Your browser doesn't support javascript.
loading
Mostrar: 20 | 50 | 100
Resultados 1 - 20 de 58
Filtrar
2.
Int J Paleopathol ; 26: 37-47, 2019 09.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-31185376

RESUMO

OBJECTIVE: Our primary objective is to re-visit the tuberculosis and leprosy cross-immunity. hypothesis through the careful integration of immunology and paleopathology. METHODS: Using an integrated theoretical analysis that evaluates clinical literature on human innate immunological responses, paleomicrobiology, bioarchaeology, and paleopathology, we develop a multifactorial model. RESULTS: Past populations do not represent homogeneous immunological landscapes, and therefore it is likely that leprosy in Medieval Europe did not uniformly decline due to cross-immunity. CONCLUSIONS: We recommend that bioarchaeological reconstructions of past disease experience take into consideration models that include variation in immune function based on past environments and social contexts. This provides a unique opportunity to conduct comprehensive analyses on complex immunological processes. SIGNIFICANCE: Extrapolating results from experimental immunology to larger populations elucidates complexities of disease cross-immunity and highlights the importance of synthesizing archaeological, social, paleopathological and biological data as a means of understanding disease in the past. LIMITATIONS: All extrapolations from data produced from in vitro studies to past populations, using living donors, pose significant limitations where, among other factors, the full reconstruction of past environmental and social contexts can frequently be sparse or incomplete. SUGGESTIONS FOR FUTURE RESEARCH: To reduce the limitations of integrating experimental immunology with bioarchaeological reconstructions (i.e. how to use skeletal samples to reconstruct inflammatory phenotypes), we propose that osteoimmunology, or the study of the interplay between immune cells and bone cells, should be considered a vital discipline and perhaps the foundation for the expansion of paleoimmunology.


Assuntos
Alergia e Imunologia , Hanseníase/imunologia , Modelos Imunológicos , Paleopatologia , Tuberculose/imunologia , Arqueologia , Reações Cruzadas , História Medieval , Humanos , Imunidade Inata/imunologia , Tuberculose/história
3.
Rio de Janeiro; s.n; 2006. xvii,108 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS | ID: lil-500641

RESUMO

Atualmente, o Brasil ocupa o segundo lugar do mundo na prevalência da hanseníase. Ela é uma doença infecciosa crônica causada pelo Mycobacterium leprae um patógeno intracelular obrigatório que infecta células de Schwann nos nervos e macrófagos na pele. O Brasil apresenta um grande número de novos pacientes diagnosticados todo ano. O público leigo cria erroneamente uma atmosfera de medo e estigma sobre diversos aspectos da hanseníase, perpetuando o preconceito e, criando dificuldades para o diagnóstico devido ao conhecimento enviesado. O tratamento para hanseníase está disponível no serviço público e o paciente é considerado curado após um período que varia de 6 a 12 meses. O presente trabalho tem como objetivo ampliar os conhecimentos e diminuir os preconceitos relacionados à hanseníase. Por isso, o material inédito, em forma de a História em Quadrinhos (HQ): Uma viagem fantástica com micobac foi criada e servirá para educação e divulgação científica para hanseníase. Com esse produto se espera também poder instruir as crianças sobre os conceitos básicos de imunologia de doenças infecciosas e que possa servir como uma contribuição na educação em saúde da população. Junto com o protótipo foi desenvolvido o manual do professor que servirá como orientação para pais e professores na aplicação do protótipo. Para avaliar a efetividade deste produto, o conjunto de HQ e manual foi aplicado em algumas escolas dos municípios de Rio de Janeiro e Itaboraí, em turmas da quinta a sexta séries do ensino fundamental. Foram aplicados questionários prévios, estruturados com alunos de quatro escolas. Após a apresentação da história, foi feita uma entrevista semi-estruturada, para avaliar a efetividade do recurso lúdico elaborado. As respostas dos alunos foram descritas e processadas usando a metodologia do Discurso do Sujeito Coletivo. Para comparar as escolas foram feitas tabelas de contingência a fim de avaliar as diferenças encontradas. Uma visão geral dos...científica.


Assuntos
Humanos , Criança , Alergia e Imunologia , Educação , Materiais Educativos e de Divulgação , Hanseníase , Comunicação e Divulgação Científica , Brasil/epidemiologia
4.
Invest. clín ; 46(4): 381-389, dec. 2005. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-419605

RESUMO

El problema clínico crucial en la lepra son los episodios de inflamación aguda que conllevan a daño de los nervios. Aun cuando el Mycobacterium leprae ha sido eliminado mediante el uso de antibióticos, la muerte de la bacteria no es una solución completa al daño ocasionado en los nervios. Dos de los fenómenos inmunopatológicos más frecuentes son: Reacciones tipo I conocidas como reacciones de reversión (RR) y las Reacciones tipo II, como eritema nodoso leproso (ENL). Estas reacciones tipo II se han definido como: una complicación inmunológica en los pacientes multibacilares. Ambos tipos de reacciones están acompañadas por el incremento de citocinas pro-inflamatorias principalmente TNF-a, IL-1, IL-2, IL-4, IL-6, IL-8, INF-g, IL-10, IL-12, entre otras. En un análisis retrospectivo realizado en una población de 150 pacientes del Servicio Central de Dermatología del Instituto de Biomedicina sometidos a terapia multidroga (PQT) y PQT + inmunoterapia, ambos grupos presentaron fenómenos reaccionales tipo II, sólo el grupo que adicionalmente recibió inmunoterapia presentó además reacciones del tipo I. El grupo de pacientes que presentaron ENL estuvo asociado con presencia de gran cantidad de bacilos en las lesiones


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Alergia e Imunologia , Doença Granulomatosa Crônica , Hanseníase , Mycobacterium leprae , Venezuela
5.
Philadelphia; Saunders; 5 ed; 2003. 562 p. ilus, tab, graf.
Monografia em Inglês | LILACS, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1083810
6.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-11803252

RESUMO

Leprosy provides an ideal model to study immune responses in humans and in skin. Learning from leprosy, we have gained insight into mechanisms of host resistance and susceptibility to infection. New paradigms include the role of Th1/Th2 cytokines, the ability of CD1 to present nonpeptide antigens to T cells, the ability of microbial lipoproteins to stimulate antimicrobial activity in monocytes and the demonstration that T cells can mediate a direct antimicrobial activity through release of granulysin. Together, these findings provide a rationale for developing new strategies to treat and prevent infectious disease.


Assuntos
Alergia e Imunologia/tendências , Hanseníase/imunologia , Animais , Citocinas/imunologia , Humanos , Mycobacterium leprae/imunologia , Linfócitos T/imunologia , Tuberculose/imunologia
7.
Botucatu; s.n; 2002. 159 p. ilus, tab, graf, 30cm.
Tese em Português | SES-SP, SESSP-ILSLPROD, SES-SP, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1083908

RESUMO

A doença de Jorge Lobo é micose cutânea-Subcutânea de evolução crônica causada pelo fungo Lacazia loboi. Esta micose é predominante na regiمo Amazônica e afeta, principalmente, trabalhadores rurais que vivem em contato constante com a vegetaçمo e o solo, como é o caso dos seringueiros dessa regiمo. Os estudos abordando os aspectos imunopatológicos desta micose sمo ainda muito escassos. Até o momento nمo se tem conhecimento da composição celular do granuloma induzido pelo L.loboi, bem como da participação da resposta imune na gênese e desenvolvimento desse granuloma. Deste modo, o presente estudo foi realizado com a finalidade de identificar a população de células mononucleares presentes nas lesُes cutâneas e quantificar algumas citoconas macrofágicas e linfocitلrias em sobrenadante de cultura de células no soro sangüيneo


Assuntos
Alergia e Imunologia , Lobomicose , Patologia
9.
In. Opromolla, Diltor Vladimir Araujo. Noções de hansenologia. Bauru, SP, Centro de Estudos Dr. Reynaldo Quagliato, 2000. p.27-42.
Monografia em Português | LILACS, SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLPROD, SES-SP, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1246614
10.
Rio de Janeiro; s.n; 1999. x,109 p. tab, graf.
Tese em Português | LILACS, SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1238426

RESUMO

Foram estudados 21 pacientes portadores de hanseníase multibacilar, classificados segundo critérios de Ridley e Jopling, que durante o tratamento específico da hanseníase, apresentaram episódio de reação reversa. Foram selecionados alguns marcadores séricos para avaliação da atividade imunológica. Estes foram dosados durante o episódio reacional e após sua regressão com o tratamento. Os marcadores avaliados foram neopterina, a B2-microglobulina, a adenosina deaminase, o fator de necrose tumoral e os receptores solúveis 1 e 2 do fator de necrose tumoral. Durante a reação reversa os marcadores apresentaram-se elevados, decaindo com o tratamento. A neopterina foi entre os marcadores dosados, aquele que se mostrou elevado com maior frequência durante a RR. O nosso estudo sugere que os episódios de reação reversa representam uma exacerbação sistêmica da resposta imune celular, que pode ser acompanhada pelo monitoramento de marcadores séricos. O valor desses marcadores, conjunta e isoladamente, para o diagnóstico, prognóstico e para avaliação da resposta terapêutica ainda necessita ser melhor estabelecido. A demonstração da elevação desses marcadores indica a necessidade de uma abordagem clínica da reação reversa, tal qual em outras patologias, que envolvem mecanismo imunológico de lesão tecidual


Assuntos
Alergia e Imunologia , Hanseníase/imunologia
11.
Rev. oftalmol. venez ; 53(4): 27-46, oct.-dic. 1997. ilus, tab
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-259433

RESUMO

La lepra es una infección granulomatosa crónica que afecta la inmunidad celular y puede producir lesiones oculares. Por ese motivo realizamos un estudio clínico, histológico e inmunohistoquímico prospectivo para comparar las alteraciones clínicas con la respuesta celular de los pacientes afectados. En el servicio de Oftalmología del Hospital F.A. Rísquez, fueron seleccionados cuarenta (40) pacientes portadores de lepra de diferentes grupos, según la clasificación de Ridley, a los cuales se les evaluó desde el punto de vista oftalmológico, se les realizó biopsia conjuntival para evaluar las alteraciones presentes, y estudio inmunohistoquímico para detectar y cuantificar células de Langerhans a nivel epitelial con anticuerpo monoclonal HLA-DR. Obtuvimos como resultado que la razón global de complicaciones oftalmológicas fue de 1.9 por paciente, siendo estadísticamente superior para el sexo masculino, la raza blanca, para los pacientes del polo LL para los pacientes mayores de 70 años de edad y para los que tenían mayor tiempo de evolución con la patología, no presentándose ninguna complicación en menores de 10 años de evolución a partir del diagnóstico. Desde el punto de vista histológico, todos los pacientes tenían alteraciones a nivel epitelial y estromal no específicas y no se obtuvo diferencias estadísticamente significativas entre los diferentes tipos de lepra. En el estudio inmunohistoquímico encontramos ausencia de células de Langerhans en todos los pacientes. Con esto podemos concluir que la alteración inmunológica de estos pacientes, los predispone notablemente a complicaciones de tipo ocular. No encontramos diferencias estadísticamente significativas entre los diversos tipos de lepra. La ausencia de células de Langerhans nos hace sugerir que se trate de un factor que incremente la susceptibilidad de los individuos a adquirir la enfermendad


Assuntos
Humanos , Masculino , Feminino , Alergia e Imunologia , Diagnóstico Clínico , Túnica Conjuntiva/anatomia & histologia , Túnica Conjuntiva/química , Túnica Conjuntiva/patologia , Hipersensibilidade , Hanseníase , Técnicas Histológicas
12.
Dermatol. rev. mex ; 41(3): 120-2, mayo-jun. 1997.
Artigo em Espanhol | LILACS | ID: lil-217384

RESUMO

Se hace una revisión bibliográfica de las publicaciones nacionales e internacionales sobre lepra en los últimos años, intentando abarcar aportaciones en epidemiología, lepra experimental, inmunología, relación con la infección por VIH, diagnóstico y terapéutica


Assuntos
Alergia e Imunologia/estatística & dados numéricos , Quimioterapia Combinada , HIV , Hanseníase , Hanseníase/diagnóstico , Hanseníase/imunologia , Hanseníase/terapia , Organização Mundial da Saúde
14.
Salvador; s.n; 1997. vii,55 p. ilus, tab, graf.
Tese em Português | LILACS, SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1239002

RESUMO

A hanseníase é uma doença espectral que apresenta grande variação no quadro clínico, diretamente relacionada com a resposta imune celular do hospedeiro dirigida contra os antígenos do Mycobacterium Leprae. Assim, no pólo tuberculóide, o quadro clínico de poucas lesões associa-se a uma baixa carga bacilar e à presença da resposta imune celular contra o bacilo de Hansen. No outro pólo da doença, a forma virchowiana, o quadro clínico de lesões disseminadas está associado a uma alta bacilífera e ausência de resposta imune celular. A produção de citocinas pelo sistema imune parece de fundamental importância na regulação da resposta imune humoral e celular, sendo por sua vez modulada por antígenos micobacterianos diversos. Portanto, as duas formas 'polares da hanseníase devem se diferenciar quanto ao perfil de produção de citocinas em resposta ao M. leprae, e difrentes antígenos micobacterianos devem modificar este perfil.


Assuntos
Alergia e Imunologia , Citocinas , Hanseníase , Interferon gama
16.
Oxford; Blackwell Science; 1995. xii,303 p. ilus, tab, graf, 25cm.
Monografia em Inglês | LILACS, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1086382
19.
J Exp Med ; 179(1): 1-30, 1994 Jan 01.
Artigo em Inglês | MEDLINE | ID: mdl-8270858

RESUMO

Zanvil Alexander Cohn, an editor of this Journal since 1973, died suddenly on June 28, 1993. Cohn is best known as the father of the current era of macrophage biology. Many of his scientific accomplishments are recounted here, beginning with seminal studies on the granules of phagocytes that were performed with his close colleague and former editor of this Journal, James Hirsch. Cohn and Hirsch identified the granules as lysosomes that discharged their contents of digestive enzymes into vacuoles containing phagocytosed microbes. These findings were part of the formative era of cell biology and initiated the modern study of endocytosis and cell-mediated resistance to infection. Cohn further explored the endocytic apparatus in pioneering studies of the mouse peritoneal macrophage in culture. He described vesicular inputs from the cell surface and Golgi apparatus and documented the thoroughness of substrate digestion within lysosomal vacuoles that would only permit the egress of monosaccharides and amino acids. These discoveries created a vigorous environment for graduate students, postdoctoral fellows, and junior and visiting faculty. Some of the major findings that emerged from Cohn's collaborations included the radioiodination of the plasma membrane for studies of composition and turnover; membrane recycling during endocytosis; the origin of the mononuclear phagocyte system in situ; the discovery of the dendritic cell system of antigen-presenting cells; the macrophage as a secretory cell, including the release of proteases and large amounts of prostaglandins and leukotrienes; several defined parameters of macrophage activation, especially the ability of T cell-derived lymphokines to enhance killing of tumor cells and intracellular protozoa; the granule discharge mechanism whereby cytotoxic lymphocytes release the pore-forming protein perforin; the signaling of macrophages via myristoylated substrates of protein kinase C; and a tissue culture model in which monocytes emigrate across tight endothelial junctions. In 1983, Cohn turned to a long-standing goal of exploring host resistance directly in humans. He studied leprosy, focusing on the disease site, the parasitized macrophages of the skin. He injected recombinant lymphokines into the skin and found that these molecules elicited several cell-mediated responses. Seeing this potential to enhance host defense in patients, Cohn was extending his clinical studies to AIDS and tuberculosis. Zanvil Cohn was a consummate physician-scientist who nurtured the relationship between cell biology and infectious disease.(ABSTRACT TRUNCATED AT 400 WORDS)


Assuntos
Alergia e Imunologia/história , Sistema Imunitário/fisiologia , Animais , Células Dendríticas , História do Século XX , Humanos , Sistema Imunitário/citologia , Macrófagos , Fagócitos , Estados Unidos
20.
St. Louis; Mosby; 4 ed; 1993. xix,[1.049] p. ilus, tab, graf, ^e29cm.
Monografia em Inglês | LILACS, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1085260
SELEÇÃO DE REFERÊNCIAS
DETALHE DA PESQUISA