Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Email
Adicionar mais destinatários
| |

O laço de Eros entre a literatura e a psicanálise / Eros' bond between literature and psychoanalysis / El lazo de Eros entre la literatura y el psicoanálisis / Le lien d'Eros entre la littérature et la psychanalyse

Tavares, José Luiz Cordeiro Dias.
J. psicanal; 52(97): 35-50, jul.-dez. 2019.
Artigo em Português | LILACS, Index Psi Periódicos Técnico-Científicos | ID: biblio-1114943
O propósito de Eros é reunir indivíduos em uma grande unidade, diz Freud. Para tal, os homens devem estar interligados libidinalmente. Eros é pulsão de vida e divide o mundo com a pulsão de morte. Na tensão entre elas segue o homem com o objetivo de ser feliz. Nesta busca, aliviamos sofrimentos se deslocamos a libido e reorientamos objetivos pulsionais com recursos de sublimação. Como exemplo, Freud cita o prazer decorrente do trabalho psíquico e intelectual, como a alegria do artista em criar. A psicanálise se articula com a arte, na teoria e na prática. Este texto e as reflexões aqui desenvolvidas vão olhar a literatura como expressão artística em conexão com a psicanálise. Em A interpretação dos sonhos, Freud cita Virgílio na Eneida "Se sou incapaz de mover os deuses acima, moverei o Aqueronte". Trata-se de um tributo ao poeta, uma ode de Freud à literatura ao inaugurar a psicanálise em 1900.
Biblioteca responsável: BR641.1