Your browser doesn't support javascript.
loading
Show: 20 | 50 | 100
Results 1 - 20 de 4.129
Filter
1.
J. Health NPEPS ; 7(1): 1-15, Jan-Jun, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF, ColecionaSUS | ID: biblio-1380549

ABSTRACT

Objetivo: analisar os efeitos da intervenção fisioterapêutica na força de preensão manual e na capacidade funcional em pacientes pós-COVID-19. Método: estudo de coorte retrospectivo, realizado em prontuários de pacientes pós-COVID-19 atendidos em na clínica escola do curso de fisioterapia na Universidade de Passo Fundo, entre março e novembro de 2021. Valores relacionados a dinamometria manual e ao teste de caminhada de seis minutos (TC6min) foram extraídos antes e após a reabilitação cardiopulmonar. Resultado: foram analisados 16 pacientes, com idade média de 49,81±13,79 anos. Após a intervenção, houve aumento significativo nos valores da dinamometria manual nas mulheres (mão direita p=0,014; mão esquerda p=0,041) e nos homens (mão direita p=0,008; mão esquerda p=0,007), assim como, no TC6min (p=0,033). Houve diferença entre o valor pré-intervenção do TC6min e o valor previsto do TC6min (p=0,006). Esta diferença não foi observada na comparação entre o valor pósintervenção do TC6min e o valor previsto do TC6min (p=0,073). Conclusão: os participantes apresentam comprometimento da força de preensão manual e da capacidade funcional, sendo que a intervenção fisioterapêutica pode melhorar esses aspectos.


Objective: to analyze the effects of physiotherapeutic intervention on handgrip strength and functional capacity in post-COVID-19 patients. Method: retrospective cohort study, carried out in medical records of post-COVID-19 patients treated at the school clinic of the physiotherapy course at the University of Passo Fundo, between March and November 2021. Values related to manual dynamometry and the six-minute walk test (6MWT) were extracted before and after cardiopulmonary rehabilitation. Results: 16 patients were analyzed, with a mean age of 49.81±13.79 years. After the intervention, there was a significant increase in the values of manual dynamometry in women (right hand p=0.014; left hand p=0.041) and in men (right hand p=0.008; left hand p=0.007), as well as in the 6MWT ( p=0.033). There was a difference between the pre-intervention value of the 6MWT and the predicted value of the 6MWT (p=0.006). This difference was not observed in the comparison between the post-intervention value of the 6MWT and the predicted value of the 6MWT (p=0.073). Conclusion: participants have compromised handgrip strength and functional capacity, and physical therapy intervention can improve these aspects.


Objetivo: analizar los efectos de intervención fisioterapéutica sobre la fuerza de agarre manual y capacidad funcional en pacientes post-COVID-19. Método: estudio de cohorte retrospectivo, realizado en prontuarios de pacientes post-COVID-19 atendidos en la clínica escolar del curso de fisioterapia de la Universidad de Passo Fundo, entre marzo y noviembre de 2021. Valores relacionados con la dinamometría manual y el reloj de seis minutos la prueba de marcha (6MWT) se extrajo antes y después de la rehabilitación cardiopulmonar. Resultados: se analizaron 16 pacientes, con una edad media de 49,81±13,79 años. Después de la intervención, hubo un aumento significativo en los valores de la dinamometría manual en mujeres (mano derecha p=0,014; mano izquierda p=0,041) y en hombres (mano derecha p=0,008; mano izquierda p=0,007), así así como en el PM6M (p=0,033). Hubo una diferencia entre el valor previo a la intervención de la 6MWT y el valor predicho de la 6MWT (p = 0,006). Esta diferencia no se observó en la comparación entre el valor postintervención de la 6MWT y el valor predicho de la 6MWT (p=0,073). Conclusión: los participantes han comprometido la fuerza de prensión manual y la capacidad funcional, y la intervención de fisioterapia puede mejorar estos aspectos.


Subject(s)
Rehabilitation , Hand Strength , Walk Test , Physical Functional Performance , COVID-19
2.
Univ. salud ; 24(1): 76-84, ene.-abr. 2022. tab
Article in Spanish | LILACS-Express | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1361188

ABSTRACT

Introducción: La COVID-19 es una enfermedad que desencadena infecciones respiratorias graves como el síndrome respiratorio agudo severo, que puede requerir atención prolongada intra y extrahospitalaria. Objetivo: Brindar recomendaciones y pautas para una correcta evaluación y tratamiento del paciente con COVID-19 mediante la rehabilitación pulmonar. Materiales y métodos: Revisión de la literatura en las bases de datos MEDLINE, PEDRO, Scielo y en Google Scholar, a partir de las palabras clave: COVID-19, Síndrome de Dificultad Respiratoria del Adulto, Enfermedades pulmonares, Rehabilitación, pruebas de función respiratoria, Unidad de cuidado intensivo; seleccionando, aquellos artículos que presentaran información sobre rehabilitación en pacientes con COVID-19 y otras alteraciones con compromiso similar como el Síndrome Respiratorio Agudo y las Enfermedades Pulmonares Intersticiales Difusas. Resultados: Para realizar una intervención en paciente con COVID-19 u otra alteración respiratoria como Síndrome de Dificultad Respiratoria del Adulto y Enfermedad Pulmonar Intersticial Difusa, es necesario realizar un adecuado diagnóstico de la enfermedad, una minuciosa evaluación integral y una intervención basada en las necesidades de cada individuo. Conclusiones: El paciente intrahospitalario puede recibir intervención enfocada a evitar el deterioro funcional y una vez son dados de alta la rehabilitación pulmonar extrahospitalaria podría ser una alternativa eficaz en el tratamiento para los pacientes.


Introduction: COVID-19 is a disease that triggers serious respiratory infections such as severe acute respiratory syndrome, which requires treatment on an inpatient and outpatient basis. Objective: To provide recommendations and guidelines for the appropriate assessment and treatment of COVID-19 patients through pulmonary rehabilitation. Materials and methods: A literature review using MEDLINE, PEDRO, Scielo and Google Scholar databases and the keywords: COVID-19, Adult Respiratory Distress Syndrome, Pulmonary diseases, Rehabilitation, Respiratory function tests, Intensive Care Unit. Articles that described information regarding rehabilitation in COVID-19 patients and other similar dysfunctions such as Acute Respiratory Syndrome and Diffuse Interstitial Lung Diseases. Results: It is necessary to carry out an appropriate disease diagnosis, a detailed integral assessment, and an intervention based on the needs of each patient in order to intervene with either COVID-19 patients or cases with other respiratory dysfunctions such as Adult Respiratory Distress Syndrome and Diffuse Interstitial Lung Disease. Conclusions: Inpatients can be subjected to an intervention focused on avoiding functional failure. Once they are discharged, outpatient pulmonary rehabilitation could be an effective treatment alternative for these patients.


Subject(s)
Humans , Rehabilitation , Respiratory Tract Diseases , Respiratory Distress Syndrome, Newborn , Respiratory Function Tests , Respiratory Tract Infections , Lung Diseases, Interstitial , Critical Care , Lung Diseases
3.
Av. psicol. latinoam ; 40(1): 1-15, ene.-abr. 2022. ilus, graf
Article in Portuguese | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1367251

ABSTRACT

A prática da horticultura para benefício terapêutico é utilizada nas abordagens clínicas, que demonstram a melhoria da qualidade de vida e a redução dos índices de estresse biológico, como uma modalidade de Reabilitação Baseada na Comunidade (rbc). Este documento avalia a implementação de um projeto de economia solidária no contexto de um grupo de reabilitação para pessoas com dependência química. Trata-se de um estudo de avaliação qualitativa da implementação de tecnologias sociais (quintais produtivos), baseado no método da inserção ecológica, em um grupo de reabilitação e pre-venção terciária a dependência química de um Centro de Atenção Psicossocial no Brasil. Os participantes foram quinze pessoas, das quais doze eram do sexo masculino e três do sexo feminino, com idades entre 30 e 60 anos. Foi realizada análise documental dos prontuários do serviço, diário de campo, fotografias e filmagens das oficinas, reuniões, visitas domiciliares, visitas técnicas e dos mutirões. Os dados foram analisados seguindo os critérios da Avaliação Multicultural: Dimensionamento Dinâmico Individual e Contextual. Os resultados indi-caram que a implementação dos quintais produtivos fortaleceu os vínculos familiares e institucionais, por meio da rede de apoio construída em torno do projeto. Concluise que os quintais produtivos são eficientes para a geração de renda, segurança alimentar e nutricional e ações de ressocialização como uma estratégia terapêutica complementar de RBC.


Horticulture for therapeutic benefit is used in clinical approaches has, demonstrated improvements in the quality of life and the reduction of biological stress indexes, as a modality of Community-Based Rehabilita-tion (cbr). This paper evaluates the implementation of a solidarity economy project in the context of a rehabili-tation group for people with chemical dependency. This was a qualitative evaluation study of the implementation of social technologies (productive backyards), based on the ecological engagement method in a rehabilitation and tertiary prevention group of chemical dependency of a psychosocial care center in Brazil. The participants were fifteen people, twelve of whom were male and three female, aged between 30 and 60 years. Documental analyses of the records of the service, field diary, and photographs and filming of the workshops, meetings, home visits, technical visits, and community meetings were performed. The data were analyzed following the criteria of the Multicultural Evaluation: Dynamic Individual and Contextual Dimensioning. The results indicated that the implementation of the productive gardens strengthened family and institutional links through the support network built around the project. It is concluded that the productive backyards are efficient for income generation, food and nutritional security, and resocialization actions as a complementary thera-peutic strategy of CBR


La práctica de la horticultura para el beneficio terapéutico se utiliza en enfoques clínicos que demuestran la mejora de la calidad de vida y la reducción de los índices de estrés biológico, como una modalidad de rehabilitación basada en la comunidad (rbc). Este trabajo evalúa la implementación de un proyecto de economía solidaria en el contexto de un grupo de rehabilitación para personas con dependencia química. Se trata de un estudio de evaluación cualitativa de la implementación de tecnologías sociales (patios productivos), basado en el método de inserción ecológica en un grupo de rehabilitación y prevención terciaria de la dependencia química de un centro de atención psicosocial en Brasil. Participaron 15 personas, 12 de las cuales eran hombres y 3 mujeres, con edades comprendidas entre los 30 y los 60 años. Se realizó un análisis documental de los registros del servicio, el diario de campo, las fotografías y la filmación de los talleres, las reuniones, las visitas domiciliarias, las visitas técnicas y las reuniones comunitarias. Los datos se analizaron siguiendo los criterios de la Evaluación multicultural: dimensionamiento dinámico individual y contextual. Los resultados indicaron que la puesta en marcha de los huertos productivos fortaleció los vínculos familiares e institucionales, a través de la red de apoyo construida en torno al proyecto. Se concluye que los patios productivos son eficientes para la generación de ingresos, la seguridad alimentaria y nutricional y acciones de resocialización como estrategia terapéutica complementaria de la RBC


Subject(s)
Humans , Horticultural Therapy , Quality of Life , Rehabilitation , Brazil , Substance-Related Disorders , Projects , Human Development
4.
São Paulo; BIREME/OPAS/OMS; 22 mar 2022. 42 p.
Non-conventional in Portuguese | LILACS, PIE | ID: biblio-1366821

ABSTRACT

Este relatório apresenta as evidências analisadas nos estudos incluídos no Mapa de Evidências sobre sequelas e reabilitação de condições pós-Covid-19. Objetivo: Identificar, descrever e sumarizar estudos de revisão sobre os efeitos de estratégias e intervenções para reabilitação de condições pós-Covid-19 e suas possíveis sequelas. Método: Mapa de evidências para apresentação de uma síntese gráfica e caracterização dos resultados de estudos de revisão em uma matriz de intervenções e desfechos de saúde. A partir da definição do escopo da pesquisa e critérios de inclusão previamente definidos, uma ampla busca bibliográfica foi realizada nas principais bases de dados para identificar estudos de revisões, sem restrição de data de publicação ou de idioma. A qualidade metodológica das revisões sistemáticas foi analisada com base na ferramenta AMSTAR 2. Resultados: No mapa, foram incluídos 22 estudos de revisão (4 revisões sistemáticas, 4 revisões rápidas, 4 revisões de estudos de caso, 1 revisão de escopo e 9 protocolos de revisão sistemática). A maioria dos estudos incluídos no mapa (n = 15) foi publicada no ano de 2021 e o restante (n = 7) no ano de 2020. Estes estudos foram avaliados, caracterizados e categorizados em 33 tipos de intervenções organizadas em 4 grupos: Intervenção Multicomponente, Terapêutica, Terapias Complementares e Tratamento Farmacológico. Estas intervenções foram associadas a 39 desfechos em saúde distribuídos em 5 grupos: Condições Patológicas, Doenças e Transtornos Respiratórias, Dor, Indicadores Fisiológicos e Metabólicos, Saúde Mental e Qualidade de Vida. No total, foram 97 associações entre intervenções e desfechos, considerando que uma mesma intervenção pode ser aplicada a mais de um desfecho e vice-versa. O grupo de intervenções Terapias Complementares foi o mais associado (53 associações), seguido do grupo de intervenções Terapêuticas (20 associações). Dentre os desfechos, o grupo das Condições Patológicas recebeu um terço das associações (36), seguido do grupo Indicadores Fisiológicos e Metabólicos (25 associações). Conclusões: Este Mapa proporciona uma sistematização das intervenções para o cuidado de pacientes pós-Covid-19, com ênfase em possíveis sequelas. Dada a quantidade reduzida de estudos sobre a temática, identifica-se importantes lacunas de evidência. Ainda assim, os estudos contribuem para informação e educação de pacientes e para a tomada de decisão em saúde para promover a implementação de estratégias e intervenções para a reabilitação de condições pós-Covid-19.


Subject(s)
Exercise Therapy , COVID-19/complications , COVID-19/rehabilitation , Rehabilitation , Therapeutics , COVID-19/therapy
5.
São Paulo; BIREME/OPAS/OMS; mar 2022. 9 p.
Non-conventional in Portuguese | LILACS, PIE | ID: biblio-1366836

ABSTRACT

Este informe apresenta um resumo das evidências analisadas nos estudos incluídos no Mapa de Evidências que está publicado e disponível na Plataforma Tableau Public BIREME em: sequelas-covid-pos-aguda-pt


Subject(s)
Humans , Exercise Therapy , COVID-19/complications , COVID-19/rehabilitation , Rehabilitation , COVID-19/therapy
6.
Rev. bras. ativ. fís. saúde ; 27: 1-6, fev. 2022.
Article in English | LILACS | ID: biblio-1363719

ABSTRACT

We aimed to report a successful clinical case of a short-term cardiopulmonary rehabilitation after hospital discharge due to COVID-19. Exploratory descriptive case study with a 58-year-old male, former smoker, and in need of supplemental oxygen after COVID-19 infection, admitted to a car-diopulmonary rehabilitation program of six weeks in a school clinic in the Federal District, Brasília, Brazil. Chest expansion, aerobic capacity, physical function, and quality of life were evaluated before and after the program using, respectively, thoracic cirtometry, 6-Minute Walk Test, 1-Minute Sit-To-Stand Test, and Short Form Health Survey. At the end of the cardiopulmonary rehabilitation, the patient presented increased chest expansion, increased walked distance with decreased percep-tion of exertion, increased repetitions in the 1-minute sit-to-stand-test, and increased quality of life. Moreover, he was completely weaned from supplemental oxygen. A short-term duration cardiopul-monary rehabilitation protocol can contribute to improvement in aerobic and functional capacity, and in quality of life after COVID-19


O objetivo deste estudo foi relatar um caso clínico bem-sucedido de reabilitação cardiopulmonar de curta duração após alta hospitalar pós COVID-19. Trata-se de um estudo de caso exploratório descritivo com um homem de 58 anos, ex-tabagista e com necessidade de suplementação de oxigênio após infecção por CO-VID-19, admitido em um programa de reabilitação cardiopulmonar de seis semanas em uma clínica escola do Distrito Federal ­ Brasília, Brasil. A expansão torácica, capacidade aeróbia, função física e qualidade de vida foram avaliadas antes e após o programa por meio de cirtometria torácica, teste de caminhada de 6 minutos, teste de sentar e levantar de 1 minuto e Short Form Health Survey, respectivamente. Ao final da reabilitação cardiopulmonar, o paciente apresentou aumento da expansão torácica, aumento da distância percorrida com diminuição da percepção de esforço, aumento das repetições no teste de sentar e levantar de 1 minuto e aumento da qualidade de vida. Além disso, o desmame completo do oxigênio suplementar também foi alcançado. Um protocolo de reabilitação cardiopulmonar, ainda que de curta duração, pode contribuir para a melhora da capacidade aeróbica, funcional e da qualidade de vida após a COVID-19


Subject(s)
Humans , Female , Middle Aged , Rehabilitation , Exercise , COVID-19 , Lung
7.
Article in Spanish | LILACS, COLNAL | ID: biblio-1364026

ABSTRACT

Marzo es un mes importante en el campo de la otorrinolaringología, ya que se celebra el Día Mundial de la Audición y el Día Mundial del Implante Coclear. Es una oportunidad para reflexionar de un tema tan importante como la audición, en cómo estamos y cómo se prevé que se comporte en los próximos años. Según los últimos informes de la Organización Mundial de la Salud (OMS), se estima que para 2050 casi 2500 millones de personas vivirán con algún grado de pérdida auditiva, de los cuales al menos 700 millones necesitarán servicios de rehabilitación, lo que corresponde más o menos a un incremento de 1,5 veces en las próximas 3 décadas (1). Así mismo, también se observa cómo ha venido aumentando la expectativa de vida: cada vez vivimos más años. En 2020 había 1000 millones de adultos mayores, para el 2030 se estima que 1 de cada 6 personas en el mundo tendrá más de 60 años (1400 millones) y se prevé que las personas de 80 años o más se tripliquen para el 2050, alcanzando 425 millones (1). Este cambio en la distribución poblacional genera un incremento en el envejecimiento poblacional y, a su vez, aumenta las probabilidades de presentar pérdida auditiva moderada o grave que requiera de rehabilitación. La prevalencia de hipoacusia significativa en mayores de 60 años está entre el 40 % y el 60 % según The National Health and Nutritional Examination Survey (NHANES), y se incrementa dramáticamente al 70 % en mayores de 70 años y al 80 % en mayores de 85 años (2, 3). Según datos de la OMS, la hipoacusia representa la tercera causa de discapacidad en adultos en todo el mundo (1). Sin embargo, a pesar de que la prevalencia de hipoacusia es alta e incrementa considerablemente a mayor edad, tan solo el 17 % de las personas con hipoacusia moderada a grave que se benefician del uso de audífonos recibe rehabilitación auditiva con audífono u otro tipo de ayuda auditiva; esto se basa en varios factores: desinformación, mentalidad estigmatizante con las enfermedades del oído y el uso de audífono, oportunidad de consulta especializada y los costos para acceder a un dispositivo de ayuda auditiva (1). Nos enfrentamos entonces a un problema de salud pública en el que se aumentó nuestra expectativa de vida (cada vez vivimos más años) y se aumentan las probabilidades de presentar un grado significativo de pérdida auditiva que requiere de rehabilitación auditiva, pero solo una pequeña proporción de la población recibe rehabilitación para su audición. ¿Y esto qué significa?, ¿qué consecuencias nos trae? Si este tema no se aborda y trata como es debido, lo que se genera es aumento en costos para el sistema de salud, exclusión de las personas afectadas de la comunicación, educación y empleo.


Subject(s)
Humans , Hearing Loss , Rehabilitation , Dementia
8.
HU rev ; 48: 1-9, 2022.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1371593

ABSTRACT

Introdução: A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) possui alta prevalência e gera altos custos aos sistemas de saúde. A reabilitação pulmonar (RP) é uma intervenção não-farmacológica que gera benefícios clínicos para os pacientes e economia de gastos para o sistema de saúde devido a redução do número de exacerbações da doença e internações hospitalares. Embora fortemente recomendada, a RP tem sido subutilizada havendo um baixo índice de indicações. Objetivo: Identificar as barreiras e os facilitadores para o encaminhamento de pacientes com DPOC à RP e à prática de atividade física. Métodos: Estudo qualitativo, realizado com médicos atuantes na atenção primária à saúde (APS) e uso de entrevistas semiestruturadas. As entrevistas foram gravadas e transcritas literalmente e submetidas a análise de conteúdo. Itens (trechos) identificados nos discursos e relacionados ao encaminhamento de pacientes com DPOC à RP e à prática de atividade física foram classificados como barreiras ou facilitadores. Tal classificação se baseou entre os quatorze domínios da Theoretical Domains Framework (TDF) e suas definições para identificar determinantes de comportamento entre os participantes relevantes para a mudança na prática clínica. Resultados: Setecentos e cinquenta e seis itens foram identificados nos discursos de vinte e um participantes e classificados como sendo barreiras (n= 279, 37%) ou facilitadores (n= 477, 63%) relacionados principalmente aos domínios da TDF de "Conhecimento" (n= 245, 32%), "Contexto e recursos ambientais" (n= 124, 16%) e "Papel e identidade social/profissional" (n= 107, 14%). Conclusão: As principais barreiras identificadas foram relacionadas aos programas de RP devido ao conhecimento restrito dos profissionais médicos sobre programas de RP, a disponibilidade reduzida de locais que oferecem estes programas e as dificuldades de acesso dos pacientes à RP. Os principais facilitadores identificados foram relacionados a orientação e o conhecimento pelos médicos sobre os benefícios da atividade física e a presença dos grupos de exercícios fornecidos na APS.


Introduction: Chronic obstructive pulmonary disease (COPD) has a high prevalence and entails high costs to health systems. Pulmonary rehabilitation (PR) is a non-pharmacological intervention that generates clinical benefits for patients and cost savings for the health system due to a reduced number of exacerbations and hospitalizations. Although strongly recommended, PR has been underutilized, with a low rate of indications. Objective: To identify barriers and facilitators for referring patients with COPD to PR and physical activity. Method: Qualitative study was carried out with medical staff working in primary health care using semi-structured interviews. The interviews were recorded, transcribed literally and underwent content analysis. Items (text excerpts) identified in the speeches and related to the referral of patients with COPD to PR and physical activity were classified according to as barriers or facilitators, and among the fourteen domains of the Theoretical Domains Framework (TDF) and its definitions; aiming to identify the determinants of behaviour which were relevant to change in clinical practice. Results: Seven hundred and fifty-six items were identified in the speeches of twenty-one participants and classified as barriers (n= 279, 37%) or facilitators (n= 477, 63%) mainly related to the TDF domains of "Knowledge" (n= 245, 32%), "Context and environmental resources" (n=124, 16%) and "Role and social/professional identity" (n= 107, 14%). Conclusion: The main barriers identified were related to referring patients PR due to lack of knowledge by medical staff about PR programs, the limited number of programs available, and the restricted access to PR program locations. The main facilitators were related to physical activity, mainly the medical staff's knowledge on physical activity benefits and availability of exercise group activities delivered at primary health care centres.


Subject(s)
Pulmonary Disease, Chronic Obstructive , Primary Health Care , Rehabilitation , Exercise , Prevalence , Health Resources
9.
Fisioter. Mov. (Online) ; 35: e35110, 2022. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1364854

ABSTRACT

Abstract Introduction: The COVID-19 pandemic brought a strong discussion about telerehabilitation, especially in countries where its practice was not allowed previous the pandemic. In the neuropediatric rehabilitation field evidence of the effectiveness of this modality of assistance and data about provider and family's perceptions are scarce. Objective: To evaluate the characteristics of telerehabilitation physical therapy consultations for children with neurological diseases during the COVID-19 pandemic and report the perceptions of physical therapists about this modality of assistance. Methods: An online survey was created and administered to Brazilian neuropediatric physical therapists. The survey consisted of demographics data, questions about the characteristics of telerehabilitation consultations, and physical therapists' perception of telerehabilitation assistance. Results: From July to September 2020, 394 physical therapists responded to the questionnaire. The most of them took 21 to 30 minutes per telemonitoring session (26.9%), offered one session per week (61.0%), and used electronic messages as the main method of delivery (39.9%). The main difficulty reported was caregivers' lack of understanding about handling during sessions (41.2%) and problems with internet connection (16.7%). Additionally, most of them reported that it is highly important important to provide healthcare via telerehabilitation to the economically disadvantaged. Conclusion: The findings of this study provide insight into the complex and challenging process of telerehabilitation assistance during the first wave of the COVID-19 pandemic. Despite the reported challenges, telerehabilitation can be an opportunity to better understand children's activities and participation in home context.


Resumo Introdução: A pandemia da COVID-19 trouxe uma forte discussão sobre o uso da telerreabilitação, especialmente em países onde a sua prática ainda não havia sido permitida antes da pandemia. Na área da reabilitação neuropediátrica as evidências sobre a efetividade dessa modalidade de atendimento e informações sobre as percepções dos provedores e família são escassas. Objetivo: Avaliar as características das consultas fisioterapêuticas por telerreabilitação em crianças com condições neurológicas durante a pandemia de COVID-19 e relatar as percepções dos fisioterapeutas sobre essa modalidade de atendimento. Métodos: Um questionário online foi criado e administrado para fisioterapeutas neuropediátricos brasileiros. O questionário consistiu em dados demográficos, questões sobre as características das consultas por telerreabilitação e percepção dos fisioterapeutas sobre a assistência via telerreabilitação. Resultados: Entre julho e setembro de 2020, 394 fisioterapeutas responderam o questionário. A maioria dos fisioterapeutas levaram de 21 a 30 minutos por sessão (26,9%), ofereceram uma sessão por semana (61,0%) e usaram mensagens eletrônicas como principal método de entrega (39,9%). A principal dificuldade reportada foi a falta de entendimento sobre os manuseios durante as sessões (41,2%) e problemas com a internet (16,7%). Além disso, a maioria reportou ser muito importante prover cuidados de saúde por telerreabilitação para a população economicamente menos favorecida. Conclusão: Os dados apresentados fornecem um entendimento do processo complexo e desafiador das consultas por telerreabilitação durante a primeira onda da pandemia da COVID-19. Apesar dos desafios reportados, a telerreabilitação pode ser uma oportunidade para melhor entender as atividades e participação das crianças no contexto do lar.


Subject(s)
Telerehabilitation , COVID-19 , Pediatrics , Rehabilitation , Surveys and Questionnaires , Internet
10.
Rev Rene (Online) ; 23: e71393, 2022.
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1355238

ABSTRACT

Objetivo: avaliar o itinerário terapêutico de pacientes com lombalgia crônica. Métodos: estudo qualitativo envolvendo a utilização de entrevista semiestruturada em profundida-de, para coleta de dados sobre o itinerário terapêutico de dez pacientes com lombalgia crônica atendidos em clínica de fisioterapia de um hospital terciário. Os dados foram analisados por meio da análise de conteúdo temática. Re-sultados: os temas emergentes foram: início da dor lombar, sintomas que iniciaram a jornada para o cuidado, etapas to-madas para encontrar alívio para a dor, percepção do entre-vistado sobre o atendimento recebido, interferência da dor na vida normal, família e relações, práticas múltiplas nas quais pacientes com dor lombar crônica se envolvem, per-cepção da eficácia das múltiplas práticas e obstáculos para buscar atendimento. Conclusão: pacientes com dor lombar crônica seguem caminhos diferentes em busca de atendi-mento. A dor lombar crônica alterou significativamente a vida dos pacientes e os tornou propensos a praticar o plu-ralismo médico. (AU)


Subject(s)
Rehabilitation , Complementary Therapies , Low Back Pain , Physical Therapy Specialty , Therapeutic Itinerary
11.
Esc. Anna Nery Rev. Enferm ; 26: e20210429, 2022.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1375401

ABSTRACT

RESUMO Objetivo analisar a assistência de Enfermagem ao usuário de substâncias psicoativas na Estratégia Saúde da Família. Método estudo descritivo e qualitativo realizado com sete enfermeiros da Estratégia Saúde da Família de Juiz de Fora, Minas Gerais. Os dados foram obtidos por meio de entrevistas guiadas por um roteiro semiestruturado e a Análise Temática de Conteúdo foi utilizada para o seu tratamento. Resultados a assistência prestada pelos entrevistados é pautada na demanda espontânea, sem estratégias de busca ativa, com a valorização de práticas orientadas pela medicalização da pessoa e o encaminhamento aos serviços especializados. A inclusão da família no processo de reabilitação, o atendimento imediato e o exercício da escuta terapêutica foram mencionados como estratégias que podem ser adotadas para uma assistência integral. Os desafios mencionados referiram-se à falta de formação em saúde mental, à fragmentação do conhecimento acerca da especialidade, à ausência de capacitações e ao desejo do paciente em participar do tratamento. Considerações finais e implicações para a prática os enfermeiros referiram um cuidado insuficiente para a garantia da integralidade da assistência permeado pela falta de conhecimentos e habilidades para lidar com esse público, o que leva ao encaminhamento para serviços especializados como principal intervenção, reforçando a necessidade de capacitação desses profissionais.


RESUMEN Objetivo analizar la atención de Enfermería a usuarios de sustancias psicoactivas en la Estrategia Salud de la Familia. Método estudio descriptivo y cualitativo realizado con siete enfermeros de la Estrategia Salud de la Familia en Juiz de Fora, Minas Gerais. Los datos fueron obtenidos a través de entrevistas guiadas por un guion semiestructurado y se utilizó el Análisis de Contenido Temático para su tratamiento. Resultados la asistencia proporcionada por los entrevistados se basa en la demanda espontánea, sin estrategias de búsqueda activa, con la valoración de prácticas guiadas por la medicalización de la persona y la derivación a servicios especializados. La inclusión de la familia en el proceso de rehabilitación, la atención inmediata y el ejercicio de la escucha terapéutica fueron mencionadas como estrategias que pueden ser adoptadas para la atención integral. Los desafíos mencionados se refirieron a la falta de formación en salud mental, la fragmentación del conocimiento sobre la especialidad, la falta de formación y el deseo del paciente de participar en el tratamiento. Consideraciones finales e implicaciones para la práctica los enfermeros mencionaron cuidados insuficientes para garantizar una atención integral permeada por la falta de conocimientos y habilidades para el trato con este público, lo que lleva a la derivación a servicios especializados como principal intervención, reforzando la necesidad de formación de estos profesionales.


ABSTRACT Objective to analyze the nursing care provided to users of psychoactive substances in the Family Health Strategy. Method a descriptive and qualitative study carried out with seven nurses from the Family Health Strategy of Juiz de Fora, Minas Gerais. Data was obtained through interviews guided by a semi-structured script and the Thematic Content Analysis was used for its treatment. Results the care provided by the interviewees is based on spontaneous demand, without active search strategies, with the valorization of practices guided by the medicalization of the person and the referral to specialized services. The inclusion of the family in the rehabilitation process, immediate care, and therapeutic listening were mentioned as strategies that can be adopted for an integral assistance. The challenges mentioned referred to the lack of training in mental health, the fragmentation of knowledge about the specialty, the absence of training, and the patient's desire to participate in the treatment. Final considerations and implications for the practice the nurses reported insufficient care to ensure comprehensive care permeated by a lack of knowledge and skills to deal with this public, which leads to referral to specialized services as the main intervention, reinforcing the need to train these professionals.


Subject(s)
Humans , National Health Strategies , Illicit Drugs , Substance-Related Disorders/nursing , Drug Users , Nursing Care , Referral and Consultation , Rehabilitation , Substance-Related Disorders/rehabilitation , Qualitative Research , Education, Continuing , User Embracement , Treatment Adherence and Compliance , Nurses
12.
Rev. Esc. Enferm. USP ; 56(spe): e20210449, 2022. tab, graf
Article in English, Portuguese | LILACS, BDENF | ID: biblio-1387295

ABSTRACT

ABSTRACT Objective: To evaluate the effect of abdominal electrical stimulation (EE) on bowel movement frequency and feces consistency and expelled amount in people with constipation due to spinal cord injuries (SCI). Method: This is an experimental, crossover, randomized pilot study with two treatment groups: conventional intestinal rehabilitation and conventional rehabilitation associated with EE via 8- and 20-Hz Functional Electrical Stimulation (FES) of the abdominal muscles. Both groups were followed for two weeks with daily 30-minute EE sessions. Participants were hospitalized in a rehabilitation institute in the municipality of São Paulo. Data were analyzed using descriptive and inferential statistics. Results: This study included 10 people with SCI, of which most were male (70%), with a mean age of 39 years (SD = 16.37). EE, associated with conventional treatment, was more effective in increasing defecation frequency (p = 0.029) and amount of feces expelled (p = 0.031). Conclusion: Abdominal EE, associated with conventional treatment, helped to increase defecation frequency and amount of feces expelled in people with constipation due to SCI. This pilot study will serve as the basis for a future clinical trial with greater sampling and statistical evidence.


RESUMEN Objetivo: Evaluar el efecto de la electroestimulación abdominal (EE) sobre la frecuencia de las evacuaciones, la consistencia y la cantidad de heces en personas con estreñimiento debido a una lesión de la médula espinal (LME). Método: Estudio piloto experimental de tipo crossover-aleatorizado en dos grupos de tratamiento: convencional rehabilitación intestinal y convencional asociado a EE con Functional Electrical Stimulation (FES) de 8 y 20 Hz aplicados a los músculos abdominales. Se realizó un seguimiento de ambos grupos durante dos semanas con 30 minutos de sesión diaria de EE. Los participantes estaban hospitalizados en un instituto de rehabilitación de la ciudad de São Paulo. Los datos se analizaron mediante estadística descriptiva e inferencial. Resultados: Diez personas con LME participaron en el estudio, la mayoría hombres (70%) con una edad media de 39 años (DE = 16,37). La EE asociada al tratamiento convencional demostró ser más eficaz en el aumento de la frecuencia de evacuación (p = 0,029) y la cantidad de heces (p = 0,031). Conclusión: La EE abdominal asociada al tratamiento convencional ayudó a aumentar la frecuencia de evacuación y la cantidad de heces en el contexto de estreñimiento en personas con LME. Este estudio piloto servirá de base para futuros ensayos clínicos con mayor muestreo y evidencia estadística.


RESUMO Objetivo: Avaliar o efeito da eletroestimulação (EE) abdominal sobre a frequência de evacuações, a consistência e a quantidade de fezes em pessoas com constipação decorrente da lesão medular (LM). Método: Estudo piloto experimental do tipo crossover-randomizado em dois grupos de tratamento: convencional de reabilitação intestinal e convencional associado à EE com Functional Electrical Stimulation (FES) de 8 e 20 Hz aplicados na musculatura abdominal. Ambos os grupos em seguimento por duas semanas, com 30 minutos de sessão diária de EE. Os participantes estavam internados em um instituto de reabilitação da cidade de São Paulo. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva e inferencial. Resultados: Participaram do estudo 10 pessoas com LM, a maioria do sexo masculino (70%), com média de idade de 39 anos (DP = 16,37). A EE, associada ao tratamento convencional, mostrou-se mais eficaz no aumento da frequência evacuatória (p = 0,029) e na quantidade de fezes (p = 0,031). Conclusão: A EE abdominal associada ao tratamento convencional auxiliou no aumento da frequência evacuatória e na quantidade de fezes no quadro de constipação em pessoas com LM. Este estudo piloto servirá como base para um futuro ensaio clínico com maior amostragem e comprovação estatística.


Subject(s)
Spinal Cord Injuries , Electric Stimulation , Rehabilitation , Abdominal Muscles , Constipation , Enterostomal Therapy
13.
Fisioter. Bras ; 22(5): 773-788, Nov 11, 2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1353566

ABSTRACT

Estimulação Transcraniana por Corrente Contínua (ETCC) é um recurso terapêutico não invasivo ao paciente, de baixo custo, baseado na alteração da excitabilidade do córtex motor. Técnica capaz de influenciar no mecanismo autônomo do SNC, aumentando a eficiência sináptica e favorecendo o aprendizado motor. Objetivo: Sistematizar evidências científicas sobre a ETCC como recurso terapêutico no processo de reabilitação de crianças com paralisia cerebral. Métodos: Revisão sistematizada seguindo recomendações do PRISMA e a busca estratégica PICO diante da indicação da ETCC, como recurso terapêutico no processo de reabilitação de crianças com paralisia cerebral. Incluídos ensaios clínicos controlados e randomizados, publicados nos últimos 10 anos, disponíveis em cinco relevantes bases de dados em saúde nos idiomas inglês, espanhol e português. Resultados: Foram encontrados 604 estudos, dos quais, após aplicação dos critérios de elegibilidade, quatro deles foram selecionados. Os resultados de tais estudos se mostraram benéficos no tratamento de crianças com paralisia cerebral, incluindo aquelas com mais de 70% de presença de espasticidade. Conclusão: ETCC constitui recurso promissor no tratamento da criança com paralisia cerebral, aceito pelas crianças visto ser indolor e apresentar reações leves como vermelhidão e formigamento no local da aplicação. Os efeitos favoráveis destacados foram: melhora no desempenho funcional e da marcha. (AU)


Subject(s)
Therapeutics , Central Nervous System , Transcranial Direct Current Stimulation , Motor Cortex , Rehabilitation , Cerebral Palsy , Electric Stimulation
14.
Article in Portuguese | LILACS, BDENF, COLNAL | ID: biblio-1343498

ABSTRACT

O vírus SARS-CoV-2 foi detectado na cidade de Wuhan, na China, no final de 20191. Desde então, a alta transmissibilidade deste novo coronavirus e a elevada morbimortalidade relacionada à COVID-19, a infecção viral causada pelo SARS-CoV-2, cresceu exponencialmente em todo o planeta, culminando, primeiramente, em uma emergência de saúde pública de importância internacional e, logo em seguida, em uma grave pandemia2,3. A transmissão do vírus ocorre tanto por vias respiratórias quanto extrarrespiratórias e durante o período de desenvolvimento da COVID-19 no organismo humano a apresentação clínica inclui sintomas relacionados a alterações no olfato, paladar e complicações gastrointestinais, além do acometimento de forma mais acentuada do sistema respiratório.4 Em consequência dos sintomas da COVID-19, muitos pacientes precisam ser internados e, em alguns casos, são submetidos a procedimentos invasivos para garantir a condição fisiológica básica para a manutenção da vida. Durante o período de internação os pacientes desenvolvem condição clínica com debilitação fisiológica e a aptidão física geral reduz sensivelmente.5 Ao receber alta hospitalar, muitos desses pacientes precisam de tratamentos voltados à recuperação da condição física debilitada pela ação da doença.6 A Secretaria Municipal de Saúde Pública (SESAU) de Campo Grande/MS, na Região Centro-Oeste do Brasil, se mostrou atenta a esta demanda. O Serviço de Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DANT), juntamente com a Coordenadoria de Atenção Especializada, estruturou no Sistema Único de Saúde (SUS) um serviço de reabilitação funcional destinado às pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, que estiveram internadas por infecção pelo SARS-CoV-2 e precisam de atenção especializada para restabelecer a capacidade de trabalho e de realização das atividades da vida diária. O atendimento é realizado na Unidade Especializada de Reabilitação e Diagnóstico (UERD), que faz parte da Rede Municipal de Saúde (REMUS). Um projeto de reabilitação funcional foi elaborado pela equipe técnica da SESAU, para ser desenvolvido por meio de uma equipe multiprofissional formada por fisioterapeuta, profissional de educação física, nutricionista e psicólogo. As intervenções são realizadas com o uso de Projetos Terapêuticos Singulares (PTS), seguindo critérios de inclusão e exclusão pré-estabelecidos7, para pacientes com doenças crônicas não transmissíveis, em condição de pós-internação decorrente de COVID-19. O encaminhamento dos pacientes, vindos dos demais pontos da REMUS, é realizado por médicos dos três níveis de atenção à saúde (primária, secundário e terciário), via Sistema de Regulação (SISREG). Foi estabelecido um fluxo para as intervenções, sendo que no primeiro atendimento cada paciente passa por um acolhimento dado pela equipe multiprofissional (fisioterapeuta, profissional de educação física, nutricionista e psicólogo) em uma consulta compartilhada. Nesta etapa a equipe faz uma triagem e identifica a condição clínica da pessoa atendida. Posteriormente, os profissionais constroem, de forma coletiva, um PTS. Nos dias subsequentes, o paciente é contatado para iniciar o tratamento de reabilitação, por meio de agendamento nos dias e horários em que haja compatibilidade entre as vagas ofertadas e a disponibilidade do paciente. O protocolo do PTS consiste de intervenções com frequência de duas vezes por semana, com alternância entre os profissionais que desenvolvem as atividades. Os pacientes são atendidos, inicialmente, com um total de 10 sessões de 40 a 60 minutos cada, durante cinco semanas. Se a equipe identificar que há indicação de continuidade do tratamento, o paciente pode ser mantido no programa por mais sessões, com avaliação caso a caso. O processo de alta do paciente ocorre quando são finalizadas as sessões do PTS. Esse processo é caracterizado pelas orientações ao paciente e sua família/cuidador, com encaminhamento profissional para a contrarreferência da unidade de saúde à qual o paciente está vinculado na atenção primária, por meio de relatório de alta, com informações referentes ao tratamento e orientações, visando a integralidade do cuidado. Com isso, a atenção primária dará prosseguimento do cuidado em saúde ao usuário em seu território de abrangência. O programa de reabilitação funcional prevê uma abordagem multiprofissional, com longitudinalidade do cuidado e respeito às singularidades de cada paciente. Os propósitos são aliviar os efeitos das disfunções musculares e respiratórias, mitigar os danos do imobilismo após longo período de internação hospitalar, além de atenuar as sequelas psicológicas e necessidades nutricionais. Para obter a almejada melhora da saúde geral e da qualidade de vida das pessoas atendidas, cada área profissional envolvida no PTS intervém da seguinte forma: A Fisioterapia atua em duas vertentes: a) fisioterapia respiratória, com o objetivo de aumentar a capacidade pulmonar e recuperar disfunções referentes ao processo de respiração; b) fisioterapia motora, com o objetivo de corrigir e restabelecer as condições físicas do paciente. A abordagem do profissional de Educação Física é voltada à melhora dos componentes cardiorrespiratório e neuromuscular, visando a promoção da autonomia funcional, o controle dos fatores de risco para comorbidades, correção postural e manutenção do peso ideal. O atendimento inclui o treinamento aeróbio, o treinamento resistido, ações de educação em saúde, além de incentivo à continuidade da prática de atividades físicas após o término das sessões do PTS, para manutenção e ampliação dos ganhos obtidos. A Nutrição atua com o propósito de manutenção do bom estado do sistema imunológico dos pacientes e, para isso, realiza avaliação nutricional e orientações ligadas à promoção de uma alimentação saudável. A Psicologia disponibiliza suporte psicológico, com oferecimento de um espaço para que o paciente compartilhe seus sentimentos e necessidades, buscando a auto segurança. Com isso, objetiva-se minimizar o trauma psicológico decorrentes do período de internação, que pode ter gerado reações emocionais como medo, angústia, ansiedade e tristeza. O conjunto de intervenções propostas representa uma readequação do serviço de saúde, em função da demanda oriunda da pandemia de COVID-19. Para isso, são necessárias estratégias capazes de proporcionar recuperação físico-funcional e reintegração social dos indivíduos infectados pelo vírus SARS-CoV-2, uma vez que essa infecção pode prejudicar a capacidade de realizar atividades da vida diária e a funcionalidade dos indivíduos que passaram por internação hospitalar, além de alterar o desempenho profissional e dificultar a interação social, com possibilidade de aumento de fatores de risco para doenças crônicas não transmissíveis.8 Nesse sentido, o PTS realizado por uma equipe multiprofissional, como no programa relatado, é um dispositivo de cuidado que visa a resolutividade dos casos complexos por meio da corresponsabilização e utilização dos recursos de todos os envolvidos, por meio do desenvolvimento de ações terapêuticas a partir de uma reflexão sistematizada. Para isso, o PTS deve ser abordado em duas perspectivas, uma delas centrada na clínica ampliada e outra na recuperação da autonomia da vida afetiva do sujeito, tal como preconizado no SUS.9 Em ambas as perspectivas sempre são considerados o sujeito, as equipes de saúde, o território e a família onde o PTS é desenvolvido.10 A utilização do PTS no âmbito da saúde pública melhora não só o processo de trabalho como o vínculo entre todos os envolvidos ­ profissionais de saúde e pacientes, potencializando assim a assistência integral à saúde na produção do cuidado, em função da troca de saberes no âmbito multiprofissional.11-13 Nota-se, portanto, que o processo de tratamento dos pacientes com COVID-19 é fundamental não apenas durante a fase hospitalar, mas também após alta melhorada. Dentre as estratégias disponíveis para atender os pacientes na rede pública de saúde, o desenvolvimento de programas de reabilitação funcional, por meio de PTS e intervenções multiprofissionais, pode garantir a continuidade do acompanhamento, promovendo a recuperação de implicações provocadas pela doença, proporcionando mais qualidade de vida às pessoas no período pós-internação.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Patients , Rehabilitation , COVID-19
15.
Rehabil. integral (Impr.) ; 15(1): 30-40, ago. 2021. tab, graf
Article in English | LILACS | ID: biblio-1283454

ABSTRACT

INTRODUCCIÓN: Producto de la pandemia por COVID-19 y para establecer continuidad a los tratamientos de usuarios y familias, Teletón Chile implementó una encuesta para describir las características demográficas, de salud, sociales, ambientales, factores asociados, atención a distancia y problemas asociados por contingencia COVID-19. OBJETIVO: Describir el servicio de atención a distancia (AD) implementado por Teletón Chile, preferencias y utilidad de redes sociales (RR.SS.) de los usuarios. MATERIALES Y MÉTODOS: Estudio descriptivo transversal de tipo censal a usuarios activos de Teletón al 30 de abril de 2020 desarrollado a través de la aplicación de una encuesta para caracterizar el servicio de AD y RR.SS. RESULTADOS: Se presentan resultados obtenidos entre junio y agosto de 2020, que representan al 31,13% (n = 8.202) de la población total atendida; El 74,54% de los participantes de la encuesta señalan haber recibido AD, de los cuales un 82,02% logra el cumplimiento de las indicaciones siendo la principal razón de no cumplimiento no ser contactado para la modalidad AD desde el área médico-terapéutica (36,55%). Los principales beneficios de la AD son: aumento de la accesibilidad en la atención (44,13%) y disminución de las problemáticas del traslado (17,67%). La preocupación principal es la pérdida de la cantidad de atenciones presenciales (34,41%). CONCLUSIONES: La AD es considerada de utilidad para la continuidad de los programas de rehabilitación. Asimismo, toma relevancia el uso de redes sociales para contacto y seguimiento. Finalmente, para implementar este servicio se requiere considerar las necesidades personales de los usuarios para una rehabilitación remota.


INTRODUCTION: Due to the COVID-19 pandemic and to establish continuity in the treatment of users and families, Teletón Chile implemented a survey to describe the demographic, health, social and environmental characteristics, associated factors, distance care and associated problems due to COVID-19. Objective: To describe stance Attention (DA) service implemented by Teleton Chile, and the preferences and usefulness of users' social networks (RRSS). MATERIALS AND METHODS: A cross-sectional descriptive study of a census type which was developed through the application of a survey to characterize the DA and RRSS service, and includes active Teletón users as of April 30, 2020. RESULTS: Results obtained between June and August 2020 are presented, representing 31.13% (n = 8,202) of the total population served; 74.54% of the survey participants indicated having received of which 82.02% achieved compliance with the prescribed indications, the main reason for non-compliance was not being contacted by the medical-therapeutic area for the DA modality (36.55%). The main benefits of DA are: increased accessibility to care (44.13%) and reduction in transportation problems (17.67%). The main concern is the loss of the amount of face-to-face care (34.41%). CONCLUSIONS: DA is considered useful for the continuity of rehabilitation programs. The use of social networks for contact and follow-up is also relevant. Finally, to implement this service, it is necessary to consider the personal needs of the users for a remote rehabilitation.


Subject(s)
Humans , Male , Female , Infant , Child, Preschool , Child , Adolescent , Adult , Rehabilitation/methods , Telemedicine , Social Networking , COVID-19 , Chile , Epidemiology, Descriptive , Cross-Sectional Studies , Surveys and Questionnaires , Remote Consultation
16.
San Salvador; MINSAL; ago. 26, 2021. 22 p.
Non-conventional in Spanish | LILACS, BISSAL | ID: biblio-1353244

ABSTRACT

La presente norma técnica tiene por objeto establecer las disposiciones técnicas y administrativas para regular la promoción, prevención, diagnóstico y tratamiento en los servicios de habilitación y rehabilitación. Están sujetos al cumplimiento de la presente norma, el personal que proporciona dichos servicios en los establecimientos públicos y privados del Sistema Nacional Integrado de Salud (SNIS). El Ministerio de Salud a través de la Oficina de Habilitación y Rehabilitación, debe gestionar y dar seguimiento al cumplimiento de los procesos en materia de habilitación y rehabilitación, facilitando la inclusión, para la atención integral en salud de la persona en el curso de vida


The purpose of this technical standard is to establish the technical and administrative provisions to regulate the promotion, prevention, diagnosis and treatment in rehabilitation and rehabilitation services. The personnel who provide such services in public and private establishments of the National Integrated Health System (SNIS) are subject to compliance with this regulation. The Ministry of Health, through the Office of Rehabilitation and Rehabilitation, must manage and monitor compliance with the processes in terms of habilitation and rehabilitation, facilitating inclusion, for the comprehensive health care of the person in the course of life


Subject(s)
Physical and Rehabilitation Medicine , Rehabilitation , Health , Rehabilitation Services , Therapeutics , Health Services
17.
Rev. Pesqui. Fisioter ; 11(3): 457-464, ago.2021. tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1348808

ABSTRACT

INTRODUÇÃO: A discalculia do desenvolvimento (DD) lida com o desempenho matemático prejudicado e afeta as atividades educacionais e do dia a dia das crianças. Há evidências de que a estimulação transcraniana por corrente contínua (ETCC) aplicada ao córtex parietal posterior facilita a estrutura neuronal hipoativa e melhora o desempenho matemático em indivíduos com DD. OBJETIVO: O objetivo deste estudo é investigar se tDCS adjuvante com treinamento convencional de numeramento (CNT) aumentaria as habilidades matemáticas de crianças em idade escolar afetadas com DD. MATERIAIS E MÉTODOS: Treze crianças em idade escolar afetadas com DD receberam tDCS e CNT três sessões por semana por até 2 semanas. Foi dada estimulação anódica esquerda e catódica direita na região P3 / P4, com intensidade de 2mA, combinada com CNT por 30 minutos em um dia. O inventário de diagnóstico de deficiência de aprendizagem (LDDI) foi usado como uma medida de resultado e coletado no início e no final da intervenção de 2 semanas. RESULTADOS: Houve melhora significativa no desempenho matemático de crianças em idade escolar. Os resultados mostram uma melhora estatística e clinicamente significativa após 2 semanas de intervenção. CONCLUSÕES: tDCS combinado com CNT é eficaz para melhorar as habilidades matemáticas de crianças em idade escolar afetadas com DD. Os resultados deste estudo fornecem uma nova perspectiva para a reabilitação de crianças com DD em idade escolar.


INTRODUCTION: Developmental dyscalculia (DD) deals with impaired mathematical performance and affects children's educational and day-to-day activities. There is evidence that transcranial direct current stimulation (tDCS) applied to the posterior parietal cortex facilitates the hypoactive neuronal structure and improves mathematical performance in individuals with DD. OBJECTIVE: The objective of this study is to investigate whether tDCS adjuvant with conventional numeracy training (CNT) would enhance the mathematical abilities of school-going children affected with DD. MATERIALS AND METHODS: Thirteen school-going children affected with DD received tDCS and CNT three sessions per week for up to 2 consecutive weeks. Left anodal and right cathodal stimulation at P3/P4 region with 2mA intensity combined with CNT for 30 minutes in a day was given. Learning disability diagnostic inventory (LDDI) was used as an outcome measure and collected at baseline and the end of the 2-week intervention. RESULTS: There was a significant improvement in the mathematical performance of school-going children. The results show statistically as well as a clinically significant improvement after the two weeks of intervention. CONCLUSIONS: tDCS combined with CNT effectively improves the mathematical abilities of school-going children affected with DD. The findings of this study provide a new perspective for the rehabilitation of school-going DD children.


Subject(s)
Transcranial Direct Current Stimulation , Rehabilitation , Child
18.
Rev. Pesqui. Fisioter ; 11(3): 583-592, ago.2021. tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1292125

ABSTRACT

INTRODUÇÃO: A distrofia muscular de cinturas do tipo 2B (DMC2B) é uma doença neuromuscular, degenerativa, rara, hereditária, progressiva, com consequentes prejuízos progressivos na capacidade motora e funcional. OBJETIVO: descrever e analisar os efeitos da fisioterapia aquática sobre a funcionalidade, força muscular, amplitude de movimento e qualidade de vida de uma paciente com diagnóstico DMC2B atendida em projeto de extensão universitária. MÉTODOS: Paciente do sexo feminino, 32 anos, solteira, com diagnóstico genético de Distrofia Muscular de Cinturas do Tipo 2B, nível 3 da escala Vignos (modificada por Garder-Medwin e Walton). O relato de caso apresenta a reabilitação através da Fisioterapia Aquática (hidrocinesioterapia) e seus impactos sobre a força muscular, amplitude de movimento, capacidade funcional e qualidade de vida da paciente (CAAE No. 43505321.0.0000.0018). RESULTADOS: O protocolo de fisioterapia aquática, composto por 12 sessões, 60 min/2x/semana, resultou em melhoras na capacidade funcional global e aumento de 9,52% na avaliação da função motora distal, aumentos de 100% da força de preensão manual e aumento para o limite superior (grau 5) na escala MRC para várias das musculaturas testadas, além de ganho de ADM e melhora expressiva da Qualidade de Vida. CONCLUSÃO: A melhora funcional apresentada pela paciente sugere que a reabilitação funcional fundamentada na fisioterapia aquática, em intensidade leve a moderada, é uma opção terapêutica segura e eficaz para a melhora da força muscular, amplitude de movimento, capacidade funcional e qualidade de vida na DMC2B.


INTRODUCTION: Limb-Girdle Muscular Dystrophy, Type 2B (LGMD2B), is a rare, hereditary, progressive neuromuscular degenerative disease coursing with progressive impairments in motor and functional capacity. OBJECTIVE: To describe and analyze the effects of aquatic physical therapy on the functionality, muscle strength, range of motion, and quality of life of a patient diagnosed with LGMD2B attended on an outreach program. METHODS: A female patient, 32 years old, single, with genetic diagnosis of LGMD2B, level 5 at Vignos scale (modified by Garder-Medwin e Walton). The case reports the Aquatic Physical Therapy rehabilitation protocol (hydrokinesiotherapy) and its impacts on muscle strength, range of motion, functional capacity, and patient quality of life (CAAE No. 43505321.0.0000.0018). RESULTS: The aquatic physical therapy protocol, composed of 12 sessions, 60 minutes/2x/week, resulted in improvements in overall functional capacity and a 9.52% increase of distal motor function, 100% increase in handgrip strength, and increase up to the upper limit (grade 5) on the MRC scale for several of the muscles tested, in addition to increased range of motion and expressive improvement in Quality of Life. CONCLUSION: The patient' functional improvement suggests that water-based physical therapy rehabilitation, at mild to moderate exercise intensity, is a safe and effective therapeutic option for improvement muscle strength, range of motion, functional capacity, and quality of life in LGMD2B patients.


Subject(s)
Hydrotherapy , Rehabilitation , Muscular Dystrophies
19.
Fisioter. Bras ; 22(2): 261-271, Maio 25, 2021.
Article in Portuguese | LILACS | ID: biblio-1284175

ABSTRACT

Introdução: Uma doença altamente infecciosa do trato respiratório, a doença de coronavírus 2019 (COVID-19) pode causar disfunção respiratória, física e psicológica em pacientes. Portanto, a reabilitação pulmonar é crucial para pacientes admitidos e que recebem alta da COVID-19. As sequelas de longo prazo são desconhecidas, mas as evidências de surtos anteriores de CoV demonstram comprometimento da função pulmonar e física, redução da qualidade de vida e sofrimento emocional. Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática da literatura realizada através de busca digital em artigos publicados em revistas impressas e eletrônicas, ensaios clínicos, estudos randomizados, revisões sistemáticas, no período compreendido entre os anos de 2003 e 2020. Resultados: Muitos sobreviventes da COVID-19 que necessitam de cuidados críticos podem desenvolver comprometimentos psicológicos, físicos e cognitivos. Conclusão: Existe uma clara necessidade de orientação sobre a reabilitação dos sobreviventes da COVID-19. (AU)


Introduction: A highly infectious disease of the respiratory tract, coronavirus disease 2019 (COVID-19) can cause respiratory, physical, and psychological dysfunction in patients. Therefore, pulmonary rehabilitation is crucial for patients admitted and discharged from COVID-19. The long-term sequelae of COVID-19 are unknown, but evidence of previous CoV outbreaks demonstrates impaired lung and physical function, reduced quality of life and emotional distress. Methods: This is a systematic review of the literature carried out through digital bibliographic search of scientific articles published in printed and electronic journals, clinical trials, randomized studies, systematic reviews, in the period between the years 2003 and 2020. Results: Many survivors of COVID-19 that require critical care can develop psychological, physical, and cognitive impairments. Conclusion: There is a clear need for guidance on the rehabilitation of COVID-19 survivors. (AU)


Subject(s)
Humans , Rehabilitation , Respiratory System , COVID-19 , Coronavirus Infections , Coronavirus , Critical Care , Lung
20.
Rev. Pesqui. Fisioter ; 11(2): 427-434, Maio 2021. ilus, tab
Article in English, Portuguese | LILACS | ID: biblio-1254009

ABSTRACT

INTRODUÇÃO: As ataxias cerebelares são um extenso grupo de doenças que causam diversos distúrbios na marcha e no equilíbrio, e que comprometem seriamente a qualidade de vida, sem opções de tratamento eficazes. A cinesioterapia é a base de programas multifacetados que incorporam mais de um enfoque, como o treinamento de coordenação e equilíbrio. Recentemente, a estimulação transcraniana por corrente contínua (tDCS) sobre o cerebelo surgiu como uma intervenção para melhorar os distúrbios do equilíbrio. OBJETIVO: Descrever a aplicação simultânea de tDCS anódica cerebelar e cinesioterapia, em sessões múltiplas diárias para reabilitação da ataxia cerebelar. MATERIAIS E MÉTODOS: Este relato de caso incluiu um paciente do sexo masculino, de 34 anos, com história de ataxia espinocerebelar há 10 anos. Seus principais objetivos eram melhorar a marcha e o equilíbrio. Ele apresentava ataxia axial e apendicular, dificuldades na marcha e no equilíbrio. O protocolo de estimulação do cerebelo consistiu na aplicação de tDCS por 20 minutos, 2mA, diariamente, durante duas semanas, com ânodo posicionado sobre o ínion e cátodo sobre o músculo deltóide direito. A cinesioterapia simultânea incluiu exercícios funcionais progressivos com objetivo principal de treinamento de equilíbrio. RESULTADOS: A melhora clínica foi particularmente evidenciada por uma redução de 4 pontos na Escala para Avaliação e Graduação da Ataxia após 10 sessões, enquanto a literatura recomenda a eficácia de uma nova terapia que retardaria a progressão da ataxia em 1 ponto por ano. CONCLUSÃO: Nossos resultados sugerem que a associação entre tDCS e cinesioterapia foi eficaz neste paciente; as sessões de tDCS foram seguras e bem toleradas e podem ter desempenhado um papel na melhora nos testes funcionais. Novos estudos controlados envolvendo um número maior de pacientes são necessários para analisar os benefícios destas técnicas combinadas para maximizar a reabilitação motora nesta população.


INTRODUCTION: Cerebellar ataxias are an extensive group of diseases, which cause many disorders in gait and balance that seriously impair quality of life, and without effective treatment options. Kinesiotherapy is the basis of multifaceted programs that incorporate more than one focus, such as coordination and balance training. Recently, transcranial direct current stimulation (tDCS) over the cerebellum has emerged as an intervention to improve balance disorders. OBJECTIVE: To describe a daily multiple session's simultaneous application of anodal cerebellar tDCS to kinesiotherapy for rehabilitation in cerebellar ataxia. MATERIALS AND METHODS: This case report included a 34-year-old male patient with a 10-year history of spinocerebellar ataxia. His main goals were to improve his walking ability and balance. He presented with axial and appendicular ataxia, impaired gait, and balance. The protocol used to stimulate the cerebellum consisted of twenty-minute tDCS, 2mA, daily applied, over two weeks, with anode positioned over the inion and cathode over the right deltoid muscle. Simultaneous kinesiotherapy included progressive functional exercises with the main objective of balance training. RESULTS: Clinical improvement was particularly evidenced by a 4-point reduction in the Scale for the Assessment and Rating of Ataxia after ten sessions, while literature recommends efficacy of a new therapy that would retard ataxia progression by 1 point per year. CONCLUSION: Our results suggest that the association between tDCS and kinesiotherapy was effective in this patient; tDCS sessions were safe and well-tolerated and may have played a role in improving functional tests. Further controlled studies involving a larger number of patients are needed to analyze the benefits of these combined techniques to maximize motor rehabilitation in this population.


Subject(s)
Cerebellar Ataxia , Rehabilitation , Transcranial Direct Current Stimulation
SELECTION OF CITATIONS
SEARCH DETAIL