Your browser doesn't support javascript.

BVS Odontologia

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
XML
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

Rugosidade superficial e resistência ao desgaste de materiais para CAD-CAM após simulação da mastigação / Surface roughness and wear resistance of CAD-CAM materials after chewing simulation

Favero, Stephanie Soares.
São Paulo; s.n; 20240111. 98 p.
Tese em Português | LILACS, BBO - odontologia (Brasil) | ID: biblio-1526203

Objetivo:

determinar a rugosidade superficial de coroas de quatro materiais processados por tecnologia CAD-CAM antes e após ensaio de desgaste realizado em um simulador da mastigação. E, ainda, mensurar a perda de volume e a perda de peso desses materiais após o ensaio de desgaste.

Materiais e métodos:

sessenta e quatro coroas foram confeccionadas e distribuídas em grupos. Grupos de coroas simulando o dente 16 B (IPS e.max CAD), C (Suprinity), D (Enamic) e E (Lava Ultimate); grupos de coroas antagonistas simulando o dente 46 AB, AC, AD e AE (todas compostas do material IPS e.max CAD). As coroas foram levadas à uma simuladora da mastigação para a realização do ensaio de desgaste. Antes do ensaio, as coroas foram submetidas à pesagem e à análise em um perfilômetro para determinação da rugosidade superficial e, também, para obtenção de imagens da topografia para determinação do volume. Após o ensaio de desgaste, as mesmas análises foram repetidas e os dados coletados e analisados.

Resultados:

os valores de rugosidade encontrados antes e após o ensaio de desgaste para os grupos de coroas testadas foram E > D = C = B, e para os grupos de coroas antagonistas foram AB = AC = AD = AE. Não houve diferença estatística dos valores de Ra antes e após o ensaio de desgaste de nenhum grupo quando comparados entre si. Os valores de perda de volume encontrados foram grupo B = 29,18 mm3, grupo C = 21,59 mm3, grupo D = 20,73 mm3, grupo E = 14,17 mm3, grupo AB = 23,28 mm3, grupo AC = 26,07 mm3, grupo AD = 26,57 mm3 e grupo AE = 14,30 mm3. Os valores de perda de peso encontrados foram grupo B = 0,026 g, grupo C = 0,017 g, grupo D = 0,007 g, grupo E = 0,007 g, grupo AB = 0,012 g, grupo AC = 0,011 g, grupo AD = 0,045 g e grupo AE = 0,003 g.

Conclusões:

as coroas IPS e.max CAD, Suprinity e Enamic apresentaram melhor desempenho no parâmetro rugosidade superficial, mantendo os valores de rugosidade pelo período de um ano de simulação da mastigação. As coroas de IPS e.max CAD apresentaram ótimo desempenho como coroa antagonista dos materiais vitrocerâmicos, híbrido e resinoso, no quesito rugosidade superficial, não alterando os valores de rugosidade apresentados após um ano de simulação da mastigação. As coroas Lava Ultimate apresentaram o melhor desempenho no quesito desgaste, com os menores valores de perda de volume e de peso. Apresentaram também a menor taxa de desgaste do antagonista. Não foi encontrada relação entre o comportamento de desgaste e o parâmetro rugosidade superficial. IPS e.max CAD, Suprinity e Enamic exibiram um potencial de desgaste maior, mas apresentaram menor rugosidade do que o Lava Ultimate.
Biblioteca responsável: BR97.1