Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 13 de 13
Filtrar
1.
Rev. med. (Säo Paulo) ; 87(1): 66-75, jan.-mar. 2008.
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-494035

RESUMO

A Moléstia de Hansen(MH) e a AIDS são importantes problemas de saúde pública no Brasil. Este trabalho visa verificar a incidência de co-infecção pelo HIV e AIDS num grupo de doentes de hanseníase. Foram examinados 620 doentes de hanseníase, com ou sem estado reacional....(AU(


The Hansen disease (HD) and AIDS are important problems of public health in Brazil. This work aims to verify the incidence of co-infection for HIV and AIDS in a group of patients with Hansen'disease...


Assuntos
Hanseníase/imunologia , Infecções por HIV/imunologia , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/diagnóstico , Comorbidade , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/etiologia , Infecções por HIV/diagnóstico , Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/imunologia
2.
An. bras. dermatol ; 82(3): 245-249, maio-jun. 2007. ilus
Artigo em Português | LILACS-Express | LILACS | ID: lil-458929

RESUMO

FUNDAMENTOS - A hanseníase é endêmica na América do Sul, sendo responsável por 3 por cento do total dos casos mundiais e, particularmente, no Brasil, por 85 por cento dos casos sul-americanos. Seu agente pode ser encontrado na mucosa oral sem qualquer alteração evidente, e apenas testes laboratoriais muito sensíveis podem detectar sua presença. OBJETIVOS - Determinar se o genoma do Mycobacterium leprae pode ser encontrado pelo teste da PCR em biópsias com punch da mucosa oral de pacientes com hanseníase. MATERIAL E MÉTODOS - Realizou-se biópsia da mucosa oral normal de sete pacientes com hanseníase multibacilar. Cinco estavam em tratamento durante o estudo, e apenas um, ainda sem tratamento, teve o diagnóstico confirmado pela hematoxilina-eosina e coloração de Fite-Faraco para M. leprae. As peças foram incluídas em parafina e submetidas à PCR para pesquisa de M. leprae. RESULTADOS - Seis dos sete casos foram positivos para M. leprae, e um para Mycobacterium sp., demonstrando-se alta sensibilidade e especificidade do método. CONCLUSÃO - A PCR é método rápido, fácil e confiável para a investigação de rotina da infecção por micobactéria, mesmo quando a doença ainda é assintomática. O diagnóstico pode ser obtido a partir de simples biópsia ambulatorial.


BACKGROUND - Hansen's disease is endemic in South America, which accounts for 3 percent of total world cases, and particularly in Brazil, which accounts for 85 percent of all South American cases. The bacteria can be found in the oral mucosa with no evident signs of infection, and only very sensitive laboratory assays can detect its presence. OBJECTIVES - The aim of this study was to ascertain if the M. leprae genome can be detected by PCR in small punch biopsy specimens from the oral mucosa of patients with Hansen's disease. METHODS - The normal oral mucosas of seven multibacillary Hansen's disease patients were biopsied. Five of them were under treatment at the time of the study. Diagnosis of Hansen's disease could be determined by conventional hematoxylineosin and Fite-Faraco staining for M. leprae in only one patient. This patient had not received treatment prior to the time of the biopsy. The paraffin embedded specimens were submitted to PCR for M. leprae. RESULTS - Six out of seven cases showed positivity for M. leprae, and the remaining case showed positivity for Mycobacterium sp., demonstrating the high sensitivity and specificity of this method. CONCLUSIONS - PCR is a fast, easy and reliable method for routine investigation of mycobacterial infection, even during nonsymptomatic periods. Diagnosis can be achieved through a simple oral biopsy at an outpatient clinic.

3.
Rev. med. (Säo Paulo) ; 85(2): 50-57, abr.-jun. 2006. ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-447705

RESUMO

Objetivo: Comparação do número de doentes de hanseníase verificado nas campanhas realizadas em comunidades carentes de São Paulo com os dados do Minitério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde; e também , com os verificados nas campanhas realizadas em três cidades do Acre...


Objective: comparison between the number of patients with Hansen disease obtained in this analysis performed in the State of São Paulo and the number found by the Ministry of health and World Health and World Health Organization, as well as the data from three campaigns carried out in the State of Acre...


Assuntos
Diagnóstico Precoce , Hanseníase/diagnóstico , Serviços de Integração Docente-Assistencial , Promoção da Saúde , Hanseníase/epidemiologia , Hanseníase/prevenção & controle , Fatores de Risco
4.
Int J Lepr Other Mycobact Dis ; 71(3): 218-26, 2003 Sep.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-14608817

RESUMO

Nodular leprosy of childhood (NL) is a benign clinical variant of tuberculoid leprosy that affects breast-feeding infants and children that remained in a highly infected environment. The lesions resolve with complete healing and NL has been considered a manifestation of allergy and congenital immunity to Mycobacteria leprae. We studied the tissue reaction, Mycobacterial antigen frequency, and the lymphocyte subsets (CD45RO+, CD4+, CD8+, B, NK), dendritic cells (epidermal CD1a+ cells and S100+ dermal dendrocytes), and macrophages in skin lesions of a clinically well characterized NL group (N = 11). Results were compared to children (N = 23) and adults (N = 24) with classical tuberculoid leprosy. NL lesion histopathology was characterized by dense granulomatous inflammatory reaction, with a greater number of confluent tubercles when compared to the other groups. Neural compromise was seen in all biopsies. The frequency of Mycobacterium antigen was similar in all groups. The population of CD45RO+, CD4+ and CD8+ T lymphocytes, natural killer cells, B lymphocytes, CD1a+ epidermal cells, and macrophages of NL lesions did not differ from the other groups. The number of S100+ dermal dendritic cells of the NL group was smaller than that of the adult group, although it did not differ from the other group of children. Except for the confluent tubercules, our data could not disclose any other difference in the tissue reaction of NL, in spite of its peculiar clinical features and evolution when compared with the classical tuberculoid leprosy. The localization of NL lesions may be the result of the intimate skin contact with lepromatous parents or relatives, in areas such as cheeks, arms, buttocks, and limbs, and the innoculation of M. leprae into skin may strongly stimulate cell mediated immunity (CMI) against the bacilli. These circumstances might explain the good CMI response leading to high resistance, stability, and auto-resolution of nodular leprosy of childhood.


Assuntos
Hanseníase Virchowiana/imunologia , Hanseníase Virchowiana/patologia , Hanseníase Tuberculoide/imunologia , Hanseníase Tuberculoide/patologia , Pele/patologia , Adolescente , Adulto , Idoso , Antígenos de Bactérias/análise , Biópsia , Criança , Pré-Escolar , Feminino , Granuloma , Humanos , Imunidade Celular , Lactente , Inflamação , Hanseníase Virchowiana/microbiologia , Hanseníase Tuberculoide/microbiologia , Ativação Linfocitária , Masculino , Pessoa de Meia-Idade , Mycobacterium leprae/isolamento & purificação , Pele/imunologia , Pele/microbiologia
5.
Rev. Hosp. Clin. Fac. Med. Univ. Säo Paulo ; 40(1): 22-6, jan.-fev. 1985. tab, ilus
Artigo em Português | LILACS | ID: lil-1353

RESUMO

Foram estudados cinco pacientes hansenianos, visando esclarecer o quadro articular, realizando-se avaliaçäo clínica, laboratorial e estudo anátomo-patológico da membrana sinovial. Os pacientes enquadravam-se nas seguintes formas clínicas: virchowiano näo reacional (3 casos), virchowiano reacional (1 caso) e tuberculóide reacional (1 caso). A biopsia sinovial mostrou presença de BAAR na membrana sinovial nos pacientes que se encontravam em formas näo reacionais. Os achados referidos näo se adaptam plenamente aos modelos fisiopatológicos propostos na literatura, fazendo-nos crer na possível participaçäo direta do Mycobacterium leprae na gênese das lesöes sinoviais.


Assuntos
Adulto , Pessoa de Meia-Idade , Humanos , Feminino , Artrite/complicações , Hanseníase/complicações , Artrite/diagnóstico , Artrite/fisiopatologia , Hanseníase/fisiopatologia , Membrana Sinovial/patologia
6.
Hansen. int ; 5(1): 3-27, jun. 1980. tab, graf
Artigo em Inglês | LILACS, SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1226353

RESUMO

A proposiçao do trabalho foi a de estudar as manifestaçoes da imunidade celular medida por celulas (CMI), in vivo e in vitro, em hansenianos. Mitsuda-negativos antes e apos o tratamento. Foi constituido um grupo homogeneo de 15 pacientes obedecendo aos seguintes criterios: paientes Mitsuda-negativos, do sexo masculino, de 18 a 40 anos, virgens de qualquer tipo de tratamento anterior e com tempo de doença relatado em torno de 5 anos. Foram formados 3 grupos experimentais definidos como segue: Grupo I - pacientes que recebiam 100 mg de sulfona diariamente e 1 ml de salina, por via subcutanea, como placebo, duas vezes por semana; Grupo II - pacientes que receberiam 100 mg de sulfona diariamente e 1 ml de fator de transferencia (FT), preparado a partir de linfocitos obtidos de baço humano, por via subcutanea, duas vezes por semana; Grupo III - pacientes que receberiam um comprimido como placebo diariamente e 1 ml de FT por via subcutanea, duas vezes por semana. Os pacientes foram submetidos aos seguintes exames: anamnese e exame clinico dermatologico, indice baciloscopico (IB) e morfologico (IM), histopatologico de pele e de linfonodos inguinais, determinaçao de linfocitos T e B no sangue periferico e cultura de linfocitos com estimulo pela fitohemaglutinina (PHA) no 3º e 14º dias. Apos a coleta de todo o material, o esquema terapeutico foi iniciado e mantido por 8 semanas consecutivas...


Assuntos
Hanseníase Virchowiana/fisiopatologia , Hanseníase Virchowiana/imunologia , Imunidade Celular
7.
s.l; s.n; jun. 1979. 10 p. tab, graf.
Não convencional em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1240507

RESUMO

São apresentados resultados clínicos e baciloscópicos obtidos, em estudo comparativo, na experimentação terapêutica da ação da rifampicina e diamino-difenil-sulfona na hanseníase virchoviana. Respectivamente 23 e 24 pacientes, relativamente homogeneizados, foram observados por um período mínimo de 12 meses e máximo de 24. É ressaltada a superioridade da ação da rifampicina, nos primeiros meses, em termos clínicos, e de redução do número de bacilos viáveis. É recomendado, pelo menos como etapa inicial do tratamento, o emprego da rifampicina da terapêutica da hanseníase virchoviana.


Assuntos
Humanos , Dapsona/farmacologia , Dapsona/uso terapêutico , Hanseníase/microbiologia , Hanseníase/patologia , Hanseníase/tratamento farmacológico , Mycobacterium leprae , Rifampina/farmacologia , Rifampina/uso terapêutico
8.
Hansen. int ; 3(1): 55-58, 1978. tab
Artigo em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1226308

RESUMO

Os autores fizeram um levantamento das deformidades nas mãos de 360 portadores de hanseníase virchoviana, e verificaram que as amiotrofias são as mais frequentes. As menos frequentes são os processos reabsortivos do quinto dedo da mão E. Tecem considerações finais sobre a forma de prevenção. Os processos terapêutico-cirúrgicos, plásticos e ortopédicos só têm êxito quando realizados no início do processo da deformação, o que depende de educação sanitária constante e sistemática do doente.


Assuntos
Hanseníase Virchowiana/cirurgia , Hanseníase Virchowiana/complicações , Hanseníase Virchowiana/prevenção & controle , Anormalidades Congênitas , Cirurgia Plástica , Deformidades Adquiridas da Mão , Deformidades da Mão , Monoaminoxidase , Neurite do Plexo Braquial
9.
Hansen. int ; 3(2): 168-178, 1978. ilus
Artigo em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1226324

RESUMO

Os autores estudam as alterações funcionais da região orbitária, especificamente o ectrópio e o lagoftalmo em pacientes de hanseníase, corrigindo-se cirurgicamente


Assuntos
Hanseníase/cirurgia , Hanseníase/prevenção & controle , Cirurgia Plástica , Ectrópio/cirurgia , Ectrópio/prevenção & controle , Ectrópio/terapia , Hipestesia , Paralisia Facial/cirurgia , Paralisia Facial/prevenção & controle , Paralisia Facial/reabilitação
11.
Brasilia; s.n; set. 1976. 17 p. tab.
Não convencional em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1239918
12.
Brasilia; s.n; set. 1976. 18 p. tab.
Não convencional em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1239921
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA