Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
Mais filtros


Intervalo de ano de publicação
1.
Salvador; s.n; 1968. 6 p.
Não convencional em Português | LILACS-Express | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1236152
3.
In. Congresso Internacional de Leprologia, 8. Congresso Internacional de Leprologia, 8/Anais. Rio de Janeiro, Serviço Nacional de Lepra, 1963. p.178-94, ilus, tab.
Não convencional em Português | LILACS-Express | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1244430
5.
Rev. bras. leprol ; 30(4): 173-178, out.-dez. 1962.
Artigo em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1229693

RESUMO

O autor lembra que, apesar do dispensário especializado ser considerado peça superada nos modernos programas de lepra, pode ainda prestar grandes serviços nas regiões onde a endemia é grave. Um dispensário, pelo menos, deveria ser aparelhado convenientemente para servir de centro de treinamento de pessoal, e de centro de estudos e pesquisas. Êsse dispensário, considerado "pilôto", servirá  como modêlo de funcionamento dos outros dispensários, nas áreas onde houvesse tais unidades sanitárias. O dispensário pilôto deverá estar bem aparelhado com pessoal e material e ser dirigido por leprólogo com conhecimento de saúde pública, ou sanitarista com conhecimentos de leprologia. O autor menciona os requisitos indispensáveis para o funcionamento de um dispensário dessa natureza, e lembra as funções de coleta de dados, supervisão, coordenação de atividades e avaliação, educação sanitária e outras, que a¡ devem ser desenvolvidas. Acha o A. que os grandes centros não se prestam muito para a localização de um dispensário pilôto, lembrando em São Paulo alguns munic¡pios onde êles poderiam ser localizados. Recomenda, finalmente, a instalação de dispensários pilotos em  áreas especiais do Pa¡s (Norte, Nordeste, Centro e Sul) a fim de servirem de centros de estudos e investigações epidemiológicas da lepra.


Assuntos
Hanseníase/história , Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical , Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical/classificação , Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical/ética , Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical/história , Hospitais de Dermatologia Sanitária de Patologia Tropical/normas
8.
Rev. bras. leprol ; 28(2): 59-60, jun. 1960.
Artigo em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1229621
10.
s.l; s.n; 1959. 7 p. tab.
Não convencional em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1239705
11.
s.l; s.n; 1958. 7 p.
Não convencional em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1239570
12.
Rev. bras. leprol ; 24(1-2): 69-76, jan-jun.- 1956.
Artigo em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1229499

RESUMO

The author states that the importance of health education in the Service of Leprosy is recognized by all. It can be of good help fighting superstitions about this diseases; showing the scientific facts to the population; contributing for a better follow up of patients; calling contacts for examinations, etc. The most important fact in modern control of leprosy is the arrestment of incipient signs of the disease (undertermined leprosy) by sulphonetherapy. The health education in leprosy must be directed to this point so as to help in the discovery of new cases. The education of the patients, suspects and contacts can be done trough hospitals, dispensaries, health units, etc. The cooperation of the general practices, druggists, nurses, teachers, priests and other people who can be leaders in their group is very important. Those people have to receive special information on the problem. All kinds of media can be employed to inform people about leprosy (papers, magazines, posters, radio, television, movies, etc.). The negative aspects of the disease and the depressive facts must be avoided. The author states the health education program must be integrated in the routine of the Service and everyone must cooperate from the chief, down to the low ranked employee. He isists that the health education program for leprosy must be permanent so as to get positive results in a shorter time.


Assuntos
Educação em Saúde/ética , Educação em Saúde/história , Educação em Saúde/métodos , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/fisiopatologia , Hanseníase/prevenção & controle , Hanseníase/transmissão
13.
In. Conferencia Panamericana de Leprologia, 3. Conferencia Panamericana de Leprologia, 3/Memoria. Buenos Aires, s.n, 1951. p.186-189.
Não convencional em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1246693

Assuntos
Congresso , Hanseníase
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA