Your browser doesn't support javascript.
loading
Considerações sôbre a condução nervosa periférica na hanseníase
Jordy, Ceme Ferreira; Belda, Walter.
  • Jordy, Ceme Ferreira; s.af
  • Belda, Walter; s.af
Rev. bras. leprol ; 37(1/4): 61-69, 1970. ilus, tab
Artigo em Português | SES-SP, HANSEN, SESSP-ILSLACERVO, SES-SP | ID: biblio-1229779
Biblioteca responsável: BR191.1
Localização: [{"text": "BR191.1"}]
RESUMO
Em 16 pacientes de hanseníase, com sinais clínicos da neuropatia periférica, os autores estudaram o tempo de condução do impulso nervoso em 38 territórios, 22 correspondentes ao nervo ulnar e 16 ao nervo poplíteo lateral. Os valores encontrados se situam entre os valores classicamente admitidos como normais, ao contrário do que acontece em outras formas de neuropatias crônicas. A origem e o mecanismo destes achados são discutidos, supondo os autores que sua explicação se deve à ativação das fibras periféricas por um processo compressivo-isquêmico, determinado pela instalação da lesão leprótica do nervo. Recomendam a medida do tempo de condução do impulso nervoso como auxiliar do diagnóstico diferencial da neurite leprótica com outras neuropatias periféricas.
Assuntos
Texto completo: Disponível Bases de dados: HANSEN / Sec. Est. Saúde SP Assunto principal: Neuritos / Doenças do Sistema Nervoso Periférico / Hanseníase Tipo de estudo: Relato de casos Idioma: Português Revista: Rev. bras. leprol Ano de publicação: 1970 Tipo de documento: Artigo

Similares

MEDLINE

...
LILACS

LIS

Texto completo: Disponível Bases de dados: HANSEN / Sec. Est. Saúde SP Assunto principal: Neuritos / Doenças do Sistema Nervoso Periférico / Hanseníase Tipo de estudo: Relato de casos Idioma: Português Revista: Rev. bras. leprol Ano de publicação: 1970 Tipo de documento: Artigo