical simulation. Methods: An interpretive qualitative study was conducted, by means of an a priori determination based on criteria; 40 nursing and medical students were selected to participate in four cases within standardized clinical simulation, during the second semester of 2019. These interactions were recorded and focus groups were then held to delve into the students' experience of the simulated activity. Content analysis was applied to the videos and focus groups until new codes were found. Results: Three main categories emerged: 1) identifying relational skills needed for care, 2) Learning how to collaborate through interprofessional education, and 3) implicit feelings within interprofessional simulation. Conclusions: The experience and meaning that nursing and medical students gave to this interprofessional didactic resource helped them recognize thinking as a starting point for meaningful learning, as well as discover, in their partners, knowledge that could nurture their training process and impact them in the development of important interpersonal skills in practice and that they will apply in their professional future(AU)


Subject(s)
Humans , Students, Nursing , Interprofessional Education/methods , High Fidelity Simulation Training
14.
REVISA (Online) ; 12(ESPECIAL 1): 713-723, 2023.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1527501

ABSTRACT

Objetivo: Relatar a experiência dos bolsistas do Grupo PET-Saúde, Gestão da Atenção Básica e Saúde da Família, acerca da gestão da atenção básica e educação interprofissional com foco na assistência integral à saúde da mulher. Método:Trata-se de um relato de experiência, de caráter descritivo, acerca das vivências de bolsistas PET-Saúde, Gestão da Atenção Básica e Saúde da Família, vinculados a Universidade Estadual de Feira de Santana e a Secretaria Municipal de Saúde de Feira de Santana, Bahia, entre agosto de 2022 a julho de 2023. As atividades de formação e extensão realizadas foram organizadas em duas etapas interconectadas: 1) Promoção da Integração ensino-serviço-comunidade e 2) Estabelecimento de estratégias de divulgação científica e inovação para atuação em saúde. Resultados: Foram realizadas atividades e produzidos materiais com foco na atenção integral à saúde da mulher. Conclusão:O programa Pet-Saúde é destaque na qualificação dos estudantes pois proporciona experiências na área da saúde, desenvolvimento de novas habilidades e expansão do conhecimento, contribuindo para a saúde pública.


Objective: to report the experience of the PET-Saúde Scholars, Management of Primary Care and Family Health Group, regarding the management of primary care and interprofessional education with a focus on comprehensive women's health care. Method:This is an experiential report, of a descriptive nature, about the experiences of PET-Saúde Scholars, Management of Primary Care and Family Health, affiliated with the State University of Feira de Santana and the Municipal Health Department of Feira de Santana, Bahia, from August 2022 to July 2023. The training and extension activities carried out were organized into two interconnected stages: 1) Promotion of integration of teaching-service-community and 2) Establishment of strategies for scientific dissemination and innovationin health practice. Results:Activities were conducted and materials were produced focusing on comprehensive women's health care. Conclusion: The PET-Saúde program stands out in the students' development as it provides experiences in the healthcare field,the development of new skills, and the expansion of knowledge, contributing to public health.


Objetivo: Informar la experiencia de los becarios del Grupo PET-Saúde, Gestión de la Atención Primaria y Salud Familiar, en relación con la gestión de la atención primaria y la educación interprofesional con enfoque en la atención integral de la salud de la mujer.Método: Se trata de un informe de experiencia, de carácter descriptivo, sobre las vivencias de los becarios del PET-Saúde, Gestión de la Atención Primaria y Salud Familiar, afiliados a la Universidad Estatal de Feira de Santana y a la Secretaría Municipal de Salud de Feira de Santana, Bahía, desde agosto de 2022 hasta julio de 2023. Las actividades de formación y extensión realizadas se organizaron en dos etapas interconectadas: 1) Promoción de la integración enseñanza-servicio-comunidad. 2) Establecimiento de estrategias de divulgación científica e innovación para la actuación en salud. Resultados:Se llevaron a cabo actividades y se produjeron materiales con enfoque en la atención integral de la salud de la mujer. Conclusión: El programa PET-Saúde se destaca en el desarrollo de los estudiantes, ya que proporciona experiencias en el área de la salud, el desarrollo de nuevas habilidades y la expansión del conocimiento, contribuyendo a la salud pública.


Subject(s)
Primary Health Care , Women's Health , Health Management , Interprofessional Education
15.
Cogitare Enferm. (Online) ; 28: e86717, 2023. tab, graf
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1439955

ABSTRACT

RESUMO: Objetivo: analisar os registros referentes à consulta de planejamento reprodutivo e a inserção do dispositivo intrauterino realizadas por enfermeiros e médicos na Atenção Primária à Saúde do Brasil, no ano de 2021. Método: trata-se de estudo quantitativo, transversal e descritivo, utilizando-se de dados secundários do Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica e submetido à análise estatística descritiva simples dos dados. Resultados: foram registrados no país 18.243 procedimentos sobre a inserção do DIU com prevalência da atuação do profissional médico, exceto no estado de Roraima; e o quantitativo de 54.186 consultas de planejamento reprodutivo com hegemonia de 41.184 (76%) do profissional enfermeiro em relação aos médicos 13.002 (24%). Conclusão: há necessidade de investimento na capacitação de médicos e enfermeiros para ampliar o acesso e direito à atenção à vida sexual das mulheres no país. A atuação da Enfermagem se constitui em uma via para consolidar o direito à atenção à vida sexual e reprodutiva das mulheres.


ABSTRACT Objective: to analyze the records referring to reproductive planning consultations and to intrauterine device insertion performed in 2021 by nurses and physicians in Primary Health Care in Brazil. Method: this is a quantitative, cross-sectional and descriptive study that resorted to secondary data from the Health Information System for Primary Care and submitted to simple descriptive statistics data analysis. Results: a total of 18,243 procedures about IUD insertion were recorded in the country, with prevalence of physicians, except for the state of Roraima; as well as 54,186 reproductive planning consultations with predominance of 41,184 (76%) nurses in relation to physicians (13,002; 24%). Conclusion: there is a need to invest in the training of physicians and nurses in order to expand access and the right to sexual life care of the women living in the country. Nursing care is a way to consolidate women's right to sexual and reproductive life care.


RESUMEN Objetivo: analizar los registros sobre la consulta de planificación reproductiva y la inserción del dispositivo intrauterino realizadas por enfermeros y médicos en la Atención Primaria de Salud en Brasil, en el año 2021. Método: se trata de un estudio cuantitativo, transversal y descriptivo, utilizando datos secundarios del Sistema de Información en Salud para la Atención Primaria y sometidos a análisis estadístico descriptivo simple de los datos. Resultados: se registraron 18.243 procedimientos de inserción de DIU en el país, en los que predominaron los profesionales médicos, excepto en el estado de Roraima; mientras que, de las 54.186 consultas de planificación reproductiva registradas, 41.184 (76%) fueron realizadas por los profesionales de enfermería y 13.002 (24%) por médicos. Conclusión: es necesario invertir en la formación de médicos y enfermeros para ampliar el acceso y el derecho al cuidado de la vida sexual de las mujeres en el país. El trabajo de Enfermería constituye una forma de consolidar el derecho al cuidado de la vida sexual y reproductiva de las mujeres.


Subject(s)
Women's Health , Interprofessional Education , Intrauterine Devices
16.
Psicol. ciênc. prof ; 43: e255126, 2023. graf
Article in Portuguese | LILACS, INDEXPSI | ID: biblio-1440787

ABSTRACT

Este artigo pretende compreender as concepções de profissionais da gestão e dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) sobre Educação Permanente em Saúde (EPS), bem como seus desafios e potencialidades. Utilizou-se de grupo focal para coleta, seguido de análise lexical do tipo classificação hierárquica descendente com auxílio do software Iramuteq. Os resultados delinearam quatro classes: a) EPS - entendimentos e expectativas; b) entraves à EPS; c) ETSUS e EPS por meio de cursos e capacitações; e d) dispositivos de EPS: potencialidades e desafios. Os participantes apontaram equívocos de entendimentos acerca da EPS ao equipará-la à Educação Continuada (EC) voltada à transferência de conteúdo, com repercussões negativas na prática de EPS. Discute-se o risco em centralizar o responsável pela concretização dessa proposta, que deveria ser coletiva e compartilhada entre diferentes atores. Reivindica-se, portanto, uma produção colaborativa, que possa circular entre os envolvidos, de modo que cada um experimente esse lugar e se aproprie da complexidade de interações propiciadas pela Educação Permanente em Saúde.(AU)


This article aims to understand the conceptions of professionals from the management and services of the Unified Health System (SUS) on Permanent Education in Health (EPS), as well as its challenges and potential. A focus group was used for data collection, followed by a lexical analysis of the descending hierarchical classification type using the Iramuteq software. The results delineated four classes: a) EPS - understandings and expectations; b) obstacles to EPS; c) ETSUS and EPS by courses and training; and d) EPS devices: potentialities and challenges. Participants pointed out misunderstandings about EPS, when equating it with Continuing Education (CE) focused on content transfer, with negative repercussions on EPS practice. The risk of centralizing the person responsible for implementing this proposal, which should be collective and shared among different actors, is discussed. Therefore, a collaborative production is claimed for, which can circulate among those involved, so that each one experiences this place and appropriates the complexity of interactions provided by Permanent Education in Health.(AU)


Este artículo tiene por objetivo comprender las concepciones de los profesionales de la gestión y servicios del Sistema Único de Salud (SUS) sobre Educación Continua en Salud (EPS), así como sus desafíos y potencialidades. Se utilizó un grupo focal para la recolección de datos, seguido por un análisis léxico del tipo clasificación jerárquica descendente con la ayuda del software Iramuteq. Los resultados delinearon cuatro clases: a) EPS: entendimientos y expectativas, b) Barreras para EPS, c) ETSUS y EPS a través de cursos y capacitación, y d) Dispositivos EPS: potencialidades y desafíos. Los participantes informaron que existen malentendidos sobre EPS al equipararla a Educación Continua, con repercusiones negativas en la práctica de EPS, orientada a la transferencia de contenidos. Se discute el riesgo de elegir a un solo organismo como responsable de implementar esta propuesta colectiva, que debería ser colectiva y compartida entre los diferentes actores. Se aboga por un liderazgo colaborativo, que pueda circular entre los involucrados, para que cada uno experimente este lugar y se apropie de la complejidad de interacciones que brinda la Educación Continua en Salud.(AU)


Subject(s)
Humans , Male , Female , Adult , Middle Aged , Unified Health System , Health Management , Education, Continuing , Organizational Innovation , Organizational Objectives , Patient Care Team , Personnel Management , Primary Health Care , Professional Practice , Psychology , Public Policy , Quality Assurance, Health Care , Quality of Health Care , Schools , Audiovisual Aids , Self-Help Devices , Social Control, Formal , Social Welfare , Sociology, Medical , Specialization , Task Performance and Analysis , Teaching , Decision Making, Organizational , National Health Strategies , Health Surveillance , Health Infrastructure , Complementary Therapies , Organizational Culture , Health Education , Nursing , Health Personnel , Total Quality Management , Health Care Reform , Community Mental Health Services , Knowledge , Health Equity , Curriculum , Voluntary Programs , Education, Medical, Continuing , Education, Nursing, Continuing , Education, Professional , Education, Professional, Retraining , Emergency Medical Services , Humanization of Assistance , Planning , Health Care Facilities, Manpower, and Services , Clinical Governance , Capacity Building , Health Communication , Integrality in Health , Psychiatric Rehabilitation , Work Performance , Interdisciplinary Placement , Burnout, Psychological , Shared Governance, Nursing , Interprofessional Education , Working Conditions , Governing Board , Health Facility Administrators , Health Policy , Health Promotion , Hospital Administration , Inservice Training , Learning , Mental Health Services
17.
Medicina (Ribeirão Preto) ; 55(4)dez. 2022. tab
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1417832

ABSTRACT

Um dos campos de atuação dos profissionais de saúde é a Atenção Básica (AB). A presença de diferentes formações profissionais dentro da AB e a articulação entre esses profissionais é fundamental para a integralidade da assistência prestada à população. As práticas colaborativas e a integralidade do cuidado são habilidades essenciais e comuns a to-dos os profissionais que atuam na AB e na Estratégia de Saúde da Família. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS) a Educação Interprofissional em Saúde ocorre quando estudantes e/ou profissionais de duas ou mais áreas aprendem com o outro, sobre o trabalho do outro, e entre si, visando trazer benefícios aos pacientes. Dessa forma, este relato de experiência tem como objetivo relatar a experiência oriunda das atividades de ensino realizadas no estágio acadêmico dos alunos do 7º e 8º períodos do curso de Fisioterapia da Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). As atividades foram desenvolvidas em parceria com as Equipes de Saúde da Família da Unidade Dr. Vinício Plastino, na cidade de Ribeirão Preto, no período de fevereiro de 2018 a dezembro de 2019. Tais atividades são resultantes da implementação de um estágio que tem como foco a atuação do profissional de fisioterapia na AB. Dentro dessa unidade atuaram conjuntamente estudantes dos cursos de Medicina, Farmácia e Fisioterapia. Após o reconhecimen-to do território e da dinâmica da Equipe de Saúde da Família local, o grupo de estagiários iniciou um trabalho de educação em saúde com ações planejadas de forma interprofissional e colaborativa. A partir da percepção das ne-cessidades de saúde da população, foram alinhadas às práticas da disciplina aquelas ações que a equipe realiza no território - cadastramento individual e familiar, territorialização, visita domiciliar e grupos de educação em saúde; acrescidas por aquelas de promoção da saúde específicas da fisioterapia. A experiência no território permitiu: ampliar a vivência dos discentes na ESF, possibilitando a observação e a reflexão sobre o trabalho em equipe nesse contexto; e sensibilizar os acadêmicos para as necessidades em saúde da população e discutir essas necessidades a partir da educação em saúde. Através da vivência, os estudantes da fisioterapia, juntamente com a equipe e alunos de outros cursos da área da saúde puderam redimensionar a importância e a complexidade do trabalho interprofissional na APS e, juntos, desenvolver ou aprimorar habilidades essenciais à sua profissão. (AU)


One of the fields of action of health professionals is Primary Health Care (PHC). The presence of different professional formations within PHC and the articulation between these professionals is fundamental for the integrality of the assistance provided to the population. Collaborative practices and comprehensive care are essential skills common to all professionals working in PHC and the Family Health Strategy. For the World Health Organization (WHO), Interprofessional Health Learning occurs when students and/or professionals from two or more areas learn from each other, about the work of the other, and from each other, aiming to bring benefits to patients. Thus, this expe-rience report aims to report the experience arising from teaching activities carried out in the academic internship of students from the 7th and 8th terms of the Physiotherapy course at Universidade de Ribeirão Preto (UNAERP). The activities were developed in partnership with the Family Health Team of Unit Dr. Vinício Plastino, in Ribeirão Preto, from February 2018 to December 2019. Such activities result from the implementation of an internship that focuses on the professional's performance of physiotherapy at PHC. Within this unit, students from the Medicine, Pharmacy, and Physiotherapy courses worked together. After recognizing the territory and the dynamics of the local Family Health Team, the group of interns started a health education work with actions planned in an interprofessional and collaborative way. Based on the perception of the population's health needs, those actions that the team performs in the territory were aligned to the discipline practices - individual and family registration, territorialization, home visits, and health education groups; added by those of health promotion specific to physical therapy. The experience in the territory allowed: expanding the students' experience in the FHS, enabling observa-tion and reflection on teamwork in this context; and sensitizing academics to the health needs of the population and discussing these needs through health education. Through experience, physiotherapy students, along with the team and students from other courses in the health area, could resize the importance and complexity of interprofessional work in PHC and, together, develop or improve skills essential to their profession. (AU)


Subject(s)
Patient Care Team , Primary Health Care , Physical Therapy Modalities/education , Physical Therapy Modalities/history , Interprofessional Education
18.
Rev. Cient. CRO-RJ (Online) ; 7(3): 67-77, Sept. - Dec. 2022.
Article in Portuguese | LILACS, BBO | ID: biblio-1437901

ABSTRACT

Objetivo: conhecer a percepção de egressos de graduação em Odontologia do Rio de Janeiro sobre a qualidade da formação profissional com ênfase na educação interprofissional. Materiais e Métodos: foi aplicado questionário on-line para egressos de três cursos de Odontologia, sendo duas instituições públicas e uma privada, para alunos formados entre 2016.2 e 2019.1. O questionário estruturado utilizado continha 41 perguntas para analisar a qualidade das atividades acadêmicas oferecidas durante a formação desses profissionais. As questões envolveram quatro dimensões: (1) perfil do egresso, (2) orientação do cuidado em saúde, (3) integração ensino-serviço, e (4) abordagem pedagógica. Os resultados apresentados neste artigo envolveram 9 perguntas das quatro dimensões. Resultados: os 121 egressos participantes responderam que a qualidade e oferta das atividades relacionadas à formação do perfil generalista, humanista e capacidade de compreender a realidade social foi muito boa, assim como as atividades de promoção de saúde e o uso de cenários de prática. Já as atividades relacionadas à educação multiprofissional/interprofissional e à vivência no Sistema Único de Saúde (SUS) foram consideradas moderadas. Conclusão: os resultados mostram que egressos dos cursos de Odontologia avaliados estão satisfeitos com a qualidade da formação profissional alcançada através das atividades acadêmicas oferecidas por seus cursos. Principalmente àquelas relacionadas à formação do perfil profissional e à promoção de saúde. Entretanto, a percepção dos egressos indica que experiências multiprofissionais/ínterprofissionais e vivência no SUS ainda precisam ser melhoradas, estimulando os alunos a participarem de estágios e projetos de extensão, formando, assim, profissionais capacitados a atuarem no SUS e no contexto social existente.


Objective: to know the perception of graduates in Dentistry in Rio de Janeiro about the quality of professional training with emphasis on interprofessional education. Materials and Methods: application of an on-line questionnaire for graduates of three Dentistry courses, two public institutions and one private, for students graduated between 2016.2 and 2019.1. The questions involved four dimensions: (1) graduate profile, (2) health care orientation, (3) teaching-service integration, and (4) pedagogical approach. The structured questionnaire used contained 41 questions to analyze the quality of the academic activities offered during the training of these professionals. The results presented in this article involved 9 questions from the four dimensions. Results: a total of 121 graduates participated in the survey. Most graduates perceived that the quality and offer of activities related to the formation of a generalist, humanist profile and the ability to understand social reality were 'very good', as well as health promotion activities. Activities related to multiprofessional/interprofessional education and living in the Unified Health System (SUS) were considered 'moderate', and the use of practice scenarios was also considered 'very good'. Conclusion: the results show that graduates of the evaluated Dentistry courses were satisfied with the quality of professional training achieved through the academic activities offered by their courses. Mainly those related to the formation of the professional profile and health promotion. However, multiprofessional/interprofessional experiences and experience in the SUS still need to be improved, encouraging students to participate in internships and extension projects, thus forming professionals capable of working in SUS and in the existing social context.


Subject(s)
Education, Dental , Interprofessional Education , Professional Training , Health Promotion
19.
Porto Alegre; Editora Rede Unida; 20221018. 429 p.
Monography in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1397767

ABSTRACT

Esta coletânea é uma obra de muitas mãos e muitas referências! Seus 22 capítulos, foram organizados em 3 partes, a saber: Aproximações Conceituais; Educação Interprofissional em Saúde como estratégia de formação e prática; e Avaliação em Educação Interprofissional em saúde. Com a obra, busca-se retratar parte das experiências e das pesquisas produzidas no Instituto Saúde e Sociedade do Campus Baixada Santista da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp/BS), no Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Interprofissional em Saúde (GPEIS), nos Programas de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências da Saúde (níveis Mestrado e Doutorado) e no de Ensino em Ciências da Saúde (nível Mestrado Profissional). Através da obra expressamos o compromisso com a qualidade da formação profissional e com o sistema de saúde público e universal, assim como esperamos estar colaborando com o avanço do conhecimento sobre a formação interprofissional no país.


Subject(s)
Education, Continuing , Health Human Resource Training , Professional Training , Interprofessional Education , Health Systems , Health Strategies , Total Quality Management , Health Sciences
20.
Rev. chil. neuro-psiquiatr ; 60(3): 243-250, sept. 2022. tab
Article in Spanish | LILACS | ID: biblio-1407823

ABSTRACT

RESUMEN: Introducción: El abordaje de la salud mental requiere acciones interprofesionales, sin embargo, su enseñanza es tradicionalmente uniprofesional y en escenarios especializados, reforzando la creencia que la salud mental es cuestión de especialistas. Es por esto que se diseña la primera rotación interprofesional en salud mental de la que se tenga conocimiento en Colombia, en la cual rotan estudiantes de medicina y psicología. El objetivo del presente artículo es describir este proceso y la rotación. Material y método: Se describe cuáles fueron los pasos para el diseño y la implementación de la rotación interprofesional en salud mental. Resultados: Se describe la rotación, la cual cuenta con elementos clínicos y simulados y diversas metodologías de aprendizaje y evaluación. Conclusiones: La rotación interprofesional es una estrategia útil en el proceso de aprendizaje de competencias en salud mental y habilidades para el trabajo interprofesional.


ABSTRACT Background: Mental health approaches require interprofessional actions. However, education on mental health is traditionally uniprofessional and is performed in specialized scenarios which reinforces the belief that mental health is only a concern for specialists. This is the reason why the first interprofessional mental health rotation in Colombia was designed and launched. The aim of this paper is to describe that process and the rotation itself. Material and method: This work describes the steps for the design and implementation of an interprofessional rotation on mental health. which involve medicine and psychology students. Results: The structure of the rotation is detailed. It contains both a clinical component and a simulated one, and diverse methodologies for learning and assessment. Conclusions: This interprofessional rotation is a useful strategy in the learning process of specific competences in mental health, and it facilitates acquisition of skills for teamwork.


Subject(s)
Humans , Psychology/education , Clinical Medicine/education , Mental Health , Feasibility Studies , Education, Medical , Interprofessional Education
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL